NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Siga este Blog

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Astronauta faz vídeo inédito de jatos azuis misteriosos de eletricidade

Todo mundo já presenciou relâmpagos brotando de nuvens em um dia de chuva forte. No entanto, provavelmente nenhum de nós já observou uma forma menos conhecida de eletricidade explodindo no céu: os jatos azuis.
Essas gigantescas descargas elétricas raramente são fotografadas. Tipicamente, somente pilotos que voam sobre tempestades ativas os veem ou registram. Alguns satélites também já gravaram esse fenômeno, mas não muito bem.
Agora, um astronauta em uma missão específica para desvendar esses jatos fez o primeiro vídeo em cores de seu tipo.
Os dados do estudo foram publicados na revista Geophysical Research Letters.

Experimento Thor

Pesquisadores pediram ao astronauta Andreas Mogensen, da Agência Espacial Europeia (ESA), que realizasse o “Experimento Thor”, em homenagem ao deus nórdico do relâmpago, em 2015.
A missão era documentar tempestades da Estação Espacial Internacional (EEI) 400 quilômetros acima da Terra, com uma câmera muito sensível. Mogensen acabou filmando uma tempestade particularmente ativa sobre a Baía de Bengala, na Índia, e conseguiu registrar essa estranheza:

Para entender melhor o que está acontecendo, confira imagens fixas do passo a passo da tempestade:

Logo após os raios iluminarem as nuvens, você pode ver um cone azulado pulsar um pouco, e finalmente disparar para cima das nuvens. Ele percorre mais de 10 quilômetros e depois desaparece. Abaixo, confira um close-up do jato azul:

Sorte

Os jatos azuis movem-se em velocidades de mais de 360.000 quilômetros por hora, de acordo com o instituto geofísico da Universidade do Alaska em Fairbanks, EUA.
Eles formam espécies de cones à medida que se movem para cima, pelo menos até chegar a uma altura de cerca de 50 quilômetros, ponto no céu no qual os jatos desaparecem.
É muito difícil fotografar jatos azuis e seus primos de altitude mais alta, sprites vermelhos. Na verdade, os pesquisadores tentam estudá-los de perto desde a década de 1990.
As observações de Mogensen são as mais espetaculares já feitas, graças a uma junção fortuita de fatores, como uma tempestade invulgarmente ativa, o ângulo de visão do astronauta e a alta resolução de sua câmera.

Por que jatos azuis importam

Jatos azuis não são apenas um fenômeno curioso. Como os sprites vermelhos, eles podem desempenhar um papel vital na formação do ar que respiramos, combinando e separando diferentes tipos de moléculas atmosféricas.
Mas, por enquanto, sabemos muito pouco sobre eles.
Segundo Mogensen, uma missão de acompanhamento deve ser lançada em breve para estudar mais de perto os jatos azuis e outros fenômenos de altitude, incluindo meteoros. [BusinessInsider]

Via: http://hypescience.com/astronauta-faz-video-inedito-de-jatos-azuis-misteriosos-de-eletricidade/

Bill Gates: um novo tipo de terrorismo poderia matar 30 milhões de pessoas em um ano e nós não estamos preparados


Bill Gates fez um discurso poderoso sobre política de segurança internacional na última Conferência de Segurança de Munique, na Alemanha.
Há 20 anos, o CEO decidiu fazer da saúde global o foco do seu trabalho filantrópico. Conforme explicou ao portal Business Insider, o nosso mundo está mais conectado do que a maioria das pessoas percebe – e precisamos tomar alguns cuidados para prevenir uma ameaça que poderia exterminar 30 milhões de pessoas em apenas um ano.

Epidemia mortal: o inimigo invisível

Zonas de guerra e outras regiões de estado frágil são os locais mais difíceis para eliminar epidemias. Não por coincidência, também são alguns dos lugares mais prováveis para elas começarem – como vimos com o ebola em Serra Leoa e Libéria, e com a cólera na Bacia do Congo e na área do Chifre da África.
Também é verdade que a próxima epidemia poderia se originar na tela de um computador, a partir de uma intenção terrorista em usar engenharia genética para criar uma versão sintética de algum vírus, uma cepa supercontagiosa e mortal.
O ponto é: nós ignoramos a ligação entre a segurança de saúde e a segurança internacional. Seja por um capricho da natureza ou pelas mãos de um terrorista, os epidemiologistas afirmam que um patógeno que se espalhe rapidamente pelo ar pode matar mais de 30 milhões de pessoas em menos de um ano.
E o que é mais assustador, há uma probabilidade razoável de o mundo experimentar um surto nos próximos 10 a 15 anos.

O que fazer?

Em 1918, uma cepa de gripe particularmente virulenta e letal matou entre 50 milhões e 100 milhões de pessoas.
Acha que isso é coisa do passado? De acordo com Bill Gates, o fato de que uma pandemia global tão mortal quanto essa não tenha ocorrido na história recente não deve ser confundido com evidência de que uma pandemia global mortal não ocorrerá no futuro.
A boa notícia é que, com os avanços na biotecnologia, novas vacinas e medicamentos podem ajudar a prevenir a propagação de epidemias.
Ao mesmo tempo, a maioria das coisas que precisamos fazer para nos proteger contra uma pandemia de ocorrência natural são as mesmas que devemos fazer para nos preparar para um ataque biológico intencional.

O CEPI e a vacina salvadora

Primeiro e mais importante, temos que construir um arsenal de novas armas – vacinas, drogas e diagnósticos.
As vacinas podem ser especialmente importantes para conter epidemias. Hoje, normalmente leva 10 anos para os cientistas desenvolverem e licenciarem uma nova imunização. Para reduzir significativamente as mortes por um patógeno aéreo de movimento rápido, porém, teríamos que diminuir consideravelmente esse tempo, para até 90 dias ou menos.
Damos um passo importante no mês passado com o lançamento de uma nova parceria público-privada chamada Coalition for Epidemic Preparedness Innovations (CEPI). A esperança é de que o CEPI leve a produção de vacinas seguras e eficazes tão rapidamente quanto surjam novas ameaças.
Basicamente, a ideia é criar um veículo de entrega de material genético sintético que instrui as células de uma pessoa a fabricar uma vacina dentro de seu próprio corpo.
Uma vez que você construiu uma plataforma de vacina para um patógeno, pode usá-la novamente para outros patógenos, o que significa que também pode ser aplicada a outras doenças difíceis de tratar como HIV, malária e tuberculose.

Vigilância internacional

Naturalmente, a capacidade preventiva de uma vacina não ajudará se um patógeno já tiver se espalhado para fora do nosso controle. Como as epidemias podem rapidamente se enraizar nos lugares menos equipados para combatê-las, também precisamos melhorar a vigilância internacional.
Isso começa com o fortalecimento dos sistemas básicos de saúde pública nos países mais vulneráveis, afirma Bill Gates. Temos também de assegurar que cada país conduza vigilância de rotina para recolher dados sobre os surtos de doenças.
“Devemos garantir que os países compartilhem informações de maneira oportuna e que haja recursos laboratoriais adequados para identificar e monitorar patógenos suspeitos”, Gates disse ao Business Insider.

Guerra contra os patógenos

A terceira coisa que precisamos fazer é nos preparar para as epidemias da maneira como os militares se preparam para a guerra.
Isso inclui exercícios de preparação para que possamos entender melhor como as doenças se espalham, como as pessoas respondem em uma situação de pânico e como lidar com coisas como estradas sobrecarregadas e sistemas de comunicação.
Também precisamos de pessoal médico treinado pronto para conter uma epidemia rapidamente, e melhor coordenação com forças armadas para ajudar com a logística e proteção de áreas.

No centro de tudo, dinheiro

O CEO aplaude iniciativas de nações como a Alemanha a favor da segurança da saúde, mas lembra que dinheiro é um problema para a maioria dos países no mundo.
“Não há dinheiro suficiente para ajudar os países mais pobres com preparação epidêmica. A ironia é que o custo de garantir uma preparação adequada contra pandemias em todo o mundo é estimado em US$ 3,4 bilhões por ano – e a perda anual projetada de uma pandemia pode chegar a US$ 570 bilhões”, escreve em Business Insider.

Top 3 das ameaças globais

Até poucos anos atrás, a única grande ameaça para a humanidade parecia ser de uma guerra nuclear. No final da década de 1990, os mais razoáveis entre nós já aceitavam que o clima alterado representava outro grande problema para a Terra.
Bill Gates afirma que a ameaça de pandemias mortais deve entrar nesse top 3, ao lado da guerra nuclear e das mudanças climáticas. Inovação, cooperação e planejamento cuidadoso podem mitigar dramaticamente os riscos apresentados por cada um desses perigos.
“Quando a próxima pandemia atacar, poderia ser outra catástrofe nos anais da raça humana. Ou poderia ser um extraordinário triunfo da vontade humana. Um momento em que provamos mais uma vez que, juntos, somos capazes de enfrentar os maiores desafios para criar um mundo mais seguro, mais saudável e mais estável”, conclui. [BusinessInsider]

Arqueológos se surpreendem ao descobrir que antigos deuses de diversos lugares desconexos carregavam uma misteriosa bolsa nas mãos

Datando do fim da Idade do Gelo, certas peças de arte encontradas em paredes de cavernas se assemelham ao que é conhecido hoje como uma bolsa moderna. A forma continuou a aparecer em ruínas de templos turcos antigos, decorações do Maori de Nova Zelândia, e ofícios feitos pelos Olmecas da América Central.

DESCOBERTA MAIS ANTIGA
Uma das primeiras descobertas da bolsa pode ser vista nas ruínas de Göbekli Tepe que datam de aproximadamente 11.000 aC. O Göbekli Tepe é um dos mais antigos complexos de templos já descobertos (Tinfoil Hat, 2014), no entanto, para o que o templo foi usado ainda permanece um mistério.

Muitos arqueólogos sugerem que o santuário realizou sacrifícios religiosos, devido aos ossos de animais mortos coletados. As paredes e pilares em todo o templo são embelezados com esculturas intrincadas de animais, deuses, criaturas míticas e três bolsas.
UMA RESPOSTA ESCRITA NAS ESTRELAS
A bolsa é descrita como “caracteriza-se tipicamente por um topo arredondado tipo alça e um fundo retangular e pode incluir vários graus de detalhes adicionais de textura ou padrão” (Scranton, 2016). Se as imagens estão sozinhas ou na mão de um deus ou de uma deusa, há diversas teorias para fora lá ao significado deste objeto recorrente nas artes antigas. A explicação mais direta é a do cosmos. O semi-círculo da bolsa, as correias, representam o hemisfério do céu, enquanto a forma quadrada representa a terra. De acordo com Scranton, “em culturas antigas da África à Índia até à China, a figura de um círculo foi associada simbolicamente a conceitos de espiritualidade ou não-materialidade, enquanto a de um quadrado foi frequentemente associada a conceitos da Terra e da materialidade”. Scranton, 2016). Portanto, a imagem é vista como representando a unificação da terra e do céu, os elementos tangíveis e intangíveis.
OUTRAS CONCLUSÕES
A bolsa continua a aparecer em todo o mundo. Mostra-se em dois relevos de pedra, um feito pelos assírios do antigo Iraque em algum momento entre 880-859 aC e o outro feito pelos olmecas da antiga Mesoamerica em algum momento entre 1200-400 aC. Então, na Nova Zelândia, na imagem de um herói que se levantou para a casa dos deuses e voltou à terra “carregando três cestas de sabedoria”. Finalmente, nos antigos hieróglifos egípcios, a também mostra a bolsa freqüentemente servindo como um lar para os deuses e deusas, semelhante aos tepee nativos americanos. O tema da bolsa parece ser um símbolo cosmológico que é muitas vezes ignorado pelo público em geral que significa muito mais do que o que se encontra num simples olhar..

Deserto floresce em Israel de acordo com antiga profecia bíblica de Isaías

ISRAEL.- O cumprimento de uma antiga profecia de Isaías torna-se visível no deserto de Arava , com quase 50 graus no verão, está terra seca encheu-se com vegetação e vida.

Samantha Levy , um oficial do Arava Conselho Regional (CRA), disse que eles conseguiram fazer o deserto um espaço adequado para a agricultura e um centro de estudo para aqueles que querem para aprender a melhor maneira de usar a água para as culturas, conforme publicado Agência de Notícias judaica ( AJN ).
O deserto de Arava é uma região árida de Israel onde caem cerca de 25 mililitros de água por ano e tem um clima extremo. No entanto, ele representa 60 por cento das exportações de legumes frescos de Israel.
“Conseguimos tornar esta uma vantagem. Nós que trabalhamos com a agricultura sabemos que certos lugares não pode ser feito o que estamos fazendo aqui. Fomos capazes de ser criativo na gestão da água, porque cada gota que cai usamos, porque não estão ligados a do sistema nacional de água de Israel , “disse Samantha Levy , uma menina colombiana que serve como um oficial da CRA.
A profecia de Isaías fala de flores crescendo no deserto em Israel “Devemos destacar a comunidade, a mentalidade das pessoas que vieram aqui há 50 anos para se estabelecer no deserto. Eles vieram e eles conseguiram grande forma. Há apenas agricultura para Israel , mas que ensinou ao mundo como fazê-lo , ” especificado Levy .
“Um agricultor terá grande apoio aqui e é tão simples como saber qual é a quantidade necessária de luz, umidade e solo para uma planta ter uma melhor produtividade. Arava ensina ao mundo como para crescer. Temos também uma pré-visualização de biotecnologia e tem mais de 50 cientistas do centro estão a investigar as plantas do deserto que gerenciam a crescer em condições climáticas extremas. Curas para várias doenças, tais como diabetes, câncer, Parkinson ‘s também são estudadas. Arava é prova de que o impossível é possível , ” ele disse com entusiasmo Levy.

“Eles alegram o deserto e na solidão; o deserto (terras não cultivadas) se alegrará e se encherá de flor como a rosa.” ( Isaías 35: 1 )

Arqueólogos descobrem piramide gigante construída antes do grande diluvio na Romania

Mais arqueólogos acreditam ter se deparado com uma enorme pirâmide de 300 metros de altura na Romênia, de um tempo antes do “Grande Dilúvio”.

Um monte curioso da cadeia montanhosa de Buzau cativou a curiosidade dos arqueólogos depois de terem encontrado os restos do que eles acreditam ser outra pirâmide megalítica antiga. Os arqueólogos que atingiram o topo do suposto monumento descobriram vestígios de paredes megalíticas que consistem em três camadas de pedras sobrepostas coladas com argila, um material que oferece uma protecção extensiva contra as águas pluviais e é também uma excelente opção quando se ligam pedras. Provavelmente, o aspecto mais convincente desta estrutura foi a camada espessa de marrom avermelhado de material composto por óxidos minerais que revestiam a parede exterior da pirâmide. A julgar por este gesso que em alguns lugares cobria até mesmo as rachaduras entre as pedras, os pesquisadores puderam fechar a estrutura usando um método conhecido como radiestezia, que obteve resultados inesperados – as pedras pareciam ter entre 22 a 25.000 anos de idade .
Em vários outros lugares no lado da montanha, os arqueólogos encontraram mais pedras pertencentes a esta cultura desconhecida. As rochas pareciam ser cortadas artificialmente e as linhas retas indicavam ainda o possível uso de tecnologia avançada.
Poderia ter sido realmente uma pirâmide escalonada?

Astronauta volta do espaço mais novo que seu irmão gêmeo e deixa cientistas intrigados

Os cientistas da NASA estão impressionados com esta descoberta que fizeram! Eles afirmam que um astronauta americano regressou da sua missão no espaço mais novo que o seu irmão gémeo. Após ter passado 340 dias numa missão espacial ele foi submetido a uma série de testes médicos e os resultados estão à vista. O elixir da juventude? Não é bem assim…

Estranha descoberta: Scott Kelly(à direita) voltou do espaço mais novo que o seu irmão gémeo, Robert Markowitz(à esquerda)
Scott Kelly e o seu irmão gémeo Robert Markowitz foram submetidos a diversos testes médicos, mas enquanto um deles tinha passado 340 dias no espaço, o outro tinha ficado em terra. Para espanto dos cientistas Scott estava 5cm mais alto e 7 quilos mais leve que o seu irmão e além disso estava “mais novo” clinicamente.
Ambos os gémeos são astronautas
Os pesquisadores descobriram entretanto um aumento nos telómeros – sequências repetitivas na ponta dos cromossomas – de Scott, relatou o “Times” e isso não é propriamente uma boa notícia. Os telómeros cresceram mais do que os do seu irmão Robert que tinha ficado em terra, mas ao fim de alguns meses no planeta Terra eles voltaram ao seu tamanho normal.

Essa descoberta pode comprometer drasticamente os planos de grandes viagens espaciais, uma vez que o aumento do tamanho dos telómeros está há algum tempo relacionado com o desenvolvimento de vários tipos de cancro. Por outras palavras julga-se agora na comunidade científica que uma estadia prolongada no espaço – digamos 10 anos por exemplo – poderia levar à morte do mais saudável dos astronautas.
Christopher Mason, professor e assistente de fisiologia e bio-física no Cornell Weill Medicine em Nova Iorque esclareceu ao “Times”:
“Os astronautas fazem muito exercício na Estação Espacial Internacional. Na terra por exemplo você pode ir ao ginásio na segunda-feira, e na quarta-feira decide fazer outra coisa qualquer em vez de ir treinar, como por exemplo vai tomar um copo a um bar com os amigos, mas você não pode fazer isso na Estação Espacial Internacional. A comida e o exercício são controlados de forma muito precisa, e lá não há tantas ‘margaritas’”.

O futuro chegou ......


As novas descobertas arqueológicas realizadas na Ilha de pascoa estão a chocar o mundo!

Como se já não bastasse o que descobrimos até hoje, as novas descobertas na Ilha da Páscoa são realmente incríveis!

As estátuas de cabeças gigantes já por si só sempre intrigaram a comunidade científica, por serem demasiado pesadas para serem transportadas por humanos há séculos atrás, e mesmo até nos dias de hoje seria complicado com toda a maquinaria moderna. Mas quando decidiram escavar por baixo dessas cabeças, o mistério só ficou maior ainda!
Desde a descoberta da ilha que sempre julgámos que eram somente as cabeças, contudo, fora da vista e enterrados estavam também os corpos, tornando estas estátuas autênticos colossos!



A Ilha da Páscoa é uma das mais remotas e desertas ilhas no mundo, localizada a mais de 2000 milhas da costa do Chile. As “Moai”, que até agora se julgava serem apenas cabeças, foram construídas por um povo de nome “Rapa Nui” (existe um filme que retrata isso, com o título “Rapa Nui”, vale a pena ver) algures entre 1250 e 1500 CE.





De acordo com os investigadores, a maior das 887 “Moai” tem mais de 10 metros de altura e pesa mais de 82 toneladas. Outra destas estátuas, se estivesse completa teria cerca de 25 metros de altura e 270 toneladas! Construídas a partir de 1 só pedra, é um mistério até hoje a forma como eles conseguiram transportá-las até à costa, e colocá-las ao alto!

Investigadores descobrem ”campos de torção” de Tesla nas pirâmides bósnias!

Há tantas estruturas megalíticas espalhadas pelo globo que guardam uma origem e histórias tão misteriosas que têm deixado os pesquisadores loucos em busca de respostas.

As misteriosas pirâmides bósnias são provavelmente as maiores e mais antigas do mundo. Pensa-se que essas pirâmides costumavam funcionar como uma enorme usina de energia que poderia espalhar sua imensa energia através do universo. Recentemente descobriu-se que as pirâmides bósnias possuem campos de torção de Tesla. O Dr. Osmanagić escreveu: “Para muitos outros pesquisadores, entre os quais o mais proeminente é Nikola Tesla, ondas escalares ou ondas estacionárias, criadas em interação de campo de torção estão viajando em velocidades mais rápidas do que a luz. Calcula-se que a velocidade é 10 bilhões de vezes mais rápida que a luz, Assim, os campos de torsão podem se mover através de qualquer outro corpo cósmico (planetas, sóis) sem desperdiçar energia .
Assista ao vídeo a seguir para saber mais!

Evacuação em Massa da Antártica Operações Especiais e Militares em Movimento?



Evacuação em massa da Antártida acontecendo agora. Todos os Civis e Cientistas que estão saindo. Operações especiais e militares em movimento. Este relatório surpreendente foi publicado em godlikeproductions.Um civil trabalhando para a Indústria de Defesa dos Estados Unidos publicou na godlike que testemunhou estranhos materiais e movimentos militares no caminho para a Antártida e também sabia que eles estavam retirando todos os civis da Antártida Isto vem quando a marinha russa está no seu caminho para a Antártida, por que eles estão enviando uma frota inteira de navios armados lá? Ele também soube que os militares estavam se preparando para remover qualquer coisa da Antártida e que tudo estava cercado de segredo Hummmmm Gostaria de saber se algum tipo de ultimato foi estabelecido para os líderes mundiais (daí a elite correndo para a Antártida), e que o ultimato não foi cumprido . Por favor, assista ao vídeo abaixo para aprender mais sobre esta notícia de última hora sobre esta última conspiração na Antártida. Por favor, compartilhe seus pensamentos.
Mais um post by: UFOS ONLINE

Veja o Vídeo Abaixo:
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO