Translate

Trabalhamos para divulgar notícias SOBRE: POLITICA, CURIOSIDADES, SAÚDE, ASTRONOMIA, UFOLOGIA, GUERRA, MISTÉRIOS E MUITO MAIS.Precisamos de sua ajuda, clique nas propagandas expostas no Blog, para manter nosso site no ar.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Humanidade não está pronta para enfrentar queda de um cometa, alerta NASA

Posted by Thoth3126 on 19/01/2017
Cometa
Os grandes dinossauros, antigos “donos do planeta”, foram dizimados pelo impacto de um imenso meteoro com a Terra. Milhões de anos depois, os seres humanos podem seguir o mesmo destino, alertou Joseph Nuth, pesquisador do Centro Espacial Goddard. Recentemente, a NASA criou um escritório de defesa planetária, e Nuth recomendou que a agência construísse um foguete de interceptação para ser armazenado, com testes periódicos, além de uma espaçonave de observação.
Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch
Humanidade não está pronta para enfrentar um cometa, alerta NASA. Ideias para proteger o planeta existem, mas projetos não estão prontos.
RIO — Em apresentação nesta segunda-feira, durante o encontro anual da União Geofísica Americana, o cientista deixou claro que a Humanidade não está preparada para lidar com um cometa ou grande asteroide em rota de colisão com Terra.
— O maior problema, basicamente, é que não há muito o que possamos fazer sobre isso no momento — disse Nuth, de acordo com o jornal britânico “The Guardian”.
Comèta -mcNaught
O cometa McNaught tem sido talvez o cometa mais fotogênico dos últimos tempos modernos a partir da Terra. Depois de fazer uma bela aparição no hemisfério norte no início de janeiro de 2007, o cometa se moveu para o sul e desenvolveu uma longa e incomum cauda que maravilhou os observadores do hemisfério sul.
O pesquisador ressaltou que asteroides e cometas grandes e potencialmente perigosos são extremamente raros, se comparados com pequenos objetos que ocasionalmente explodem na atmosfera ou se chocam com a superfície do planeta. E não há nenhuma previsão de que algo assim pode acontecer.
— Mas por outro lado, eles são eventos com potencial de extinção, como o que exterminou os dinossauros, que acontecem a cada 50 ou 60 milhões de anos. Você pode dizer, claro, que estamos próximos de algo assim, mas é algo aleatório -, disse Nuth.
Os cometas percorrem caminhos distantes da Terra, mas, às vezes, podem se aproximar da nossa vizinhança. Segundo Nuth, o planeta enfrentou um “encontro próximo” em 1996, com o cometa Hyakutake, e novamente em 2014, quando um cometa passou “dentro da distância cósmica de Marte”. Este segundo corpo foi descoberto apenas 22 meses antes de cruzar pela Terra, sem tempo suficiente para o lançamento de uma missão de desvio.
— Se você observar o cronograma de espaçonaves de alta confiabilidade, leva cinco anos para o lançamento. Nós tínhamos 22 meses — destacou o cientista.
Recentemente, a Nasa criou um escritório de defesa planetária, e Nuth recomendou que a agência construísse um foguete de interceptação para ser armazenado, com testes periódicos, além de uma espaçonave de observação. Dessa forma, a agência espacial americana poderia cortar o cronograma de cinco anos pela metade, ainda assim insuficiente.
meteoro-meteorito-asteroide
Uma espaçonave em estoque, pronta para o lançamento dentro de um ano, entretanto, “poderia mitigar a possibilidade de um asteroide vindo de uma região difícil de observar, como o Sol”. O cientista esclareceu que ele não fala em nome da Nasa, e uma missão como esse precisaria de aprovação do Congresso.
Cathy Plesko, pesquisadora do Laboratório Nacional Los Alamos, explicou que existem duas formas de desviar um asteroide: uma ogiva nuclear ou um “impacto cinético, que é basicamente uma bala de canhão gigante”.
— A tecnologia de bala de canhão é muito boa para interceptar objetos em alta velocidade. Acaba sendo mais efetiva que grandes explosivos — disse Cathy.
Contudo, os cálculos para um defletor desse tipo precisa de longo refinamento. Por outro lado, a ogiva nuclear, considerada o último recurso, explodiria o asteroide-cometa-meteoro, com efeitos colaterais perigosos, incluindo os destroços da explosão.

meteoros-shower-asteroide
“E sobre os homens caiu do céu uma grande saraiva, pedras do peso de um talento; e os homens blasfemaram de Deus por causa da praga da saraiva; porque a sua praga era (SERÁ) muito grande”. Apocalipse 16:21

Mais informações em:
Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

10 descobertas arqueológicas incríveis feitas recentemente

Novas descobertas arqueológicas que mudam a maneira como consideramos eventos e culturas do nosso passado são feitas o tempo todo. Apenas nos últimos anos, muitas descobertas arqueológicas nos forneceram novas perspectivas sobre os capítulos estabelecidos da história, mudando nossa compreensão da história humana. A lista abaixo contém 10 descobertas que mostram como a nossa história pode ser bastante dinâmica.

10 – A cerimônia de enterro de um lince

Enquanto atravessava a coleção de artefatos nativos americanos do Museu do Estado de Illinois, nos EUA, a antropóloga Angela Perri encontrou uma caixa chamada “filhote”, que ela esperava conter ossos de cão escavados de um túmulo da cultura Hopewell. Em vez disso, os ossos pertenciam a um lince.
A descoberta foi notável por duas razões: é o único enterro selvagem decorado encontrado na America do Norte e o único animal encontrado enterrado sozinho em seu próprio túmulo.
Uma vez que o lince era somente um gatinho quando morreu, os antropologos suspeitam que fosse um animal de estimação. Dentro do túmulo, eles também encontraram um colar que Perri acredita que servia de coleira para o gato.
No entanto, a zooarqueóloga Melinda Zeder tem uma hipótese diferente. Ela acredita que o lince tem um status simbólico muito maior para a cultura nativa, possivelmente como uma conexão com a natureza.

9 – Armas romanas de terror psicológico

Uma descoberta recente sugere que os romanos faziam uso de uma espécie de guerra psicológica usando sibilantes balas de estilingue. Eles usavam um artefato chamado fustibalo que poderia jogar rochas de tamanho de limões em uma longa distância. Mas certas balas encontradas em um local na Escócia têm uma característica peculiar – são perfuradas através de seu centro.
As balas de pedra foram encontradas em Burnswark Hill, o local de uma luta maciça entre romanos e escoceses cerca de 1.800 anos atrás. Furar as pedras teria sido um esforço demorado, especialmente para algo usado apenas uma vez.
O arqueólogo John Reid ficou intrigado com o propósito das pedras. Mas o irmão de Reid, um pescador perspicaz, deduziu o objetivo das balas baseado em sua experiência de usar iscas furadas. Quando atiradas, as pedras causavam um sibilo agudo. Apenas pequenas pedras foram perfuradas, então várias munições poderiam ser lançadas de uma só vez, criando um efeito estéreo, causando terror nos inimigos.

8 – O cemitério híbrido celta

Até recentemente, não achávamos que a mitologia celta da Idade do Ferro continha monstros híbridos. Agora, um túmulo em Dorset sugere que os celtas tiveram suas próprias criaturas mitológicas, que eles recriaram na vida real.
A descoberta foi feita em Duropolis. O “cemitério” consiste em fossas com esqueletos animais reorganizados para formar animais híbridos. Estes incluem uma vaca com pernas de cavalo e uma ovelha com a cabeça de um touro em sua extremidade traseira.
A descoberta mais bizarra envolveu o esqueleto de uma mulher encontrada em cima de uma camada de ossos de animais que espelhava o arranjo dos ossos humanos. Sua cabeça estava descansando em uma “cama” de crânios de animais, enquanto suas pernas estavam em cima de ossos de pernas de animais.
O arqueólogo Paul Cheetham acredita que os esqueletos (incluindo a mulher) representam sacrifícios. Os poços foram inicialmente utilizados como armazenamento de alimentos. Quando um novo poço foi cavado, um sacrifício foi colocado no antigo antes de ser enterrado.

7 – O vestido mais velho do mundo

O vestido de Tarkhan é a roupa tecida a mais tempo no mundo. Recuperado de um túmulo egípcio, é datado entre 3400 aC e 3100 aC. A maioria das roupas antigas recuperadas não são mais velhas do que 2.000 anos porque nem as peles de animais nem as fibras de plantas sobrevivem bem à degradação.
O vestido tem um decote em V, pregas estreitas e mangas sob medida. Vincos formados nos cotovelos e axilas indicam que foi usado repetidamente.
Há alguns itens de vestuário de idade semelhante, mas são vestuários cerimoniais embrulhados ou colocados em volta de um corpo. O vestido de Tarkhan permanece é indicação original antiga da moda egípcia, já que foi feito sob medida por um artesão especializado e desgastado por alguém de grande riqueza.

6 – História da Filadélfia descarga abaixo

Em 2017, a Filadélfia abrirá o Museu da Revolução Americana. Quando a escavação para o museu começou, em 2014, os trabalhadores descobriram um sistema de latrinas que serviu casas e comércios no século 18. As latrinas estavam literalmente entupidas com itens históricos, e até agora, os arqueólogos recuperaram mais de 82.000 artefatos.
Naquela época, latrinas também serviam como lixeiras para lixo doméstico. Embora esses itens possam não ter um valor imenso, alguns historiadores preferem eles em vez de jóias ou arte, pelo o olhar único que eles fornecem de pessoas comuns da época.
Um fosso especialmente fascinante pertencia a Benjamin e Mary Humphreys e foi cavado em torno do início da Revolução Americana. Embora sua casa fosse registrada como uma residência privada, os arqueólogos encontraram tubos de tabaco e garrafas de licor vazias ali. Em 1783, Mary foi presa por dirigir uma “casa desordenada”. O casal estava na verdade dirigindo uma taberna ilegal.

5 – Primeiro cemitério filisteu

Os filisteus eram um povo antigo misterioso caracterizado pesadamente na Bíblia e descrito como os arqui-inimigos dos Israelitas. Nos tempos modernos, alguns historiadores consideravam os filisteus um povo do mar, provavelmente da região do Mar Egeu, que chegaram à região do Levante, no Mediterrâneo, estabeleceram-se em cinco cidades principais e formaram a pentápolis da Filístia.
Os filisteus desapareceram por volta do século 8 aC deixando poucos vestígios, mas os arqueólogos anunciaram recentemente a descoberta de um cemitério filisteu com mais de 150 túmulos e inúmeros artefatos. O cemitério foi na verdade descoberto há 30 anos, mas demorou todo este tempo para escavá-lo. Nenhum osso foi analisado até agora, mas o enterro dos mortos lança luz sobre a sociedade filisteia.
A descoberta revela que os filisteus não eram hostis à cultura, apesar de seu nome, que hoje em dia tem uma conotação bastante negativa. Eles eram enterrados com jóias, jarros decorados cheios de óleos perfumados ou vinhos e armas.

4 – O documento mais antigo da Grã-Bretanha romana

Durante a escavação da nova sede europeia da agência de notícias Bloomberg, em Londres, os trabalhadores descobriram a maior coleção de tábuas de escrita romana na história da Grã-Bretanha. A coleção contém cerca de 400 tábuass e ostenta a menção mais antiga de Londres, que antecede os Anais de Tácito em 50 anos. As tabuletas ainda legíveis foram traduzidas e publicadas em uma monografia intitulada First Voices of Roman London (Primeiras Vozes da Londres Romana, em tradução livre), que fornece um contexto incomparável da vida em Londinium há 2.000 anos.
O achado também contém o documento mais antigo da Grã-Bretanha romana, datado de 8 de janeiro de 57 dC. O documento é um IOU, um documento informal que registra um débito, apropriadamente encontrado no distrito financeiro de Londres. Ele especifica que Tibulo, libertado de Venusto, deve a Gratus, libertado de Spurius, 105 denários por mercadoria vendida e entregue.

3 – Osso de Buda

Entre 2007 e 2010, os arqueólogos escavaram um templo budista em Nanjing, na China. O destaque das descobertas foi um modelo de estupa, monumento que é construído sobre os restos mortais de pessoas importantes na religião budista, de 1.000 anos que continha os restos de vários santos. A estupa também pode conter o mais reverenciado artefato budista da história – o osso do crânio de Buda.
As inscrições tornam claro que o osso parietal colocado dentro do baú pertencia a Buda. Ele foi enviado para o templo depois que seu corpo foi cremado na Índia cerca de 2.400 anos atrás. Cerca de 1.400 anos atrás, o templo foi destruído pela guerra e reconstruído pelo imperador Zhenzong da dinastia Song. A descrição até mesmo nomeia as pessoas que doaram dinheiro e materiais para construir o novo templo.
É difícil dizer se o osso parietal realmente pertencia a Siddhartha Gautama, mas os budistas já reverenciam e visitam o local em peregrinação. O mundo ocidental só soube disso porque a descoberta só recentemente teve uma cobertura em inglês.

2 – Túmulo micênico intocado

Uma pequena escavação de um eixo de pedra transformou-se em um dos maiores achados arqueológicos da Grécia em décadas. Exploradores descobriram o intacto túmulo de 3.500 anos de idade de um guerreiro micênico. Embora o guerreiro permaneça não identificado, ele deve ter sido bastante rico e importante, já que foi enterrado com mais de 1.400 objetos exibidos sobre e em torno de seu corpo.
Nós temos pouca informação sobre os estágios iniciais da Grécia Micênica, vivenciados em torno de 1500 aC. De fato, a escavação foi parte de um projeto em andamento para determinar a influente extensão da cultura micênica na civilização minóica e vice-versa.
O túmulo já levantou várias perguntas para os arqueólogos. Entre as posses do guerreiro estavam contas, pentes e um espelho, objetos tipicamente enterrados com mulheres ricas. O enterro em grupo era prática comum naquela época, mesmo para a elite micênica. Um desses túmulos foi encontrado a apenas 90 metros de distância do túmulo, o que faz com que os arqueólogos perguntem por que esse guerreiro micênico foi enterrado sozinho.

1 -As ferramentas de pedra mais antigas

O uso de ferramentas é considerado um passo essencial na evolução da humanidade. O desfiladeiro de Olduvai, na Tanzânia, costumava ser o lugar onde a prática mais antiga de fabricação de ferramentas (conhecida como a indústria de Oldowan) ocorreu. As ferramentas mais antigas descobertas lá tinham 2,6 milhões de anos.
Agora, nós encontramos ferramentas 700.000 anos mais velhas. Nas margens do lago Turkana, no Quênia, os arqueólogos descobriram flocos de pedra afiada para cortar que têm 3,3 milhões de anos.
A implicação mais significativa é que as ferramentas são anteriores aos seres humanos. Até este ponto, pensávamos que as primeiras ferramentas haviam sido feitas por membros do gênero Homo, mas parece que os hominídios anteriores também desenvolveram essa habilidade. O suspeito mais provável é o Kenyanthropus platyops, um fóssil descoberto na mesma área em 1999, que alguns argumentam ser de um gênero próprio – outros o veem como uma espécie de Australopithecus. [Listverse]

Morte súbita de Teori também vitimará a Lava Jato?

2a Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Não importa o que causou o acidente que derrubou o avião que matou o ministro Teori Zavascki, em acidente ocorrido em Paraty, no litoral do Rio de Janeiro. Teori montara uma força tarefa de juízes auxiliares e, semana que vem ou no começo de fevereiro, deveria homologar a delação premiada dos 77 executivos da Odebrecht. Agora tudo vai atrasar... No mínimo...

A grande dúvida agora é se a súbita perda de Teori vai também vitimar a Lava Jato e os processos que atingem aquela turma com o absurdo foro privilegiado. Teori andava com segurança reforçada, porém tranquilo. A teoria da conspiração vai correr solta... O fato real e lamentável da vida é que Teori faleceu. Gloria transit sig mundi...

O presidente Michel Temer, que havia advertido que não seria atingido pela Lava Jato, agora tem a chance inesperada de indicar um ministro para o Supremo Tribunal Federal. Quem ele vai indicar? Tudo indica que será um nome de algum jurista “crítico” dos procedimentos de Sérgio Moro e da Força Tarefa do Ministério Público Federal. Outro pepino é quem vai ficar com os casos sob responsabilidade de Teori. Pode ocorrer um sorteio entre os ministros para escolher um novo relator. De todo modo, no andar de cima, a Lava Jato dará uma “paradinha”.

As homologações de delações premiadas vão atrasar, inevitavelmente. Qualquer um que herde a “rabuda” de Teori terá de, no mínimo, pedir um tempo maior para analisar um caso jurídico de tanta repercussão. Os documentos da Lava Jato ocupam uma sala inteira do prédio do STF. Teori vinha conduzindo os trabalhos com equilíbrio, mas certamente sofrendo grande pressão política nos bastidores. O sucessor dele, com enorme chance, será um “inimigo” (não-ostensivo) da Lava Jato.

Sobrarão especulações sobre o acidente com o avião bi-motor King Air C90 GT, ocorrido por volta de 13h 30min. A aeronave era totalmente nova e moderna tecnologicamente para navegação segura. A documentação estava regular, segundo informa a Agência Nacional de Aviação Civil. Moradores de Paraty informam que chovia torrencialmente, além do normal, no momento da queda. A região é perigosa para vôos, sobretudo em momentos de entrada brusca de frente fria. A zona de baixa pressão atmosférica, quando encontra aquelas nuvens pesadas vindas da Amazônia, costuma “desabar o céu”, com estragos em cima e embaixo.

O acidente fatal com Teori é um banho de água fria no célere combate à corrupção. O mercado financeiro já especula que a Lava Jato deve se arrastar por mais tempo que o desejável. Rentistas temem que, depois dos empreiteiros e alguns políticos, os banqueiros também se tornem alvo de investigações e processos. Até agora, a operação abafa tem funcionado direitinho, e a turma do mercado financeiro segue “poupada”. Milagres acontecem...

O Juiz Sérgio Moro, que volta a trabalhar nesta sexta-feira, se declarou “perplexo” com a morte de Teori, ponderando que sem ele não haveria operação Lava Jato. Todo mundo se lembra que Teori chegou a proibir Moro de investigar Lula... No entanto, a tragédia supera a má lembrança. A Associação dos Juízes Federais já soltou uma nota pedindo todo rigor nas investigações sobre o acidente aéreo. Teremos a repetição das costumeiras investigações em tragédias áreas recentes de Eduardo Campos (2014) e Roger Agnelli (2016) ou até daquela distante no tempo: a queda do helicóptero com Ulysses Guimarães, em 12 de outubro de 1992, naquela mesma região de Angra dos Reis e Paraty.

A morte inesperada de Teori deve alterar, radicalmente, a pauta do noticiário – que estava monopolizada pela “crise” penitenciária. As facções devem dar uma acalmada, porque tudo vai se concentrar na “novela Teori”. Agora vem luto, velório e um recesso do judiciário até 1º de fevereiro. Embora seja urgente, a Lava Jato sofrerá uma atrasada...

A morte inesperada de Teori deve alterar, radicalmente, a pauta do noticiário – que estava monopolizada pela “crise” penitenciária. As facções devem dar uma acalmada, porque tudo vai se concentrar na “novela Teori”.

Quem tem foro privilegiado ganha um tempinho... Quem não tem imunidade, como Luiz Inácio Lula da Silva, deve ficar esperto... Sérgio Moro volta ao trabalho amanhã...

Humor negro

Em piadinha de humor nigérrimo que roda nas redes sociais, o senador Renan Calheiros já teria dito para a própria consciência que o nome dele seria o melhor indicado para a vaga aberta no Supremo Tribunal Federal pela morte de Teori Zavascki...

Certamente, Michel Temer não levará a piada tão a sério...

Mas é altíssima a aposta de que ele brindará o STF com o nome de um inimigo da Lava Jato.

A suprema surpresa seria se Temer viesse a público indicar o juiz Sérgio Fernando Moro para o STF...



Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 19 de Janeiro de 2017.

http://www.alertatotal.net/2017/01/morte-subita-de-teori-tambem-vitimara.html

Cientistas agora conseguem fazer sequenciamento de DNA com um celular

Não foi há muito tempo que o sequenciamento de pequenos fragmentos de DNA era um processo custoso e pesado que exigia acesso a um laboratório de altíssimo nível. Hoje, estamos nos aproximando de colocar um sequenciador de DNA no bolso de cada um.

Nesta semana, uma equipe de pesquisadores da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) e da Suécia anunciou que construiu um microscópio que utiliza a câmera de um smartphone para detectar os produtos fluorescentes das reações do sequenciamento de DNA em células e tecidos.

O que isso significa é que um médico poderia conectar o microscópio otimizado em um smartphone e executar sequenciamento de DNA e análise molecular em coisas como tumores, em lugares que não contam com laboratórios médicos e hospitais bem equipados. A nova ferramenta, em teoria, permite que os médicos façam diagnósticos de câncer de alta qualidade em basicamente qualquer lugar. Sim, nós sabemos que isso parece muito com o Tricorder de Star Trek.

Os pesquisadores, que publicaram seu trabalho nesta terça-feira, na Nature Communications, imaginam que a tecnologia pode ser benéfica para o crescente campo da telemedicina — a medicina praticada remotamente e longe de um ambiente hospitalar. O sequenciamento de DNA e outros diagnósticos moleculares são o padrão máximo atualmente quando se trata de diagnosticar câncer com precisão, um importante primeiro passo até mesmo para posteriormente tratar o câncer. Mas, em lugares sem laboratórios bem equipados, eles frequentemente não estão disponíveis.

“Diagnósticos moleculares são um ponto do tratamento atualmente muito necessitado e pouco entregue em ambientes com poucos recursos”, escreveram os pesquisadores. “O gerenciamento eficiente de uma ampla gama de doenças é altamente limitado pela falta de informação molecular.”

Os cientistas imaginam que os smartphones, com câmeras que já mostraram conseguir produzir imagens com a mesma qualidade de microscópios de patologia de alta tecnologia, podem ser a resposta. Eles projetaram e imprimiram em 3D um acessório optomecânico leve para integrá-lo à câmera de um Nokia Lumia 1020. Este acessório tinha, entre outras coisas, dois díodos laser compactos minúsculos para imagens fluorescentes e um díodo que emitia luz para transmissão das imagens de campo claro.

Usando o acessório, conseguiram fazer sequenciamento de DNA direcionado em linhas de células de um câncer de cólon e em amostras de tumor humano. Então, usaram um algoritmo de aprendizado de máquina para processar as imagens a serem usadas no diagnóstico de câncer. Teoricamente, esse método permite que um médico obtenha um punhado de informações sobre um tumor sem precisar de muito mais que uma lâmina e um celular.

“Com suas capacidades de imagem e detecção rapidamente em expansão, com o poder comptacional e a conectividade, os celulares ajudam a traduzir medições biomédicas de ambientes laboratoriais para ambientes de campo”, escreveram os pesquisadores.

Transformar o Tricorder de Star Trek em realidade, é, obviamente, um sonho distante da medicina moderna. Em 2013, o Google anunciou que havia planejado literalmente fazer um Tricorder para o diagnóstico de câncer, prometendo ter um protótipo pronto em apenas seis meses. Em 2014, a empresa britânica Oxford Nanopore Technologies lançou um sequenciador de DNA movido a USB do tamanho de uma caixa de fósforos. O Tricorder do Google, sem surpresa alguma, ainda não se materializou. E, embora já tenha sido posto em uso em lugares como a Estação Espacial Internacional, o sequenciador de bolso da Oxford Nanopore custa US$ 500, requer conhecimento especializado para ser operado e é alvo de muitas preocupações sobre sua precisão.

Este novo microscópio de smartphone, apontaram os pesquisadores, também dá margem para melhorias. Ele ainda precisa de um técnico de laboratório para operá-lo, por exemplo. A precisão e a densidade do sequenciamento também poderiam melhorar. Mas o trabalho pode ser um importante primeiro passo para tornar disponível para qualquer um com um smartphone o diagnóstico molecular de tudo, desde um câncer até a uma doença infecciosa.

FONTE: ABC.ES

2016 foi o ano mais quente já registrado na história

Posted by  on 19/01/2017
sol-calor-mudanças-climáticasRecorde de temperatura média anual no planeta é quebrado pelo terceiro ano consecutivo. Entre os dez anos mais quentes já registrados, nove pertencem ao século 21. O ano de 2016 é o mais quente já registrado desde que as primeiras medições em escala global começaram a ser feitas. Esse também foi o terceiro ano consecutivo em que o recorde foi quebrado.
Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch
2016 foi o ano mais quente já registrado na história. Recorde de temperatura média anual no planeta é quebrado pelo terceiro ano consecutivo. Entre os dez anos mais quentes já registrados, nove pertencem ao século 21. 
O anúncio foi feito nesta quarta-feira (18/01) pela Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos EUA (NOAA, na sigla em inglês), que comparou as medições do ano passado com registros que remontam a 1880.
Segundo a agência, a média de temperatura da Terra em 2016 ficou 0,94°C acima da média registrada em todo o século 20, que foi de 13,9°C. Em relação a 2015, as temperaturas ficaram 0,04°C acima. Ainda segundo a NOAA, no século 21 já foram registradas cinco quebras de recordes (em 2005, 2010, 2014, 2015 e 2016).
2016-calor
O ano de 2016 é o mais quente já registrado desde que as primeiras medições em escala global começaram a ser feitas. Esse também foi o terceiro ano consecutivo em que o recorde foi quebrado.
Entre os dez anos mais quentes da história dos registros, apenas um, 1998, pertence ao século passado. Naquele ano, o fenômeno meteorológico El Niño foi especialmente forte.
A organização também compilou outros dados preocupantes, apontando que, por exemplo, tanto no inverno quanto na época do degelo, a superfície de gelo do Ártico atingiu a sua menor extensão desde 1979, quando os dados começaram a ser registrados com regularidade. Já na Antártida, no inverno, a extensão do manto de gelo oceânico foi a décima mais baixa, e no degelo foi registrado o nono mínimo em termos de área coberta de gelo.
A América do Norte também registrou o seu ano mais quente desde que registros continentais começaram a ser feitos, em 1910. Para a Europa, 2016 foi o terceiro ano mais quente, depois do pico de 2014 e do segundo lugar de 2015, ou seja, os últimos três anos tiveram as mais altas temperaturas dos últimos 107 anos.
rio-de-janeiro-calor-04-01
No Brasil o calor também bate recordes de temperatura.
Alguns países também registraram recordes individuais. Na Índia, por exemplo, a cidade de Phalodi registrou a temperatura de 51°C em 19 de maio, a mais alta já verificada no país. O mesmo ocorreu em países como o Irã e o Iraque, que registraram temperaturas superiores a 53°C.
Em partes da Rússia ártica, as temperaturas registradas foram de 6°C a 7°C mais altas que a média, segundo o texto. Em outras regiões árticas e subárticas da Rússia, do Alasca e do noroeste do Canadá, elas ficaram pelo menos 3ºC acima da média. 
O aumento de temperaturas foi associado a registros recordes em outros fenômenos, como a diminuição do gelo ártico e incêndios florestais, e ao aumento de fenômenos extremos, como ciclones, maremotos e secas.
Os dados de 2016 elaborados pela NOAA foram atestados pela Organização Meteorológica Mundial, uma agência ligada às Nações Unidas. (JPS/lusa/efe/ots)

{N.T.- “Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas  na medida em que o TEMPO DA GRANDE COLHEITA se aproxima RAPIDAMENTE ao longo dos próximos anos. Vocês vão ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 quilômetros) por hora, às vezes. Deverão acontecer  fortes TSUNAMIS e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e uma emissão de energia solar que fará importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“. Excerto do post: http://thoth3126.com.br/illuminati-revelacoes-de-um-membro-no-topo-da-elite-explosivo/ }

countdown-contagem-regressiva
“E o quarto anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe permitido que abrasasse os homens com fogo”. Apocalipse16:8

Mais informações em:
  1. http://thoth3126.com.br/uma-visao-pessoal/
  2. http://thoth3126.com.br/vulcao-cumbre-vieja-mega-tsunami-pode-atingir-o-brasil/
  3. http://thoth3126.com.br/mudancas-climaticas-o-impacto-sera-grave-abrangente-e-irreversivel/
  4. http://thoth3126.com.br/brasil-deve-se-preparar-para-um-verao-com-calor-extremo/
  5. http://thoth3126.com.br/mudancas-climaticas-o-maior-el-nino-da-historia/
  6. http://thoth3126.com.br/os-fenomenos-climaticos-extremos-estao-aumentando/
  7. http://thoth3126.com.br/algo-muito-grande-e-definitivo-esta-para-acontecer/
  8. http://thoth3126.com.br/mudancas-climaticas-os-desastres-naturais-nao-sao-tao-naturais/
  9. http://thoth3126.com.br/proximo-verao-sera-o-mais-quente-da-historia-mudancas-climaticas/
  10. http://thoth3126.com.br/inverno-30-graus-mais-quente-no-polo-norte-mudancas-climaticas/
  11. http://thoth3126.com.br/o-ano-de-2015-foi-o-ano-mais-quente-da-historia/
  12. http://thoth3126.com.br/el-nino-trara-impactos-enormes-em-2016-alertam-cientistas/
  13. http://thoth3126.com.br/mudancas-climaticas-planeta-continua-aumentando-a-temperatura/
  14. http://thoth3126.com.br/fevereiro-bateu-recorde-de-calor-para-o-mes-desde-1880-mudancas-climaticas-irreversiveis/
  15. http://thoth3126.com.br/clima-recorde-de-calor-em-11-mil-anos/
  16. https://thoth3126.com.br/o-mes-de-marco-de-2016-foi-o-mais-quente-ja-registrado-no-brasil/
Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes !
voltar ao topo, inicio