NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Dívida pública e privada descontroladas, com juros e inadimplência, infernizam clima do impeachment

Avião ideal para a saída de Dilma, Lula e o PT

2a Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Enquanto todos os olhares profanos se voltam para o quase certo impedimento da Dilma, no próximo domingo, o noticiário econômico faz subir a temperatura do inferno. Os grupos Visa e Mastercard comunicaram aos bancos brasileiros um risco de descredenciá-los, por causa das absurdas taxas de juros cobradas nos cartões de crédito. O cenário de elevada inadimplência de 60 milhões e brasileiros, sobretudo das classes mais baixas, tem queimado o filme das bandeiras de cartões, que só ganham nas taxas administrativas e não na usura bancária tupiniquim.

Os deuses do mercado também enxergam com algumas ressalvas os bruscos movimentos feitos pelo Banco Central do Brasil no mercado de câmbio, a fim de acelerar a redução dos estoques dos tais swaps cambiais reversos. Circula fortíssima a versão de que o BC do B atua firme sobre o dólar para salvar grupos que estavam rolando elevadíssimas dívidas nos contratos fechados com a moeda norte-americana na alta. Um dos grandes afetados, segundo os boatos, seria o grupo JBS (popularmente conhecido como Friboi e que agora aposta no marketing do banco Original, super virtual. O rolo é de US$ 10 bilhões.

Não há nada de desonesto na operação. Apenas o oportunismo capimunista de sempre com os amigos da rainha em queda livre. Fato concreto é que a volatilidade no mercado de câmbio, para patamares semelhantes aos vistos no auge da eleição presidencial de 2014. Assim, o BC do B joga para conter as incertezas e, de quebra, permitir que grandes empresas aproveitem a manobra para reduzir o impacto de seu endividamento em moeda estrangeira. Quem está abarrotado de derivativos têm de se virar nos 30 dinheiros. E os exportadores ficam na incerteza sobre a cotação com que fecham negócios.

Diante dos olhos do mundo, o Brasil é pessimamente visto. O Fundo Monetário Internacional adverte que o Brasil terá altos déficits primários até 2019. O FMI prevê uma alta ininterrupta da dívida bruta até 2021. A previsão sombria é que o rombo atinja 92% do PIB (tudo que a economia produzir). O FMI trabalha com a expectativa de altos níveis de endividamento e de déficit nominal (inclusive com aqueles juros altos que até a turma do cartão de crédito critica duramente). Enfim, no modelo capimunista rentista, seguimos em ritmo de "beijo no asfalto".

Aliás, como hoje, 13 de abril, é Dia do Beijo, Dilma Rousseff já está em ritmo de "beijinho, beijinho, tchau, tchau". Até meio-dia, faltavam apenas 35 votos para os 342 capazes de impedir a Presidenta. Do total de 513 votantes na casa, há 307 votos para condená-la e 126 para absolvê-la. Decisivos serão os votos de 39 indecisos e de 41 parlamentares que não revelam como votarão. O desgoverno jura que tem 150 votos salvadores. No Senado, o bicho também pega para a turma da Anta e da Jararaca. Pelo menos 42 dos 81 senadores se declaram favoráveis ao impedimento. Dez estão indecisos, 8 preferem nada responder, 4 nem aparecem para falar nada e apenas 17 salvariam Dilma da condenação por crime de responsabilidade.

Releia a primeira edição desta quarta-feira: Com alto risco de impedimento, petelândia reagirá com ou sem violência ao que Dilma chama de "golpe"?


Agendinha

Processo de impeachment no plenário da Câmara

*Sexta*
*8h55*
Inscrição de 9h às 11h
- Começando às 9h:

1) denunciante: 25 min
2) 25 min para defesa
3) 1 hora por partido, do maior pro menor:

•indicação pelos líderes, por ofício ou verbalmente
•até 5 representantes de cada partido
•um partido não pode ceder tempo pra outro partido
•maioria e minoria não terão tempo

OBS: Tempo de comunicação de liderança fica mantido em cada sessão.

*Sábado*
*11h*

1) Inscrição para discussão.
2) Discussão: 3 min cada, conforme inscrição. Alternar a favor e contra.
OBS: Cabe requerimento de encerramento de discussão a partir de 4 falas.

*Domingo*
*14h*
Votação.

1) Início: tempo para líderes e encaminhamento de votação.
2) Em seguida: votação.

• Durante a votação não caberá tempo de líder nem qualquer outra interrupção.

OBS: Apenas um microfone ficará disponível para a votação.

Dia do Beijo





O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 13 de Abril de 2016.
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Disso Você Sabia ? no Facebook