NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Petrolão: engenheiro relata pressão para fraudar licitação

Luiz Antônio Kalil Horta afirma ter sido pressionado por subordinados do ex-gerente de serviços da estatal Pedro Barusco

Ex-gerente de serviços da Petrobras, Pedro Barusco admitiu ter recebido US$ 97 milhões em propinas
Ex-gerente de serviços da Petrobras, Pedro Barusco admitiu ter recebido US$ 97 milhões em propinas (Vanderlei Almeida/AFP)
Em depoimento à Polícia Federal em um dos inquéritos da Lava Jato, oo relata o engenheiro eletricista da Petrobras Luiz Antônio Kalil Horta relatou ter sido pressionado por subordinados do ex-gerente de serviços da estatal Pedro Barusco para negociar licitações muito acima do valor estipulado. Ele afirmou que chegou a ser deslocado da comissão de licitações da Refinaria de Paulínia (Replan), no interior de São Paulo, após cancelar certames com preço maior que o previsto. Barusco admitiu ter recebido 97 milhões de dólares em propinas na estatal.

NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Disso Você Sabia ? no Facebook