Siga este Blog

sexta-feira, 27 de março de 2015

Máfia que desviava bilhões com fraudes em julgamentos tributários espõe "gestapo fiscal" contra contribuintes

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão  serrao@alertatotal.net
Mensalão, Petrolão, Impostão - cada escândalo consegue superar o anterior em sofisticação e quantidade de bilhões em roubalheiras. Neste cenário de corrupção estrutural, onde a máquina estatal funciona como uma "gestapo" que extorque o cidadão-eleitor-contribuinte, alguém consegue ainda ficar surpreso quando a Polícia Federal lança a Operação Zelotes, a fim de desarticular uma organização suspeita de roubar R$ 19 bilhões dos cofres públicos, fraudando julgamentos de processos no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), do Ministério da Fazenda?
Tal aberração é "normal" em um Brasil que^tem em vigor 92 impostos, taxas ou contribuições. O Estado Capimunista tupiniquim promove um confisco mensal através do “Imposto de Renda”. A tungada na fonte, sem defesa, sobre os salários ajuda a piorar a situação do bolso de quem sofre com o “aumento real do custo de vida” ou “perda do poder de compra”. O modelo inferniza a vida de quem precisa consumir, pagar as contas obrigatórias do mês ou quitar empréstimos a juros absurdos cobrados por bancos e cartões de crédito. Ferra até o governo - sem recurso previsto no orçamento até para o IBGE fazer a contagem da população brasileira...  
A tributação média sobre o consumo chega a 49%. Vale para pobres ou para ricos. Produzir, sem a tentação de sonegar, é quase impossível. Somos penalizados por seis terríveis impostos sobre bens e serviços: IPI, Cofins, PIS, Cide, ISS e ICMs. Lucrar no Brasil é considerado um pecado mortal para o empresário. O Imposto de Renda Pessoa Jurídica e Contribuição Social sobre Lucro Líquido confiscam a lucratividade. Quem trabalha e produz é penalizado e perseguido pelo Estado. No jogo de extorsão, as máfias se reproduzem - como a que foi pega agora, que atuava desde 2005, só foi investigada a partir de 2013 e começa a ser enquadrada pelo Ministério Público neste 2015 pródigo em escândalos.
Por isso é urgente rever o sistema tributário. A ideia do “Imposto Justo”, cobrado de uma única vez, de forma transparente, visível na nota fiscal, é a mais viável. A maioria dos demais impostos pode ser abolida se a máquina pública gastar, desperdiçar e roubar menos. Nos últimos 25 anos, desde a Constituição de 88, segundo o IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário) foram criadas 155.954 normas federais na área tributária.
Não é à toa que a massa, aos milhões sai às ruas para protestar. A maioria não aguenta mais impostos elevados, juros altíssimos, custo de vida subindo, violência saindo do controle, governo ineficiente, perdulário e comandado por uma classe política corrupta, mentirosa, desqualificada e humanamente nojenta. A Lava Jato, acaba virando peixe-pequeno. Nela, os corruptos teriam desviado uns R$ 2,1 bilhões da Petrobras. Agora se fala em desvios de R$ 19 bilhões. A PF conseguiu identificar que em algumas negociações os corruptos recebiam entre 1% e 10% das multas que teriam que ser pagas pelos contribuintes. Os investigados responderão pelos crimes de advocacia administrativa fazendária, tráfico de influência, corrupção passiva e ativa, associação criminosa, organização criminosa e lavagem de dinheiro.
O problema é que, se não houver uma profunda mudança no modelo estatal e no sistema tributário no Brasil, a Operação Zelotes será mais uma a enxugar gelo - como tantas outras em que os ladrões se locupletam e terminam impunes. A nova política de tributos precisa vir acompanhada de um sistema que torne pública e transparente, via internet, a execução do orçamento e da contabilidade pública. A pressão direta e constante do cidadão-eleitor-contribuinte é a única saída para que ocorra uma efetiva fiscalização sobre o gasto e investimento público, evitando desperdícios.
Atualmente, o setor público brasileiro é uma caixa preta. Escancará-la é fundamental. Sem isso, fica impossível destinar mais recursos para Educação, Saúde, Segurança, Infraestrutura e etc. O dinheiro aplicado vai para o lixo! Ou melhor, ruma direta ou indiretamente para as contas dos ladrões tupiniquins, que o lavam, aqui e no exterior. A grana vai e volta, na forma de "negócios" e pretensos “investimentos estrangeiros diretos”. Aplica-se na bolsa, na fusão e aquisição de empresas, na compra de imóveis ou em outros "empreendimento" e formas de lavar dinheiro, de forma aparentemente legalizada ou flagrantemente criminosa.
Junto com a reforma tributária, o Brasil precisa resolver alguns problemas prioritários: acabar com a reeleição; tornar o voto facultativo (e não obrigatório); permitir a auditoria e recontagem do voto, impresso, no sistema eletrônico; aceitar candidaturas avulsas para cargos majoritários, independentemente dos partidos; abolir o imposto sindical, tornando livre a contribuição associativa; acabar com a “profissão” de político, reduzindo ao mínimo a remuneração do representante legislativo.
Se a multidão não cobrar nas ruas por tais mudanças, de forma estruturada, focada e objetiva, tudo continuará como dantes no País corrupto do Abrantes... Se não houver pressão, Dilma permanecerá no poder, refém de tudo e de todos, feito uma "marioneta", alegando: "A corrupção é uma senhora idosa e não poupa ninguém. Pode estar em todo lugar, inclusive no setor privado"... E a gente vai ter que concordar com ela...
CPI dos Fundos de Pensão
Do ativista Sérgio Salgado, fazendo uma campanha junto a deputados e senadores para a abertura de uma CPI que investigue as falcatruas bilionárias nos fundos de pensão brasileiros, que já geram prejuízos incalculáveis a aposentados e pensionistas, com alto risco também para negócios em que os fundos investem:
"Lembro a todos que o nosso caso já é dramático. Ficar esperando acontecer o 3º déficit é suicídio, considerando que alguns jornalistas começam a criticar a ideia de que as patrocinadoras, culpadas por tudo isso, junto com o Governo Federal, sejam obrigados a aportar o que lhes cabe. Na cabeça deles, idoso é teimoso nessa história de querer sobreviver e deveria passar fome e morrer depressa. Receberam nossas denúncias há vários anos e ficaram sentados sem nada apurar e agora que o previsto acontece, a resposta deles é: paguem vocês que nós não temos nada com isso".

Sérgio Salgado foi suplente do Conselho Fiscal da Petros, o fundo de pensão dos empregados da Petrobras, entre 2007-2011, e soltou para os senadores o artigo que publicamos, abaixo: Da importância de se fazer uma CPI da Petros e demais fundos de pensão

Absolutamente sem graça...
Foi dose para Leão da Receita as sete horas que Maria das Graças Foster passou depondo ontem na CPI da Petrobras - mais uma armada para terminar em pizza...
Novamente, prevaleceu a velha tese Lulo-dilmiana de que ninguém em postos chaves no governo sabe de nada quando acontece algo muito errado...
O depoimento dela de nada acrescentou no lenga-lenga político montado apenas para deixar o desgoverno acuado, enquanto a classe política finge que dá alguma satisfação à opinião pública sobre a roubalheira sistêmica na Petrobras - que tudo indica ser mais grave ainda em toda a máquina estatal brasileira.
Um dos ápices foi quando afirmou que sentia "muita vergonha" do esquema de corrupção na Petrobras...
Frases sem Graça 

Algumas pérolas do depoimento de Graça Foster, ex-presidente da Petrobras:
"Se a corrupção era sistêmica ou institucionalizada... a partir do momento que eu não sabia, só soube depois da Operação Lava-Jato, eu não posso concordar que a corrupção era sistêmica".
"Eu tenho certeza de que serei criticada pelo que falo, mas reconheço que a LavaJato faz um bem para a Petrobras, apesar de todo o transtorno, que não é da polícia mas de nós mesmos".
"Eu não sei quem indicou Renato Duque, Cerveró ou Paulo Roberto Costa".
"Eu não tinha relação nenhuma com empreiteiros".
Sincericídio?
Na CPI da Petrobras, Graça cometeu alguns momentos de puro "sincericídio":
"Temos um sistema que não detectou os desvios. A Petrobras merecia uma presidente mais eficiente do que eu na gestão. Não acredito na gestão perfeita. Acredito na melhoria da gestão sempre. Assim, criamos a Diretoria de Governança e Compliance, com o primeiro diretor independente, contratado por um headhunter, sem ser indicado por gestores da estatal".
"Tenho dificuldade de aceitar como um gerente no meio da linha hierárquica pudesse ganhar propina isoladamente, sem outras pessoas"
"O Barusco era um engenheiro naval admirável. Quando a gente ouve ele falar aquelas coisas, nós pensamos que estamos em outro planeta".
Problema amoroso
Quando perguntada se tinha mais amor pelo Petrobras ou pelo PT, ela respondeu:

"A Petrobras. Mil vezes a Petrobras".
Graça tem tatuadas algumas estrelinhas - que uns dizem ser do PT, e outros do Botafogo (seu time de coração)
Assim você me mata...
A deputada Maria do Rosário matou todo mundo de rir, ao afirmar que a bancada do PT "tem um pacto de combate à corrupção".
Rosário lembrou que há membros da CPI que são "ideólogos" e outros que são "aproveitadores".
No discurso demagógico contra a privatização da Petrobras, Rosário só não deixou claro de que lado estava...
Tese petista
O deputado federal Valmir Prascidelli (PT/SP) defendeu uma linha de tese que vem sendo repetida, feito mantra, pelo esquema defensivo petista para tentar explicar o inexplicável na Petrobras:
“A corrupção era fruto de um cartel de empresas em conluio com alguns funcionários que ocupavam cargos na Petrobras, um esquema que já vem desde a década de 1990, como revelou o senhor Pedro Barusco aqui nesta CPI”.
O deputado petista reclama que a estratégia da oposição na CPI é criar, sob o pretexto de se investigar a corrupção, um clima de tensão e com isso desgastar o governo junto à opinião pública para tentar um terceiro turno.
Gancho pseudonacionalista
O deputado federal Valmir Prascidelli perguntou a Graça sobre a existência de interesses internacionais sobre a Petrobras, e a ex-presidente da estatal, casada com Colin Vaughn Foster, maçom que representa o Duque de Kent, chefe da Maçonaria Inglesa, respondeu:
“O Brasil é um país que interessa, sim, às grandes potências mundiais”.
Prascidelli denunciou que há vários projetos de lei apresentados por parlamentares do PSDB e do DEM, que visam acabar com o regime de partilha na exploração do óleo do pré-sal e com a obrigatoriedade do conteúdo nacional nas contratações da Petrobras:

“Querem transferir nosso patrimônio para o capital internacional, como já fizeram com outras empresas nacionais nos oito anos em que o PSDB governou o país”.
Amigo da onça
Ocupação
Maldita soma

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!
O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Março de 2015.


COALIZÃO ÁRABE ATACA XIITAS DO IÊMEN COM 180 CAÇAS! INCURSÃO TERRESTRE JÁ PREPARADA! IRÃ PROMETE REAÇÃO!


A ofensiva de aliados sunitas do presidente Abed Rabbo Mansour Hadi contra os rebeldes xiitas que tomaram grandes partes do Iêmen nos últimos meses já conta com mais de 180 aviões para os bombardeios de áreas controladas pelos insurgentes, elevando a tensão sectária na região e o preço do petróleo no mundo em 5%.
Egito e Arábia Saudita, as duas principais potências sunitas, cogitam uma intervenção por terra, levando o xiita Irã a declarar que tomaria “todas as providências necessárias” para controlar a crise. Além dos egípcios e sauditas, participam da coalizão Sudão, Marrocos, Jordânia, Bahrein, Qatar, Kuwait e Emirados Árabes. Os EUA oferecem ajuda de logística e de Inteligência.
O general saudita Ahmed Asseri não descartou uma invasão por terra:
— Não há planos por enquanto para forças terrestres, mas se essa necessidade chegar, as forças terrestres sauditas e de nossos amigos estão prontas para repelir qualquer agressão — disse.
A segunda noite de bombardeios dos caças da coalizão sunita causou a morte de vários civis, levando os residentes da capital Sanaa ao desespero.
— Toda minha família e eu nos preparamos para dormir no porão, já que é a parte mais segura da casa — disse Fawzia Nedras. — As janelas estão rangendo e achamos que vão quebrar. Moramos perto do aeroporto, onde achamos que várias lideranças houthi estão vivendo e onde se concentram os ataques aéreos.
Em Áden, onde o presidente Hadi estava refugiado após a tomada da capital, rebeldes e milicianos leais ao presidente continuam numa batalha campal pelo controle da principal cidade portuária do país.
Hadi, que nesta quinta-feira apareceu na Arábia Saudita após seus funcionários negarem que ele tinha deixado o país, acusa os iranianos de fornecerem armas para os houthi, etnia xiita que lidera o levante armado.
Já os rebeldes afirmam que Hadi — ex-vice-presidente que assumiu em 2012 prometendo convocar eleições após a queda de Ali Abdullah Saleh, que governava o país desde 1990 — se recusa a fazer uma partilha justa do poder.
Três milicianos de Hadi e 13 pró-houthi morreram no Norte da cidade. O aeroporto, que havia sido tomado pelos rebeldes, foi reconquistado nesta quinta-feira, mas continua fechado. Os maiores portos do Iêmen — Áden, al-Mukalla, al-Mokha e al-Hudaydah — também estão fechados. Temendo bombardeios, a ONU anunciou que seus funcionários deixarão Áden e Sanaa.
O receio de que o conflito se espalhe e que o estreito de Bab el-Mandeb — onde passam quatro milhões de barris de petróleo por dia — seja fechado fez o preço do petróleo subir 5% nesta quinta-feira. Os EUA afirmam que irão proteger o estreito.
As forças leais a Hadi também enfrentam o general Khalifa Haftar, que se insurgiu contra o então presidente sendo, na prática, um aliado dos houthi e também alvo dos bombardeios.
Amanhã, Hadi participará de uma reunião da Liga Árabe onde deve reforçar as denúncias contra os houthi. O chanceler interino do Iêmen, Riyadh Yaseen, disse que o presidente pedirá aos árabes um “Plano Marshall” para o país.
FONTE: http://oglobo.globo.com/mundo/vizinhos-atacam-xiitas-do-iemen-com-180-cacas-15712137

Via: 

Revista britânica diz que brasileiros foram vítimas de estelionato eleitoral

Publicado por Revolta Brasil em 26 março
Revista britânica diz que brasileiros foram vítimas de estelionato eleitoral
The Economist, em editorial sobre o momento político atual do Brasil que vai às bancas neste fim de semana, cita os motivos que tem levado os brasileiros a tomarem as ruas pouco tempo após as eleições. Segundo a revista, os brasileiros perceberam que foram vítimas de um estelionato eleitoral.
“Não é difícil ver por que os eleitores estão com raiva” … “Ela presidiu o conselho da Petrobras de 2003 a 2010, quando os promotores dizem acreditar que mais de 800 milhões de dólares foram roubados em propinas e canalizados para os políticos do PT e aliados”, diz a publicação.
A revista diz também que Dilma venceu as eleições vendendo uma mentira e de fato os eleitores estão percebendo agora isso.
No entanto o editorial da revista diz que o impeachment, como vem pedindo diversos manifestantes pelo país, pode não ser uma boa ideia. “Um impeachment iria se transformar em uma caça às bruxas que enfraqueceria as instituições, que ficariam politizadas” …”Ter Dilma no gabinete fará com que os brasileiros estejam mais propensos a entender que as velhas políticas é que são as culpadas, não as novas.”, conclui o texto.
Com informações do portal Veja
Veja mais:



Rússia adverte que manobras da OTAN são um "problema" como aviões de ataque dos EUA voam na Polônia

A-10 Thunderbolt II avião de ataque. (Reuters / Kenn Mann) 
Quatro aviões de ataque norte-americano A-10 Thunderbolt II estão participando de jogos de guerra na Polônia, como a nação espera que cerca de 10.000 forças da OTAN em exercícios deste ano. Moscou diz que o reforço militar nas fronteiras da Rússia terá um impacto negativo de longo prazo.
As aeronaves A-10 estão baseadas no oeste da Polônia, em uma base aérea na Powidz, onde serão envolvidos em uma série de missões de treinamento até sexta-feira, o porta-voz do exército polonês Artur Golawski disse, citado pela Reuters.
Os aviões - projetados para atacar tanques, veículos blindados e outros alvos terrestres - chegaram à 33ª Powidz Transport Air Base na terça-feira, de acordo com The Aviationist.  Eles seguiram dois aviões de transporte militar C-130 Hercules.
Na quarta-feira, o ministro da Defesa polonês Tomasz Siemoniak (que também é vice-primeiro ministro) disse que ele aprovou a presença constante de tropas da OTAN em seu país. "Estamos nos esforçando para isso e estamos a falar sobre o assunto.Estamos a preparar terreno para a presença constante ", TASS citou como dizendo. Cerca de 10.000 forças aliadas são esperados para participar de treinos deste ano.
Os exercícios militares devem vir como uma parte da Operação Resolve Atlântico, que visa "aliados e parceiros da dedicação da América para uma paz duradoura e estabilidade na região tranquilizadoras da OTAN" na sequência dos recentes acontecimentos na Ucrânia.
No último sábado, capital da Lituânia, Vilnius viu o início da operação Dragoon passeio - Um comboio de US veículos militares, principalmente IAV Stryker APCs, em direção a uma base na cidade alemã de Vilseck, na Baviera via Estónia, Lituânia, Polónia, Letónia e República Checa . O tenente-general Ben Hodges, o general comandante do exército dos EUA Europa, descreveu o percurso como aliados do Leste Europeu da OTAN "que vivem mais próximo do Ursso."
Na República Checa, onde os ativistas anti-guerra lançada dos tanques?Não, obrigado! 'campanha, a fim de protestar contra o que chamaram de "parada da vitória provocativo", perto da fronteira com a Rússia, as pessoas estavam instruídos para não jogar tomates e ovos contra um comboio militar dos Estados Unidos, como eles podem enfrentar acusações de até três anos atrás das grades.
Dragoon passeio demonstrou suas armas e equipamentos militares, incluindo veículos de combate Stryker blindados e veículos militares Humvee, na Lituânia, fazendo paradas em seis cidadesEle continuou seu cortejo na Polônia, onde foi acompanhado por gendarmerie militares e helicópteros militares.
Esta semana, as forças aéreas da Finlândia e os EUA começaram exercícios militares conjuntos, mais tarde a ser unidas por Suécia, Tass. Os treinos estão ocorrendo principalmente nos céus acima do mar, não muito longe da costa oeste da Finlândia, e também vai ocorrer em espaço aéreo internacional.
No início de março, seis navios de guerra da OTAN participaram em treinos navais no Mar Negro. A operação, liderada por os EUA, incluiu exercícios anti-aéreos e anti-submarino. A série de exercícios conjuntos 3,5 mesescomeçou na Bulgária. Cerca de 350 oficiais do exército dos EUA, bem como tanques norte-americanos, helicópteros e veículos blindados, vieram para os treinos.
Os EUA também entregaram mais de 120 unidades de blindados, incluindo tanques, à Letónia este mês.  O ministro da Defesa do país, Raymond Vejonis, saudou a decisão, dizendo no Twitter que "a presença de nossos aliados (dos EUA e da Otan) na Letônia é uma confirmação da solidariedade e da segurança na região."
No mês passado, os EUA implantaram doze A-10, na Alemanha, e em janeiro OTAN  estacionou tropas adicionais nos três Estados bálticos - Roménia, Bulgária e Polónia - como parte de sua nova estratégia.
A Polónia é um dos mais próximos aliados dos EUA na Europa, além de ser um dos principais arautos da chamada"ameaça russa" no leste da Ucrânia.  A crise não começou na primavera passada após Kiev enviou seu Exército para a região de Donbass para suprimir a dissidência contra um golpe armado na capital. O conflito interno já custou mais de 6.000 vidas, de acordo com estimativas da ONU.
Rússia vê as ações recentes como prova adicional de que a NATO é um bloco militar anti-russo, que se aproveitou do conflito ucraniano, usando-o como pretexto para um reforço militar na Europa Oriental.
"A OTAN está a desenvolver as suas forças de resposta rápida e reforça a sua infra-estrutura perto de nossas fronteiras, estamos registrar tentativas de violar a paridade nuclear ea criação dos segmentos europeus e da Ásia-Pacífico dos sistemas de defesa antimísseis está sendo acelerado", o presidente russo, Vladimir Putin disse em umendereço para o colegiado FSB na quinta-feira.
Enquanto isso, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores Aleksandr Lukashevich lembrou que a Rússia tem todos os meios para combater as ameaças nucleares. Ele disse em uma coletiva de imprensa regular que "é hora de os EUA renunciou movimentos unilaterais destrutivas na esfera da defesa anti-mísseis, então não haveria necessidade de se preocupar com as suas consequências," Tass.
Concentração Militar dos EUA consistente nas fronteiras russas em linha com os planos da OTAN  para reforçar a presença militar e desenvolver infra-estrutura no chamado flanco oriental ... não só provoca tensões na região, o que tem sido considerado um dos mais dinâmico na Europa, mas também tem consequências negativas a longo prazo ", acrescentou Lukashevich.
Na quarta-feira, o enviado da Rússia na OTAN, Aleksandr Grushko, destacou em entrevista ao Das Erste TV da Alemanha de que a Rússia não tem substancialmente aumentado o número de seus exercícios militares, enquanto a atividade militar da OTAN tem aumentado ", moldando uma nova realidade militar . "
"O problema de hoje não é a atividade militar da Rússia, mas o aumento da atividade militar da OTANTodos os outros novos exercícios militares dia ter lugar no âmbito do Plano de Ação de Preparação da aliança. O número de exercícios da OTAN ultrapassou 200. O número total de voos táticos das forças aéreas da OTAN sobre o Báltico e Barents, bem como as regiões fronteiriças da Rússia no ano passado ultrapassou 3.000, que é o dobro do número de 2013 treinos ", disse Grushko , acrescentando que os números que estimam atividades militares russas em 2013-2014, junto com a atividade atual, têm na sua maioria se manteve no mesmo nível.
O Pentágono reconheceu que mais de 1.000 soldados norte-americanos baseados na Europa recentemente têm se movido na Europa Oriental a participar nos exercícios militares. A operação está definido para "demonstrar a liberdade de movimento que existe no seio da OTAN ", segundo a porta-voz militar Steven Warren.
Outro ponto de preocupação da Rússia é a possibilidade de entregas de armas norte-americanas para a Ucrânia.  O país dilacerado pelo conflito já está enfrentando treinos internacionais de grande porte mandatados por os EUA em abril deste ano, que estão definidos para durar até novembro. Presidente Poroshenko disse que eles querem dizer"integração à maior estrutura de defesa no mundo", informou a Interfax.
" As atividades de fornecer armas a partir dos EUA para a Ucrânia são  em meio as repletas falhas de uma trégua na Donbass e definitivamente a ameaçar a segurança da Rússia", disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, salientando que isso prejudica os acordos Minsk e põe em causa os planos do EUA, bem como a OTAN.
http://rt.com

Via: http://noticia-final.blogspot.com.br/2015/03/russia-adverte-que-manobras-da-otan-sao.html

Rússia capaz de responder aos planos de implantação de escudo antimísseis dos EUA -adverte diplomata

Manobras conjuntas de defesa aérea EUA-Polônia, 21 de março de 2015
 AP Photo / Czarek Sokolowski
A Rússia tem todos os meios necessários para combater a implantação dos elementos escudo antimísseis dos EUA no interesse da manutenção estratégica equilíbrio
MOSCOW, 27 de março / TASS /.Moscou adverte os países com a intenção de permitir a implementação dos elementos escudo antimísseis dos EUA no seu território que a Rússia tem todos os meios necessários para combater a ameaça, Alexander Lukashevich, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, disse na quinta-feira.
"A Rússia tem sido há anos chamando a atenção para o fato de que a arquitetura de defesa antimísseis construído pelos Estados Unidos com o envolvimento de seus aliados da OTAN em perspectiva pode representar uma ameaça para as forças russas de contenção estratégica e, eventualmente, resultar em paridade de rompimento, que por sua vez exigem medidas de resposta que visem a restauração do equilíbrio estratégico ", disse Lukashevich.
Nós temos os meios necessários para combater este sistema, no interesse da manutenção estratégica equilíbrio, mas nós não queremos e não pretendem recorrer a eles sem qualquer necessidade", disse Lukashevich.  "No entanto, os participantes neste sistema deve ter em mente que a Rússia tem todos os meios necessários para neutralizar essas ameaças."
O diplomata russo disse que era lamentável que os argumentos insistentes de Moscou contra a formação deste sistema de desestabilização na Europa não foram ouvidos.
  "Ao mesmo tempo as tentativas para lançar igual cooperação e do diálogo no sector da defesa do míssil ter atingido uma parede de mal-entendido", disse Lukashevich.
 O diplomata russo também disse que a Otan recentemente "descaradamente cerceada um diálogo sobre as questões de defesa de mísseis em um movimento que não rende melhorias para a situação."
  Lukashevich disse que "de acordo com a doutrina militar atual da Rússia, o país se reserva o direito de usar armas nucleares em resposta ao uso de armas nucleares contra a Rússia e seus aliados, bem como em caso de agressão contra a Rússia, que ameaça a existência do país. "
"Consideramos que é inadmissível a interpretar mal disposto na nossa fundamental [da doutrina] em matéria de segurança nuclear", disse Lukashevich.
 Ele também pediu um fim a "especulações malévolos sobre esta questão, que foram distribuídos em círculos da OTAN recentemente."
Os Estados Unidos devem ter há muito tempo abandonar o mau hábito de fazer medidas unilaterais prejudiciais na esfera da defesa antimísseis para que haja eventualmente haveria necessidade de cuidar de suas conseqüências", acrescentou Lukashevich.
Rússia e  a liderada pelos EUA a OTAN tem  em uma longa disputa sobre os planos dos EUA  de escudo antimísseis na Europa, que os Estados Unidos dizem que foi destinado para defender seus aliados contra possíveis ameaças de mísseis emergentes do Irã e da Coréia do Norte.
Rússia vê a implantação do escudo antimísseis perto de suas fronteiras como uma ameaça à sua segurança nacional e em 2011 o então presidente Dmitry Medvedev anunciou um conjunto de medidas para contrariar o sistema de defesa antimísseis dos EUA-proposta na Europa.As medidas particularmente incluem a construção de novos sistemas de radar de defesa aérea e instalação de mísseis Iskander em Kaliningrado Região da Rússia, que faz fronteira com a Europa.
Os EUA anunciaram planos para rejeitar a implantação da quarta etapa do sistema de defesa antimísseis na Europa e para reorientar para a proteção contra possíveis ataques de mísseis da Coréia do Norte.  Infographics por TASS


 
http://tass.ru

UND2

Via: http://noticia-final.blogspot.com.br/2015/03/russia-capaz-de-responder-aos-planos-de.html

“BRASIL PODE ESTAR À BEIRA DE UM COLAPSO ECONÔMICO, TALVEZ IRREVERSÍVEL”, COMENTA JABOR

Leia abaixo a íntegra do comentário de Arnaldo Jabor:

Nunca pensei que veria presidentes de empreiteiras ali na cana, na boca do boi. Nunca vimos este carnaval de escândalos, que vão se acumulando e podem ate causar um certo tédio na opinião pública.

E fica a impressão que a corrupção é o grande horror de nossa vida nacional. O PT e outros partidos querem resumir tudo à corrupção. Mas não é o pior. Muito mais grave é o desmanche de instituicoes e da cadeia produtiva do pais. A Petrobras contagia, por exemplo inúmeras indústrias dependentes que desempregam, fecham as portas, como um dominó maldito.

Tratam a corrupção como se fosse pecado contra Deus. Mas o terrível é que ela impede qualquer projeto de gestao e crescimento. O crime político nao é um malfeito isolado, é uma ferramenta de trabalho.

O único consolo é que a população está se formando em ciência política. Já estamos aprendendo onde está a verdade. A verdade está de cabeca para baixo. A verdade está em tudo que os politicos negam.

É triste a solidão de Joaquim Levy e sua equipe. É uma ilha de sensatez para desfazer quatro anos de preconceitos ideológicos de uma esquerda ignorante que jogou o Brasil em marcha a ré. Por isso, não podemos curtir apenas as prisões, os indiciamentos e esquecer que o Brasil pode estar à beira de um colapso econômico. Talvez irreversível.

Vídeo: http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2015/03/brasil-pode-estar-beira-de-um-colapso-economico-talvez-irreversivel-comenta-jabor.html

Via: http://www.libertar.in/2015/03/brasil-pode-estar-beira-de-um-colapso.html

PT quer censurar mídia para esconder seus crimes


NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO