Siga este Blog

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Banco internacional indica que já é mais seguro investir na Argentina do que no Brasil

Argentina, de Macri, antes desacreditada e mau-pagadora, em poucos dias, já tem mais de 40 empresas querendo retornar a atuar no paísmilhares de funcionários fantasmas já foram demitidos, dando fôlego aos bolsos do povo argentino, além de centenas de médicos cubanos demitidos do país.
Um jornal chegou a dizer que Macri conseguiu destruir 10 anos de governo Kirshner em 10 dias, ações meteóricas e muito bem repercutidas no mundo, logo no início de governo que já fazem com que a Argentina seja considerada protagonista no Mercosul, lugar antes ocupado pelo Brasil.
Mais um reflexo (também) da gestão Macri, é a análise do banco norte americano JP Morgan, de que a Argentina representa menor risco para investidores do que o Brasil, estimando o risco-país argentino em 467 pontos, contra 497 do Brasil.
UOL – O indicador mede o risco de aplicar recursos em títulos públicos, principalmente em países emergentes, e ajuda os investidores a tomarem decisões. Quando o risco é maior, por exemplo, eles esperam ter um ganho maior em troca.
A redução do risco argentino é vista como um sinal de que investidores estão confiantes em um acordo do governo do recém-eleito presidente Mauricio Macri com credores.

NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO