Seguidores

PREVISÃO 2017 THE ECONOMIST-TRUMP, FRAGMENTAR, ROMÊNIA, IRÃ, SCHENGEN, MURO



É muito importante explicar que estamos nos momentos mais delicados e incertos da crua história desta civilização. E embora muitos ainda não percebam, estamos imersos em um mundo de intrigas, complôs e inúmeros jogos duplos ou triplos… que as forças ocultas, através dos anos, com abuso de poder provocaram, tudo com o objetivo de nos controlar, debilitar e fazer mau uso de nossa vida… É por isso que devemos despertar a consciência-cognição para discernir o real do falso e não nos deixarmos levar pelas aparências como geralmente a grande maioria das pessoas faz. Dentro de todo esse entramado da cúpula do poder global, e analisando a famosa revista inglesa ‘The Economist’, muito vinculada à elite mundial, ao Bilderberg e às famílias Rothschild e Agnelli… na edição especial publicada um mês antes de iniciar este ano de 2017, em sua estranha capa havia uma mensagem profética, evidenciando quem seria o próximo presidente dos Estados Unidos. Será que ela realmente sabia quem iria governar antes mesmo de que fosse decidido quem seria o vencedor? Como souberam disso? Será que é porque eles fazem parte fundamental do Governo da Sombra e, obviamente, conheciam muito bem a pessoa que colocariam no poder? E o que dizer de outras misteriosas previsões que nos revelam algo que acontecerá neste chamado mundo de Trump de 2017? Ou que segredos estão sendo gestados por trás? Será que eles, definitivamente, preveem algo muito grave para nós e a humanidade sedada não percebe? Por outro lado, se observarmos as revoltas e levantes populares de países como a Romênia, ou a Ucrânia… será que as forças obscuras procuram ‘fragmentar’ o planeta inteiro como fizeram com bons resultados na sanguinária Guerra dos Bálcãs e, desta forma, conseguir o rompimento da União Europeia e fechar o espaço Schengen… com grande quantidade de muros, enquanto, ao mesmo tempo, concretizariam o colapso econômico e comercial, criando, assim, um empobrecimento de magnitude inimaginável pelo mundo inteiro? Será que eles realmente precisam desestabilizar a maior quantidade possível de países do mundo, enquanto a humanidade ignora toda essa enorme maquinação de separações organizadas que há por trás?