Agora são: horas e minutos - Agradeço sua presença e volte sempre

Siga este Blog

sexta-feira, 31 de julho de 2015

ALMIRANTE: RÚSSIA E CHINA DESENVOLVEM ARMAS SUPERSÔNICAS QUE AMEAÇAM OS EUA!

Rússia e China estão desenvolvendo equipamentos de alta velocidade para combate que representam uma nova ameaçam aos Estados Unidos, acredita o Comando Estratégico das Forças Armadas dos EUA, informou a publicação Washington Free Beacon.
O chefe da entidade militar norte-americana, almirante Cacil Haney, declarou que o desenvolvimento de armas hipersônicos está entre algumas das novas e perigosas tendências mundiais.
"Países nucleares e não-nucleares estão dispostos (…) a usar capacidades desproporcionais como opções para alcançar seus objetivos em tempos de crise e conflito, bem como novas tecnologias" – disse Haney.
De acordo com a publicação, a China realizou quatro testes de uma aeronave capaz de alcançar velocidades superiores a 11 mil km/h, e a Rússia também está desenvolvendo armamentos de alta velocidade.
Haney acredita que as capacidade de armamentos modernos que estão a disposição de adversários dos EUA estão aumentando e tornando-se cada vez mais velozes e protegidos.
Em coletiva de imprensa, o almirante norte-americano destacou que o Pentágono já está trabalhando no desenvolvimento de meios para combater armas hipersônicas.
Segundo um outro artigo publicado pelo Washington Free Beacon, a Rússia estaria realizando testes de uma nova aeronave hipersônica Yu-71 capaz de transportar ogivas nucleares. A publicação destaca que o projeto russo trata de em uma tentativa de superar a defesa antimísseis dos EUA, criada para destruir alvos balísticos que possuem trajetórias calculáveis.
Os aparelhos hipersônicos são pouco vulneráveis porque suas trajetórias não são calculáveis pelo inimigo e a velocidade pode atingir 11.200 km/h.
FONTE
http://br.sputniknews.com/defesa/20150731/1725155.html

http://sempreguerra.blogspot.com.br/2015/07/almirante-russia-e-china-desenvolvem.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+SempreGuerra+(Sempre+Guerra)&utm_content=Netvibes
Measure
Measure

Quem atenta contra quem, Lula?

Furo no portão da garagem do Instituto Lula, em São Paulo.
2a Edição Contraextremista do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão  serrao@alertatotal.net
Atos de intolerância, violência e estupidez não inaceitáveis. A bomba caseira arremessada de um carro contra a sede do Instituto Lula, às 22h 18min de quinta-feira, 30 de agosto, se inclui neste rol de imbecilidades. A reação dos seguidores de Lula neste 31 de agosto (13 invertido), alegando que o ato foi um "atentado político", certamente foi uma bobagem pior e mais grave que a explosão - que não feriu ninguém e só causou um buraquinho no alumínio do portão da garagem do prédio que fica no número 21 da Rua Pouso Alegre, no Ipiranga, na Zona Sul de São Paulo.
Além de atentar contra nossa paciência e inteligência, a entidade que leva o nome de Luiz Inácio Lula da Silva, sendo presidida por seu braço direito Paulo Okamoto, ainda teve a coragem de soltar uma nota oficial absolutamente idiota: "O Instituto Lula já comunicou as polícias Civil e Militar, o secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo e o ministro da Justiça e espera que os responsáveis sejam identificados e punidos". Pelas imagens das câmeras de segurança, é praticamente impossível saber quem promoveu o esta "molecagem de terrorismo".
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, já correu para os holofotes. Informou que comunicou o diretor-geral da Policia Federal, Leandro Daiello, para "ver se cabe" à corporação "fazer alguma coisa". Cardozo determinou que a PF dialogue com autoridades paulistas para "dentro das nossas competências, analisarmos o que aconteceu e tomarmos decisões". O ministro deu amplitude ao incidente: "Evidentemente, é uma situação que merece investigação. E, claro, identificados os autores de uma iniciativa dessa natureza, é necessário puni-los".
Uma coisa é certa. Lula perdeu o encanto. Nunca foi tão impopular. O decadente líder $talinácio é culpado pela bomba que estoura agora: o segundo mandato da desgovernada Dilma, que tenta se virar nos 13, embora esteja prontinha para um impeachment, uma renúncia ou uma intervenção constitucional. Agora, ao dar amplitude midiática a um fato isolado como o de ontem, Lula e sua turma atentam contra o bom senso. Contra a Democracia ele já praticou um atentado, recentemente, quando disse que o tal "exército do Stédile" estava pronto para defendê-lo.
Lula não é mais nada. Nem tem mais a prerrogativa de foro privilegiado para eventuais broncas judiciais. Esta semana, perdeu as estribeiras, e resolveu fazer a bobagem de botar seus advogados para processarem quatro jornalistas da revista Veja, na Justiça do Distrito Federal. Lá não é o foro para tal ação. A Abril, que edita a Veja, tem sede em São Paulo. Então, fica a pergunta idiota no ar: por que os defensores do $talinácio cometeram tal burrice - um "atentado" ao funcionamento correto do judiciário?
O fato concreto é: Lula está na fogueira. Tem muito mais "bomba" para estourar. E nem todas serão de fabricação caseira. Mas, sim, judiciária. É só esperar o estouro da boiada...
A meta de uma aluna
No Facebook, versão galhofeira do jornalista e professor Cal Francisco, parodiando recente declaração antalógica de nossa Presidanta>
Com muitas dúvidas sobre o seu futuro profissional, fui procurado, nesta semana, por uma aluna. Fazendo tipo de séria, maquiada, jeitão de inteligente e em tom cerimonioso, a moça perguntou-me:
"Cal, para ser uma excelente profissional, preciso ter uma meta?"
De forma não menos séria, olhando para o horizonte, com uma das mãos civicamente colada ao peito (no meu), respondi, com clareza, com precisão e com objetividade:
"Nós não vamos colocar uma meta. Nós vamos deixar a meta aberta. Quando a gente atingir a meta, nós dobramos a meta".
A moça ficou saltitante.
Dobrando a meta zerada
O Alerta Total já alertou: assim, Cal Francisco vai acabar trabalhando no Zorra ou no Palhaço do Planalto...
Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!
O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 31 de Julho de 2015.

Vanderlei Macris afirma que Graça Foster ajusta discurso para preservar a presidente Dilma

PSDB na Câmara - Vanderlei Macris afirma que Graça Foster ajusta discurso para preservar a presidente Dilma.
O deputado Vanderlei Macris (SP) destaca a contradição da atual presidente da Petrobras, Graça Foster, que ora afirma que a compra da refinaria Pasadena (EUA) foi um bom negócio, ora nega. Em entrevista a TV 45, logo depois que ela prestou depoimento na Câmara dos Deputados, Vanderlei Macris diz que parece haver um movimento para resguardar a presidente Dilma.

APESAR DO ACORDO COM IRÃ, AMEAÇA NUCLEAR MUNDIAL É MAIOR DE TODOS OS TEMPOS!

Apesar de o acordo histórico alcançado com o Irã em 14 de julho , a idéia de um mundo sem armas atômicas continua a ser um sonho, mesmo 25 anos após o fim da Guerra Fria. Há 4.100 ogivas nucleares no planeta, e 1.800 deles estão com os americanos ou com russos em estado de alerta, de acordo com especialistas da Federação de Cientistas Americanos (FAS)
Não, na verdade, o negócio iraniana não chegou perto de eliminar os riscos de proliferação. De fato, a Coréia do Norte anunciou na esteira do acordo que, por sua vez,"não está interessada em um congelamento unilateral ou o abandono de seu programa nuclear."
O uso da bomba tornou-se irrelevante na última década à medida que novas ameaças surgiram (terrorismo e ciber-terrorismo , em particular) e os riscos de fronteira como existenciais para a Europa desaparecer. Durante a década de 1990, os Estados Unidos, Rússia, França e Reino Unido decidiu cortar seus arsenais nucleares. China foi o único país com armas nucleares que não seguiu o exemplo. Ásia, de fato, tornou-se um continente nuclear. Aqueles que acreditavam que o acordo nuclear com o Irã pararia a proliferação, estavam errados.
Ásia confia muito em armas nucleares apesar de não ter qualquer tratado, ou medidas de confiança, ou a organização de cooperação militar regional. De acordo com um especialista francês, François Mitterrand crença de que "os pacifistas estão no Ocidente e os mísseis estão no Oriente" é mais preciso do que nunca.
As armas nucleares tornaram-se uma maneira de contestar a ordem estabelecida. "A percepção de que os Estados Unidos estão menos dispostos a interferir nos assuntos mundiais e da enorme vantagem que eles têm em termos de capacidades clássicos se combinam para incentivar estratégias de desestabilização nuclear", diz Corentin Brustlein do Instituto Francês de Relações Internacionais.
O Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares de 1994 assinado com a Coreia do Norte só durou nove anos, após o qual o regime relançou o seu programa nuclear. Pyongyang está agora começando a aprender a usar um novo arsenal, que os peritos tenham concluído estar operacional. Durante o mesmo período, dois países desenvolveram novas maneiras de usar armas atômicas: Paquistão , através do desenvolvimento de mísseis nucleares de curto alcance para impedir qualquer potencial ofensivo indiana; e China, que tem colocado a energia nuclear no centro da sua modernização do exército apesar da doutrina defensiva do país.
Nenhuma das 250 ogivas nucleares chinesas está totalmente implantado, de acordo com o FAS. Mas elas estarão em breve, embora Pequim gosta de ser ambígua sobre isso. Japão e Coreia do Sul se sentem ameaçados. Os Estados Unidos iniciaram negociações estratégicas com estes dois aliados em 2010.
Rússia não mudou sua doutrina desde a implementação das restrições de armas nucleares em 2010. Mas a afirmação do poder russo no Ocidente (na Ucrânia), no Norte (no Ártico) e no Oriente (China) agita o status de tensão. "A guerra ainda é possível na Europa", disse o presidente francês François Hollande durante um discurso no início deste ano. 
ARSENAIS DA PRÓXIMA GERAÇÃO
O presidente russo, Vladimir Putin desenvolveu uma retórica intimidante a respeito dessas questões. Embora os EUA tenham sido conservadores no poder, com a sua supremacia tecnológica de armas convencionais, Putin tem ampliado o uso de suas armas táticas . No início de 2015, a OTAN teve de considerar uma redução potencial na área de uso da bomba depois da Rússia dispararam um míssil de alcance intermediário (500 a 5500 milhas), que os EUA consideram uma violação do tratado.
"A redução do arsenal russo estratégico que ocorreu nas últimas duas décadas chega ao fim, como há agora 500 lançadores e 2.400 de ogivas no mundo", aponta o Boletim dos Cientistas Atômicos. "A fim de permanecer abaixo dos limites de 1.550 ogivas após 2018 fixados pelo comitê da New Start, a Rússia terá que reduzir o seu número de ogivas carregadas em alguns de seus mísseis."
Mas o tempo de desarmamento não chegou. A Arma Nuclear Unidos (NWS) estão preparando a próxima geração de seus arsenais nucleares. Eles estão tentando melhorar o alcance de suas armas, bem como a sua precisão, e as capacidades de penetração de sistemas balísticos. Em 2012, Putin anunciou que o exército iria adquirir 400 novos mísseis balísticos intercontinentais em 2020. Os Estados Unidos lançou um plano de 320 bilhões até 2025. Para a França, a modernização poderia custar o dobro do que o país gasta atualmente em seu arsenal.
FONTE
http://www.worldcrunch.com/opinion-analysis/iran-deal-or-not-world-nuclear-threat-is-worse-than-ever/missiles-nuclear-power-war-russia-warheads/c7s19343/#.VbuBx_NVikp

http://sempreguerra.blogspot.com.br/2015/07/apesar-do-acordo-com-ira-ameaca-nuclear.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+SempreGuerra+(Sempre+Guerra)&utm_content=Netvibes

Costa Rica: UFO cria um Círculo na Água do Lago Arenal - (VÍDEO IMPRESSIONANTE)

As imagens espetaculares que nós mostramos, foram espalhadas por todo o You Tube canal jhmz71 , amigo pesquisador Emanuel Huza (México).
Os acontecimentos tiveram lugar na manhã de 29 de julho de 2015, quando algumas pessoas notam um objeto brilhante que está estacionado a poucos metros a partir da superfície do Lago Arenal (Costa Rica). O objeto esférico misterioso, parece emitir uma espécie de campo de energia que faz com que crie um "círculo na água."
Uma das testemunhas está entusiasmada ao ver esta cena e registros de tudo com seu smartphone. 
Na verdade no filme pode ser visto claramente como a bola de luz é propriedade estacionária acima do lago, exatamente dois ou três metros da superfície e perto do misterioso círculo. Esta é mais uma prova de criar círculos na água, mas também em campos os crop circles, são essas bolas de luz com a sua energia, são capazes de imprimir um projeto formas geométricas incríveis e complexas que dificilmente pode ser imitado e replicadas. Assista o vídeo!
Fonte:http:segnidalcielo.it 
Mais um post by: UFOS ONLINE
Veja o Vídeo Abaixo:
                                             Fonte:jmhz71
http://noticia-final.blogspot.com.br/2015/07/costa-rica-ufo-cria-um-circulo-na-agua.html

Imagem divulgada pela Nasa revela arcos misteriosos em lua de Saturno

‘Os arcos vermelhos saltaram quando vimos essas imagens’, disse Paul Schenk, um dos cientistas da missão - NASA

Fotografia da superfície de Tétis foi feita pela sonda Cassini, que orbita o planeta desde 2004

“Como grafite criado por algum artista desconhecido”. É dessa forma que os cientistas da Nasa descrevem os arcos avermelhados que chamam a atenção numa foto da superfície de Tétis, uma das luas congeladas de Saturno. A imagem foi captada com a combinação de filtros verde, infravermelho e ultravioleta, da câmera a bordo da sonda Cassini, que orbita o planeta desde 2004.

Os cientistas já haviam observado esses arcos anteriormente, mas nunca de forma tão clara. Essas imagens, obtidas em abril deste ano, são as primeiras a mostrar as zonas ao Norte de Tétis sob iluminação e condições de observação favoráveis. Como o sistema de Saturno se moveu para o verão no hemisfério Norte nos últimos anos, latitudes ao norte se tornaram mais iluminadas.

— Os arcos vermelhos saltaram quando vimos essas novas imagens — disse Paul Schenk, um dos pesquisadores da missão Cassini. — É uma surpresa como essas marcas são extensas.

A origem dos arcos e da coloração avermelhada é um mistério para os cientistas. Possibilidades em estudo incluem ideias de que o material vermelho é gelo exposto com impurezas químicas, ou resultado de vazamentos de gás do interior de Tétis.

Os arcos avermelhados são raros nas outras luas de Saturno, eles foram observados apenas em Dione. Entretanto, elas também foram avistadas em Europa, uma das luas de Júpiter, em áreas geologicamente jovens.

— Os arcos vermelhos são geologicamente recentes porque eles cortam características mais antigas, como crateras de impacto, mas nós não sabemos a idade em anos — disse Paul Helfenstein, cientista da missão Cassini na Universidade Cornell. — Se a mancha for apenas uma fina camada colorida no solo gelado, a exposição ao ambiente pode apagá-la em escala de tempo relativamente curta.

FONTE: O GLOBO
Via: http://ufos-wilson.blogspot.com.br/2015/07/imagem-divulgada-pela-nasa-revela-arcos.html

PERITO EM FINANÇAS ALERTA QUE ESTAMOS PRÓXIMOS DE UM NOVO COLAPSO DAS BOLSAS AMERICANAS

Segundo um Perito em Finanças que anteviu com precisão os colapsos da bolsa americana na década de 70 e as duas últimas nesse século, o mercado atingiu, na semana de 17 de julho, um novo ponto similar aos anteriores que apontam para um novo colapso bem próximo. Esse ano Shemitáh continua apresentando os padrões vistos nos anteriores, esse é outro exemplo … já perdi a conta de quantos tem sido …

Segue o trecho do artigo:
————————–————————–————————————————
Um perito financeiro muito respeitado que previu corretamente as duas últimas grandes quedas do mercado de ações está agora advertindo que estamos bem à beira da próxima. John Hussman é um ex-professor de economia e finanças internacionais da Universidade de Michigan, e as informações em seu último comentário semanal do mercado é impressionante ( aqui:http://www.hussmanfunds.com/wmc/wmc150727.htm ). Desde 1970, houve apenas um punhado de vezes, quando uma combinação de sinais do mercado que Hussman utiliza indicaram que um grande pico do mercado foi atingido. Em 1972, 2000 e 2007 cada um desses picos foi seguido por uma dramática queda da bolsa. Agora, pela primeira vez desde a última crise financeira, todos os quatro sinais apareceram mais uma vez durante a semana de 17 de julho. Se a análise de Hussman estiver correta, isso poderia muito bem significar que o próximo grande crash do mercado acionário nos Estados Unidos é iminente.

De acordo com Hussman, quando há uma confluência de quatro indicadores-chave do mercado, que nos diz que o mercado atingiu o seu pico e está em perigo de cair.

Ele citou a métrica entre os indicadores que antecipam a queda após os picos em 1972, 2000 e 2007:

* Menos de 27 por cento dos consultores de investimento consultados pela Investors Intelligence diziam que as tendências são de baixa.

* As valorizações medidas pela relação Shiller preço/lucro são maiores do que 18 vezes.

* Menos de 60 por cento das ações S&P 500 estão acima de suas médias móveis de 200 dias.

* Recorde de alta em uma base de fechamento semanal.

“O aviso mais recente foi a semana encerrada em 17 de julho de 2015“, disse Hussman. “É comum dizer que eles não soam um sino no topo, e isso é verdade em muitos ciclos. Mas é interessante que os mesmos ‘ding’ foram ouvidas nos picos mais extremos entre eles”.

É muito raro para o mercado estabelecer um novo recorde de alta em uma base de fechamento semanal e tem mais de 40 por cento das ações que estão abaixo de suas médias móveis de 200 dias, ao mesmo tempo. É por isso que uma confluência de todos esses fatores é bastante incomum. Hussman elaborou sobre isso em seu relatório recente ( original aqui:http://www.hussmanfunds.com/wmc/wmc150727.htm ):
——
Os sinais restantes (recorde de alta em uma base de fechamento semanal, menos de 27% de baixas, índice Shiller P/E maior do que 18, menos de 60% das ações do S&P 500 estão acima de sua média de 200 dias), são mostradas abaixo [vide gráfico do post]. O que é interessante sobre essas advertências é o quão perto eles identificaram o pico do mercado preciso de cada ciclo. Divergências internas têm que ser bastante extensas para o S&P 500 registrar uma nova alta sobrevalorizada, muito otimista com mais de 40% de suas ações componentes já em queda – é, evidentemente, uma indicação rara de uma última rodada. A advertência de 1972 ocorreu em 17 de Novembro de 1972, apenas 7 semanas e menos de 4% a partir do alto final antes de o mercado perder metade do seu valor. A advertência de 2000 ocorreu na semana de 24 de março de 2000, marcando a exata alta semanal daquela “corrida de touros”. A instância de 2007 durou duas elevações consecutivas de fechamento semanais: 05 de outubro e 12 de outubro, a alta diária final do S&P 500 foi em 09 de outubro – bem no meio. O aviso mais recente foi na semana encerrada em 17 de julho de 2015.
——
O gráfico abaixo é o que Hussman menciona em seu comentário descrito anteriormente.
Parece que os sinais do Hussman são capazes de indicar os principais colapsos do mercado de ações com uma precisão impressionante.

E considerando o fato de que nós acabamos de atingir um novo “ding”, pela primeira vez desde a última crise financeira, o que Hussman está dizendo é mais do que apenas um pouco ameaçador.

Artigo original aqui: http://theeconomiccollapseblog.com/archives/an-expert-that-correctly-called-the-last-two-stock-market-crashes-is-now-predicting-another-one

Via: http://dcvcorp.com.br/ - Dionei Vieira

http://www.libertar.in/2015/07/perito-em-financas-alerta-que-estamos.html

quinta-feira, 30 de julho de 2015

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL ESTÁ A UM PASSO DE REVOLUCIONAR A GUERRA!

A inteligência artificial avança no terreno militar e um renomado especialista britânico explica por que é tão importante proibir e legislar o quanto antes sobre esta matéria, antes que a tecnologia caia nas mãos de terroristas. "Isso vai revolucionar a guerra. Este é o terceiro tipo de revolução. A primeira foi quando inventamos a arma de fogo, a segunda foi a bomba nuclear e esta é a terceira revolução: isso vai mudar a forma como pensamos a guerra, vai fazer a guerra muito mais eficiente, muito mais letal e isso é algo que teremos que parar agora antes de termos uma nova corrida armamentista".
Toby Walsh, professor de Inteligência Artificial da Universidade New South Wales, da Austrália, explicou à AFP em Buenos Aires algumas chaves para entender os verdadeiros riscos destas armas se desenvolverem com baixo custo, durante a Conferência Internacional Conjunta de Inteligência Artificial (IJCAI), realizada na capital argentina.
Qual é o risco das "armas ofensivas autônomas", também conhecidas como robôs assassinos?
"Isso vai revolucionar a guerra. Este é o terceiro tipo de revolução. A primeira foi quando inventamos a arma de fogo, a segunda foi a bomba nuclear e esta é a terceira revolução: isso vai mudar a forma como pensamos a guerra, vai fazer a guerra muito mais eficiente, muito mais letal e isso é algo que teremos que parar agora antes de termos uma nova corrida armamentista".
Que diferença existe entre uma arma autônoma e um drone, por exemplo?
"As diferenças entre as armas autônomas e os drones como os que temos visto no Iraque e em outros lugares é que com a primeira não existe um ser humano envolvido no processo. Com o drone ainda existe algum soldado em algum lugar, às vezes manobrando um controle manual (joystick) lá nos Estados Unidos que permite controlar o aparato não tripulado, e portanto é quem tomará a decisão de matar alguém ou não".
Mas no caso dos 'robôs assassinos', "estamos falando que teremos um equipamento (programa) que toma decisões, é um umbral moral completamente diferente que teremos cruzado".
Como se estabelecem as responsabilidades de um crime cometido por uma arma autônoma?
"É muito claro, não teremos o marco legal: foi a pessoas que construiu o robô autônomo?, foi a pessoa que traçou o programa (de funcionamento)?, foi a pessoa que acionou a arma? Quem vai ser responsável?".
Por que este chamado da última terça-feira em uma carta aberta para solicitar que se proíba o uso de armas ofensivas autônomas em conflitos?
"É preciso legislar sobre o tema o mais rápido possível porque a tecnologia pode estar disponível dentro pouco tempo, e é preciso tempo (para estabelecer o marco legal) e os diplomatas não trabalham muito rapidamente. Temos que tomar uma decisão hoje dará forma a nosso futuro e determinar se seguimos um caminho do bem. Apoiamos o chamado por uma série de diferentes organizações humanitárias para a proibição da ONU sobre armas autônomas ofensivas, similar à recente proibição das armas a laser".
Existe algum projeto que balize o conceito de "arma autônoma" e seja positivo para a sociedade?
"A tecnologia que se usa para um automóvel autônomo (sem motorista) é muito parecida ou idêntica a usada para desenvolver uma arma autônoma e por isso vamos contar com essa tecnologia".
"As milhares de pessoas que morrem nas estradas de todos os países irão diminuir com o carro autônomo. Os carros autônomos são muito mais precisos e fazem muito menos erros do que as pessoas", disse Walsh, ao afirmar que sobre este tema também é necessário uma legislação, mas um futuro com veículos que "conversam entre si" no trânsito sem cometer infrações é algo muito mais perto do que pensamos.
FONTE
http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2015/07/inteligencia-artificial-esta-a-um-passo-de-revolucionar-a-guerra-4812486.html

http://sempreguerra.blogspot.com.br/2015/07/inteligencia-artificial-esta-um-passo.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+SempreGuerra+(Sempre+Guerra)&utm_content=Netvibes

O que seria esta criatura?

O seguinte artigo foi publicado pelo site br.noticias.yahoo.com:

Criaturas bizarras são encontradas na Índia e intrigam moradores

Ninguém sabe o que são, mas eles assustam muito. De acordo com jornais da Índia, pequenas criaturas não identificadas foram encontradas na última quinta-feira (23) em Jodhpur, no noroeste do país. Desde então, as imagens intrigam especialistas.+
A discussão sobre a figura bizarra se dividiu em três grupos: o primeiro é formado por quem acredita que se trata de um alien; o segundo tem pessoas que dizem que a figura é um feto de animal com má formação; por fim, há os que acreditam que se trata mesmo de uma montagem.+
Especialistas afirmam que há muitas chances de se tratar de um animal com má formação genética, fruto de uma mistura de dois animais diferentes. Eles afirmam, no entanto, que precisam ter “acesso” ao bicho para estudá-lo melhor.+
Como a população indiana é extremamente ligada a divindades, os especialistas estão com problemas para estudar o animal. Isso porque os locais que o encontraram estão cuidando dele e se relutam muito a liberá-lo para estudos com medo de que ele seja morto ou suma.+

Via:   http://ovnihoje.com/2015/07/30/34058/

COLAPSO LATINO: O QUE O MUNDO ANDA FALANDO DA CRISE BRASILEIRA E SUL-AMERICANA

A maioria das nações da América do Sul estão ou já experimentando uma recessão econômica ou à beira de uma. Em geral, as economias da América do Sul são muito fortemente dependentes das exportações, e agora eles estão sendo absolutamente desfiados pelas lâminas gêmeas de um colapso dos preços das commodities e um dólar americano subindo rapidamente. Durante os tempos do crescimento na América do Sul, os governos e as empresas fizeram , enormes quantidades de dívida.
Uma vez que grande parte dessa dívida estava denominada em dólares norte-americanos, os mutuários da América do Sul estão agora descobrindo que é preciso muito mais de suas próprias moedas locais ao serviço e pagar essas dívidas.Ao mesmo tempo, há muito menos demanda por commodities serem produzidos por nações sul-americanas no mercado internacional. Como resultado, a América do Sul está caminhando para uma crise financeira total que fará com que haja anos de dor para todo o continente.

Se você sabe sua história financeira, então você sabe que vimos este mesmo cenário exato surgir fora antes em várias partes do mundo. A seguir vem de um recente artigo da CNN...

Os ganhos do dólar devem fazer nerds da história agitar em suas botas. Seu rali no início de 1980 ajudou a desencadear a crise da dívida da América Latina. Quinze anos mais tarde, o dólar subiu rapidamente de novo, fazendo com que as economias do Sudeste Asiático, como a Tailândia, a entrar em colapso após uma corrida aos bancos se seguiu.
Em particular, o que está acontecendo agora é tão semelhante ao que teve lugar de volta no início de 1980. Naquela época, os governos latino-americanos estavam nadando em dívidas, o dólar foi surgindo e os preços das commodities estavam caindo. As condições eram perfeitas para a crise da dívida na América Latina, e que é precisamente o que aconteceu ...

Quando a economia mundial entrou em recessão em 1970 e 80, e os preços do petróleo dispararam, ela criou um ponto de ruptura para a maioria dos países da região. Os países em desenvolvimento também encontraram-se em uma crise de liquidez desesperada. Países Exportadores de Petróleo - com muito dinheiro após os aumentos do preço do petróleo de 1973-1974 - investiram seu dinheiro em bancos internacionais, que 'reciclaram' uma grande parte do capital como empréstimos a governos latino-americanos. O forte aumento dos preços do petróleo fez com que muitos países para buscar mais empréstimos para cobrir os altos preços, e até mesmo países produtores de petróleo queriam aproveitar a oportunidade para desenvolver ainda mais. Estes produtores de petróleo acreditam que os altos preços permaneceriam e lhes permitiriam pagar a sua dívida adicional.

Como as taxas de juros aumentaram nos Estados Unidos da América e na Europa em 1979, os pagamentos da dívida também aumentam, tornando mais difícil para os países mutuários a pagar suas dívidas. A deterioração da taxa de câmbio com o dólar norte-americano fez com que os governos latino-americanos acabaram devendo quantidades enormes de suas moedas nacionais, bem como a perda de poder de compra. A contração do comércio mundial em 1981 fez com que os preços dos recursos primários (maior exportação da América Latina) a cair.
Infelizmente, os mesmos erros foram repetidos mais uma vez.Nos últimos anos, as nações da América do Sul têm sobrecarregado em vastas quantidades de dívida, e agora que os preços das commodities estão em queda e o dólar dos EUA está subindo, todos que tem a dívida está criando dores de cabeça tremendas.

Por exemplo, basta considerar o que está acontecendo no Brasil ...

Real do Brasil caiu para uma baixa de 3,34 em 12 anos em relação ao dólar, o que reflete a forte dependência do país nas exportações de minério de ferro e outras matérias-primas para a China.

A desvalorização aperta o cerco sobre empresas brasileiras seladas com US $ 188bn em dívida em dólares retirados durante os dias de glória do boom das commodities. O grupo petrolífero Petrobras levantou US $ 52 bilhões só nos mercados de títulos dos EUA.
Hoje, o Brasil tem a sétima maior economia em todo o planeta.

Então, uma grande crise financeira no Brasil seria extremamente significativa.

E isso é precisamente o que está começando a acontecer. Ele está sendo projetado que a dívida do governo brasileiro em breve será reduzida ao status de lixo, as ações brasileiras já entraram em " território de correção ", e analistas econômicos dizem que a economia brasileira está caminhando para sua pior recessão em pelo menos 25 anos ...
O Brasil precisa preparar-se para alguns momentos muito difíceis. Os bancos brasileiros estão prevendo atualmente outra contração econômica para o país sul-americano em 2016, marcando a primeira vez que a economia do Brasil diminuiu em dois anos consecutivos desde a Grande Depressão.
Sexta-feira passada, empresa de serviços financeiros com sede na Suíça o economista Nelson Teixeira da Credit Suisse divulgou uma revisão da sua previsão já sisuda para o PIB brasileiro, movendo os números deste ano de -1,8 por cento para -2,4 por cento.
O FMI também está projetando que 2015 será um ano de recessão para a segunda maior economia da América do Sul (Argentina) e a terceira maior economia da América do Sul (Venezuela).
E, na verdade, a Venezuela está em apuros mais profundo de todas. De acordo com um recente artigo da Bloomberg , que parece ser inevitável que haverá um default da dívida pelo governo venezuelano em um futuro muito próximo ...

Professor Harvard University Ricardo Hausmann ano passado questionara a decisão da Venezuela de continuar a pagar os detentores de bônus como o país se afundou mais na crise e sugeriu que pare de honrar a dívida.
Agora, ele está dizendo que a Venezuela não terá escolha a não ser calote no próximo ano.
Os comentários de Hausmann vêm como um colapso em aprofundamento dos preços do petróleo e uma escassez de dólares a atiçar preocupação que a Venezuela está rapidamente ficando sem dinheiro para se manter atualizada sobre a dívida. Obrigações do país despencaram no ano passado depois que Hausmann, que serviu como ministro do Planejamento da Venezuela após falha em 1992 do golpe de Hugo Chávez, levantou o espectro de moratória, dizendo que ele encontrou que "não há razões morais" para o governo pagar a dívida numa altura em que os venezuelanos estavam enfrentando escassez de tudo, de medicamento de base para papel higiênico.

A taxa de inflação na Venezuela hoje é uma espantosa 68,5 por cento, e o país está mergulhando em colapso econômico completo. A seguir vem de Zero Hedge...

À medida que alertou recentemente, o colapso hiperinflacionário na Venezuela está chegando a sua fase terminal. Com a inflação subindo pelo menos 65%, assassinatos são classificados como a segundo mais alta do mundo, e falta crônica de alimentos (e escassez de papel higiênico), o clipe seguinte perturbador mostra o que está rapidamente se tornando grande a agitação social no paraíso socialista do Maduro ... e talvez mais importante, Venezuela mostra-nos que o fim do jogo para cada sistema de moeda fiduciária parece (e talvez o que Janet e seus colegas devem se lembrar que) virá.
Aqui está o vídeo que foi mencionado no trecho acima. Como você vê isso, por favor, mantenha em mente que os Estados Unidos estão no mesmo caminho exato que a Venezuela tem ido para baixo ...
Caos econômico está começando a entrar em erupção em todo o planeta , e a depressão que estamos entrando será verdadeiramente global em escopo.
No momento, muitos nos Estados Unidos ainda acreditam que o que está acontecendo no resto do mundo não vai afetar os EUA. Mas a verdade é que também estamos à beira de uma grande crise financeira , e isso vai ser ainda pior do que o que ocorreu em 2008.
Então, o que você acha sobre o que está acontecendo na América do Sul?

Via: http://www.libertar.in/2015/07/colapso-latino-o-que-o-mundo-anda.html

Postagens mais visitadas