Seja Bem Vindo
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Siga este Blog

terça-feira, 26 de abril de 2016

Editorial de jornal francês diz: “A ex-guerrilheira que se tornou uma presidente autoritária”

Como em situações anteriores, a imprensa internacional tem dado maior destaque a crise política brasileira do que as mídias nacionais, um exemplo é a edição do ultimo dia 19, do jornal francês Lê Fígaro, que falou sobre o absurdo de se ter uma ex-guerrilheira presidente do Brasil, afirmando que, ineficaz, está próximo da queda.
Em sua edição de terça-feira (19), o jornal conservador francês Le Figaro faz um perfil da presidente Dilma Rousseff, apontando as possíveis causas do que chama de “sua queda final”, que estaria próxima após a votação do impeachment na Câmara.
Intitulado “A ex-guerrilheira que se tornou uma presidente autoritária“, o texto afirma que Dilma se revelou, ao longo do primeiro mandato, “autoritária, inflexível, incapaz de delegar funções e, portanto, ineficaz”.

Dilma é líder mais decepcionante do mundo em votação de revista americana

Consultoria internacional coloca Brasil entre os maiores riscos do mundo em 2016

Estrago feito por Dilma é tão grande que Brasil puxa crescimento do MUNDO para baixo

O artigo também defende que Dilma não conseguiu agradar nem a esquerda, ao ignorar movimentos sociais, permitir a construção da hidrelétrica de Belo Monte e, recentemente, reduzir investimentos sociais por causa da recessão econômica.
Le Figaro entrevistou o professor da Universidade de São Paulo André Singer, para quem Dilma entrou em rota de colisão com os bancos ao tentar baixar as taxas de juros. Outro entrevistado é Milton Temer, do PSOL, que afirma ao jornal que Dilma “foi abandonada pela direita quando não serviu mais a seus interesses”.
Segundo o jornal, a derrota de domingo na votação do Congresso foi humilhante para a presidente, e o que se viu na entrevista coletiva de ontem à tarde foi uma presidente firme, mas emocionada. (Via: RFI)

Uma das revistas mais influentes do mundo defende cancelamento das Olimpíadas do Rio

Brasil corrupto: País tem pior queda do mundo no ranking de corrupção global

Especialistas concluem que governo brasileiro anda na “contramão do mundo” censurando e fiscalizando acesso da população à WEB

EUA admitem possibilidade de ataque nuclear preventivo contra Coreia do Norte

Os Estados Unidos não excluem a possibilidade de usarem armas nucleares contra a Coreia do Norte, informou a agência sul-coreana Yonhap, citando Robert Einhorn, ex-conselheiro de controlo e de não-proliferação de armas no Departamento de Estado dos EUA.

“Uma das razões por que não excluem isso é a existência potencial de ameaça à Coreia do Sul por parte dos norte-coreanos”, disse o político americano.

Segundo ele, Washington nunca seguiu o princípio de “não usar as armas nucleares em primeiro lugar”.
“Então, os EUA dizem que estão prontos, se for necessário, a usar em primeiro lugar as armas nucleares, na Europa ou na Ásia Oriental, a fim de apoiar a Coreia do Sul e o Japão. Isto permanece na política americana”, disse Einhorn na conferença “Asan Plenum 2016” em Seul.

A Coreia do Norte também declarou que está pronta a realizar um ataque preventivo contra os EUA e a Coreia do Sul em caso de qualquer ameaça. Neste momento, Pyongyang terminou os preparativos para o quinto teste nuclear.

Em janeiro, a Coreia do Norte realizou o quarto teste de armas nucleares, lançando em fevereiro um míssil que pode atingir, segundo avaliações, alvos na distância de 12 mil quilômetros. Em resposta, o Conselho da Segurança da ONU aprovou diferentes sanções para fazer Pyongyang cessar qualquer desenvolvimento das armas nucleares.

Entretanto, o líder coreano Kim Jong-un ordenou preparativos para novos testes de mísseis e  foguetes “no futuro próximo”, de maneira a garantir a segurança contra a agressão de inimigos.

Sputnik

Via: http://noticia-final.blogspot.com.br/2016/04/eua-admitem-possibilidade-de-ataque.html

SURTOU! CORRE-CORRE NO PLANALTO: GABINETE DE DILMA TEM QUEBRADEIRA DE COPOS, JARRAS E CADEIRAS

Após saber detalhes do acordo de delação premiada proposto pela Odebrecht [na operação Lava Jato], a presidente Dilma sentiu um mal-estar

A delação também inclui o ex-presidente do grupo, Marcelo Odebrecht.

Dilma entrou em colapso nervoso e precisou ser socorrida por assessores, que inutilmente, tentaram acalmar a presidenta.

Uma correria chamou a atenção dos seguranças que estavam no local.

Um assessor se apressou e alegou que a presidente estava com uma simples queda de pressão provocada pelo desjejum.

Meio que desconcertado, o tal assessor não soube explicar ao segurança do Planalto o motivo das jarras e copos quebrados, além de cadeiras viradas na sala.

O acordo de delação dos executivos da Odebrecht somado ao depoimento de delação já firmado por Mônica Moura [esposa do marqueteiro João Santana] poderá significar o enterro político de Dilma e do PT.

João Santana e Mônica Moura foram pagos pela Odebrecht com dinheiro roubado da Petrobras e de outras obras gerenciadas pelo governo federal.

Assessores mais próximos da presidenta ainda tentam consolá-la e dizem que a batalha ainda não acabou.

Via http://www.diariodobrasil.org/ e O Antagonista

O Apocalipse nuclear está próximo? 'Vós ouvireis falar de guerras e rumores de Guerras'

E vós ouvireis falar de guerras e rumores de guerras, todavia não vos desespereis, porque é preciso que tais coisas ocorram, mas ainda não será o fim.
 Bíblia King James Atualizada

Coreia do norte ameaça Coreia do sul , Japão e USA 

Fonte: open Chess

RÚSSIA E COREIA DO NORTE NA TERCEIRA GUERRA MUNDIAL, APOCALIPSE NUCLEAR



Fonte:Quase Tudo  
Via: http://jsomokovitz.blogspot.com.br/2016/04/o-apocalipse-nuclear-esta-proximo-vos.html

Presidência compra remédios para taquicardia, insonia e depressão, entre outros






No último dia 18, a Secretaria de Administração da Presidência da República reservou R$ 3,6 mil para compra de diversos tipos de remédios. Os medicamentos tratam taquicardia, depressão, insonia, amidalite,  entre outras enfermidades. A compra abrange 50 ampolas de adenosina (taquicardia), 1.200 ampolas de água destilada, 280 comprimidos de amoxicilina (antibiótico para bactérias), 10 frascos de lidocaína (anestésico), 100 ampolas de midazolam (sedação e insônia) e 120 comprimidos de quetiapina (anti-psicótico). 



NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

POSTAGENS MAIS VISITADAS

Disso Você Sabia ? no Facebook