Agora são: horas e minutos - Agradeço sua presença e volte sempre

Seguir

AUDIO

segunda-feira, 30 de julho de 2018

NASA revela as melhores ideias de casas para a colonização de Marte


PROJETO SELECIONADO PELA NASA COM MODELO DE CASA EM MARTE (FOTO: DIVULGAÇÃO/NASA)

Agência espacial norte-americana lançou um concurso para reunir projetos relacionados ao desenvolvimento de habitações para a exploração do planeta vermelho

Pisar os pés em Marte será um desafio por si só. Mas chegar ao Planeta Vermelho não basta: é necessário que os exploradores tenham as mínimas condições de sobrevivência e conforto para conseguirem completar a missão. Pensando nisso, a NASA lançou em 2014 um concurso para selecionar as melhores ideias para a fabricação de moradias que serão utilizadas em território marciano. Após uma extensa análise dos projetos, a agência espacial norte-americana divulgou as cinco melhores iniciativas.

O principal desafio do concurso é projetar modelos de habitação que possam ser fabricados a partir de impressoras 3D: para provar que a construção era viável, as equipes tiveram de desenvolver de maneira real algumas peças das moradias. De acordo com os pesquisadores, a utilização de impressão 3D é a maneira mais fácil, rápida e segura de construir uma estrutura em um local com escassez de recursos. 


PROJETO PARA A CONSTRUÇÃO DE CASA MARCIANA (FOTO: DIVULGAÇÃO/NASA)

Para que as ideias fossem aprovadas, outros requisitos mínimos eram necessário: as casas tinham de ter ao menos 92 metros quadrados e conforto suficiente para que ao menos quatro pessoas conseguissem viver no local. A construção do imóvel também tem de ser feita de maneira autônoma, de modo que os exploradores desembarquem em solo marciano com as casas já prontas. 


MODELO DE HABITAÇÃO EM MARTE (FOTO: DIVULGAÇÃO/NASA)

Por enquanto, a ideia que mais agradou os cientistas da NASA foi desenvolvida por uma equipe chamada Zopherus, do estado norte-americano do Arkansas, que utilizaria a própria terra disponível em Marte como "cimento" da construção de módulos que se encaixariam como uma colmeia.

Agora, os cinco finalistas disputarão a fase final da competição, que acontecerá em 2019 e distribuirá um prêmio de US$ 2 milhões. As equipes terão o desafio de fabricar um modelo real de suas habitações, que deve ter um terço do tamanho original. Que vença o melhor.


PROJETO QUE MAIS AGRADOU OS CIENTISTAS DA NASA (FOTO: DIVULGAÇÃO/NASA)


UM DOS PROJETOS FINALISTAS (FOTO: REPRODUÇÃO/YOUTUBE)



FONTE: REVISTA GALILEU
Postar um comentário