NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Siga este Blog

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

JUIZ MANDA TIRAR WHATSAPP DO AR NO PAÍS INTEIRO

O aplicativo WhatsApp pode ficar fora do ar, caso a decisão judicial do juiz Luiz Moura Correia desta quarta-feira (25), da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina, no Piauí, entre em vigor. Segundo a Revista Época, o magistrado determinou se suspenda temporariamente, em todo território nacional, o acesso através dos serviços da empresa aos domínios whatsapp.net e whatsapp.com, bem como todos os seus subdomínios e todos os outros domínios que contenham whatsapp.net e whatsapp.com em seus nomes.

De acordo com o juiz a empresa deve garantir a suspensão do tráfego de informações de coleta, armazenamento, guarda e tratamento de registros de dados pessoais ou de comunicações entre usuários do serviço e servidores da aplicação de trocada de mensagens do Whatsapp. A companhia foi comunicada da decisão de Moura Correia em 19 de fevereiro por meio de um ofício e luta para cassar a decisão.

O juiz não informou o motivo da decisão, explicando que a ação tramita em segredo de Justiça. No entanto, de acordo com o jornal O Globo, a Secretaria Estadual de Segurança Pública do Piauí comunicou que a suspensão foi determinada porque a empresa fornecedora do aplicativo de mensagens não tirou de circulação imagens de crianças e adolescentes expostas sexualmente, objeto de investigação da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Teresina.

A assessoria de imprensa do WhatsApp não foi encontrada para se pronunciar sobre o caso.

Via: http://www.infomoney.com.br/ e http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/felipe-patury/noticia/2015/02/juiz-do-piaui-manda-btirar-whatsapp-do-arb-no-pais-inteiro.html

 http://www.libertar.in/2015/02/juiz-manda-tirar-whatsapp-do-ar-no-pais.html

"Estado Islâmico quer matar o Papa",avisa embaixador do Iraque

Visita do Papa à Albânia avança, apesar de ameças. Foto: Fabio Frustaci/EPA

As visitas à Albânia e à Turquia, países de maioria muçulmana, são de alto risco, diz o diplomata iraquiano. A Santa Sé desvaloriza as ameaças.

O embaixador do Iraque junto da Santa Sé alertou esta semana para os riscos inerentes às visitas que o Papa tem planeadas a países islâmicos, incluindo a Albânia, já esta semana.

Habeeb Al Sadr, que representa o Estado iraquiano no Vaticano, diz que o Estado Islâmico, o grupo terrorista que tem perseguido cristãos e membros de outras comunidades não-sunitas nas partes de Síria e do Iraque que controla, quer matar o Papa Francisco.

Em declarações à comunicação social italiana, o embaixador diz que as ameaças dos islamitas são credíveis. “O autoproclamado Estado Islâmico foi claro – eles querem matar o Papa.”

De particular preocupação são as viagens que o Papa tem agendadas para a Albânia, no próximo domingo, e para a Turquia, em Novembro, uma vez que são países de maioria islâmica.

Mas o embaixador diz que mesmo em Roma o Papa pode estar sob ameaça.

"Acredito que o podem tentar matar durante uma das suas viagens ao estrangeiro, ou até em Roma. Há membros do Estado Islâmico que não são árabes. Há canadianos, americanos, franceses, britânicos e até italianos", avisa.

Vaticano desvaloriza

Na segunda-feira, em conferência de imprensa, o director da sala de imprensa da Santa Sé, o padre Federico Lombardi, disse que a Igreja estava a par das declarações do embaixador, mas desvalorizou-as e disse que não estavam previstas medidas de segurança extraordinárias para sábado, na Albânia.

A Santa Sé tem a sua própria força de segurança, tida em alta conta, que prepara todas as suas viagens em conjunto com as forças do país destinatário e que acompanham sempre o Papa nas suas deslocações.

Contudo, Francisco é conhecido por ignorar muitas medidas de segurança básicas, no seu esforço para se aproximar ao máximo das populações que visita, o que torna mais complexo o trabalho dos seus colaboradores.

Francisco já criticou abertamente o Estado Islâmico, denunciado as perseguições e os assassinatos cometidos em seu nome e defendendo até a legitimidade do uso da força para impedir o seu avanço no Iraque. 

Fonte: http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?did=162195
Via: http://illuminatielitemaldita.blogspot.com.br/2015/02/estado-islamico-quer-matar-o-papaavisa.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+IlluminatiAEliteMaldita+%28ILLUMINATI:+A+ELITE+MALDITA%29
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO