Agora são: horas e minutos - Agradeço sua presença e volte sempre

"Quanto mais sabemos sobre o zika, as coisas parecem piores"

Afirmação é da diretora-geral da OMS, Margaret Chain; em menos de um ano, estado do vírus passou de "curiosidade médica para doença com sérios impactos na saúde pública"; zika circula por 38 países.
Jovem brasileira de 15 anos segura bebê com microcefalia. Foto: Unicef/Ueslei Marcelino
Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.
A diretora da Organização Mundial da Saúde, OMS, afirmou que em menos de um ano, o estado do zika vírus passou de "mera curiosidade médica para uma doença com sérios impactos na saúde pública".
Margaret Chan declarou que "quanto mais se sabe sobre o zika, as coisas parecem piores". Ela concedeu uma coletiva de impensa na tarde de terça-feira, hora local em Genebra.
Crise Severa
Chan agradeceu aos países e aos cientistas que trabalham coletando evidências sobre o vírus, que está circulando em 38 nações e territórios. A diretora da OMS explicou não ser possível prever se o vírus irá para outros locais do mundo e causar má formações em fetos ou desordens neurológicas em pacientes infectados.
Mas Margaret Chan foi clara: "se essa tendência for confirmada além da América Latina e do Caribe, o mundo enfrentará uma crise severa de saúde pública".
Segundo a OMS, o mundo soube do zika quando o Brasil confirmou em maio do ano passado um "surto misterioso de milhares de casos" de pessoas com o vírus. Em outubro, o país reportou um "aumento raro do número de recém-nascidos com microcefalia".
A chefe da OMS disse que os cientistas ficaram surpresos com a possibilidade da picada de um mosquito estar ligada à severa má formação fetal, fato que também deixou o público alarmado.
Brasil
A associação do zika com a síndrome de Guillain-Barré fez com que o grupo de risco se expandisse além das mulheres e dos bebês. Margaret Chan lembrou ainda que já foi confirmada a transmissão do vírus durante relações sexuais.
Brasil e Panamá já reportaram casos de microcefalia, enquanto a Colômbia está investigando a possível ligação de bebês com microcefalia e o zika vírus. Em outros países, o vírus ainda não circulou por tempo suficiente para que as gestações se completem.  Na África, uma equipe da OMS está em Cabo Verde investigando o primeiro relato de microcefalia.

Postagens mais visitadas deste blog

Porquê tomar o Cloreto de Magnésio P.A.?

Homem constrói rádio chamado ''espírito de Tesla'' adivinha o que acontece quando ele é ligado? Assustador...

ÍNDIA - Cientistas Criam Cruza de Humano com Gorila, Nascendo Bebê Híbrido!!

Escultor crê que jovem seja reencarnação de filósofo e tenha completado a obra dele

Família Rothschild e o desaparecimento do voo Malaysia MH370

Você já percebeu seu olho pulsando? Saiba o motivo disso acontecer

Vidente mostra carta que teria sido escrita em 2005 prevendo acidente de Campos

Moeda Nazista do 'Futuro' encontrada? Provocando alegações de um universo paralelo!!

Sensacional discurso de uma jornalista latina sobre a farsa do socialismo