NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Siga este Blog

domingo, 2 de agosto de 2015

CORÉIA DO NORTE ANUNCIA QUE AS RELAÇÕES COM O SUL ENTRARAM NUMA FASE DE GUERRA!

A Coreia do Norte anunciou no sábado que as relações na península coreana entraram num estado de guerra e resolverão os problemas com o Sul sob as regras da guerra, a agência de notícias Yonhap citou uma nota oficial de Pyongyang
Em caso de qualquer provocação do Sul ou dos EUA haverá "uma guerra local, mas uma guerra mundial, uma guerra nuclear", disse o comunicado oficial. 
"A situação na península coreana, que não são nem de guerra nem de paz tenham chegado ao fim", diz o comunicado.    
"Todas as ações do Governo, partidos e organizações políticas irão agora ser tomadas a partir do fato de que o nosso país está em um estado de guerra com a Coreia do Sul", disse o comunicado sublinhando que esta "decisão importante "do líder norte-coreano Kim Jong-un é um ultimato contra "forças hostis" e uma etapa final na busca de justiça. 
"Esta guerra não vai durar três dias, será uma  blitzkrieg , em que o KPA vai ocupar todas as áreas da Coréia do Sul, incluindo a Ilha de Jeju de uma só vez, sem lhe dar tempo para os EUA e para recuperar um sentido belicista fantoche. 
"A guerra terá lugar em três dimensões. Por terra, mar e ar, na linha da frente e na parte traseira", diz o documento. O exército norte-coreano é mantido à espera de uma ordem de Kim Jong-un, Às vésperas, ordenou preparar mísseis para um eventual ataque. A declaração adverte que a Coréia do Norte vai retaliar impiedosamente se um ato de provocação produzido por os EUA ea Coréia do Sul.
O governo sul-coreano respondeu rapidamente a decisão de Pyongyang de declarar o estado de guerra, dizendo que "a declaração da Coréia do Norte não é uma nova ameaça, mas continuam suas ameaças provocadoras", diz um comunicado do Ministério da Unificação. 
Enquanto isso, o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional dos EUA, Caitlin Hayden, anunciou que os EUA  leva "a sério"  a declaração norte-coreana sobre o estado de guerra com Seul. 
As duas Coreias permanecem tecnicamente em guerra desde o conflito que se enfrentaram em 1950-1953 e terminou com a declaração de uma trégua e não com a assinatura de um tratado de paz formal.
No início de março, o governo da Coreia do Norte anunciou que já não se sente vinculada pelo armistício  assinado há 60 anos com a Coreia do Sul. "É tempo para a batalha decisiva", proclamou o jornal oficial norte-coreano Rodong Sinmun, empunhando que "os Estados Unidos reduziram o armistício a letra morta".
Nesta sexta-feira as forças armadas da Coreia do Sul apresentaram um  aumento na atividade  na bases de mísseis da Coréia do Norte depois que o líder norte-coreano Kim Jong-un  deu sinal de um plano estratégico para a preparação técnica das suas tropas, ordenando unidades de mísseis de permanecerem preparados para lançar um ataque contra os Estados Unidos a qualquer momento.
Poucos dias antes, as autoridades norte-coreanas enviaram uma notificação por telefone para as autoridades do Sul para alertar sobre  o corte do "telefone vermelho", através do qual os dois países têm contatos de emergência militares, até o Sul abandonar seu comportamento hostil.
A  tensão na Península coreana, que aumentou na sequência da adoção pelo Conselho de Segurança da ONU para novas sanções contra a Coréia do Norte em resposta ao seu teste nuclear, se aprofundou ainda mais depois que se tornou conhecido que a Coreia do Sul e os EUA usam bombardeiros estratégicos B-52 e submarinos nucleares em manobras militares conjuntas realizadas na região. Pyongyang tem chamado este fato de "provocação imperdoável."
FONTE
http://actualidad.rt.com/actualidad/view/90369-corea-norte-estado-guerra-seul

Via: http://sempreguerra.blogspot.com.br/2015/08/coreia-do-norte-anuncia-que-as-relacoes.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+SempreGuerra+(Sempre+Guerra)&utm_content=Netvibes
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO