NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Siga este Blog

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Os benefícios sociais e físicos do convívio com os animais

Todos os dias, sempre à mesma hora, o Dandy vai acordar a Mariana. Pula para cima da cama, lambe-a e a primeira coisa que ela faz, ainda com os olhos fechados, é pôr o gato debaixo do braço e abraçá-lo. «Os dois ficam ali num namoro demorado e só quando acabam é que eu posso chegar perto», revela a mãe, Sofia Gaudêncio. E reconhece: «O nosso gato ocupa um lugar especialíssimo na vida da minha filha, um lugar que não pertence a mais ninguém!»
Histórias como a da Mariana e do seu gato repetem-se em muitas casas, que optam por receber de braços abertos mais um elemento para a família. A maioria das vezes são as próprias crianças que pedem, com uma insistência e persuasão tais, que os pais não resistem. Os benefícios reúnem o acordo de pediatras e veterinários. «Ter um animal de estimação em casa faz com que as nossas crianças vivam e cresçam mais felizes, promovendo a comunicação com o mundo que as rodeia, facilitando a interacção social e estimulando o seu desenvolvimento psicossocial», defende Dária Rezende, pediatra no Hospital de São Marcos, em Braga. E destaca até vantagens ao nível físico: «São companheiros incansáveis de brincadeira, quer ao ar livre, quer dentro de casa, tirando as crianças da frente dos computadores, consolas e televisões.
Para além disso, o contacto com animais ajuda a relaxar e a diminuir os índices de ansiedade. Segundo alguns estudos, contribui inclusivamente para diminuir os valores da tensão arterial, os níveis de colesterol e triglicerídeos, melhorando os indicadores de stresse a nível cardiovascular».
Terapeutas silenciosos
A sua dedicação e permanente disponibilidade transformam-nos em amigos incondicionais. «Os animais são companheiros e ouvintes, com quem se pode desabafar problemas, medos e preocupações sem recear qualquer crítica ou censura. Por vezes, ajudam até a criança ou adolescente a superar fases mais difíceis da vida. São verdadeiros terapeutas silenciosos», considera Dária Rezende. Sofia, a mãe da Mariana, reconhece que no seu caso isso aconteceu. Após a separação dos pais, «apanhei-a em várias conversas com o gato. É uma espécie de confidente e as suas lambidelas, cada vez que alguma lagriminha caía, confortavam-na de uma maneira muito especial».
Além disso, os animais de estimação também ajudam a criança a preparar-se emocionalmente para as situações da vida, pois confrontam-na, de uma forma acelerada, com as suas principais fases: nascer, crescer, adoecer, sofrer acidentes, até morrer. Nesta convivência saudável e necessária, surgem novas perguntas e conhecimentos. Cristina Fernandes é mãe e veterinária e testemunha estas questões com a sua filha Sara, de dois anos e meio: «Ela já assistiu à gravidez de uma cadela e já sabe que o bebé cresce dentro da barriga, que depois nasce e mama. A minha sogra tem mais seis netos e diz que a Sara é muito precoce em saber, por exemplo, que a avó é a mãe da mãe. E eu acho que ela tem noção desta ‘hierarquia familiar’ por assistir rapidamente a essa evolução com os animais com que convive na quinta da minha mãe».
Dária Rezende conta-nos também uma história que a comoveu, na sua experiência hospitalar: «Era uma menina de sete anos que tinha uma cadela, que encontrou na rua, após ter sido atropelada. Ela acompanhou todo o tratamento da cadela e todas as idas ao veterinário. A cadela recuperou na totalidade e tornou-se a sua melhor amiga. Um dia, a menina teve de ser hospitalizada e encarou todas as intervenções (nomeadamente punções venosas e injecções) de forma estóica, lembrando-se sempre de todo o processo médico que tinha acompanhado com o seu animal de estimação. Até tinha a fotografia da cadela junto à cama, para matar saudades enquanto estivessem separadas e para que a sua amiga visse como ela era forte».
Decisão bem ponderada
A lista de benefícios continua. O convívio com os animais promove a comunicação entre adultos e crianças, desenvolve as noções de respeito e dedicação, estimula a autonomia e responsabilidade, favorece a afectividade e aumenta a auto-estima. Mas não nos podemos esquecer que ter um animal de estimação é uma decisão para a vida, como alerta Cristina Fernandes: «Muitas vezes, as pessoas não pensam na grande responsabilidade que é acolher um animal em casa. É como se fosse mais um brinquedo que compram para a criança para lhe agradarem naquela semana e que, depois de ser novidade, deixa de ter interesse». Apesar de estimar-se que quase metade dos lares portugueses tenham um animal de estimação (o dobro da média europeia), a taxa de abandono é muito grande e tem vindo a crescer. Embora sem números oficiais, Miguel Moutinho, presidente da associação Animal, em declarações à Lusa, considera que «se admitirmos que, em média, 500 animais (números conservadores) são abandonados em cada um dos 308 concelhos, estamos a falar de 150 mil por ano».
Perguntámos, então, a Jorge Ribeiro, médico veterinário no Núcleo de Medicina e Cirurgia de Animais de Companhia do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (Universidade do Porto), o que é que as famílias com crianças devem ter em conta ao adoptar um animal de estimação. «Fundamentalmente têm de gostar de animais. Se isso acontecer, é fácil serem conquistadas pelo amor que eles demonstram diariamente». E continua: «Têm de ter em conta o espaço físico que possuem e o tempo que a família poderá dedicar ao animal». Além disto, é muito importante informar-se previamente sobre as características, hábitos e necessidades da raça escolhida. Precisa de ser levado a passear todos os dias? Qual a frequência dos banhos? Qual a sua esperança média de vida? Qual o tamanho com que ficará na idade adulta? Podem parecer pormenores, mas são informações essenciais para tomar uma decisão.
As despesas são também um aspecto que terá que prever, não só as de aquisição, como as relativas a vacinas, desparatizações e alimentação. Para Jorge Ribeiro, a divisão de tarefas é também essencial: «Se as crianças forem incluídas nas actividades a que um animal obriga, o trabalho fica mais leve para todos e bem mais divertido. Elas podem, e devem, ser envolvidas desde cedo nos passeios, alimentação e higiene dos seus animais. Devem ser responsabilidades partilhadas com os pais até que estes considerem que as crianças já atingiram a maturidade suficiente para as fazerem sozinhas».
Mãe, podemos ter um cão?
Os pedidos por parte das crianças começam com mais insistência a partir dos quatro, cinco anos e os eleitos são os cães, gatos, coelhos e, por vezes, hamsters e tartarugas. Segundo Dária Rezende, perante estes pedidos, os principais medos dos pais são a transmissão de doenças, as alergias e os acidentes. Mas esclarece: «A transmissão de doenças é minimizada se o animal de estimação for visto periodicamente pelo veterinário e fizer as desparatizações e vacinações necessárias. Também é importante os adultos insistirem na lavagem das mãos pelas crianças após terem contactado com os animais. Quanto às alergias, segundo estudos mais recentes, a exposição precoce da criança a animais diminui a probabilidade de virem a sofrer de alergias. Inclusivamente, acredita-se que a exposição da mãe a animais de companhia durante a gravidez pode ser relacionada com uma maior resistência imunitária do bebé e menor probabilidade de este vir a sofrer de asma».
Cristina Fernandes recorda-se de alguma insegurança inicial: «O meu marido, embora também sendo veterinário, sempre teve algum receio da Sara andar desde muito pequena no meio de tantos animais. Como já tínhamos um gato em casa quando ela nasceu, perguntámos logo ao pediatra a sua opinião. A resposta não nos podia ter deixado mais descansados.
Ele disse: «Só há benefícios». Sofia Gaudêncio é da mesma opinião. Fazendo um balanço destes dois anos da presença em sua casa do gato Dandy, não hesita: «Claramente é uma experiência que aconselho a todos os pais. Tem sido uma grande mais-valia nas nossas vidas! [FONTE]

Via: http://verdademundial.com.br/2015/04/os-beneficios-sociais-e-fisicos-do-convivio-com-os-animais/

7 Alimentos que Contêm as Maiores Quantidades de Pesticidas

Há uma boa razão para que as pessoas que estão preocupadas com a saúde em longo prazo estejam cada vez mais comprando produtos orgânicos. A maioria das frutas e legumes que são vendidos em supermercados hoje foram convencionalmente cultivados e expostos a aplicações pesadas de pesticidas  e herbicidas, cujos resíduos podem entrar na cadeia alimentar e causar problemas para as pessoas quando essas frutas e vegetais são consumidos. Esses problemas incluem problemas de fertilidade, defeitos congênitos, ADHD em crianças que são expostas a esses produtos químicos e até mesmo algumas formas de câncer. Abaixo estão sete dos alimentos que geralmente contêm as maiores quantidades de pesticidas e que você definitivamente deveria comprar orgânicos.
Maçãs
As maçãs convencionalmente cultivadas estão altamente contaminadas, contendo resíduos de até 42 pesticidas em média. Dos produtos químicos em questão, 7 são conhecidos ou suspeitos agentes cancerígenos, outros 10 são neurotoxinas, 19 são disruptores endócrinos e 6 podem afetar a reprodução ou o desenvolvimento. Além disso, 17 mostraram ser tóxicos para as abelhas.
Cerejas
A cerejas também são cultivadas com forte aplicação de pesticidas e, como as maçãs, têm resíduos de cerca de 42 pesticidas diferentes. Os números aqui não são melhores do que com as maçãs, as cerejas carregam em torno 7 agentes cancerígenos conhecidos ou suspeitos, 22 disruptores hormonais, 7 neurotoxinas e 8 toxinas que afetam a reprodução e o desenvolvimento. Neste caso, 18 das toxinas são conhecidas por afetarem as abelhas.
Vagens
A vagem cultivada de uma forma convencional pode ter resíduos de cerca de 44 pesticidas diferentes no momento em que você a coloca sobre o prato do jantar. Destes, oito são agentes cancerígenos conhecidos, 22 são disruptores endócrinos, 11 são neurotoxinas, 8 afetam a reprodução e o desenvolvimento e 18 são conhecidos por serem tóxicos para as abelhas.
Couve
Esta verdura pode ser saudável, mas a couve convencionalmente cultivada pode conter resíduos de até 46 pesticidas: 9 agentes cancerígenos, 25 disruptores endócrinos, 10 neurotoxinas, 8 dos quais afetam a reprodução ou o desenvolvimento e 25 produtos químicos que podem eliminar as abelhas.
Espinafre
O espinafre é definitivamente um superalimento devido a todos os seus nutrientes, mas se não for criado organicamente ele pode conter resíduos de até 48 pesticidas, incluindo 8 agentes cancerígenos conhecidos, 25 produtos químicos que perturbam o sistema endócrino, 8 neurotoxinas, 6 toxinas que afetam o desenvolvimento ou a reprodução e 23 produtos químicos que são tóxicos para as abelhas.
Pimentão
Não há nada doce sobre os resíduos de 49 de pesticidas que estes pimentões podem trazer para a mesa, incluindo 11 agentes cancerígenos, 26 conhecidos ou suspeitos disruptores endócrinos, 13 neurotoxinas, 10 toxinas do desenvolvimento ou reprodução e 19 toxinas tóxicas para as abelhas.
Alface
Esta salada de aspecto inocente pode conter elevadíssimos resíduos de 51 pesticidas, dos quais 12 são agentes cancerígenos conhecidos ou suspeitos, 29 são disruptores endócrinos, 9 são neurotoxinas, 10 afetam a reprodução ou o desenvolvimento e 21 são tóxicos para as abelhas.
Mesmo que você não possa se dar ao luxo de comprar tudo orgânico, você deve tentar, se possível, pelo menos, comprar produtos organicamente cultivados como os acima, se você quiser limitar sua exposição a alimentos verdadeiramente tóxicos que afetam muitos aspectos da saúde humana.
Nota: os números deste artigo se referem especificamente aos Estados Unidos. No entanto, sendo o Brasil o campeão no uso de agrotóxicos em todo o mundo, muitos proibidos no exterior, sabemos que a situação em nosso país é ainda pior. FONTE

Via: http://verdademundial.com.br/2015/04/7-alimentos-que-contem-as-maiores-quantidades-de-pesticidas/
Measure
Measure

Putin ordena Milhões de tropas para alerta elevado depois de ataque de arma avançada dos US EU, a Hypercraft

O Ministério da Defesa da Rússia ( MoD ) em um "boletim de ação urgente", que foi publicado na rede estatal hoje em que o Presidente Putin ordenou mais de 3 milhões das forças militares regulares e de reserva para o seu mais alto estado de alerta, e ordenou ainda que o complexo industrial de defesa para aumentar imediatamente e drasticamente a produção de mísseis fabricados para complexos de defesa de defesa aérea e de mísseis em 200% , em meio a temores relacionados ao que o Ministério da Defesa chama de ataques não provocados "" sobre a Federação por um avançado sistema de arma dos Estados Unidos "hypercraft" (interdimensional / espaço) .

Devido à dimensão sem precedentes desta vasta ordem militar, este boletim diz, o presidente Putin mais cedo hoje, também, publicamente advertiu os cidadãos da Federação, afirmando: " manobras  em grande escala próximas deste ano irão abranger todos os distritos militares e tipos de tropas . "
Requerendo a necessidade urgente desta ação militar histórica, o Ministério da Defesa disse, foi uma "aparência"sobre a nação protegida pela Federação, a República do Cazaquistão na semana passada de uma avançada US EU arma hypercraft ”", que foi capturada em vídeo , e considerada pelo Kremlin para ser um "ataque não provocado".

Importante notar, este boletim MoD continua, foi esta semana passada do ataque dos Estados Unidos que  foi o segundo "incidente" de seu tipo nos últimos seis meses, sendo a primeira quando um desses "hypercrafts" apareceu sobre Yekaterinburg no Sverdlovsk Oblast , em 14 de Novembro de 2014, e que foi, em seguida, imediatamente destruído em um ataque maciço contra mísseis que resultou em uma explosão cataclísmica perto .

Especialistas MoD neste boletim notam que a "aparência"  no primeiro registro desta arma  "hypercraft" dos EUA foi em 17 de outubro de 2013, foi a realização de manobras aéreas próximas a Base da força aérea MacDill ( MDAFB ) no centro da Flórida e alarmado muitos cidadãos desta área , muitos dos quais tiraram fotos de seu revelador "anel de fumaça negra" Contrail vortex.   

"aparência" segunda registrada desta "hypercraft" arma dos Estados Unidos, esses especialistas MoD, foi em 13 de abril de 2014, em céus de reais de Leamington Spa , no Reino Unido, perto da base comunicação de espaço altamente secreto da Força Aérea dos EUA na RAF Barford St John , onde, como no ano anterior, na Flórida, o seu revelador "anel de fumaça negra" Contrail vortex foi deixado pendurado visivelmente no céu .

Ativando a 14 novembro de 2014 derrubadas por forças de defesa da Federação de um dessas americanas"hypercraft" armas sobre Yekaterinburg, este boletim MoD explica, deveu-se a descoberta por cientistas MoD do "supercavitation sistema de propulsão "ele usa com base no que é comumente chamado como o " efeito vórtice toroidal "... que, mais simplesmente, permite que um veículo espacial para, literalmente," nadar através do céu ", e, talvez, interdimensionaly também.
E exatamente como levar a Federação e os EUA a guerra, este boletim MoD aponta sombriamente para fora, o Serviço de Inteligência Externa ( SVR ) também informou que seu ataque EMP contra Washington DC na terça-feira, que derrubou energia e comunicação em muitos edifícios do governo americano, incluindo a Casa Branca , foi uma"retaliação de sucesso" por um  EMP ataque semelhante pelos EUA sobre servidores de computadores da  Federação em 16 de Março localizado em Stavropol , no Distrito Federal Stavropol Krai , e que foi capturado em vídeo.

Embora não seja mencionado neste relatório, é interessante notar que, imediatamente após  o EMP ataque ao SVR Washington DC, o comando militar dos EUA que varre os céus da América do Norte para mísseis inimigos e aviõesanunciou seus planos de se mudar  com seus aparatos de comunicação para a sua época da Guerra Fria  nas montanha  no Binker base de Cheyenne Mountain em Colorado que visa salvaguardar sensores e servidores sensíveis de seu comando a partir de um potencial ataquede pulso eletromagnético (EMP) .
  
WhatDoesItMean.Com
UND2
Via: http://noticia-final.blogspot.com.br/2015/04/putin-ordena-milhoes-de-tropas-para.html

Aeroporto no Piauí está em obras a 17 anos, enquanto isso governo financia reforma de aeroporto Cubano

Publicado por Revolta Brasil em 9 abril
Aeroporto no Piauí está em obras a 17 anos, enquanto isso governo financia reforma de aeroporto Cubano
Isso mesmo, o simples fato de uma obra pública estar a 17 anos sem ser concluída já causa revolta, mas um agravante se coloca neste caso, sendo que mesmo com a obra brasileira estar a tanto tempo em construção sem previsão real de término, o governo brasileiro, através do BNDES financiará US$ 150 milhões para reforma e ampliação do aeroporto de Havana, em Cuba.
Aeroporto internacional da cidade de São Raimundo Nonato está avaliado em cerca de R$ 20 milhões e é o mais moderno do interior do Nordeste, conforme matéria do ultimo dia (8) do portal G1, segundo informações da matéria, o excesso de burocracia tem atrapalhado a conclusão das obras. (Matéria completa aqui) (17 anos, excesso de burocracia? Será que burocracia é só pra obras nacionais, já que o governo brasileiro tem liberado verbas para diversas obras internacionais que já foram iniciadas e concluídas, “sem excesso de burocracia”?)
Mais detalhes sobre as obras do aeroporto cubano, financiadas pelo BNDES
Reportagem feita pelo site de Veja, intitulada “Com crédito do BNDES, ampliação do aeroporto de Havana começa este mês”, revela detalhes das obras assinadas pela construtora Odebrecht, com informações dadas pelo diretor da construtora na ilha, Fábio Goebel, à imprensa cubana.
Na matéria, Goebel disse que o projeto é avaliado em 207 milhões de dólares e consistirá na restauração e modernização do terminal 3, que atende voos internacionais na capital. Do valor total, 150 milhões de dólares (ou 72,4%) serão financiados pelo BNDES.

Com informações G1 e Veja

Carta Aberta dos Maçons a Dilma Rousseff

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Movimento Mudanças Já Maçons Br
Sra. Presidente: A Maçonaria brasileira, como deve ser de seu conhecimento, no passado promoveu ou, pelo menos, inspirou mudanças profundas nos rumos da Nação.
Hoje, achamos por bem sair do recato de nossas oficinas e nos expor, junto ao povo brasileiro, que temos todo o orgulho de compor, ao lado de mães e pais de família, trabalhadores rurais e urbanos, empreendedores, empresários honestos, jovens e crianças às quais ensinamos princípios de conduta cidadã, para dirigir-lhe esta carta, pública e transparente.
É necessário que se diga que nós, Maçons, não somos uma “elite branca”. Somos a pluralidade do povo brasileiro, reunindo irmãos pardos, brancos, negros, caucasianos, indígenas etc. Mais ainda, temos por princípio o respeito às crenças religiosas e tendências políticas de cada um de nós: entre os Maçons, encontramos católicos, espíritas, evangélicos, budistas; oposicionistas e situacionistas, com ou sem vinculação a partidos políticos.
Porém, há séculos, deixamos de ser construtores de catedrais para sermos construtores sociais. Por isso, é impossível presenciarmos as escabrosas revelações trazidas a público por um respeitável brasileiro, dr. Sérgio Moro, e uma equipe de patriotas que compõem o Ministério Público (em todos os níveis) e a Polícia Federal, sem que nos manifestemos.
Juramos defender nossa Pátria contra agressões movidas contra ela, e a corrupção desenfreada revelada nos escândalos recentes (há mais por vir, além do famoso Petrolão) não só agride nosso amado Brasil como é mácula que envergonha nossa história, infelizmente. Por isso mesmo, tal nódoa não deve nunca ser esquecida, para que as futuras gerações não repitam a negligência, má fé, omissão, incompetência e descaso com a aplicação dos recursos que os brasileiros recolhem aos cofres do Tesouro Nacional, como hoje se constata em todos os escalões de seu (des)Governo.
Mas os golpes dados à Ética não param na rapinagem posta em prática por quadrilheiros de seu partido e de partidos aliados. Vão mais além: roubaram-se toda a fé e esperança de um povo, por meio de mentiras irresponsáveis, num presente e futuro promissor deste País.
Devemos recuperar a memória: há poucos meses, em suas promessas de campanha (diga-se de passagem, reprovável pela destruição de reputações e discursos mentirosos, aviltando os demais candidatos à Presidência de nossa República), registramos o compromisso de queda de 18% nas tarifas de energia. Hoje, amargamos uma alta de quase 30%, em média, em tais custos; a prometida queda nas taxas de juros foi desmentida pela sua elevação, que diminui o poder de compra de brasileiros, o grau de investimento de nossos sofridos empreendedores e devolve ao limbo da pobreza os milhões de pessoas que seu (des)Governo diz ter tirado da miséria.
Nossos pais nos ensinaram que “mentir é muito feio”, Presidente. Achamos que seus pais não lhe devem ter dito tal frase. Se o tivessem feito, possivelmente a vergonha não lhe permitiria ocupar o mais alto cargo do funcionalismo público da Nação. Repetimos: sua Excelência é uma privilegiada funcionária pública.
Traduzindo: sua função é servir ao povo, e não vilipendiá-lo, mesmo que indiretamente, por omissão, conivência ou incapacidade de conduzir uma máquina estatal que sua Excelência transformou em paquidérmica.
Enfim, nada do que foi dito aqui é novidade. Acreditamos em sua capacidade de autocrítica – termo muito utilizado por seus pares de esquerda.
O que queremos deixar claro é que, tanto sua Excelência quanto muitos parlamentares, não tiveram competência de ouvir o clamor das ruas, que bradamos em 15 de março próximo passado.
Não é à toa que o mote das próximas manifestações é expresso pelo slogan ELES NÃO ENTENDERAM NADA. Vamos tentar, ao máximo, ser claros:
1. O povo brasileiro não pediu pela Reforma Política (aliás, extremamente tendenciosa), cujos termos foram tornados públicos; é necessária, isto sim, uma REFORMA DE GOVERNO. Sua gestão está marcada pela marca recorde de TRINTA E NOVE MINISTÉRIOS, muitos deles criados para abrigar apaniguados do seu partido ou de partidos aliados. Se o tamanho descomunal de seu (des)Governo se revelasse eficiente, seria mais fácil de engolir. Ao contrário, o Estado, hoje, é comparável a um buraco negro, que engole os recursos públicos no pagamento de regalias e benesses, folha de pagamento de um exército de comissionados, além dos profissionais de carreira, sem que haja a devolução, aos sofridos brasileiros que sustentam seus luxos, na forma de serviços públicos e infraestrutura de qualidade;
2. O clamor popular, que sua Excelência não escutou, pedia pela TRANSPARÊNCIA DA APLICAÇÃO DE RECURSOS NACIONAIS, por meio do BNDES, em países mantidos por governos, em sua quase totalidade, ditatoriais. Será mera coincidência? Todos eles participam do “clube” denominado Foro de São Paulo, que reúne todos os partidos de extrema esquerda da América Latina e Caribe, além de organizações criminosas e terroristas, como as FARC. Presidente, somos carentes de tais obras de infraestrutura aqui, na nossa terra, e temos certeza de que isso é de seu conhecimento. Sem falar da necessidade de investimento em Educação e Saúde. Desconhecemos, porém, suas reais intenções. Mas não se dê ao trabalho de revelá-las. Não saberemos nunca se sua Excelência estará falando a verdade;
3. O povo brasileiro não admitirá, em hipótese alguma, que o MINISTRO DIAS TOFFOLI PRESIDA A 2ª TURMA DO STF, que irá julgar os crimes perpetrados no escândalo denominado Petrolão. Ele tem notórios impedimentos éticos para tal: foi advogado de seu partido, assessorou o ex-ministro José Dirceu (réu condenado pelos crimes praticados no escândalo conhecido pelo CARTA ABERTA À PRESIDENTE PÁG. 3 codinome Mensalão) e, nas últimas eleições, portou-se de forma, no mínimo, suspeita, durante a apuração dos votos (apuramos as histórias referentes à empresa Smartmatic – lembre-se: estamos na Era da Informação, e ela circula com velocidade estonteante. Basta saber e querer acessá-la. As máscaras, neste século, caem rapidamente).
4. Não há necessidade, presidente, de que seu governo crie pacotes anticorrupção. Nosso Brasil tem leis e Constituição que preveem e punem crimes de responsabilidade, crimes de peculato, crimes de corrupção ativa e passiva, crimes contra a República, crimes de traição à Pátria etc. O que é necessário é que seu partido DESAPARELHE O PODER JUDICIÁRIO e limite-se ao Executivo e Legislativo. Lembre-se, presidente: seu partido não é o Brasil e o Brasil não se tornará, nunca, um único partido político. O povo brasileiro tem inteligência e discernimento suficiente para reconhecer que seu partido não tem um projeto de governo, mas um projeto de poder, que, via corrupção sistêmica, busca ocupar todos os espaços da administração pública.
Enfim, presidente (não usamos, até o fim desta carta, o vocábulo presidenta para não agredir nosso vernáculo), para sermos objetivos, confiamos no seu discernimento: escute as vozes da Nação. Execute, sem mentiras de ora em diante, o que o povo brasileiro exige que seja feito.
Caso não esteja ao seu alcance, em virtude de possíveis compromissos indeclaráveis firmados com aliados escusos, ponha em prática uma saída honrosa: demita-se, renuncie, alegue problemas de saúde que merecem cuidados.
Invente qualquer desculpa. Mentiras partidas de sua Excelência não serão novidade. Será menos doloroso para o País e para a presidente que um processo de impeachment, recurso constitucional que detém a Nação brasileira para afastá-la definitivamente da vida pública.
Entre para a história pelo fato de ter reconhecido erros e incompetência para gerir o destino de milhões de compatriotas. Não permita que seu (des)Governo chegue ao nível zero de aprovação popular.
Gostaríamos de finalizar esta carta aberta com a expressão “Respeitosamente”, mas isso é impossível.
O povo brasileiro merece RESPEITO. Isso não nos foi dado.
Em contrapartida, sua excelência perdeu todo o respeito que poderíamos lhe dedicar.
Movimento Mudanças Já – Maçons • BR Brasil, 12 de abril de 2015.

4 maneiras simples de prevenir o Alzheimer

Exercício, uma boa dieta e desafios mentais são individualmente bons para o seu cérebro, mas em conjunto ajudam a manter o Alzheimer longe.

Pelo menos de acordo com alguns estudos realizados em animais. Conheça em seguida algumas maneiras simples para prevenir o aparecimento do Alzheimer no seu futuro.

1. Faça exercício 3 horas por semana

Você certamente já sentiu o poder de limpeza mental associado a uma boa caminhada: Mover o seu corpo é incrivelmente bom para o seu cérebro, agora e daqui a alguns anos. Majid Fotuhi de NeurExpand recomenda manter a frequência cardíaca por pelo menos entre 20 minutos a uma hora.
Num estudo, as pessoas que aumentaram os seus três passeios por semana de 10 para 40 minutos expandiram os seus hipocampos em 2% após um ano, sendo o equivalente a ganhar entre 2 e 4 anos de idade no cérebro. O exercício aumenta os níveis do factor neurotrófico derivado do cérebro (BDNF), uma proteína que é essencial para um cérebro saudável.

2. Medite 10 minutos por dia

Cortisol em excesso é um veneno no hipocampo. A meditação consciente é uma arma eficaz contra ele (tal como o exercício). Tire um tempo, sente-se direito, feche os olhos e inspire lentamente enquanto conta até 5, e em seguida expire contando também até 5. Faça isso por 5 minutos. Fique com a contagem e o movimento da respiração, mesmo que a sua mente divague. Pratique isso duas vezes por dia, ou, se você estiver stressado, 3 ou 4 por dia.

3. Tome 1.500 mg de ômega-3 por dia

As pessoas que têm níveis mais elevados de DHA e EPA (encontrado em peixes gordos) também têm hipocampos maiores.

4. Memorize algo todos os dias

Ter o hábito de memorizar coisas irá tonificar o seu hipocampo. Os estudantes de medicina cujos hipocampos foram medidos antes e depois de se terem preparado para exames, expandiram substancialmente o seus hipocampos após estudarem. Outras formas de estimular o cérebro são também o aumento da interação social e o aprender uma nova habilidade ou linguagem. 

Measure
Measure
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO