Siga este Blog

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Dilma retorna com a CPMF e taxa lucros na venda de imóveis: dólar, inflação e desemprego vão subir

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

No dia em que a cotação do dólar passa dos R$4, mas o desgoverno não cai de quatro, a equipe econômica de Dilma Rousseff tenta enfiar goela abaixo do parlamento mais um monstrengo fiscal para arrecadar mais, a fim de sustentar a gastança da máquina pública. Foi oficialmente proposta uma emenda constitucional para instaurar a famigerada Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira - que será o 93º imposto em vigor no Brasil Capimunista. Vem aí mais recessão, inflação e desemprego - caos que deve atingir o ápice em 2016. Bruzundanga sofrerá novos rebaixamentos por agências internacionais de risco...

Nada anormal no País em que o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, falando com a maior seriedade, proclamou recentemente a surreal tese rentista de que "aumento de importo deve ser encarado como um investimento". Enquanto isso, nas redes sociais, circulam vídeos de entrevistas concedidas por Dilma, durante a campanha reeleitoral passada, garantindo que jamais voltaria com a CPMF, alegando que o chamado "imposto sobre o cheque" foi um engodo, pois não usou o dinheiro para a saúde. Dilma chegou a proclamar: "Eu não penso em recriar a CPMF, porque penso que não seria correto".

Dilma mudou de ideia rapidinho... Certamente, pensa em dobrar a meta de bobagens... A canetada dela, publicada no Diário Oficial, faz o País voltar no tempo, restaurando a Lei nº 9.311, de 24 de outubro de 1996. Com a alíquota de 0,20%, o produto da arrecadação da nova-velha CPMF será enviado diretamente para a Previdência Social. Os Ministérios do Planejamento e da Fazenda juram que a grana arrecadada com a CPMF não integrará a base de cálculo da Receita Corrente Líquida.

Outra canetada de Dilma traz terror ao bolso dos investidores em imóveis. Trata-se da Metida (perdão, Medida) Provisória 692, que aumenta progressivamente o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) que incide sobre ganhos de capital. Para quem lucra até R$ 1 milhão na venda de imóveis, o imposto continua o mesmo, 15%. Na faixa que exceder R$ 1 milhão e for até R$ 5 milhões, a alíquota é de 20%. Se ficar entre R$ 5 milhões a R$ 20 milhões, a tungada é de 25%. Para ganhos de capital acima de R$ 20 milhões, a facada tributária confisca 30% do negócio.

A malandragem do desgoverno é tanta que nem adianta aplicar o golpe de alienar o bem em partes. A MP 692 deixa claro que, a partir da segunda operação, o ganho de capital deve ser somado aos ganhos obtidos nas operações anteriores para fins de apuração do imposto, deduzindo-se o imposto pago nas parcelas anteriores. A norma considera como integrante do mesmo bem o conjunto de ações ou quotas de uma mesma pessoa jurídica.

Dilma terá todo o apoio parlamentar para suas maldades econômicas. A maioria da Câmara e do Senado, além da cúpula do Poder Judiciário, não quer saber de cortar gastos de verdade. Redução de despesas, para eles, só na retórica. Na execução orçamentária, o negócio é manter os privilégios em vigor. Não foi à toa que o Congresso Nacional manteve 26 de 32 vetos presidenciais previstos na pauta de votações. Ficou para outubro a polêmica sobre o reajuste salarial do Poder Judiciário.

Fica no ar uma bela moeda de troca? É o que as línguas maldosas de Brasília especulam no momento em que o Supremo Tribunal Federal resolve abrir dois inquéritos para investigar o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), suspeitos de terem cometido crime eleitoral, conforme depoimentos prestados em delação premiada pelo empreiteiro Ricardo Pessoa. O ministro Celso de Mello aceitou o pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de manter as investigações em sigilo, porque os depoimentos de Pessoa ainda não podem ser divulgados.

Pessoa revelou ter repassado R$ 500 mil à campanha de Mercadante ao governo de São Paulo em 2010, sendo que R$ 250 mil teriam sido pagos em dinheiro vivo. No mesmo ano, Pessoa também contou que repassou R$ 500 mil a Aloysio Nunes para abastecer a campanha dele ao Senado. Desse total, R$ 300 mil foram declarados à Justiça Eleitoral e R$ 200 mil foram pagos em espécie. O curioso é que, agora, a bronca judicial atinge os primos PT e PSDB, no momento em que se arma uma grande pizza para impedir o avanço de pedidos de impeachment ou a forçada de barra para Dilma renunciar, por livre e espontânea pressão dos aliados do PMDB ou da oposição de mentirinha no Congresso.



Além do caos econômico, o inferno político se ampliar com a condenação do ex-vice-presidente da Câmara, o petista-maçom Andre Vargas. O Juiz Sérgio Moro, da 13a Vara Federal curitibana (azarenta para a petelândia), condenou Andrezinho a 14 anos de prisão e ainda o manteve em prisão preventiva. Na sentença, Moro lembrou que o esquema usado por Vargas é conhecido em inglês, como "kick-back": o agente público interfere para que um contrato com a administração pública seja concedido a determinada pessoa e ela lhe repassa um percentual. "Em outras palavras, um percentual dos ganhos resultantes do contrato obtido mediante corrupção do agente público, eles mesmo criminosos, foram entregues ao agente público como propina e sua parte no butim criminoso".

O medo na petelândia é que, cansado da cadeia, Andrezinho resolva trair todo mundo, abrindo a boca... Pior ainda é se Henrique Pizzolato, ex-diretor do banco do Brasil condenado no Mensalão, retornar da Itália para a Penitenciária da Papuda, em Brasília, com a mesma intenção delatora. Ou tudo ficará ainda pior para eles se alguém que sabe tanto ou mais que André e Pizzolato contar tudo que sabe. Trata-se do mais recente "colaborador premiado" na Lava Jato, o lobista Fernando Moura, amigo do ex-ministro José Dirceu, que admitiu ter ajudado o PT a selecionar os nomes que assumiriam os 32 mil cargos comissionados nas empresas públicas e na administração federal antes do início do primeiro governo Lula, em 2002.

O inferno tupiniquim está apenas começando junto com aquela que pode ser uma redentora "Primavera Brasileira"...


Volta logo...


Galinho na Fifa


O craque Zico se reuniu ontem em Zurique, na Suíça, com o desgastado Joseph Blatter, presidente Fifa.

Candidato a sucedê-lo, Zico entregou a Blatter uma carta pedindo mais democracia e transparência nas reformas da entidade.

Conheça melhor as propostas do Galinho de Quintino para mudar o futebol: http://goo.gl/2Ed3iy

Comandante no Congresso

O General Eduardo Villas-Bôas vai baixar no Congresso nesta quinta-feira, às 10 horas da manhã.

O Comandante do Exército participa de audiência na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional.

Na pauta, com certeza, o desastrado Decreto 8515...

Chuta, Claudão!

Do radialista Cláudio Ferreira, chutando o balde no facebook:

"Vou continuar dizendo e criticando, como cidadão que paga impostos, que o RJ só vive de suas belezas naturais e de oba oba. Se eu fosse turista, jamais colocaria meus pés nesta cidade do caos e de bandidos. Quem fica P da vida comigo, por eu falar o que eu falo, que se retire da minha página e não encha a porra do meu saco!!!!"

Medida anti-arrastão no RJ


Interpretação petralha da fotografia


Sacanagem da internet em cima da foto original de Domingos Peixoto, da Agência Globo...

O legal é que a auxiliar de escritório Edith Rodrigues Leal, de 21 anos, conseguiu recuperar seu celular roubado pelo meninão de 16 aninhos de idade.

Será que a Dilma pilota o carro?


Resumo da opereta de malandro

Com o dólar subindo e o real valendo cada vez menos, o Brasil está ficando mais barato para ter suas empresas e negócios adquiridos, a preço de banana, na bacia das almas...

Apresentadora de peito aberto



A imprensa europeia dá o maior destaque para a performance televisiva de Enki Bracaj, como âncora do telejornal 360 Graus da emissora Zjarr, da Albânia.
Tudo porque a morena, de 21 anos, tem feito sucesso ao exibir a blusa aberta enquanto faz a leitura do teleprompter, sentada na tradicional bancada do estúdio.
Enki passou no teste de vídeo e conseguiu o emprego graças à ousadia estética - que agora virou rotina e virou padrão para outras jovens apresentadoras do mesmo programa, transformadas em mulheres objeto do jornalismo apelativo...

Agora, o vídeo está até censurado para acesso dos brasileiros...

Peguem eles...




Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 23 de Setembro de 2015.

http://www.alertatotal.net/2015/09/dilma-retorna-com-cpmf-e-taxa-lucros-na.html
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO