Translate

Trabalhamos para divulgar notícias SOBRE: POLITICA, CURIOSIDADES, SAÚDE, ASTRONOMIA, UFOLOGIA, GUERRA, MISTÉRIOS E MUITO MAIS.Precisamos de sua ajuda, clique nas propagandas expostas no Blog, para manter nosso site no ar.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Sinal de iminente mudança dos Polos? Baleias apresentam comportamento anômalo…


Em uma mudança misteriosa para seu comportamento usual, baleias Jubarte estão formando grupos de até 200 animais. Essa espécie normalmente não é considerada com comportamento social. Elas são encontradas principalmente sozinhas, em pares, ou às vezes em pequenos grupos que se dissolvem rapidamente. Esses supergrupos de até 200 indivíduos foram encontrados alimentando-se intensamente na costa sudoeste da África do Sul, a milhares de quilômetros mais ao norte de suas áreas de alimentação típicas nas águas polares da Antártica.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch
Baleias jubarte estão formando “super-grupos” misteriosos, e ninguém pode explicar o por que dessa mudança!
Fonte: http://www.sciencealert.com/
Elas nunca se reuniram assim antes na história. As baleias jubarte são conhecidas por serem as solitárias do mar – enquanto elas tendem a migrar, se alimentar e se acasalar em grupos, passam grande parte de sua existência na solidão, ou em pequenos grupos de formação de curta duração de até sete indivíduos.
Mas algo novo pode estar se formando em nossos oceanos, porque os cientistas estão relatando 22 instâncias distintas de formação de “super-grupos” de baleias Jubarte que desafiam qualquer explicação – grupos nunca vistos de 20 a 200 baleias que apareceram na costa sudoeste da África do Sul nos últimos anos.
Baleias jubarte estão formando “super-grupos” misteriosos, e ninguém pode explicar esse fenômeno
“Nunca vi nada assim”, disse o pesquisador Ken Findlay, da Universidade de Tecnologia da Península do Cabo, na África do Sul, ao New Scientist. De acordo com um novo estudo, 22 casos de super-grupos de baleias Jubarte foram testemunhados em três cruzeiros de pesquisa em 2011, 2014 e 2015, bem como um punhado de observações públicas de aeronaves sobre a região sudoeste do Cabo da África do Sul.
Os pesquisadores estão chamando o comportamento de “novo e intenso”, dizendo que poderia ser um sinal do misterioso ressurgimento das baleias jubarte nos últimos anos. “Proponho que o fenômeno de alimentação do” super-grupo “(como grupos de baleias bem espaçados) é um comportamento relativamente recente exibido por essas baleias”, Findlay e sua equipe relataram.
“Nestas agregações alimentares densas têm sido relatadas em outros lugares em latitudes baixas ou médias durante migrações de baleias-jubarte do Hemisfério Sul. Na verdade, agregações de baleias desse tamanho raramente foram relatadas na literatura, com grupos” grandes ” Intervalo de 10 a 20 ou menos”.
Não é apenas o tamanho desses grupos que é estranho – a localização também não faz muito sentido. Ao se reunir perto da costa da África do Sul no verão, as baleias jubarte estão escolhendo reforçar seus números a milhares de quilômetros de distância de suas áreas de alimentação habituais na região polar do sul da Antártica, e os cientistas estão em dificuldades para explicar a mudança repentina no comportamento dessa espécie de baleia.
Durante os meses de Verão, as baleias jubartes do Hemisfério Sul ( Megaptera novaeangliae ) tendem a congregar-se nas águas antárcticas para se alimentar de quantidades maciças de krill (crustáceo semelhante ao camarão)e peixe todos os dias, num esforço para construir reservas de gordura para o Inverno.
Segundo alguns cientistas, os polos magnéticos norte e sul do planeta estão em processo de mudança
{Excerto do post https://thoth3126.com.br/mudanca-nos-polos-magneticos-a-ciencia-se-dobra-as-profecias/
Também no fim dos anos 90, o dr. David Suzuki e outro cientista foram para uma estação de TV australiana e fizeram uma declaração audaciosa. Eles disseram que não iriam permitir que essa desinformação continuasse. Disseram que, como cientistas, acreditam, com toda a informação científica que possuem, que a Larson’s Ledge irá quebrar “dentro de 3 décadas ou menos” gerando uma onda gigante que vai varrer o Oceano Atlântico. Antes do dr. Suzuki, as tribos de aborígenes australianas já diziam que esperam uma grande onda que está por vir, e muitas dessas tribos estão, neste momento, deslocando-se para o centro do continente australiano, onde é mais seguro. (Como esta fazendo a elite da Nova Ordem Mundial, para saber mais ver em: http://thoth3126.com.br/a-base-subterranea-e-os-segredos-de-pine-gap-e-canberra/
O campo geomagnético da Terra está sofrendo grandes mudanças, enfraquecendo. Há 2 mil anos, o campo media cerca de 4 gauss. Quase 500 anos depois, o campo geomagnético terrestre começou a cair, numa taxa muito mais acelerada. O campo agora mede somente 0,4 gauss. Nos últimos 30 anos, esse campo não tem só caído, mas está se tornando irregular. Os pássaros, que se utilizam dele para migrar, estão agora indo parar em outros locais. Ocorre o mesmo com os golfinhos, os cetáceos e as baleias. AS BALEIAS usam as linhas geomagnéticas para migrar pelos oceanos do planeta.}
Uma vez que elas tiverem se alimentado, elas vão migrar para o norte para acasalarem e se reproduzirem em águas subtropicais e tropicais costeiras para passar o inverno. Então, por que seu tradicional comportamento foi tão alterado, suas rotinas estão confusas?
Os pesquisadores não estão prontos ainda para explicar esse novo comportamento, pois ainda têm muita evidência para coletar, mas dizem que a nova estratégia de alimentação pode ser devido a mudanças na disponibilidade de seu principal alimento, o krill devido a mudanças nas condições nos oceanos do mundo, ou poderia simplesmente ser o resultado do aumento dos números de baleias – tão estranho como isso pode parecer.
Estamos tão acostumados a ouvir sobre o declínio dessa espécie nos dias de hoje, mas as baleias jubarte do Hemisfério Sul estão, na verdade, contra essa tendência, com a população de jubarte australiana segundo seus níveis mais saudáveis crescendo desde que a caça dessa espécie terminou ao longo da costa leste da Austrália na década de 1960. Findlay e sua equipe sugerem que este rápido aumento poderia ser a razão para mudanças na disponibilidade de presas, forçando indivíduos a mudar suas estratégias de alimentação e acabar na costa da África do Sul.

Também pode ser que este comportamento não é realmente novo – como Mallory Locklear relatórios para New Scientist, pois baleias jubarte foram encontradas alimentando-se da costa sudoeste do Cabo da África do Sul uma vez em 1914, antes da caça à essa baleia ter reduzido seu número em cerca de 90 por cento .
Agora que seu número está aumentando, as baleias podem estar voltando a um comportamento estabelecido há muito tempo, ou talvez alguns grupos tenham feito isso todo esse tempo, mas até que eles formassem super-grupos, ninguém tinha notado.
Independentemente do verdadeiro mecanismo por trás do surgimento desses supergrupos, os pesquisadores nos lembram uma verdade muito importante – se um animal de 30.000 kg (66.000 libras) decidir que quer estar em algum lugar, você realmente não vai querer mexer com ele. Isso significa que se a costa da África do Sul for o novo ponto de encontro das jubarte, precisamos certificar-nos de que a área é segura para a alimentação anual da espécie pelo krill.
“Apesar da causa desconhecida desse comportamento recente, postulamos que a área se desenvolveu ou está se desenvolvendo em um importante terreno sazonal de alimentação das baleias jubarte que atrai imigração significativa para a região no final da primavera austral / início do verão”, concluiu a equipe.  Ou isso, ou é um sinal do apocalipse, mas as baleias não fariam isso conosco, certo? O estudo foi publicado em PLoS One.
{N.T.- “Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas  na medida em que o TEMPO DA GRANDE COLHEITA se aproxima RAPIDAMENTE ao longo dos próximos anos. Vocês vão ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 quilômetros) por hora, às vezes. Deverão acontecer  fortes TSUNAMIS e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e uma emissão de energia solar que fará importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“. Excerto do post: http://thoth3126.com.br/illuminati-revelacoes-de-um-membro-no-topo-da-elite-explosivo/ }

Mais informações sobre mudança dos pólos em:
  1. http://thoth3126.com.br/uma-visao-pessoal/
  2. http://thoth3126.com.br/carta-de-um-politico-da-noruega-sobre-2012/
  3. http://thoth3126.com.br/brasil-o-territorio-sagrado-para-a-deusa-e-seus-filhos/
  4. http://thoth3126.com.br/vulcao-cumbre-vieja-mega-tsunami-pode-atingir-o-brasil/
  5. http://thoth3126.com.br/o-futuro-dos-eua-por-ned-dougherty/
  6. http://thoth3126.com.br/profecias-de-joao-um-cavaleiro-templario/
  7. http://thoth3126.com.br/mudancas-climaticas-o-impacto-sera-grave-abrangente-e-irreversivel/
  8. http://thoth3126.com.br/brasil-deve-se-preparar-para-um-verao-com-calor-extremo/
  9. http://thoth3126.com.br/mudancas-climaticas-o-maior-el-nino-da-historia/
  10. http://thoth3126.com.br/os-fenomenos-climaticos-extremos-estao-aumentando/
  11. http://thoth3126.com.br/algo-muito-grande-e-definitivo-esta-para-acontecer/
  12. http://thoth3126.com.br/mudancas-climaticas-os-desastres-naturais-nao-sao-tao-naturais/
  13. http://thoth3126.com.br/proximo-verao-sera-o-mais-quente-da-historia-mudancas-climaticas/
  14. http://thoth3126.com.br/category/mudanca-nos-polos-e-campo-eletromagnetico-do-planeta/
  15. http://thoth3126.com.br/inverno-30-graus-mais-quente-no-polo-norte-mudancas-climaticas/
  16. https://thoth3126.com.br/amas-a-anomalia-magnetica-sobre-o-brasil/
  17. https://thoth3126.com.br/inversao-dos-polos-e-do-campo-eletromagnetico-do-planeta-em-andamento/
  18. https://thoth3126.com.br/eua-se-preparam-para-iminentes-eventos-catastroficos-provocados-pelo-sol/
  19. https://thoth3126.com.br/antartica-se-parte-em-pedacos-sinais-de-iminente-mudanca-no-eixo-polar/
  20. https://thoth3126.com.br/iminente-inversao-nos-polos-400-baleias-piloto-encalharam-em-praia-na-n-zelandia/
Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.
www.thoth3126.com.br
voltar ao topo, inicio