NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Siga este Blog

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Brasileiros pts da vida exigem mudanças, já!

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O que existe em comum entre os gritos pedindo "Intervenção", na arquibancada do desfile militar no Anhembi, em São Paulo, e a bronca que Dilma Rousseff levou do cantor Fábio Júnior na festa do "Br Day", em Nova York? Existe um sentimento comum de indignação, revolta e desejo concreto de mudança claramente manifestado pela maioria dos brasileiros que não fazem parte dos esquemas do crime organizado. Quem trabalha e produz honestamente está muito pt da vida. Só falta canalizar a revolta para exigir transformações objetivas no sistema de poder.

Quem tem o dever de salvar a Pátria somos nós, o cidadão-eleitor-contribuinte, que detém o poder popular. O dever legal do poder militar é apenas apoiar os brasileiros de bem no nada fácil processo de recuperação da legitimidade nacional, reinventando nosso modelo de Estado e proclamando, de verdade, a República e o Federalismo, junto com reformas econômicas fundamentais, como a liberação cambial, a extinção do Imposto de Renda, a implantação da "Contribuição Justa dos Impostos, o pagamento dos precatórios (vergonhosas dívidas judiciais), monetização da dívida interna trilionária, eliminação da alavancagem bancária e a adoção de uma moeda Real (e não o nosso irreal que nada vale)...

A capacidade de liderar tal processo cabe a uma Elite Moral. Ela é composta por quem sabe demonstrar o que, como quando, quanto, onde e por que o Brasil tem de mudar. Este papel de agir como "o melhor entre os melhores" não pertence a "iluminados". Ele vem sendo cumprido por cada cidadão que assume o seu papel de protagonista da História e sai à rua para clamar por mudanças - nem que seja com o começo: a saída de Dilma Rousseff e do atual esquema apodrecido do poder.

Não existe clima para um "golpe militar", naqueles moldes tradicionais do passado. Mas as pré-condições para uma Intervenção Constitucional, através do Poder Instituinte do Povo, começam a amadurecer como nunca antes. O País necessita de um choque de Democracia - Segurança do Direito. As instituições foram rompidas pela desgovernança do crime organizado. O atual modelo estatal Capimunista esgotou-se. Aquela "Nova República" encerra seu ciclo de forma melancólica e desgastante para o cidadão-eleitor-contribuinte.

Dilma fará de tudo para esticar sua corda até onde e quando não der mais. O agravamento da maior crise econômica de nossa História - porque é estrutural, e não conjuntural - vai forçar as mudanças. A desorganização política e econômica no mundo - com os radicalismos, imigrações forçadas e desarranjos econômicos por todos os lados - cumprirá o mesmo papel.

Tudo vai mudar por dois motivos: o brasileiro quer, e o resto do mundo necessita de um Brasil estável, produtivo, para suportar os tsunamis que virão pela frente...

Isolamento forçado


Representação aceita

A Procuradoria Regional de Brasília do Ministério Público aceitou e enviou à Segunda Câmara de Coordenação e Revisão da Procuradoria-Geral da República representação do coronel Pedro Ivo Moézia contra o presidente da CUT, Vagner Freitas, que ameaçou pegar em armas para defender o mandato da presidente Dilma Rousseff, em eventual impeachment.

O coronel prevê que o sindicalista será condenado a dura pena, com base na Lei de Segurança Nacional, e acredita que o ex-presidente Lula, a CUT e outros organismos, como o MST, podem reagir à condenação e cumprir a promessa de colocar a militância nas ruas.

Como consequência da desordem pública, em uma “inevitável a confrontação e a guerra civil”, o coronel Moézia admite que será necessária uma intervenção militar, para restabelecimento da lei e da ordem, com a deposição da presidente Dilma e do vice-presidente Michel Temer.
Nesse cenário, o coronel Moézia admite a permanência dos militares no poder “para fazer uma limpeza” ou a posse do presidente da Câmara dos Deputados, para convocação de novas eleições em 90 dias.
Operador do teleprompter da Dilma


Descoberto quem opera o teleprompter invisível para que Dilma faça a leitura dos textos de seus magníficos discursos...

Inesquecível


Fábio Jr no Br Day, em Nova York

O Matuto e o Coroné


Poesia nordestina, no modernoso Youtube, por Jessier Quirino

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 8 de Setembro de 2015.

NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO