NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

sábado, 2 de abril de 2016

9 mil refugiados árabes foram aceitos. Você sabia disso? Isso significa terror no Brasil? Governo DILMA negocia receber mais REFUGIADOS árabes.





Diante da maior crise enfrentada pelo ESQUERDA BRASILEIRA, o governo DILMA, aparentemente com o objetivo de melhorar seu status diante da comunidade internacional, se ofereceu para receber refugiados árabes que se dirigem para a ALEMANHA.
O Brasil atualmente tem cortado verba de programas sociais dirigidas aos próprios brasileiros, o país atualmente conta com mais de 8% da população economicamente ativa fora do mercado de trabalho. Por esses e outros motivos, muitos questionam se o país realmente tem condições de receber mais gente e se é justo para com os próprios brasileiros, que vivem uma situação caótica, pagar a conta dessa decisão.
A discussão séria e racional sobre questões desse tipo é bastante evitada por meios de comunicação de massa, o medo é ir contra o politicamente correto e se tornar alvo da crítica nacional e internacional. Recentemente grupos na INGLATERRA foram acusados de xenofobia por defender a restrição a migração de refugiados para o Reino Unido.
Embora a imprensa e o próprio governo evitem tocar no assunto, Já foram concedidos pelo governo DILMA cerca de 9 mil vistos a refugiados sírios. Sabe-se que 2,5 mil já se instalaram no país. As informações são do subsecretário-geral político do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Fernando José Marroni de Abreu. Segundo ele a quantidade seria pequena se levássemos em consideração a quantidade de refugiados que se encontra na Jordânia, por exemplo, onde atualmente se concentra 600 mil refugiados.
A senadora Gleisi Hoffmann, que solicitou a audiência respondeu a algumas críticas dizendo que é coerente dizer que o Brasil precisa ter estrutura para receber os refugiados, mas disse também que nem sempre é possível montar essa estrutura a tempo.
O que seria “estrutura” para Gleisi Hoffmann?
Países ricos, como a Inglaterra, restringem a entrada de imigrantes para que possam dar-lhes um tratamento digno. Por exemplo, na cidade de Middlesbroug, na Inglaterra, foram construídas 198 casas para abrigar todos os imigrantes que chegaram ao local.
O Brasil teria condições de acomodá-los dignamente ou jogaria os imigrantes em favelas ou em quartos de aluguel, onde se instala duas ou três famílias em um cômodo com banheiro? 
No ACRE os haitianos são “instalados” em galpões com centenas de pessoas.

A professora de História Árabe Arlene Elizabeth Clesha, da Universidade de São Paulo acha que o Brasil não deve receber sírios que já estejam em países como a Alemanha, mas sim aqueles que ainda não estão em território europeu. Para ela isso seria apenas ajudar a Comunidade Européia.
Especialistas consultados pela Revista Sociedade Militar, que obviamente não serão identificados, observam com atenção a questão dos refugiados.
O Capitão H.Santos diz: “Sabe-se que em meio aos refugiados que entraram na Europa havia alguns membros do Estado Islâmico. Mas, Isso não significa que acontecerá aqui. O Brasil não têm histórico de terrorismo e muito menos influencia no conflito que ocorre no Oriente Médio e com toda certeza esses dados são fatores que atenuam a possibilidade de que episódios atípicos ocorram por aqui ”.
Um especialista inglês falou sobre a imigração e “exportação” de terroristas: “Eles, então, fazer caminho para a Europa, posando como migrantes com novas identidades, o que torna praticamente impossível para as autoridades de segurança detectar potenciais terroristas entre aqueles que fogem da perseguição
Alguns acreditam que o problema dos refugiados deve ser  resolvido na “fonte”. Acham que o motivo do êxodo deve ser combatido com urgência, evitando assim que essas pessoas tenham que abandonar seus próprios países.
Alguns sites essa semana teceram crítica veladas ao programa do governo, chamando-o de projeto “OVO da SERPENTE”, relacionando os imigrantes a “importação” de terroristas para o Brasil, algo que já foi mencionado também pelo deputado Jair Bolsonaro há algum tempo.
O deputado foi muito criticado na época por se referir aos refugiados como “escória do mundo”. “A escória do mundo está chegando ao Brasil como se nós não tivéssemos problema demais para resolver”, disseAlgum tempo depois o deputado disse que realmente se expressou mau. Contudo, na verdade a preocupação de Bolsonaro, como homem ligado a segurança pública, tem sim coerência, como já foi acima mencionado.

Revista Sociedade Militar



Read more http://www.sociedademilitar.com.br/wp/2016/04/9-mil-refugiados-arabes-foram-aceitos-voce-sabia-disso-e-terror-no-brasil-governo-dilma-negocia-receber-mais-refugiados-arabes.html

MST CHAMA MORO DE GOLPISTA E AMEAÇA INVADIR PROPRIEDADES DE DEPUTADOS

Em evento no Palácio do Planalto, representantes de movimentos de luta pela reforma agrária criticaram nesta sexta-feira (1º) a atuação do juiz Sergio Moro e incitaram a invasão de latifúndios no país caso a regularização de terras para assentamentos não avance. 

Durante a cerimônia, em que a presidente Dilma Rousseff assinou atos que autorizam a regularização de áreas rurais para a reforma agrária e para comunidades quilombolas, também pediram o combate à bancada dos ruralistas e da bala da Câmara dos Deputados. 


"Vamos ocupar as propriedades deles, as casas deles no campo. Vamos ocupar os gabinetes, mas também as fazendas deles. Se eles são capazes de incomodar um ministro do Supremo Tribunal Federal, vamos incomodar as casas deles, as fazendas e as propriedades deles. Vai ter reforma agrária, vai ter luta e não vai ter golpe", afirmou o secretário de finanças e administração da Contag (Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura), Aristides Santos. 

Em discurso duro, o coordenador nacional do MST (Movimento dos Sem-Terra), Alexandre Conceição, chamou Moro de golpista e disse que, com sua caneta de magistrado, ele faz "maldades contra o povo brasileiro". 

Ele acusou o juiz de ter, há três anos, determinado a prisão de integrantes do movimento social. "O juiz Sergio Moro, esse golpista, prendeu nossos companheiros há três anos sem justificativa.Nós não cometemos crimes, quem comete crime é o latifúndio e o juiz Sergio Moro, que faz com a sua caneta maldades contra o povo brasileiro", disse. 

Conceição também chamou o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de "bandido" e criticou os veículos de imprensa. 

Segundo ele, os meios de comunicação querem o impeachment da presidente para que a população mais rica chegue ao Palácio do Planalto. 

"O Palácio do Planalto não pertence a 1% da população brasileira", disse. "Nós vamos ocupar as ruas em defesa de seu mandato, presidente. A senhora é uma mulher honrada e não pode ser julgada por um bandido como o Eduardo Cunha", disse. 

Conceição cobrou ainda a liberação de mais recursos para o Incra e para o Ministério do Desenvolvimento Agrário. "É preciso que haja a recomposição efetiva do Incra e do MDA para que eles possam ajudar a construir um processo de agroindustrialização para que a nossa produção possa ser beneficiada e para que nossa juventude não precise mais sair do campo para viver com drogas nas cidades. O campo precisa ser um lugar excelente", disse.

Via: http://www.folhapolitica.org/

Vídeo: Bola de fogo verde explode nos céus de Minas Gerais

Um meteoro extremamente brilhante foi observado no fim da noite de quinta-feira em várias cidades do interior de Minas Gerais e de São Paulo teve sua ruptura registrada em vídeo por câmeras de vigilância do céu.
Bola de fogo sobre Minas Gerais
Bola de fogo registrada pelas câmeras de monitoramento do observatório SONEAR/BRAMON, às 01h43 UTC do dia 01 de abril de 2016

A rocha penetrou na atmosfera da Terra exatamente às 22h43 de quinta-feira e teve seu deslocamento monitorado pelas câmeras de vigilância do céu do observatório SONEAR/BRAMON, situado na cidade de Oliveira, a 150 quilômetros a sudoeste de Belo Horizonte.
De acordo com testemunhas, o bólido produziu uma luz verde extremante brilhante e foi avistado em cidades a mais de 100 km de Oliveira, como Itauna.

Lava Jato se aproxima do assassinato de Celso Daniel?

Celso Daniel - agora assombrando na Lava Jato

2a Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O juiz Sérgio Moro e a Força Tarefa do Ministério Público Federal desafiam o maior dos perigos. A 27ª operação da Lava Jato, batizada de Carbono 14, mexe com o crime hediondo que apavora a petelândia mais que o Mensalão e o Petrolão. O Procurador federal Diogo Castor de Mattos antecipou que eventuais provas obtidas nesta fase serão compartilhadas com a polícia paulista nas (intermináveis) investigações sobre o brutal sequestro, tortura e assassinato de Celso Daniel, ex-prefeito petista de Santo André, no ABC paulista. O crime ocorreu no distante ano de 2002, quando Daniel já atuava como arrecadador da campanha presidencial de Lula da Silva.

Moro decretou a prisão temporária de Silvinho Pereira (ex-secretário-geral do PT condenado no Mensalão) e do empresário Ronan Maria Pinto (dono do jornal Diário do Grande ABC). Ambos passarão ume temporada em Curitiba. Foram alvos de condição coercitiva pela Polícia Federal, em São Paulo, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares (recém perdoado da condenação do Mensalão pelo decreto presidencial de Dilma Rousseff que acabou aceito pelo ministro Luís Roberto Barroso) e o jornalista Breno Altman (Editor-chefe do site Brasil 247 e ligado ao ex-ministro José Dirceu) foram alvos de condução coercitiva.

No despacho da operação, o juiz Sérgio Moro pontuou: "É possível que este esquema criminoso tenha alguma relação com o homicídio, em janeiro de 2002, do então prefeito de Santo André, Celso Daniel. Chama a atenção o malabarismo financeiro para viabilizar a transação, tendo o valor transferido do Banco Schahin para Ronan Maria Pinto passado por três intermediários (José Carlos Bumlai, Bertin Ltda e Remar Agenciamento)".

As prisões mexem com operações financeiras feitas pelo PT, ligando o Petrolão ao Mensalão (que nunca terminou e ficou impune na prática para a maioria dos condenados). Investigações em Osasco podem causar prejuízos para outros dirigentes petistas que não foram citados na operação. Um deles é o ex-deputado federal João Paulo Cunha (outro que acabou perdoado no Mensalão). Outro tem foro privilegiado: Edinho Silva, ministro da Secretaria de Comunicação Social de Dilma, e que recentemente fez um apelo para que o País "não espere aparecer o primeiro cadáver para que se diminua a radicalização política". Ambos podem ter sido alvos de denúncias do publicitário Marcos Valério Fernandes de Souza - este sim um dos que paga o pato do mensalão.

Concretamente, a operação Carbono 14 foi em cima de um negócio feito pela cúpula petista. O empresário Ronan Pinto é denunciado como beneficiário final de um empréstimo de R$ 12 bilhões, feito para o PT no Banco Schahin, em nome de um dos melhores amigos de Lula, o pecuarista José Carlos Bumlai, que cumpre prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica, enquanto se cuida de um câncer na próstata. Investigações de Lava Jato apontam que o empréstimo teria sido quitado fraudulentamente depois que uma das empresas do grupo Schahin firmou, em 2007, um contrato  de US$ 1,6 bilhão com a Petrobras, para construir a sonda Vitória 10000. A PF descobriu que dos R$ 12 milhões, R$ 5,7 milhões foram repassados a Ronan. O restante teria sido usado para pagar dívidas de campanha do PT para a Prefeitura de Campinas.

Sílvio Pereira entrou na dança porque é suspeito de ter arquitetado o empréstimo para entregar o dinheiro ao empresário do ABC paulista. Delúbio Soares participou da reunião no banco Schahin em que foi fechado o empréstimo. Fora esta operação financeira, as investigações entram mergulham no caso Celso Daniel - cadáver politicamente insepulto que assombra a cúpula petista, de tempos em tempos, sem que se chegue a qualquer desfecho.

No depoimento que não terminou em delação premiada, Marcos Valério revelou que o empresário Ronan Maria Pinto ameaçava envolver dirigentes do PT nas investigações do assassinato do prefeito de Santo André. No ano passado a mesma denúncia voltou à tona, quando o lobista Fernando Soares, o Baiano, revelou em seu acordo de "colaboração premiada" que ouviu a mesma história do pecuarista José Carlos Bumlai.

O termo Carbono 14 foi usado em referência a procedimentos utilizados pela ciência para a datação de itens e a investigação de fatos antigos. Remexer em episódios obscuros como a morte de Celso Daniel assusta tanto ou mais a petelândia quanto mexer com o companheiro Lula, quase ministro e sob foro do Supremo Tribunal Federal.


Elegendo a Dilminha

Internautas se mobilizam para escolher a Dilma como pior líder mundial:

http://fortune.com/2016/03/30/rank-most-disappointing-leaders/

Reveja a primeira edição desta sexta: No Dilma da Mentira, Barroso fala verdade na véspera

Releia a segunda edição de ontem: STF detonou Moro? E vai cuidar de Lula?

Reveja, também: Lição Pós-1964: Jura que aprendemos?

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 1o de Abril de 2016.

NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Disso Você Sabia ? no Facebook