NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Siga este Blog

sexta-feira, 11 de março de 2016

Lula rejeita ser ministro da Dilma, e já avalia como tirar vantagens políticas de eventual prisão

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Será que juíza Maria Priscila Ernandes Veiga Oliveira (42 anos), da 4a Vara Criminal de SP, com fama de durona, vai aceitar o pedido do Ministério Público de São Paulo para decretar a prisão preventiva de Luiz Inácio Lula da Silva? A magistrada não tem prazo definido para tomar uma decisão... As bolsas de apostas nunca estiveram tão divididas, embora pensam para a tradicional blindagem de Lula, para prever que ainda não será desta vez que ele acabará preso, depois da vergonhosa "condução coercitiva" para depor, na histórica sexta passada, 4 de março de 2016.

Em tese, Lula escaparia da cadeia, se fosse, urgentemente, nomeado para um ministério de Dilma Rousseff. Ontem se especulou que ele iria para a Casa Civil, mas, na versão petista, Lula teria heroicamente recusado o convite. A nomeação lhe daria foro privilegiado para que todas as broncas fossem concentradas no Supremo Tribunal Federal. Além disso, realizaria o desejo petista, barrado pelo STF, de ter a ala baiana do partido comandando o Ministério da Justiça. Jaques Wagner seria deslocado para a pasta, que está vaga. Enrolado com o Judiciário, Lula não daria um belo ministro da Justiça no País da injustiça?

Ainda ontem, uma outra especulação dava conta de que Lula iria, na segunda-feira, para o Ministério das Relações Exteriores. Mas não vai. Um dia depois das manifestações de domingo (13 de março), Lula já teria uma importante obrigação, a contragosto, na agenda. Prestaria um novo depoimento na Justiça Federal, em São Paulo, como testemunha de defesa do empresário José Carlos Bumlai, um de seus velhos amigos e "patrocinadores". Se não acabar preso até lá por ordem do Judiciário de São Paulo, Lula ainda terá muita aporrinhação com a Força Tarefa da Lava Jato e com o juiz Sérgio Moro - odiadíssimo pela petelândia. O temor real de Lula é uma mudança forçada para o degredo em Curitiba. Literalmente, uma gelada...

Uma outra ação previsível do Ministério Público apavora Lula e o inibe de passar o recibo de culpado, caso aceite virar ministro da Dilma - que os intrigantes acusam de ser manipulada pelo "Presidentro". Ele sabe que pode até conseguir escapar da "gestapo" (a petelândia usa a expressão quando é atacada). No entanto, Lula tem certeza de que sua mulher Marisa e seus filhos seriam alvos fáceis dos promotores. O mesmo pode até acontecer com a grande amiga Rosemary Noronha - cujo processo segue em estranho "segredo de justiça". Lula sai do sério e perde o controle emocional quando a família vira alvo dos "inimigos".

A coisa está ficando complicadíssima para Lula. Dilma já conseguiu escapar das pedaladas. Mas Lula sabe que não dá para fugir de pedalinho. O sonho de retornar à Presidência em 2018 já está praticamente sepultado. O negócio agora é lugar para não acabar processado, nem preso. Isto é um golpe mortal em quem se julgava acima do bem e do mal, incitando publicamente a violência e abusando de inverdades aceitas, até com dificuldade, pela cúpula do PT. Apenas a messiânica petelândia segue fiel a Lula. Até quando, ninguém sabe? Talvez, até o juízo final...

Institucionalmente, o Brasil é em um grande hospício político-penitenciário, onde as regras do jogo nunca estiveram tão obscuras, com os quatro poderes errando, mentindo, corrompendo, prevaricando ou se omitindo. Rumamos para uma ruptura institucional que vai tornar obrigatória a inédita Intervenção Cívica Constitucional. A tensão só vai aumentar, porque a crise política desanda e a econômica sai do controle, desesperando a massa, que sempre reage democraticamente mal nos momentos de extremismo.

Releia a edição extra de ontem, porque persiste a pergunta: Lula vai preso, será ministro ou mito derrotado?

Se o cerco se fechar completamente, Lula já estaria pronto para vestir sua fantasia de mártir, transformando-se em uma espécie de "presidiário-político", vendendo a imagem de que é vítima de uma grande injustiça e arbitrariedade. O que Lula não pode deixar de levar em conta é que, sua eventual prisão, pode desencadear uma verdadeira revolução no Brasil da impunidade ampla, geral e irrestrita, com direito a lances escrotos de rigor seletivo pela várias "gestapos".

Lula tem a certeza absoluta de que, se for preso, será solto rapidinho, via habeas corpus, obtível nas instâncias superiores do Judiciário, sobretudo no Supremo Tribunal Federal. O pânico real dele é com o que pode acontecer com sua família. Ou o que pode ser revelado em delações premiadas inesperadas, como as dos publicitários João Santana e Mônica Moura - apanhados contando mentiras comprovadas sobre milhões que receberam da Odebrecht no Brasil. Aliás, as "colaborações" (agora judiciais) das empreiteiras também lhe serão fatais.

Lula custou caro para elas... Entre 2011 e 2014, a Odebrecht gastou com Lula um total de R$ 7,6 milhões. Foram R$ 4,6 milhões em doações ao Instituto Lula, mais R$ 3 milhões em contratações da LILS Palestras. A Odebrecht lidera o ranking da gastança. No segundo lugar vem a Camargo Corrêa, que investiu R$ 6,7 milhões no ex-Presidente. Em terceiro, a Andrade Gutierrez (R$ 4,9 milhões), Queiroz Galvão (R$ 4,4 milhões) e OAS (R$ 3,9 milhões). Os números - organizados pelo jornal O Globo - foram levantados pela Lava Jato.

Além da rotada grana - que está sendo seguida -, o material apreendido na 24a operação da Lava Jato, em análise, também tem potencial para acabar com Lula. Sobretudo nos computadores de Cleber Batista Pereira Informática ME. A máquina guarda dados estratégicos e secretos do Instituto Lula. A Força Tarefa já conta com a ajuda dos maiores especialistas mundiais em recuperação de dados, para decifrar todos os mistérios ocultos nos computadores que trabalhavam para Lula. 

O ex-presidente deve aproveitar agora para tirar vantagens da eventual prisão. Depois, pode ser tarde demais para tal armação...



Ministério ideal


Piadinha que circula na malvada internet:


"
Definido! Lula será o ministro da pesca: tem 1 barco, 2 pedalinhos, e, como todo pescador, mente pra caramba".

Procuradores na bronca

A Diretoria da Associação Paulista do Ministério Público parece estar pt da vida com a propaganda da petelândia, e soltou uma nota oficial pesada:


"A Associação Paulista do Ministério Público (APMP), entidade que representa mais de 3 mil promotores e procuradores de Justiça, da ativa e aposentados, do Estado de São Paulo, vem a público refutar as declarações feitas pelo Instituto Lula e pelo Advogado do ex-Presidente da República, Cristiano Zanin Martins, acerca da denúncia apresentada à Justiça, nesta quarta-feira (09/03), pelos Promotores de Justiça José Carlos Guillem Blat, Cássio Roberto Conserino e Fernando Henrique de Moraes Araújo, que tem entre os acusados o ex-presidente, sua esposa, Marisa Letícia Lula da Silva e um dos filhos do casal, Fábio Luiz Lula da Silva".

"A atuação dos Membros do MP de São Paulo é pautada pela isenção e técnica processual. Por mandamento constitucional e legal os Promotores de Justiça são obrigados a propor a ação penal pública quando houver prova da materialidade e indícios de autoria de fatos criminosos – hipótese do presente caso - mandamento que, em uma República, se aplica independentemente de quem seja a pessoa do denunciado".

"Lamenta a APMP que a tática de defesa, já desgastada, se verta em mero ataque às pessoas daqueles  que detém o dever de guarda da Constituição Federal e da Lei, e que isto se faça em meio à evidente espetacularização dos fatos, com descabido discurso de vitimização política".

"Cremos que o Brasil suplantará com absoluta normalidade este momento, sólidas que são as suas instituições. Mais do que isto, a sociedade brasileira já atingiu nível de maturidade para bem analisar fluidas negativas reverberadas com o mantra do “eu não sabia” ou com a sistêmica tentativa de desconstituição daqueles que tão somente cumprem com denodo os seus deveres constitucional, legal e processual".

É nóis!

Do juiz Sérgio Moro, em palestra na Federação das Indústria do Estado do Paraná, em Curitiba:

"Numa democracia, não existe nós e eles, existe nós. A democracia somos nós, ainda que tenham opiniões divergentes". 

Proposta musical

Sugestão de refrão para o ato de domingo, 13 de março:

“A queda da Dilma é nossa!
Sou brasileiro
Não há quem possa…
Ô Lula, devolve o ouro!
Que o nosso herói
É o Sérgio Moro!”

Não foge, não, Lula...


Pronto para cana?


Convivas do presidente do Senado, Renan Calheiros, confidenciaram que ele cometeu um toque amargo de sincericídio no jantar com senadores do PMDB e PSDB:

"Eu sei que posso ser preso a qualquer momento. Há dois anos estão tentando isso”.

A Assessoria de Renan nega que ele tenha dito o que algum fofoqueiro senador deixou vazar na imprensa...

Indulto de mensaleiro é Insulto

O mundo não pode ver com bons olhos um País que, em insulto à ética republicana, dá indulto para quem comete crime hediondo de corrupção.

A decisão do Supremo Tribunal Federal, referendando o presentinho natalino dado pela Presidenta Dilma, é uma imoralidade jurídica que vai contra tudo que a maioria esmagadora da sociedade brasileira vem exigindo de ética, decência, moralidade e honestidade.

Mais uma vez, a cúpula do Judiciário toma uma decisão política, de extrema ilegitimidade.

Perguntinha: será que o mesmo benefício foi estendido e atendido, na mesma velocidade, para os chamados "presos mequetrefes, ladrões de galinhas que superlotam o sistema penitenciário", ou só valeu, de imediato, para a "zelite corrupta de nossa politicagem"?

Zé dançou

O ex-deputado João Paulo Cunha e o ex-tesoureiro petista Delúbio Soares se deram bem e voltam à vida em liberdade.

Já o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, também condenado no mensalão, pediu o indulto ao STF, mas o ministro Luiz Roberto Barroso lhe negou o benefício, depois da prisão do Zé pela Lava Jato.

No ano passado, também em decorrência de um decreto de indulto natalino, o STF já tinha concedido o benefício a outros dois condenados no mensalão: o ex-tesoureiro do extinto PL Jacinto Lamas e o ex-deputado José Genoino (PT-SP).

Mensalão compensou?

Menos cara-de-pau, o ex-deputado Pedro Corrêa (PP-PE), que também foi preso por suposto envolvimento na Lava-Jato, não pediu indulto ao STF.

Dos 24 condenados no mensalão, ainda cumprem pena na cadeia integrantes do chamado núcleo financeiro e do núcleo publicitário do esquema.

O ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato; o empresário Marcos Valério e dois ex-sócios, Cristiano Paz e Ramon Hollerbach; além de Kátia Rabello e José Roberto Salgado, ex-dona e ex-diretor do Banco Rural, respectivamente.

Lula no muro


Precisando de mais ministérios




Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 11 de Março de 2016.
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO