NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Vazamento fresco de água altamente radioativa detectado na usina nuclear de Fukushima


 Foto:. Os membros da equipe da Agência Internacional de Energia Atômica durante uma inspeção de Power Station da TEPCO Fukushima Daiichi Nuclear (AFP / IAEA)
 Tokyo Electric Power Co (TEPCO) disse que os sensores, que foram manipulados para uma calha que derrama chuva e das águas subterrâneas na usina Fukushima Daiichi a uma baía próxima, detectados níveis de contaminação até 70 vezes maior do que o já de alto status radioativo visto em o campus da planta.
TEPCO disse que suas inspeções de emergência de tanques de armazenamento de água de resíduos nucleares não encontrou quaisquer anormalidades adicionais, mas a empresa disse que fechou a calha para evitar que a água radioativa de ir para o Oceano Pacífico.
Os níveis mais elevados do que o normal de contaminação foram detectados no domingo, com sensores que mostram os níveis de radiação de 50 a 70 vezes maior do que o habitual.
Embora os níveis de contaminação caiu de forma constante ao longo do dia, os mesmos sensores ainda estavam mostrando os níveis de contaminação de cerca de 10 a 20 vezes mais do que o habitual, disse um porta-voz da empresa.
Não ficou imediatamente claro o que causou o pico inicial da contaminação e sua queda gradual, disse ele.
"Com os exames de emergência da planta e monitorização de outros sensores, não temos nenhuma razão para acreditar tanques de armazenamento de água dos resíduos radioativos ter vazado", disse ele.
  "Temos fechou a sarjeta [de derramar água para a baía]. No momento, estamos monitorando os sensores na sarjeta e vendo a tendência."
O último incidente, um dos vários que têm atormentado a planta nos últimos meses, reflete a dificuldade no controle e ao desmantelamento da central, que passou por colapsos e explosões depois de ser atingida por um tsunami gigante em março de 2011, que provocou o pior desastre nuclear do mundo em uma geração.
TEPCO não tem sido capaz de lidar de forma eficaz com uma quantidade crescente de água contaminada, usada para resfriar os reatores aleijados e combustíveis fundidos dentro deles e mantidos em grandes tanques de armazenamento no vasto campus da usina.
  Somando-se as dores de cabeça da Tepco tem sido o fluxo persistente de águas subterrâneas a partir de montanhas próximas viajam sob a planta contaminada antes de lavar para o Oceano Pacífico.
A Agência Internacional de Energia Atômica disse recentemente TEPCO tem feito "progressos significativos" na limpeza da fábrica, mas sugeriu que o Japão deveria considerar maneiras de descarga das águas residuais tratadas no mar como uma forma relativamente mais seguro para lidar com a crise de água radioativa.
AFP

http://www.abc.net.au
Via:  http://undhorizontenews2.blogspot.com.br/2015/02/vamos-dar-aquela-atualizada-sobre-o-que.html
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Disso Você Sabia ? no Facebook