Siga este Blog

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Físico nuclear: "Há muitas armas nucleares no mundo"

Apesar do acordo do Tratado de Redução de Armas Estratégicas entre a Rússia e os Estados Unidos, a União Europeia está preocupada com os arsenais nucleares de ambos os países. Sobre o processo de redução nuclear, um especialista em física nuclear do Instituto Kurchatov (Rússia) afirma que "é necessário" e que "não é essencial possuir material para destruir a Terra 25 ou 50 vezes."

Recentemente, o chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, afirmou que a União Europeia irá chamar os EUA e a Rússia em relação ao Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares para reduzir seus arsenais de armas nucleares. Além disso, Mogherini parabenizou "a redução significativa alcançados até à data", informa RIA Novosti.

"Mais de 90% de todas as armas nucleares existentes na Terra pertence aos EUA e a Rússia. O restante é dividido entre a França, Grã-Bretanha, Israel, Índia e Paquistão", diz o especialista Andrei Gagarinski em física nuclear do Instituto Kurchatov na Rússia, informa o portal Bigness. "Nem a Rússia nem os EUA vão desistir de seu arsenal nuclear (...), mas é necessário manter material para destruir a Terra 25 ou 50 vezes? Com ​​uma é suficiente", diz ele.

"As reservas são muito grandes e é claro que é necessário reduzi-las, um processo que é tecnicamente possível de realizar", diz o especialista. "Por exemplo, os países acumularam grandes quantidades de plutônio, e hoje não é mais considerado necessário. Mas como poderia destruir? Não é fácil, teria que ser queimados em reatores nucleares, fechados com cristal ou guarda-lo em mina de grande profundidade ", diz o cientista.


Fonte:
Últimos Acontecimentos: Físico nuclear: "Há muitas armas nucleares no mundo"
 http://www.somerice.com/2015/02/fisico-nuclear-ha-muitas-armas.html
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO