NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

terça-feira, 7 de julho de 2015

MÍSSEIS DE LONGO ALCANCE DA "GUERRA FRIA" VOLTAM A CENA!

Chefe das tropas de mísseis antiaéreos da Força Aérea da Rússia, o major-general Sergey Babakov disse, no último sábado à rádio russa News Service, que os testes dos mísseis russos de longo alcance do sistema avançado de defesa aérea S-400 Triumf estão em fase final. São mísseis de longo alcance, capazes de alvos muito distantes com grande precisão, segundo especialistas no setor. Armamento similar aos S-400 Triumf tiraram o sono dos norte-americanos durante a crise dos mísseis, na década de 60 do século passado.
– Os testes oficiais destes mísseis estão em fase final. Eu acho que em um futuro próximo serão concluídos com êxito – afirmou o oficial.
O S-400 Triumf (SA-21 Growler, na classificação da OTAN) é um sistema antiaéreo russo de última geração. Carrega três diferentes tipos de mísseis capazes de destruir alvos aéreos de curto a extremamente longo alcance. A Rússia está atualmente passando por um programa de rearmamento US$ 325 bilhões para a modernização de 70% do armamento de suas Forças Armadas até 2020.
Guerra Fria
Diante da tensão entre os países europeus e a Rússia, o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, declarou neste sábado que a organização lida com uma Rússia autoconfiante, mas os países-membros da aliança não devem ter medo dela. O chefe da OTAN concedeu a entrevista à agência alemã de notícias Deutsche Welle (DW).
– Lidamos com uma Rússia que tem confiança em si, tem força para expandir as suas fronteiras e viola o direito internacional. Lembro-me como tínhamos medo (durante a Guerra Fria), mas nos sentíamos seguros ao mesmo tempo. Tínhamos medo de uma guerra atômica, da União Soviética ao lado de Noruega. Mas sentíamo-nos seguros porque a Noruega é membro da OTAN. Tínhamos a certeza, tal como hoje, que se algo acontecesse com a Noruega, a OTAN e os EUA nos protegeriam. Eu tinha a certeza na altura e ainda mais tenho essa certeza agora – disse.
Stoltenberg declarou que no momento o mundo não está vivendo uma nova Guerra Fria, sublinhando que as novas ameaças mundiais são o Estado Islâmico, os confrontos e a violência no Iraque, na Síria e na África do Norte.
– Eu acredito que nós precisamos de encontrar um equilíbrio entre a análise da situação e uma descrição das ameaças para os países da OTAN. Não se deve exagerar os perigos e dramatizar a situação. Nós não vemos uma ameaça imediata porque a OTAN é a mais poderosa aliança militar de todos os tempos – afirmou.
Contingente armado
Ele também comentou o aumento do contingente da OTAN na Europa e confirmou que a presença militar nas fronteiras orientais da aliança foi reforçada.
– Temos reforçado a presença militar nas fronteiras orientais da aliança. Nós organizamos um tipo de pequenos estados-maiores nos Estados Bálticos, Bulgária, Polônia e Romênia. Intensificamos as patrulhas aéreas e a presença nos países orientais da aliança em resposta ao comportamento da Rússia – acrescentou.
A Rússia já expressou repetidas vezes sua preocupação pelo fortalecimento da presença militar da OTAN perto de suas fronteiras. O presidente russo, Vladimir Putin, já tem declarado várias vezes que são as forças da OTAN que se aproximam das fronteiras da Rússia, e não o contrário.
FONTE

Via: http://sempreguerra.blogspot.com.br/2015/07/misseis-de-longo-alcance-da-guerra-fria.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+SempreGuerra+(Sempre+Guerra)
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Disso Você Sabia ? no Facebook