NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Siga este Blog

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Venezuela confirma que tem inflação mais alta do mundo

Image copyright
Image caption Inflação até setembro de 2015 era de 141%, segundo governo; especialista diz que ela chegou a 392% neste janeiro
Ao mesmo tempo em que o governo venezuelano decretava, nesta sexta-feira, um estado de emergência econômica em todo o território pelos próximos 60 dias, o Banco Central do país revelou novas cifras confirmando a elevada inflação do país como a mais alta do planeta.
Depois de cerca de um ano sem divulgar dados oficiais sobre o assunto, o Banco Central da Venezuela (BCV) indicou que a inflação anual até setembro de 2015 chegou a 141%.
Na última vez em que foram divulgados dados oficiais sobre o aumento do custo de vida no país, em fevereiro de 2015, a estimativa das autoridades chegava a 70% do atual.
Segundo o BCV, a inflação acumulada nos nove primeiros meses de 2015 foi de 108,7%.
Estas cifras confirmam o que observadores dizem há algum tempo: a Venezuela tem a maior taxa de inflação do mundo na atualidade.

10 usos do mel que a humanidade quase não conhece

Mel é algo delicioso e saudável. Para os adeptos dos produtos naturais que não abrem mão do doce, ele é uma ótima alternativa, assim como o açúcar mascavo, que é o açúcar que não passou pelo processo de refinamento. Você já deve ter ouvido falar das propriedades antigripais do mel e do quanto ele contribui para manutenção do seu sistema imunológico. Por isso hoje vamos te falar sobre outras descobertas de uso para o mel que você ainda não conhecia.
Além da contribuição para o sistema imunológico, o mel ajuda a prevenir danos cerebrais, tem propriedades antibióticas e ainda têm propriedades que possibilitam seu uso para tratamento estético. Mesmo sua pele e cabelos, podem se beneficiar das propriedades deste presente da natureza. Então não perca tempo. Confira 10 propriedades do mel que vão torná-lo item indispensável da sua lista de compras.

Rússia ameaça os Estados Unidos de que vai começar a revelar ao mundo o que os aviões da coalizão fazem na Síria

 

• porta-voz do Ministério da Defesa russo Gen. Igor Konashenkov : Se os nossos colegas (ocidentais) estão em silêncio sobre os resultados de seu bombardeio na Síria - vamos ter de informar o público sobre as conseqüências de seu impacto. Se alguém ainda não percebeu isso - em mente vã de que ele não vai fazer

• O Chefe da Direção-Geral de Operações da Federação Russa RF Sergei Rudskoj: A nossa força aérea está na Síria até agora tinha 5.662 voos de combate, incluindo 145 vôos de bombardeiros estratégicos. Nossa campanha aérea dura cem dias, durante os quais as forças do governo sírio libertaram 217 cidades, vilas e recuperam o controle sobre mais de 1.000 quilômetros quadrados de território nacional

Porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia - General Igor Konashenkov  - disse que Moscou está pronto para informar o público global sobre  ataques aéreos da coalizão ocidental na Síria liderada pelos EUA.

É imediatamente apontou: que Moscou irá fazê-lo, a fim de "evitar falsificações e versões diferentes". Assim, para esclarecer:

"Se os nossos colegas (ocidentais) estão em silêncio sobre os resultados de seu bombardeio na Síria - vamos ter de informar o público sobre as conseqüências de seu impacto. Se alguém ainda não percebeu isso - em mente vã de que ele não vai fazer. "

Ao mesmo tempo, o general Sergei Rudskoj - Chefe da Direcção Geral de Operações do RF - disse que a potência aeroespacial da FR , ataques contra instalações militares terroristas na Síria, privados de capacidade de um Estado islâmico e outros "grupos extremistas para preencher as reservas operacionais da munições, armas e combustível. "

A seguir, enfatizou: "Isto permitiu que o exército sírio para se juntar a ofensiva, que agora funciona em 15 rotas. Há uma mudança significativa e que informações sobre cada quinto gol que vença os nossos planos de começar a partir da oposição patriótica síria. Além disso, a cidade de Salma, que era um dos principais redutos de militantes, foi libertada com a ajuda de forças de oposição os Falcões do  deserto. Oposição Patriótica tem atualmente mais de 10.500 homens em armas. "

Rudskoj revelou que os destacamentos da oposição patriótica  do comandante geral Ajman Plano al-Ganim e que nos últimos dias para Raki, que é a   proclamada capital do Estado Islâmico, teve  progresso por oito quilômetros.Determinar sob seu comando - "Claro" e "elobija?" - Libertaram cerca de 60 quilômetros quadrados leste e oeste da barragem sobre o rio Eufrates, perto de al-Ahmar.

General Rudskoj vem especificando de outra forma que a força aérea russa na Síria até agora tinha feito 5.662 voos de combate, incluindo 145 vôos de bombardeiros estratégicos.

Campanha aérea russa, como ele apontou, já tem cem dias, durante os quais as forças do governo sírio libertaram 217 cidades, vilas e recuperar o controle sobre mais de 1.000 quilômetros quadrados do território nacional.

Rudskoj especificamente assinalou que "a ajuda humanitária internacional" canalizada principalmente em zonas e cidades sob o controle de terroristas e que eles estão ajudando a sustentar mais tempo. Mesmo "comboio humanitário" terroristas muitas vezes fornecendo armas, e não foram rasgadas para fora do ringue de terroristasferidos   .

"Então nós decidimos que a Federação Russa organizará uma missão humanitária na Síria. A maior parte da ajuda será direcionada para a cidade de Deir ez-Zor, que estava sob um longo cerco do Estado islâmico. Já hoje os nossos aviões com pára-quedas naquela cidade forneceram 22 toneladas de ajuda humanitária ".


Via: http://undhorizontenews2.blogspot.com.br/2016/01/russia-ameaca-mostrar-ao-mundo-guerra.html

A era do petróleo chegou ao fim, diz presidente do maior banco da Rússia

Herman Gref, presidente do Sberbank, o maior banco da Rússia, acredita que a era do petróleo já chegou ao fim, e que o mercado viverá um último período decadente, de cerca de 10 anos, até que haja um pleno desenvolvimento da indústria de automóveis movidos a energia elétrica.

"Podemos dizer que essa era ficou no passado. Hoje, da mesma forma que dizem – a Idade da Pedra não acabou porque acabaram as pedras , – podemos falar com certeza que a era do petróleo já terminou. Se haverá um período de transição, não sei de quanto tempo será – 10 anos, enquanto toda a infraestrutura de automóveis elétricos não estiver devidamente desenvolvida" – acredita o presidente do maior banco da Rússia.
"Quando sentei pela primeira vez num carro Tesla, eu entendi que o futuro, infelizmente, chegou antes do que esperávamos, como sempre" – disse Greff ao discursar num importante fórum econômico em Moscou.
Nas palavras do economista, nos próximos anos a China aumentará a capacidade instalada de suas centrais elétricas movidas por fontes renováveis de energia para até 560 GW (gigawatts). "Para efeito de comparação, isso é 2,5 vezes mais do que toda a capacidade instalada da Rússia" – revelou Gref.
A capacidade instalada do sistema elétrico unificado da Rússia, segundo dados do início de dezembro de 2015, era de cerca de 235 GW. A capacidade instalada do sistema elétrico chinês no início do ano passado já ultrapassava os 1300 GW.
"A previsão mais próxima é que a de que a China, mediante as suas atuais taxas de criação de energia alternativa, consumirá, aproximadamente, até 45% menos de fontes convencionais de energia. Trata-se do nosso carvão voltado para o mercado chinês, que nós desenvolvemos e exportamos em grandes volumes e no qual continuamos fazendo grandes investimentos. Bem como os hidrocarbonetos" – disse Gref.

Via; http://noticia-final.blogspot.com.br/2016/01/a-era-do-petroleo-chegou-ao-fim-diz.html
Measure
Measure

Banco internacional indica que já é mais seguro investir na Argentina do que no Brasil

Argentina, de Macri, antes desacreditada e mau-pagadora, em poucos dias, já tem mais de 40 empresas querendo retornar a atuar no paísmilhares de funcionários fantasmas já foram demitidos, dando fôlego aos bolsos do povo argentino, além de centenas de médicos cubanos demitidos do país.
Um jornal chegou a dizer que Macri conseguiu destruir 10 anos de governo Kirshner em 10 dias, ações meteóricas e muito bem repercutidas no mundo, logo no início de governo que já fazem com que a Argentina seja considerada protagonista no Mercosul, lugar antes ocupado pelo Brasil.
Mais um reflexo (também) da gestão Macri, é a análise do banco norte americano JP Morgan, de que a Argentina representa menor risco para investidores do que o Brasil, estimando o risco-país argentino em 467 pontos, contra 497 do Brasil.
UOL – O indicador mede o risco de aplicar recursos em títulos públicos, principalmente em países emergentes, e ajuda os investidores a tomarem decisões. Quando o risco é maior, por exemplo, eles esperam ter um ganho maior em troca.
A redução do risco argentino é vista como um sinal de que investidores estão confiantes em um acordo do governo do recém-eleito presidente Mauricio Macri com credores.

A NASA agora possui um departamento de defesa para o ‘Dia do Juízo Final’

Se a possibilidade de um enorme meteoro atingir a Terra estiver atrapalhando seu sono, aqui está uma notícia sobre que poderá lhe ajudar:
A NASA recentemente anunciou a criação de um Escritório de Coordenação de Defesa Planetária.  Assim, você pode ficar descansado… ou será que esta é uma ação um pouco tardia da NASA?
“O Escritório de Coordenação de Defesa Planetária irá supervisionar todos os projetos financiados pela NASA para encontrar e caracterizar asteroides e cometas que passam próximos da órbita da Terra.”
Este foi o anúncio da NASA sobre o novo escritório, que recebe seu financiamento de US$ 50 milhões aprovado pela Casa Branca, para a observação de objetos próximos à Terra e defesa planetária. “Encontrar” parece legal, mas o que significa “caracterizar”?
“As metas de defesa planetária a longo prazo da NASA incluem o desenvolvimento de tecnologia e técnicas para desviar ou redirecionar objetos que são determinados estarem em curso de impacto com a Terra.”
Isso soa melhor, embora US$50 milhões não seja nem suficiente para pagar por efeitos especiais num filme sobre bloquear um asteroide que está vindo contra a Terra. O que acontecerá quando acabar o orçamento?
“Mesmo se a intervenção não for possível, a NASA providenciará informações especializadas para a FEMA sobre o tempo, local e efeitos do impacto, para informar a respeito das operações de reação.  Por sua vez, a FEMA ficaria encarregada das preparações e planejamento relacionados às consequências da entrada atmosférica, ou do impacto nas comunidades dos EUA.”
Certo… o plano é colocar em ação a Federal Emergency Management Agency (FEMA) para deslocar todo mundo para o estádio de futebol mais próximo, até que a poeira baixe e o inverno nuclear termine.
Isso significa US$50 milhões e a FEMA para nos proteger de 1.500 objetos próximos da Terra (90 por cento dos quais são maiores de 900 metros em diâmetro) detectados a cada ano pela NASA, e os incontáveis objetos potencialmente perigosos com 135 metros ou maiores, dos quais somente um quarto já foram detectados.
Acha que pode fazer melhor você mesmo?  A NASA possui um Asteroid Watch Widget que pode ser baixado do site Near Earth Object Close Approaches, com uma lista dos objetos vindo em nossa direção.
John Grunsfeld, administrador associado para o Diretorado de Missão de Ciências da NASA, diz que eles agradecem a sua ajuda.
“Embora não haja nenhuma ameaça de impacto conhecida neste momento, a super bola de fogo Chelyabinsk, em 2013, e a recente passagem próxima do ‘Asteroide Halloween’ nos lembra do porquê de precisarmos permanecer vigilantes e mantermos nossos olhos no céu.”

Via: http://noticia-final.blogspot.com.br/2016/01/a-nasa-agora-possui-um-departamento-de.html

Corrupção e crise política 'travam' o Brasil, diz Fórum de Davos


Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça
Na avaliação do fórum, o "fracasso na governança mina a competitividade dos países, a criação de empregos e o desenvolvimento econômico"(Reuters/VEJA)
O maior obstáculo para se fazer negócios no Brasil neste ano é o fracasso da governabilidade do país. O alerta é do Fórum Econômico Mundial que, na próxima quarta-feira, inicia seu evento anual na estação de esqui de Davos, na Suíça. Num informe publicado nessa quinta, sobre os maiores riscos globais para o ano, a entidade apontou para a crise política brasileira e a corrupção.
Numa pesquisa realizada com 13 mil empresários, 60% deles indicaram o "fracasso da governabilidade" como o maior risco para se fazer negócios no Brasil hoje. A taxa supera aqueles que consideram a falta de água ou de infraestrutura como os maiores problemas.
No restante do mundo, porém, a questão da falência da administração pública aparece apenas como o quarto maior risco e é apontado como problema para apenas 27% dos 13 mil entrevistados. Os maiores riscos globais, segundo Davos, seriam a imigração e mudanças climáticas em 2016.
http://veja.abril.com.br/noticia/economia/corrupcao-e-crise-politica-travam-o-brasil-diz-forum-de-davos

NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO