Agora são: horas e minutos - Agradeço sua presença e volte sempre

Veja o que aconteceu com o cérebro deste homem após tomar óleo de coco duas vezes ao dia...



No meio de tantos tratamentos científicos, às vezes esquecemos que os próprios alimentos agem como medicamentos e o óleo de coco é um deles. 



Basta estudar as propriedades de frutas e vegetais para perceber que quase todos servem para algum tipo tratamento. A doutora Newport descobriu essa eficácia quando a saúde do seu marido já estava se deteriorando rapidamente por causa do Alzheimer.

Ela passou a investigar a fundo as características da doença e descobriu que o óleo de coco pode ser a luz para milhares de pessoas que sofrem do mesmo problema que o marido ou de outras doenças.

Newport começou a dar para ele 2 colheres de sopa por dia e os resultados surpreenderam a todos. Em poucas semanas, ele passou a responder aos testes, conversar fluentemente e até mesmo ler- habilidades que ele tinha perdido totalmente devido o Alzheimer.

Assiste ao vídeo abaixo. Vais ficar impressionado com a incrível recuperação desse homem.

O produto 100% natural apresenta propriedades que favorecem ainda a perda de peso, reduzem o colesterol ruim e até controlam os níveis de açúcar no sangue, além de combater estrias e deixar o cabelo saudável.

Conheces alguma história similar?

http://www.semprequestione.com/2017/03/alerta-veja-o-que-aconteceu-com-o.html


Postagens mais visitadas deste blog

Porquê tomar o Cloreto de Magnésio P.A.?

Homem constrói rádio chamado ''espírito de Tesla'' adivinha o que acontece quando ele é ligado? Assustador...

ÍNDIA - Cientistas Criam Cruza de Humano com Gorila, Nascendo Bebê Híbrido!!

Você já percebeu seu olho pulsando? Saiba o motivo disso acontecer

Cérebro Quântico: Somos computadores quânticos biológicos?

Inacreditavel descoberta : Desenhos antigos encontrados na Índia parecem representar naves extraterrestres (Vimana)

Células se movendo através de um organismo vivo - Vídeo

O que se esconde em nossas impressões digitais

Especialistas explicam como identificar a depressão e previnir suicídios entre os adolescentes