NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO
Seja Bem Vindo

Siga este Blog

domingo, 2 de agosto de 2015

O que aconteceria se a Terra parasse de girar?

Dia e noite, inverno e verão. As diferenças entre as estações e períodos do dia são possíveis graças a dois movimentos dos quais ouvimos falar lá nos tempos de escola: rotação e translação. Você pode não se lembrar com muitos detalhes, mas eles são essenciais para que a vida na Terra seja garantida.
(Fonte da imagem: Reprodução/NASA)
Mas será que eles são tão importantes assim? O Tecmundo traz a resposta neste artigo, criado para mostrar tudo o que aconteceria com o planeta caso algum dia os movimentos fossem simplesmente interrompidos. Você está preparado para saber das catástrofes? Então pegue seus casacos, suas roupas de banho e seus capacetes. Não entendeu? Isso já vai mudar.
Desaceleração do planeta
Caso a Terra parasse de girar, provavelmente o processo seria realizado de maneira gradativa. Por essa razão, demoraria um pouco até que percebêssemos a desaceleração. Os primeiros sintomas a serem percebidos seriam os prolongamentos de dias e noites. De pouco em pouco, os períodos de luz e escuridão começariam a ser cada vez maiores, até que o planeta parasse totalmente.
Quando isso acontecesse, os dias e noites não seriam mais controlados pelo movimento de rotação da Terra (o que faz o planeta girar sobre seu próprio eixo), mas sim pelo da translação (movimentação orbital, em torno do Sol). Isso significaria que dias e noites teriam cerca de 6 meses cada, de forma parecida com o que atualmente ocorre nos polos.
Em caso de uma freada brusca
Havendo uma paralisação mais brusca, em que a Terra realmente parasse de uma hora para outra, os danos causados ao planeta não seriam apenas percebidos em longo prazo. Como a velocidade de rotação é de cerca de 900 km/h, uma “freada” faria com que o planeta inteiro fosse jogado para frente.
Imagine um carro percorrendo uma linha reta a 60 km/h e parando de repente. Os passageiros seriam jogados para frente, não é mesmo? O mesmo aconteceria com a Terra, mas em vez de apenas as pessoas serem lançadas, prédios e outras construções seriam derrubados, causando destruição por todos os lugares.
(Fonte da imagem: Reprodução/Gabriel - Flickr)
Da mesma maneira que acontece com os terremotos, a destruição gerada por esse tipo de desastre iria muito além dos desabamentos. Ondas gigantes, incêndios e seus respectivos efeitos colaterais poderiam ser vistos em escala global.
Dias e noites polares
Como já dissemos, os dias e noites seriam controlados pelas voltas da Terra em torno do Sol, fazendo com que só anoitecesse uma vez por ano. O mesmo aconteceria com as manhãs, que demorariam 12 meses para se repetirem. Com cada período durando seis meses, você já deve imaginar o que aconteceria com vegetações e animais.
Luz ou escuridão: escolha a sua morte
Os ecossistemas existentes nos continentes são muito diferentes dos presentes nos polos. Por essa razão, não seria possível garantir a sobrevivência das espécies que, hoje, habitam por aqui. Com seis meses de luz e seis meses de escuridão, o planeta Terra veria o fim de todas as espécies animais e vegetais (com raras exceções das fossas abissais), por excesso de calor ou de frio.
Você pode estar se perguntando: “Mas como existem animais nas regiões polares?”. A resposta é simples: angulação. Os raios solares incidem nos polos com muito menos potência do que os que atingem zonas tropicais, por exemplo. Imagine como seria passar 180 dias com o sol do meio-dia na cabeça. Muito pior do que o sol das seis da tarde, não?
(Fonte da imagem: Reprodução/Sibley Hunter - Flickr)
Queimadas constantes fariam com que as florestas fossem destruídas, assim como plantações e outros tipos de cultura vegetal. Com isso, a alimentação dos seres humanos e também a produção de rações seriam afetadas completamente. Nós não poderíamos comer vegetais (pela inexistência num primeiro momento) e nem animais (que também acabariam sucumbindo à fome).
Do outro lado do planeta, na escuridão, os problemas também seriam relacionados à alimentação. Sem luz, vegetais não poderiam se desenvolver e as consequências seriam as mesmas: animais desnutridos e humanos sem comida de nenhum tipo.
O fim da raça humana?
Alguém sobreviveria se a Terra parasse de girar? Segundo a NASA, as pessoas que vivem nos polos do planeta seriam “poupadas pelo apocalipse”, pois para elas os dias continuariam sendo iguais. Apenas seriam afetadas pela já explicada “freada brusca”, que poderia fazer com que as geleiras se desprendessem, por exemplo.
Para muitos, seria o Apocalipse. (O Apocalipse; Pintado por Matthias Gerung)
Com exceção das populações polares e seus respectivos animais, vegetais e algas, pouca vida sobraria no planeta. Aos poucos, a inanição seria responsável pelo aniquilamento da raça humana. E se muitas pessoas tentassem fugir para os polos, os ecossistemas seriam desequilibrados, o que causaria ainda mais problemas para o planeta.
Isso já está acontecendo
Há diversas teorias que apontam para a influência das marés na desaceleração da rotação da Terra. Segundo muitos físicos (como mostra o site do Instituto Newton de Ciências, dos EUA), a cada 100 anos a Terra perde velocidade suficiente para que os dias fiquem meio segundo mais longos.
Isso significa que, até os dias ficarem uma hora mais longos, será necessário que a Terra passe por mais 120 mil anos. Como você pode perceber, o processo está acontecendo de uma maneira muito lenta.
.....
Lembre-se: todas as informações mostradas neste texto são baseadas em artigos científicos. Mesmo sabendo de todas as possíveis consequências, pesquisadores especializados afirmam também que uma parada repentina do planeta é praticamente impossível. 
Mais um post by: UFOS ONLINE
http://ufosonline.blogspot.com.br/2015/08/o-que-aconteceria-se-terra-parasse-de.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+UfosOnline+(Ufos+online)
                                                Veja o Vídeo Abaixo:

                                              

O EXÉRCITO CHINÊS TEM UMA NOVA ARMA SECRETA: TRENS ULTRA-VELOZES

Geralmente, a rede ferroviária de alta velocidade da China é para transportar milhões – sim, milhões – de passageiros, veranistas e turistas de todo o país.
Mas em 14 de maio, uma seção da rede em expansão serviu a um propósito muito diferente. Uma brigada da região militar do Lanzhou do Exército de Libertação Popular da China (ELP), embarcou em um trem de alta velocidade e partiu para Xinjiang – 300 milhas a oeste.

O exercício descobriu uma maneira rápida e inteligente de mover as tropas através do enorme país, algo com o qual Pequim vem lutando para lidar. A China tem o maior exército terrestre e a segunda fronteira terrestre mais longa do mundo, que compartilha com 14 nações… mais do que qualquer outro país, exceto a Rússia.

Um desses países – Índia – é um dos rivais de Pequim e os dois países têm duas disputas de fronteira em curso. Outras disputas, com Myanmar ao sul – e ao oeste com Tajiquistão e Quirguistão – são potencialmente instáveis. Depois, há a fronteira com a Coréia do Norte.
Tudo isso acrescenta muitas potenciais crises ao longo da fronteira. O resultado é que Pequim quer que seu exército tenha a capacidade de responder a muitas crises variadas e potenciais. Daí trens de alta velocidade.

O exército da China está começando a se mover rápido.

A viagem da brigada Lanzhou – que incluiu seus equipamentos – foi a primeira que uma unidade militar, que nunca tinha viajado ao longo da linha ferroviária de alta velocidade, fez para Xinjiang. A província ocidental é o lar de uma insurgência travada entre o estado e os militantes étnicos muçulmanos uigur.

O jornal militar estatal chinês Jiefangjun Bao anestésicamente descreveu o exercício como parte da “projeção de poder e força de prontidão de combate a partir do movimento dos militares sobre o ‘trem contemporâneo” de integração civil-militar.”

Esta é uma referência oblíqua à China utilizando infra-estruturas civis para fins militares. A China tem a maior rede ferroviária de alta velocidade do mundo – definida por linhas férreas com trens que viajam acima de 120 milhas por hora.
Rede ferroviária de alta velocidade da China em 2013 | (Wikimedia Commons, Cortesia War is Boring)

A China tem seis linhas de alta velocidade – e essa de Xianjiang é a mais nova, tendo sido inaugurada em 2014. Mas Pequim vai mais que dobrar suas linhas de alta velocidade na década de 2020.

A tendência para o aumento da utilização dupla pelos militares também está em ascensão.
“A divisão levemente equipada pode ser movida na linha Wuhan-a-Guangzhou – cerca de 600 milhas – em cinco horas, uma muito rápida mobilização em termos militares”, a estatal China Youth Daily noticiou em 2014.

Pesquisadores do exército dos EUA já demonstram um interesse nisto. “No início, as tropas viajavam em rodovias durante treinos de manobra”, como observou em junho,OE Watch, The army’s boletim informativo de Estudos Militares do Ministério das Relações Exteriores do Exército. “Este novo modo de transporte é uma melhoria. Com as tropas agora com capacidade de sair de seus quartéis utilizando o comboio de alta velocidade, o movimento de tropas será significativamente mais rápido.”

Uma das razões da China querer suas forças armadas movendo-se rapidamente pelos trilhos é porque as guerras irrompem muito mais rápido hoje. Durante 1991, na Guerra do Golfo Pérsico, os Estados Unidos rapidamente transportou mais de 500.000 tropas para a Arábia Saudita em apenas alguns meses.

O resultado da guerra – uma vitória desequilibrada para os EUA e seus aliados no terreno – teve um efeito profundo sobre o pensamento militar chinês e sua doutrina.

Desde então, as maiores mudanças para os militares chineses têm sido no ar e no mar. “O PLA começou a enfatizar o poder aéreo mais do que o poder terrestre, e, em particular, investigou o potencial do ataque de precisão de longo alcance“, Robert Farley da Escola Patterson observou no National Interest.

O Segundo Corpo de Artilharia da China – responsável pela manutenção e instalação das armas nucleares – também recebeu atenção considerável. A Segunda Artilharia passaria a adotar novas armas de ataque de precisão para ataques além das fronteiras da China.

No caso de uma crise se deteriorar rapidamente, a Segunda Artilharia teria de acelerar em direção ao problema. Este é o lugar onde ferroviária de alta velocidade entra.

De acordo com o relatório de China Youth Daily, o Corpo poderia apressar seus mísseis de cruzeiro ao longo das linhas ferroviárias de alta velocidade em direção à costa, no caso de um conflito com o Japão ou Taiwan. Agora sabemos que a China provavelmente enviaria milhares de tropas terrestres adicionais também.
A partir de drones para AKs, alta tecnologia para as políticas baixas, War is Boring explora como e porque nós lutamos acima, sobre e abaixo de um mundo com raiva.

Autor: Robert Beckhusen
Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com
Fonte: The Week
http://noticia-final.blogspot.com.br/2015/08/o-exercito-chines-tem-uma-nova-arma.html

NO IRÃ, CALOR DE 72ºC

O Oriente Médio é conhecido por seus desertos tórridos, mas uma onda de calor neste verão está elevando a temperatura a limites extremos. De acordo com o Weather Channel, medições no aeroporto da cidade iraniana Bandar-e Mahshahr registraram sensação térmica de incríveis 72,7 graus Celsius na tarde desta sexta-feira.

“Esta foi uma das mais incríveis temperaturas que eu já vi, e uma das leituras mais extremas já registradas no mundo”, afirmou o meteorologista Anthony Sagliani da AccuWeather, em comunicado.

Por volta das 14h30, pelo horário local, a temperatura do ar alcançou 46 graus Celsius, com ponto de orvalho em 32 graus, o que resultou na sensação térmica sobre-humana.

O calor é tanto que o governo do vizinho Iraque declarou feriado de quatro dias, que começou na quinta-feira. A recomendação é que as pessoas fiquem na sombra e ingiram bastante água.

Contudo, os 3 milhões de iraquianos desabrigados por causa das guerras na região pouco podem fazer para suportar o calor. Problemas na infraestrutura de rede elétrica também afetam a população que busca meios para se refrescar. Diferente da maioria dos países vizinhos, o Iraque não tem praias e as restrições para viagens tornam mais difícil a fuga para regiões mais amenas.

“Uma forte área de alta pressão tem persistido sobre o Oriente Médio durante quase todo o mês de julho, resultando em onda de calor extremo na região que muitos consideram uma das mais quentes do mundo”, disse Sagliani.

Em outros países da região, a situação não é diferente. Em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, um imigrante filipino sofreu um ataque cardíaco dentro do consulado do seu país e morreu, aparentemente por causa do calor, que tem alcançado máximas de 45 graus Celsius. Desde o dia 24 de julho a temperatura não fica abaixo dos 32 graus, nem mesmo à noite.

Na caapital do Kuwait, a temperatura máxima do ar chegou a 49,6 graus na quarta-feira, subindo para 52,8 graus no dia seguinte. De acordo com o climatologista local Maximiliano Herrera, o recorde nacional de temperatura é de 53,6 graus, registrado em 2012.

Via: oglobo.com


Via: http://www.libertar.in/2015/08/no-ira-calor-de-72c.html

National Security Threat: Planos caros do DEPARTAMENTO DE DEFESA DOS EUA, para as Alterações Climáticas e a AMEAÇA a partir de nações instáveis

O Departamento de Defesa (DoD) apresentou um relatório de 14 páginas ao Comitê de Apropriações do Senado (SAC) sobre as alterações climáticas e ele ameaça à segurança nacional que representa para os EUA a partir de nações instáveis.

Porque a mudança climática ameaça a segurança dos países vizinhos, através da pobreza, a degradação ambiental, a tensão social, liderança ineficaz e enfraquecendo as instituições políticas, o DoD está olhando para os riscos de curto prazo; bem como as de longo prazo.

O relatório afirma: "Já estamos observando os impactos das mudanças climáticas em choques e estressores às nações e comunidades vulneráveis, incluindo nos Estados Unidos, e no Ártico, Oriente Médio, África, Ásia e América do Sul."

Como parte de uma oferta para obter mais dinheiro, o DoD tem sido solicitado a fornecer documentação para satisfazer a Lei de Defesa Dotações para o Ano Fiscal de 2015 (DAA), a fim de calibrar a probabilidade ea gravidade dos problemas de segurança relacionados com o clima, incluindo:

• geográfica comando combatente 
• Mitigação de riscos por meio de processos de planejamento

Indo todo o caminho de volta para 2012, a Agência Internacional de Energia das Nações Unidas (AIE) publicou um relatório intitulado "World Energy Outlook" afirma que os combustíveis fósseis, que são apoiados por subsídios do governo para a melodia de $ 523.000.000.000. A maior parte desse dinheiro é desviada através do Tesouro dos Estados Unidos junto à Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP).

Em um comunicado à Conferência sobre Mudança Climática da ONU, a OPEP assegurou à comunidade internacional que "fazer grandes esforços para proteger o meio ambiente, tais como a queima de gás através de redução, o fornecimento de produtos petrolíferos mais limpas, investindo em captura e armazenamento de carbono, desenvolvendo solar híbrido natural centrais eléctricas a gás e unidades de dessalinização solares. Eles também investir em pesquisa e desenvolvimento de energia limpa ".

A AIE vê a dependência do petróleo como excedendo reservas. Isso resultaria em uma crise energética global, enquanto os preços continuaram a subir para compensar as reservas decrescentes.

Em conjunto, o Conselho Nacional de Pesquisa (NRC) queria provar que as alterações climáticas provocarão condições climáticas mais extremas, secas, inundações e da ruptura social e política que ameaçam a segurança nacional.

Eles realizaram um estudo que irá analisar e avaliar "avaliar as evidências sobre possíveis ligações entre alterações climáticas e dos EUA preocupações de segurança nacional e para identificar formas de aumentar a capacidade da comunidade de inteligência para levar a mudança climática em conta na avaliação tensões políticas e sociais com implicações para a segurança nacional. "

O NRC, iniciado pela Agência Central de Inteligência (CIA) divulgou um relatório intitulado "Clima e estresse social: Implicações para a análise de segurança", explica que é esperado frequência clima extremo a aumentar e que essa mudança ambiental é visto como uma interrupção para ser planejado para .

O somatório é que o conhecimento da mudança climática e seus possíveis extremos poderiam ajudar a comunidade de inteligência na mitigação de danos para missões operacionais. E já que é o consenso de eco-fascistas que o homem é a causa da mudança climática, a questão é mais bem resolvido se houvesse instruções educativas relativas à segurança nacional em relação ao aquecimento global.

De acordo com o relatório: "As tempestades tropicais eo aumento tempestades que resultam da subida do nível do mar e, em alguns casos, aluimento de terras pode interromper a produção, refino e transporte de petróleo. Além disso, como plataformas de petróleo e gás geralmente não são projetados para acomodar um aumento permanente no nível médio do mar, relacionada com o clima do nível do mar ascensão iria interromper a produção. "

A totalidade de análise para a segurança nacional abrange a ciência do clima, as questões políticas e ciência social que é visto como "uma necessidade importante é integrar as ciências sociais dos desastres naturais e resposta a desastres com outras formas de análise. Este corpo de conhecimento é particularmente importante para avaliar as consequências das alterações climáticas para a segurança porque os acontecimentos climáticos disruptivas normalmente será percebido e respondeu a desastres como naturais. "

Em melhores nações securitizadoras, bem como as cadeias de fornecimento, o rompimento de uma mudança climática incitou evento climático poderia ser imprevisível e corromper uma missão ou causar uma missão para ser abortada.

O relatório explica: "A comunidade de inteligência presumivelmente já utiliza um processo análogo ao considerar a capacidade dos governos e sociedades estrangeiras para suportar vários tipos de tensões sociais e políticas", diz o relatório. "Os resultados dos testes de estresse iria informar os tomadores de decisão de segurança nacional sobre os locais que estão em risco de se tornar preocupações de segurança, como resultado de eventos climáticos e poderiam ser usados ​​pelas agências do governo dos EUA ou de ajuda internacional para atingir locais de alto risco para os esforços para reduzir susceptibilidades ou para melhorar enfrentamento, capacidades de resposta e recuperação. "

Para referência, em maio de 2014, o Centro de Análises Navais Military Advisory Board (CNA-MAB) divulgou um relatório co-autoria de vários generais reformados em matéria de mudança climática ameaça a "segurança nacional" é o meio ambiente.

Os autores do estudo afirmam "a maior mudança nos sete anos entre os dois estudos foi o aumento da certeza científica sobre o aquecimento global, e da ligação entre o aquecimento global e as interrupções de segurança."

As alterações climáticas, de acordo com este documento, torna-se um "multiplicador de ameaças" que poderia "melhorar ou contribuir para causas de perturbação global já existente."

O relatório afirma: "A mudança climática pode atuar como um multiplicador de ameaças de instabilidade em algumas das regiões mais voláteis do mundo, e apresenta desafios significativos para os Estados Unidos de segurança nacional. [Problemas serão sentidos] mesmo em regiões estáveis ​​".

Os autores do relatório alegação de que os militares dos EUA "deve planejar para ajudar a gerir catástrofes e conflitos tanto nacional como internacionalmente, levantando preocupações sobre uma onda de refugiados que fogem a subida do nível do mar. Estes efeitos são multiplicadores de ameaças que irá agravar estressores no exterior, como a pobreza, a degradação ambiental, a instabilidade política e as tensões sociais -. Condições que podem permitir a atividade terrorista e outras formas de violência "

De acordo com este documento, a mudança climática tem e continuará a causar seca no Oriente Médio e na África ", levando a conflitos sobre a comida e água e escalada das tensões regionais e étnicas de longa data em confrontos violentos."

Outra preocupação dos autores é o "aumento do nível do mar [que] são" colocar as pessoas e suprimentos de comida em regiões costeiras vulneráveis, como leste da Índia, Bangladesh e do Delta do Mekong, no Vietnã em risco e poderia levar a uma nova onda de refugiados. "

Também em 2014, John Kerry, secretário de Estado, colocar para fora uma chamada para todas as nações a rampa até seus esforços contra a mudança climática.

Como Kerry vê-lo, a mudança climática é "a maior arma do mundo de destruição em massa.

O secretário de Estado falou para uma multidão no Centro Cultural dos EUA em Jacarta, explicando sobre esta "arma perigosa" que o aquecimento global é porque ameaça os países com muito mais severidade do que o terrorismo ou a proliferação nuclear.

Porque esse problema é global, Kerry lamentou que todos os chefes de governo se reúnem suas multi-stakeholders e corporações para criar abrangendo políticas energéticas.

Kerry disse: "Todos nós temos de abordar este desafio juntos", ele insistiu, acrescentando que "no sentido de uma mudança climática já pode ser considerado uma outra arma de destruição em massa, talvez até mesmo arma mais temível do mundo. Mas enquanto os países industrializados tinha uma imensa responsabilidade, isso não significava que outras nações obter um passe livre. "

Na conversa, Kerry assinalou que a Indonésia está sob ameaça imediata como "aquecimento da temperatura do mar poderia desferir um duro golpe para a indústria de pesca da Indonésia, enquanto poderosas tempestades poderia esbofetear o país e elevação dos mares colocar muito de Jacarta, a capital, sob a água."

Para mostrar seu compromisso, Kerry está buscando uma posição como corretor de chumbo de um tratado da ONU sobre as economias do mundo 2015 no que respeita à redução das emissões de gases de efeito estufa e estabelecer uma economia de energia global.

FONTE:

Via: http://illuminatielitemaldita.blogspot.com.br/2015/08/national-security-threat-planos-caros.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+IlluminatiAEliteMaldita+(ILLUMINATI:+A+ELITE+MALDITA)

A Crise Financeira Sul-Americana de 2015

A maioria das nações da América do Sul são ou já experimentando uma recessão econômica ou à direita na beira de um. Em geral, as economias da América do Sul são muito fortemente dependente das exportações, e agora eles estão sendo absolutamente desfiado pelas lâminas gêmeas deum colapso dos preços das commodities e um dólar americano subindo rapidamente. Durante os tempos do crescimento na América do Sul, os governos e as empresas lotados, enormes quantidades de dívida.Uma vez que grande parte dessa dívida estava denominada em dólares norte-americanos, os mutuários da América do Sul estão agora descobrindo que é preciso muito mais de suas próprias moedas locais ao serviço e pagar essas dívidas. Ao mesmo tempo, há muito menos demanda por commodities sendo produzido por nações sul-americanas no mercado internacional. Como resultado, a América do Sul está caminhando para uma crise financeira full-blown que fará com que anos de dor para todo o continente. Se você sabe sua história financeira, então você sabe que vimos este mesmo cenário exato jogar fora antes em várias partes do mundo.

A seguir vem de um recente artigo da CNN ...

Os ganhos do dólar deve fazer nerds história agitar em suas botas. Sua rali no início de 1980 ajudou a desencadear a crise da dívida da América Latina . Quinze anos mais tarde, o dólar subiu rapidamente de novo, fazendo com que as economias do Sudeste Asiático, como a Tailândia, a entrar em colapso após uma corrida aos bancos se seguiu.

Em particular, o que está acontecendo agora é tão semelhante ao que teve lugar de volta no início de 1980. Naquela época, os governos latino-americanos estavam nadando em dívidas, o dólar foi surgindo e os preços das commodities estavam caindo. As condições eram perfeitas para a crise da dívida na América Latina, e que é precisamente o que aconteceu ...

Quando a economia mundial entrou em recessão em 1970 e 80, e os preços do petróleo dispararam, ele criou um ponto de ruptura para a maioria dos países da região. Os países em desenvolvimento também encontraram-se em uma crise de liquidez desesperada. Países Exportadores de Petróleo - com muito dinheiro após os aumentos do preço do petróleo de 1973-1974 - investiram seu dinheiro em bancos internacionais, que 'reciclados' uma grande parte do capital como empréstimos a governos latino-americanos . O forte aumento dos preços do petróleo fez com que muitos países para buscar mais empréstimos para cobrir os altos preços, e até mesmo países produtores de petróleo queria aproveitar a oportunidade para desenvolver ainda mais. Estes produtores de petróleo acredita que os altos preços permaneceriam e lhes permitiria pagar a sua dívida adicional.
Como as taxas de juros aumentaram nos Estados Unidos da América e na Europa em 1979, os pagamentos da dívida também aumentou, tornando mais difícil para os países mutuários a pagar suas dívidas. A deterioração da taxa de câmbio com o dólar norte-americano fez com que os governos latino-americanos acabaram devido quantidades enormes de suas moedas nacionais, bem como a perda de poder de compra . A contração do comércio mundial em 1981 fez com que os preços dos recursos primários (maior exportação da América Latina) a cair .Infelizmente, os mesmos erros foram repetidos mais uma vez. Nos últimos anos, as nações da América do Sul têm carregado em vastas quantidades de dívida, e agora que os preços das commodities estão em queda eo dólar dos EUA está crescendo, todos que a dívida está criando dores de cabeça enorme. Por exemplo, basta considerar o que está acontecendo no Brasil ...

Reais do Brasil caiu para uma baixa de 12 anos de 3,34 para o dólar, refletindo o país forte dependência das exportações de minério de ferro e outras matérias-primas para a China.
A desvalorização aperta o cerco sobre empresas brasileiras selados com US $ 188bn em dívida em dólares retirados durante os dias de glória do boom das commodities . O grupo petrolífero Petrobras levantou US $ 52 bilhões só nos mercados de títulos dos EUA.Hoje, o Brasil tem a sétima maior economia em todo o planeta. Por isso uma grande crise financeira no Brasil seria extremamente significativo. E isso é precisamente o que está começando a acontecer. Ele está sendo projetado que a dívida do governo brasileiro em breve será reduzida ao status de lixo, as ações brasileiras já entraram " território de correção ", e analistas econômicos dizem que a economia brasileira está entrando em sua pior recessão em pelo menos 25 anos ...

O Brasil precisa preparar-se para alguns momentos muito difíceis. Os bancos brasileiros estão prevendo atualmente outra contração econômica para o país sul-americano em 2016, marcando a primeira vez que a economia do Brasil diminuiu em dois anos consecutivos desde a Grande Depressão .
Sexta-feira passada, empresa de serviços financeiros com sede na Suíça economista Nelson Teixeira de manter Credit Suisse divulgou uma revisão da sua previsão já sisudo para o PIB brasileiro, movendo os números deste ano de -1,8 por cento para -2,4 por cento.O FMI também está projetando que 2015 será um ano de recessão para a segunda maior economia da América do Sul (Argentina) ea terceira maior economia da América do Sul (Venezuela). E, na verdade, a Venezuela está em apuros mais profunda de todas. De acordo com um recente artigo Bloomberg , que parece ser inevitável que haverá um default da dívida pelo governo venezuelano em um futuro muito próximo ...

Harvard University Professor Ricardo Hausmann ano passado questionaram a decisão da Venezuela de continuar a pagar os detentores de bônus como o país se afundou mais na crise e sugeriu que parar de honrar a dívida.
Agora, ele está dizendo Venezuela não terá escolha a não ser o padrão no próximo ano .
Os comentários de Hausmann vêm como um colapso aprofundamento dos preços do petróleo e uma escassez de dólares atiçar preocupação Venezuela está rapidamente ficando sem dinheiro para se manter atualizado sobre a dívida. Obrigações do país despencou no ano passado depois Hausmann, que serviu como ministro do Planejamento da Venezuela após falha 1992 golpe de Hugo Chávez, levantou o espectro de padrão, dizendo que ele encontrou "não há razões morais" para o governo para pagar a dívida numa altura em que os venezuelanos estavamenfrentando escassez de tudo, de medicina de base para papel higiênico .A taxa de inflação na Venezuela hoje é uma espantosa 68,5 por cento, eo país está mergulhando em colapso econômico completo. A seguir vem de Zero Hedge ...

À medida que alertou recentemente, o colapso hiperinflacionário na Venezuela está atingindo sua fase terminal . Com a inflação subindo pelo menos 65%, assassinato classifica a segunda mais alta do mundo, e crônica de alimentos (e escassez de papel higiênico), o clipe seguinte perturbadora mostra o que está rapidamente se tornando grande agitação social no paraíso socialista do Maduro ... e talvez mais importante, Venezuela mostra-nos que o fim do jogo para cada sistema de moeda fiduciária parece (e talvez Janet e seus colegas devem se lembrar que).Aqui está o vídeo que foi mencionado no trecho acima. Como você vê isso, por favor, mantenha em mente que os Estados Unidos está no mesmo caminho exato que a Venezuela tem ido para baixo ...

Caos econômico está começando a entrar em erupção em todo o planeta , ea depressão que estamos entrando será verdadeiramente global em escopo. Para o momento, muitos nos Estados Unidos ainda acreditam que o que está acontecendo no resto do mundo não nos afetar. Mas a verdade é que também estamos à direita na beira de uma grande crise financeira , e isso vai ser ainda pior do que o que ocorreu em 2008. Então, o que você acha sobre o que está acontecendo na América do Sul? Por favor, sinta-se livre para adicionar à discussão por postar um comentário abaixo ... Michael Snyder é um escritor, palestrante e ativista que escreve e edita seus próprios blogs do sonho americano eFechar blog Económica . Segui-lo no Twitter aqui . Este artigo pode ser re-publicado na íntegra com a atribuição.

FONTE:

Via:  http://illuminatielitemaldita.blogspot.com.br/2015/08/a-crise-financeira-sul-americana-de-2015.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+IlluminatiAEliteMaldita+(ILLUMINATI:+A+ELITE+MALDITA)

As 10 principais bases militares secretas que o governo dos EUA não quer que você conheça e nem saiba algo sobre elas




NONIQ / FLICKR


( ANTIMEDIA ) Escondido, CA - Ela deveria vir como nenhuma surpresa que, com um orçamento militar anual de mais de $ 610.000.000.000 , os Estados Unidos investe em alguns black ops gigantescos e melhores instalações secretas. Estes incluem testes de guerra, bunkers nucleares, a experimentação química, Continuidade de Governo (COG) centros de comando, e uma grande variedade de conhecidos e desconhecidos preparação de contingência.


Algumas das instalações, como a infame Área 51, são bem-marcado em nosso imaginário colectivo; outros são menos conhecidos e consideravelmente mais vexatório. Ele se mexe e assusta a mente para pensar sobre toda uma rede subterrânea de túneis que ligam instalações governamentais gigantes. No entanto, eles estão lá fora, lá em baixo, controlando respostas militares futuras desta nação e se engajar em testes tecnológico e armas que a maioria de nós não pode sequer começar a entender.


1. A CHEYENNE MOUNTAIN COMPLEX, CASA DO NORAD

ACIMA: CONSTRUÇÃO ADIANTADA DENTRO DA MONTANHA


O complexo Cheyenne Mountain é uma montanha escavado em Colorado Springs que mantém o controle de tudo no espaço exterior e todos os aviões no espaço aéreo norte-americano. Sim, esta é a casa do NORAD. Telas backlit monolíticos fornecer um fluxo constante de informações, incluindo os 24/7 paradeiro do Presidente e Vice-Presidente.


Em caso de uma guerra nuclear, a 800 pessoal poderia sobreviver no Complexo Cheyenne Mountain por 30 dias, completamente cortada do resto do mundo. Vinte e cinco portas tonelada de explosão e mais de 1.319 mil molas libra permanecem ancoradas dentro de 1.700 pés de granito.
2. CHEMICAL WARFARE TESTES NO GROUNDS DUGWAY PROVING


Os Dugway Proving Grounds em Tooele, Utah é uma instalação de testes para equipamentos militares. É do tamanho de Rhode Island e não há qualquer indicação de que qualquer coisa que você pode imaginar acontecendo na área 51 não ir em frente.


Iniciada no prazo de dois meses de Pearl Harbor, há 60 anos no valor de relatórios sugerindo esta é a casa de sistemas de próxima geração armas, aviões secretos, feixes de partículas, armas químicas e biológicas, e muito mais.





Talvez a característica mais saliente deste site é o de 48.000 pés quadrados facilidade Reginald Kendall Combinada Química Teste, onde os dispositivos de detecção de guerra química e vestuário de protecção são testados - sobre o que ou quem, nós não sabemos.
3. RAVEN ROCK, SÍTIO R - GUERRA MUNDIAL III HIDEAWAY





The Rock Alternativo Centro de Comando do corvo, ou "Site R", é o local a partir do qual as forças dos EUA seriam comandadas em caso de III Guerra Mundial ou uma guerra nuclear. Como Cheyenne, ele é projetado para ser auto-suficiente durante 30 dias, depois de um ataque nuclear.


Existem alguns relatos de que um túnel de seis milhas conecta a Camp David.Em seu livro Top Secret Turismo , autor Harry Helms observa que telefones celulares e aparelhos de GPS não funcionam perto do local R, o que sugere que há um mecanismo de bloqueio em uso para impedir as pessoas de coordenação ou de comunicação nas imediações.
4. FORT DETRICK E GUERRA BIOLÓGICA TESTES EM SAN FRANCISCO

TESTE BIOLÓGICO PRECOCE EM FORT DETRICK


Fredrick, Maryland era a casa selecionada para o primeiro programa de armas biológicas da América, assinado em existência pelo Presidente Roosevelt em 1942 , logo depois de Pearl Harbor. Fort Detrick tornou-se o lar de testes envolvendo toxinas biológicas ou agentes infecciosos.


Nos anos 1950 e 60, os cientistas de Fort Detrick, juntamente com a Marinha dos Estados Unidos, realizou seis ataques de guerra experimentais em San Francisco para testar a vulnerabilidade da população em geral para os agentes germinativas. Mais de oito dias, um navio em movimento ao lado da linha de costa da baía lançado nuvens maciças de dois germes supostamente não-patogênicos diferentes considerada " simuladores realistas que possam ser utilizadas em um ataque. "Dos seis testes realizados, quatro continham Bacillus globigii e dois Serratia marcescens contidas .
5. MONTE WEATHER UNDERGROUND & CONTINUIDADE DE GOVERNO (COG)





Mount Tempo é outra " acima top secret "base militar encapsulada dentro de uma montanha escavado, desta vez em Berryville, Virginia. Houve um tempo em que esta instalação foi o maior segredo desde o Projeto Manhattan. Como muitas outras bases militares secretos, o Monte Tempo está encarregado de proteger a elite militar em caso de um grande desastre. Este é talvez o abrigo antibombas final. Durante os ataques de 11 de setembro de 2001, muitos funcionários de alto nível, incluindo o vice-presidente Cheney, refugiou-se aqui.


Além de seus inúmeros alojamentos e instalações de lazer, o Monte do tempo também tem um crematório e uma estação de rádio e televisão.


Há muito que se rumores de que esta funcionários militares anfitriões base e comandantes de uma cadeia alternativa de comando -a governo paralelo por assim dizer, que assumiria no caso improvável de que toda a linha de comando presidencial é morto ou transformados em zumbis.
6. BASE DA FORÇA AÉREA WRIGHT PATTERSON - O QUE HÁ DENTRO HANGAR 18?





Início de Projeto Livro Azul eo infame Hangar 18 , o Wright Patterson Airforce Base em Dayton, Ohio é mais um hub para as teorias da conspiração. O que sabemos com certeza se passa lá é a pesquisa de tecnologia de aviação, e com 22.000 pessoas empregadas e 6.000 funcionários e suas famílias que vivem on-base, parece que seria difícil para discos voadores para serem transportados dentro e fora sem aviso prévio.


No entanto, há uma grande contingência que acredita que após o acidente de Roswell, grande parte dos destroços dos UFOs e os corpos de alienígenas foram levados para WPAFB e armazenados em uma instalação que veio a ser conhecido como Hangar 18. Os corpos dos aliens são disse a ser preservada no "Blue Room".


Uma explicação mais realista é que a Força Aérea e CIA usou o fenômeno dos discos voadores e Projeto Livro Azul como uma campanha de desinformação para encobrir avistamentos do U2 e-SR 71 aviões de espionagem (e possivelmente ofício discrição) que estavam sendo desenvolvidas pelo governo em segredo.
7. ÁREA 51, TAMBÉM CONHECIDO COMO "LAGO DO NOIVO"





A menos que você estiver vivendo em uma caverna sem wi-fi para o último meio século, você já ouviu falar da Área 51. Área 51 é, simultaneamente, um dos temas mais clichês e mais enigmáticas em American populares cultura e tem sido desde o incidentes de Roswell no final dos anos quarenta.


Ele implora a pergunta : Como poderia tão pouco ser conhecido sobre algo que é falado tanto? E a questão ainda mais assombrosa: Se o nosso governo foi secretamente criar uma bomba atômica em uma cidade subterrânea (o Projeto Manhattan) com mais de 50 anos atrás, o que deviousness épico que poderia ser até hoje?


Se é em si Área 51 ou uma instalação militar diferente, tal como a base Dulce nebuloso, é quase uma certeza de que o governo dos EUA está envolvida em alguns de alto nível secretas experimentos tecnológicos. Portanto, quando digo Area 51, eu quero dizer onde quer que diabos eles estão fazendo o que diabos eles estão fazendo.


Aparentemente, isso inclui qualquer um dos seguintes: a experimentação alienígena, engenharia de naves alienígenas recuperados a partir de Roswell, cruzamentos estrangeiro, teletransporte quântico, inteligência artificial avançada, sistemas de propulsão de alta tecnologia, e tempo de viagem inversa. A teoria mais recente supõe que tudo o que foi levado para a Área 51 de Roswell realmente causa um experimento soviético falhou .
8. PLANTA 42 - AIRCRAFT FORNECEDOR DE AREA 51





No Top Secret Turismo , Harry Helms afirma que há uma boa chance de que todos os aviões norte-americanos segredo topo das últimas quatro décadas foi construído 60 milhas do centro de Los Angeles, para a mãe de todas as bases militares aeronaves secretas: Planta 42 em Palmdale.


Espalhados por 5.800 acres, Planta 42 é altamente seguro, ou seja, civis curiosos com câmeras têm absolutamente nenhuma chance de sequer chegar perto para o que se passa no interior. Na verdade, se você ainda estacionar em uma rua adjacente à aresta exterior que são susceptíveis de ser assediado pela aplicação da lei. Tem sido dito que qualquer coisa que é hasteada na Área 51 é construído na fábrica 42.
9. HAARP - BRINCANDO DE DEUS COM O IONSPHERE





Um remanescente sobrevivente da iniciativa "Guerra nas Estrelas" de Reagan, o High Frequency Active Auroral Research Program (HAARP) em Gakona, Alaska é um dos projetos mais controversos militares e misteriosos na história recente. Os objectivos oficiais desta lovechild Força Aérea / Marinho é disparar feixes de alta frequência através da ionosfera para fins de investigação científica (o que significa que não há militares aplicações ).


No entanto, um rosário de teorias da conspiração, bem como alguma evidência sólida real, sugerir mais está acontecendo lá do que meras ciência adulto projetos de feiras. Franja teorias vão desde a instalação que está sendo usado para testar os sinais eletromagnéticos "controle da mente" para que seja a base de geoengenharia e tempo de modificação tecnologia . Outros afirmam que estão trabalhando na tecnologia holográfica que pode ser usado para imagens de vara para o céu. A erupção de misterioso zumbido e sons em expansão na região também têm sido atribuídas a atividade HAARP.


Tudo o que pode ser dito com certeza sobre HAARP é que existe alguma "investigação" muito estranha acontecendo lá que é directamente aplicável aos sistemas de defesa, que se enquadra na categoria de "militar" -que nega HAARP é uma parte. No ano passado, os relatórios começaram a vir à tona que HAARP estava sendo desligado . Outros alegavam HAARP como sabemos que sempre foi uma fachada para a instalação de reais, que está localizado em póquer Flats , no norte de Fairbanks, Alaska.
10. A BASE DULCE - A ÁREA 51 REAIS?





Esta é a única base listada aqui que pode não existir. Eu estou desistindo de meu lado conspiração e incluindo um dos refúgios mais controversas do governo entre franja círculos. De acordo com esses conspiradores, Área 51 é apenas uma cortina de fumaça para onde o real acima principais experimentos secretos vêm ocorrendo: Dulce. A base é supostamente uma instalação subterrânea secreta alienígena sob Archuleta Mesa na fronteira Colorado-Novo México.


No entanto, o governo não reconhece formalmente a existência da base e ninguém foi capaz de produzir prova substancial dos estrangeiros que lá existem, embora alguns tenham tentado .


Excluída, mas na lista restrita:


China Lake
Edwards Base de
Lawrence Livermore
Base de Onizuka Força Aérea
Força Aérea Buckley Base de
força Peterson Air, CO
Fort Gordon


Este artigo foi publicado originalmente no theAntiMedia.org. Todos fotos cortesia de Anti-Media.




FONTE:
https://www.intellihub.com/10-top-secret-military-bases-that-the-government-doesnt-want-you-to-know-about/


Via: http://illuminatielitemaldita.blogspot.com.br/2015/08/atencao-as-10-principais-bases.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+IlluminatiAEliteMaldita+(ILLUMINATI:+A+ELITE+MALDITA)&utm_content=Netvibes

CORÉIA DO NORTE ANUNCIA QUE AS RELAÇÕES COM O SUL ENTRARAM NUMA FASE DE GUERRA!

A Coreia do Norte anunciou no sábado que as relações na península coreana entraram num estado de guerra e resolverão os problemas com o Sul sob as regras da guerra, a agência de notícias Yonhap citou uma nota oficial de Pyongyang
Em caso de qualquer provocação do Sul ou dos EUA haverá "uma guerra local, mas uma guerra mundial, uma guerra nuclear", disse o comunicado oficial. 
"A situação na península coreana, que não são nem de guerra nem de paz tenham chegado ao fim", diz o comunicado.    
"Todas as ações do Governo, partidos e organizações políticas irão agora ser tomadas a partir do fato de que o nosso país está em um estado de guerra com a Coreia do Sul", disse o comunicado sublinhando que esta "decisão importante "do líder norte-coreano Kim Jong-un é um ultimato contra "forças hostis" e uma etapa final na busca de justiça. 
"Esta guerra não vai durar três dias, será uma  blitzkrieg , em que o KPA vai ocupar todas as áreas da Coréia do Sul, incluindo a Ilha de Jeju de uma só vez, sem lhe dar tempo para os EUA e para recuperar um sentido belicista fantoche. 
"A guerra terá lugar em três dimensões. Por terra, mar e ar, na linha da frente e na parte traseira", diz o documento. O exército norte-coreano é mantido à espera de uma ordem de Kim Jong-un, Às vésperas, ordenou preparar mísseis para um eventual ataque. A declaração adverte que a Coréia do Norte vai retaliar impiedosamente se um ato de provocação produzido por os EUA ea Coréia do Sul.
O governo sul-coreano respondeu rapidamente a decisão de Pyongyang de declarar o estado de guerra, dizendo que "a declaração da Coréia do Norte não é uma nova ameaça, mas continuam suas ameaças provocadoras", diz um comunicado do Ministério da Unificação. 
Enquanto isso, o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional dos EUA, Caitlin Hayden, anunciou que os EUA  leva "a sério"  a declaração norte-coreana sobre o estado de guerra com Seul. 
As duas Coreias permanecem tecnicamente em guerra desde o conflito que se enfrentaram em 1950-1953 e terminou com a declaração de uma trégua e não com a assinatura de um tratado de paz formal.
No início de março, o governo da Coreia do Norte anunciou que já não se sente vinculada pelo armistício  assinado há 60 anos com a Coreia do Sul. "É tempo para a batalha decisiva", proclamou o jornal oficial norte-coreano Rodong Sinmun, empunhando que "os Estados Unidos reduziram o armistício a letra morta".
Nesta sexta-feira as forças armadas da Coreia do Sul apresentaram um  aumento na atividade  na bases de mísseis da Coréia do Norte depois que o líder norte-coreano Kim Jong-un  deu sinal de um plano estratégico para a preparação técnica das suas tropas, ordenando unidades de mísseis de permanecerem preparados para lançar um ataque contra os Estados Unidos a qualquer momento.
Poucos dias antes, as autoridades norte-coreanas enviaram uma notificação por telefone para as autoridades do Sul para alertar sobre  o corte do "telefone vermelho", através do qual os dois países têm contatos de emergência militares, até o Sul abandonar seu comportamento hostil.
A  tensão na Península coreana, que aumentou na sequência da adoção pelo Conselho de Segurança da ONU para novas sanções contra a Coréia do Norte em resposta ao seu teste nuclear, se aprofundou ainda mais depois que se tornou conhecido que a Coreia do Sul e os EUA usam bombardeiros estratégicos B-52 e submarinos nucleares em manobras militares conjuntas realizadas na região. Pyongyang tem chamado este fato de "provocação imperdoável."
FONTE
http://actualidad.rt.com/actualidad/view/90369-corea-norte-estado-guerra-seul

Via: http://sempreguerra.blogspot.com.br/2015/08/coreia-do-norte-anuncia-que-as-relacoes.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+SempreGuerra+(Sempre+Guerra)&utm_content=Netvibes
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO