Siga este Blog

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

O perigo de beber a água que você deixa ao lado da cama na hora de dormir

Nós temos o costume de levar uma garrafinha de água para deixá-la ao lado de nossa cama, à noite, na hora de dormir.
E muitas vezes acordamos de madrugada para bebermos um pouco dessa água.
Mas uma informação nos deixou preocupados: esta aparentemente inofensiva garrafinha de água representa uma ameaça à nossa saúde.
E quem está dizendo isso é nada mais, nada menos que um dos maiores especialistas sobre a água no mundo: o dr. Kellogg Schwab, do Instituto da Água da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos.
Segundo um estudo realizado pelo especialista, a água que fica numa garrafinha ao lado de nossa cama, por se manter por toda a noite e madrugada em temperatura ambiente, é atacada por um sem número de bactérias.
Em algumas, você não terá apenas água, mas um coquetel de microrganismos que podem causar diversos problemas de saúde.
O problema com os microrganismos é que eles se multiplicam e, se você não usar um recipiente novo todos os dias, vai dar a essas bactérias mais chances de se desenvolverem. 
Cada vez que você tocar sua boca na garrafa, vai adicionar mais organismos à água.
Então, lavar a garrafa resolve?
Nem sempre.
Que tipo de garrafinha você costuma usar para deixar ao lado da cama?
Certamente uma de água mineral, não é mesmo?

Pois saiba que o problema se agrava quando a temperatura do ambiente está elevada e a garrafa é de plástico.
Sabe por quê?
Porque os recipientes de plástico, em sua maioria, contêm uma substância tóxica chamada bisfenol A (BPA).
Essa substância tóxica é liberada em altas temperaturas.
Logo, a água armazenada em plástico comum fica cheia de partículas de BPA depois de uma exposição prolongada no calor.
Além disso, o dr. Kellogg Schwab adverte que as garrafinhas de água mineral PET não devem ser reaproveitadas, pois o plástico dessas garrafas não se destina a um reaproveitamento.
É um material de vida útil bem curta, que não suporta lavagens e o "recarregamento" constante.
O BPA é um problema sério de saúde.
Ele é um desregulador de hormônios e, por isso, muito prejudicial ao organismo.
O BPA é visto com muito receio pelos especialistas e há boas razões para isso.
Pesquisas o relacionam como a causa de vários problemas, que vão de doenças do coração, passando pela destruição do espermatozoide (infertilidade masculina) até chegar ao câncer.
Em resumo, como devemos agir para evitar o problema?
Simplesmente vencer o comodismo e, sempre que tivermos sede durante a noite/madrugada, nos levantarmos para beber, na cozinha, direto de um bom filtro, um belo copo (de vidro e limpo) de água fresca e potável.


Fonte:

CORÉIA DO NORTE AMEAÇA RESPONDER A JOGOS DE GUERRA ENTRE O SUL E EUA: CASA BRANCA SERIA ALVO!

A Coreia do Norte qualificou nesta quinta-feira de "declaração de guerra" as manobras conjuntas entre as forças armadas de Coreia do Sul e Estados Unidos, e advertiu para sua capacidade de lançar ataques de represália contra Seul e Washington. A norte-coreana Comissão para a Reunificação Pacífica da Coreia (CRPC) disse que um eventual choque militar acidental poderá desencadear um conflito "total" no qual (...) a Casa Branca e a sul-coreana Casa Azul estarão no raio de ação das armas de "ultra precisão" da Coreia do Norte. Imagem do filme "Invasão a Casa Branca"
As duas semanas de exercícios militares anuais "Ulchi Freedom", que começarão na próxima segunda-feira, terão a participação de dezenas de milhares de soldados.
Washington e Seul afirmam que as manobras são de natureza defensiva, mas Pyongyang as considera um teste de ataque a seu território com armas nucleares.
O ministério norte-coreano das Relações Exteriores advertiu que Pyongyang tomará "todas as medidas necessárias" diante das "provocações nucleares" dos Estados Unidos, que serão responsáveis por "todas as consequências".
A norte-coreana Comissão para a Reunificação Pacífica da Coreia (CRPC), que supervisiona as questões da fronteira, qualificou as manobras de "simulação de uma guerra nuclear surpresa" contra o Norte e uma "declaração de guerra".
Segundo a Comissão, um eventual choque militar acidental poderá desencadear um conflito "total" no qual (...) a Casa Branca e a sul-coreana Casa Azul estarão no raio de ação das armas de "ultra precisão" da Coreia do Norte.
A atual edição da "Ulchi Freedom" chega em um momento de recrudescimento da tensão entre Seul e Pyongyang, após a explosão de minas norte-coreanas que feriram dois militares sul-coreanos.
Segundo a Coreia do Sul, as investigações revelam que soldados norte-coreanos cruzaram a fronteira para colocar as minas no caminho das patrulhas sul-coreanas.
Seul concluiu que as minas foram colocadas por soldados do Norte que, sem serem vistos, teriam penetrado 440 metros em território sul-coreano entre os dias 26 de julho e 1º de agosto.
A Coreia do Norte por enquanto não se pronunciou em seus meios estatais para confirmar ou desmentir seu envolvimento.
Por sua parte, a Coreia do Sul emitiu uma ordem de alerta máximo na região e mantém preparada sua artilharia perante a possibilidade de novas agressões.
Além disso, retomou a chamada "guerra psicológica" ao reativar pela primeira vez em mais de uma década os alto-falantes na fronteira que enviam mensagens contra o regime dos Kim.
Norte e Sul permanecem tecnicamente confrontados desde a Guerra da Coreia (1950-53), que terminou com um armistício, nunca substituído por um tratado de paz definitivo.

Via: http://sempreguerra.blogspot.com.br/2015/08/coreia-do-norte-ameaca-responder-jogos.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+SempreGuerra+(Sempre+Guerra)&utm_content=Netvibes

Dilma avisa que não renuncia, e parte para ação midiática que neutralize pressão popular nas ruas

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

A grande manifestação de rua, marcada para o domingão de 16 de agosto, será crucial para o futuro do Brasil? Tem gente no mundo político acreditando em tal ingenuidade. Por maior que seja o "evento" (manifestação pré-agendada merece tal definição), a oligarquia que infesta o Brasil continuará operando no mesmo ritmo de cinismo, locupletando-se no modelo capimunista. A politicagem só teme, de verdade, ações judiciais, estas sim somadas com pressão direta da opinião pública e midiática. O detalhe que a classe política sabe que tais processos sempre demoram, os crimes prescrevem e a impunidade resultante, no final das contas, acaba compensando...

Até a Presidenta Dilma Rousseff, acuada e desgovernada, consegue partir para uma ofensiva capaz de neutralizar a pressão popular contra a esgotada imagem dela, seu partido e sua base aliada. Vide a declaração dela à primeira de uma série de entrevistas arranjadas na mídia amestrada. Ao "Jornal do SBT", Dilma já avisou ontem: "Por que eu jamais cogito renunciar? Porque não é possível que alguém, discordando de um processo ou de alguma política, pretenda tirar um representante, no caso, a presidente, legitimamente eleito pelo voto popular. Nós temos (que) aprender que democracia exige respeito à instituição. Esse respeito à instituição é fundamental, não para mim, não para o meu cargo, é para todos os presidentes que virão depois de mim".

Na entrevista, Dilma até conseguiu minimizar, antecipadamente, o impacto das manifestações de domingo: "Não somos mais uma democracia infantilizada. Portanto, manifestações são coisas normais em uma democracia. Agora, o que temos de evitar é intolerância, porque a intolerância leva a conflitos que não têm solução. Ela divide um país e transforma algumas manifestações até em processos que levam à violência. Acho que tem um processo de intolerância como não visto antes no Brasil, a não ser nos períodos passados, quando se rompeu a democracia. Não acredito em um Brasil fascista, porque este país é composto de diferentes etnias: índios, negros e brancos de diversas origens".

No mesmo discurso ao "Jornal do SBT", Dilma consegue até fingir uma autocrítica, cometendo a falha de nem conseguir apontar onde de fato errou. Abusando de sua retórica costumeiramente confusa, Dilma tentou sair pela tangente: "Eu não acho que não errei, não. Eu sou completa e totalmente humano, eu posso ter cometido vários erros. O que eu quero dizer é que os erros não são justamente esses que falam".

Pelo menos 26 dos 81 senadores avaliam que a presidente Dilma Rousseff não lidera um “projeto” para o país e que a Agenda Brasil, articulada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), tem poucas medidas que podem ajudar a sair da crise e é, portanto, insuficiente. Por isso, a conclusão que se chega é que, independentemente do tamanho do mega evento cívico de domingo, a classe política continuará atuando em suas frentes. Primeiro, fazendo de tudo para manter seu status quo. Segundo, mantendo o desgoverno sob pressão, para extorquir o erário público, com mais e mais vantagens. 

Em síntese, a crise institucional tupiniquim, que projeta uma ruptura em futuro não muito distante, vai perdurar e tende a se agravar. Dilma, Lula e o PT já sinalizaram, claramente, que não vão largar o rico osso do poder, sem antes reagirem com sua máquina de "movimentos sociais" ou "exércitos do Stédile". A grande ameaça ao plano de Lula, Dilma & Cia é a crise econômica. Só este fenômeno, quando sai de controle, derruba presidentes incompetentes ou corruptos.

A positiva pressão da cidadania - uma novidade necessária - ainda é insuficiente para destronar o governo do crime institucionalizado. Os protestos crescentes ainda miram nas consequências - e não nas causas dos problemas históricos. Na hora em que começar, de fato, uma pressão focada em mudanças estruturais, bem definidas, o jogo começará a mudar. Estamos caminhando para esta fase. O problema é que os inimigos do Brasil continuam infestando a máquina pública - que tem alto poder de reação contra mudanças, radicais ou não.

Em síntese, domingo é fundamental sair à rua para exercer a cidadania. Só não dá para alimentar uma ilusão de que, a partir de segunda-feira, tudo vai mudar para melhor no Brasil, como um passe de mágica. Os ilusionistas continuam dando as cartas. A Elite Moral, com cara de povo de verdade, terá de tomar o baralho e redefinir a tal "regra do jogo". Essa novela está apenas começando... Babilônia está longe de terminar no imaginário, na cultura e nas práticas de poder de Bruzundanga...

Não são mega-eventos de rua, como o previsto para domingo, que mudarão, de fato, o Brasil. A mudança vai começar a partir de ações focadas, nos municípios, regiões, até atingir os governos estaduais. Movimentos virtuais têm grande visibilidade, mas as profundas transformações acontecem a partir de pequenas mudanças de atitude locais. Esta é a dinâmica da História. Por isso, a melhor receita para os brasileiros é multiplicar, por 5.700 vezes, o exemplo dos cidadãos de Jacarezinho, no Paraná. Eles foram no alvo!

Político só muda com pressão próxima, direta e focada em pontos específicos. O resto é evento, para diversão ou catarse de indivíduos que se reúnem em massa... Ou o povo exerce seu poder instituinte, que funda e reorganiza os Estados, ou nada de novo vai mudar de verdade no Brasil Capimunista.

200 juristas contra Dilma

O jurista e ex-ministro do STM (Supremo Tribunal Militar) Flavio Flores da Cunha Bierrenbach, é o porta-voz de um grupo de 200 juristas que resolveu pedir a renúncia da Presidenta Dilma Rousseff.

Bierrenbach prega que "o Brasil não pode ser hipotecado à corrupção":

"O povo brasileiro não suporta mais o estigma de legatário da herança maldita das felonias de seus governos. Governos cujo espólio inclui escândalos que se sucedem como pragas bíblicas, dentre os quais o desmanche da Petrobras é o mais revoltante".

Esperando quem?

Do Desembargador paulista Laercio Laurelli, em seu Facebook, uma perguntinha pertinente ao Procurador Geral da República, reconduzido ao cargo:

“Então Senhor Rodrigo Janot, está “Esperando Godot” para investigar o Lula e o governo Dilma???”

Caiado para os militares


Cadeia politizada


Recente sátira de nossa tragicômica realidade bruzundanguense, no programa "Zorra", da Rede Globo.
Para ver o vìdeo:  http://www.alertatotal.net/2015/08/dilma-avisa-que-nao-renuncia-e-parte.html
Falsa solução para crise cabeluda


Espumando


Nova pergunta do Papa a uma brasileira




Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 13 de Agosto de 2015.


Alienígenas da paz tentaram evitar que os EUA entrassem em guerra, alega astronauta

O sexto homem a caminhar na Lua fez uma alegação impressionante de que alienígenas vieram até a Terra para que não ocorresse uma guerra nuclear entre os Estados Unidos e a Rússia.
Edgar Mitchell, um veterano da missão Apolo 14 de 1971, disse que fontes militares de alta patente viram OVNIs durante testes de armamentos nucleares.  O astronauta tem sido muito aberto sobre sua crença em alienígenas desde que pousou na Lua, se tornando uma das figuras mais proeminentes na comunidade OVNI mundial.
Ele diz que militares com este conhecimento tinham visto estranhas naves voando por sobre bases de mísseis e sobre a famosa base White Sands, onde a primeira bomba nuclear foi detonada em 1945.
Mitchell cresceu no estado do Novo México, próximo das zonas de testes nucleares e de Roswell, onde se acredita que um dos mais famosos encontros com OVNIs ocorreu.
“Você não conhece a região como eu”, disse ele numa entrevista com o Mirror Online“White Sands foi uma área de testes para armamentos atômicos – e isso era o que interessava para os extraterrestres.  Eles queriam saber a respeito de nossas capacidades militares.  Minha própria experiência falando com as pessoas deixou claro que os ETs tinha tentado evitar que entrássemos em guerra e ajudaram a criar a paz na Terra.”
Mitchell também sugeriu ter escutado histórias similares de pessoas que operavam bases de mísseis durante o período mais tenso do século XX.
“Conversei com muitos oficiais da Força Aérea, os quais trabalharam nestes silos durante a Guerra Fria”, continuou ele. “Eles me disseram que os OVNIs eram frequentemente vistos e muitas vezes desativavam seus mísseis.  Outros oficiais de bases na costa do Pacífico me disseram que seus mísseis [de teste] eram frequentemente derrubados por naves alienígenas.  Havia muita atividade por aqueles dias.”
Perguntamos a Nick Pope, o ex pesquisador de OVNIs para o Ministério da Defesa do Reino Unido, se ele acreditava nas alegações de Mitchell.
“Edgar Mitchell é um homem honrado e verdadeiro, o qual tive o privilégio em conhecer”, disse ele. “Mas até agora, pelo que me consta, a maioria das suas informações sobre este assunto não vem de suas experiências próprias, mas de coisas contadas a ele por outros.  Claramente, devido ao fato dele ser quem ele é, ele teve acesso a equipes de altos níveis governamentais, militares e da comunidade de inteligência, mas porque – e é muito compreensível – ele não fornece os nomes de suas fontes, não podemos verificar se estas pessoas estavam sendo francas com ele, ou mesmo se tiveram acesso a quaisquer informações secretas sobre OVNIs.”
Pope disse que a “ideia de que extraterrestres amantes da paz estão aqui para alertar a humanidade sobre nosso comportamento destrutivo” é popular entre aqueles têm uma postura do tipo ‘Nova Era’ a respeito do fenômeno dos OVNIs.
“É um pensamento agradável, mas se estou sendo cético, eu apontaria que é quase exatamente como o roteiro de um filme clássico de ficção científica de 1951.  ‘O Dia em que a Terra Parou’”, disse ele.  “Tem havido alguns avistamentos intrigantes de OVNIs ao redor de instalações nucleares, e ao redor de bases militares de forma mais geral, mas uma explicação alternativa é a de que alguns dos avistamentos sejam atribuídos às atividades de espionagem, envolvendo aeronaves ou drones espiões.”
“Dado ao fato de que o Universo tem 14 bilhões de anos, se estamos sendo visitados, é improvável que estejamos lidando com uma civilização que esteja somente a algumas centenas de anos à frente de nós , assim as histórias de alienígenas tentando bloquear alguns de nossos armamentos é muito ilógica. As chances são de que estejam milhões de anos à nossa frente e poderiam fazer qualquer coisa que quisessem.”
Fonte: www.ovnihoje.com
Fonte original
www.mirror.co.uk+
Colaboração: M3NIS+
http://verdademundial.com.br/2015/08/alienigenas-da-paz-tentaram-evitar-que-os-eua-entrassem-em-guerra-alega-astronauta/
Measure
Measure

Piloto de Airbus 320 filma OVNI enorme na noite de 11 de Agosto de 2015

Publicado em 12 de ago de 2015
VÍDEO EXCLUSIVO - Piloto de Airbus 320 nos enviou esse vídeo feito por ele mesmo na noite de 11 de Agosto de 2015 as 20:00 PM na rota Brasilia / Campo Grande .Ele disse que estava a mais ou menos 36 mil pés , algo em torno de 10.000 metros de altura quando esse objeto apareceu na frente do Avião e ficou ali por alguns segundos e depois desapareceu em Alta velocidade . Ele disse que em 20 anos de profissão nunca tinha visto nada parecido . Video 100% verdadeiro . Obrigado mais uma vez ao piloto que nos mandou seu vídeo .
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO