NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Expert do PLA chinês diz: Terceira Guerra Mundial pode sair em um enfrentamento entre EUA / Rússia

Pequim deve se preparar para novo conflito global, adverte editorial do Diário do Povo
Chinese PLA Prof: Terceira Guerra Mundial poderia sair mais de US / Rússia Clash
Créditos de imagem: Yana Amelina via Wikimedia Commons
  por PAUL JOSEPH WATSON | 16 DE SETEMBRO DE 2014

  Em um editorial para o Diário do Povo estatal, Professor militar chinês do PLA Han Xudong adverte que Pequim deve preparar-se para uma terceira guerra mundial, que vai surgir de um conflito entre os Estados Unidos e a Rússia sobre a Ucrânia.
"À medida que a crise ucraniana se aprofunda, os observadores internacionais tornaram-se cada vez mais preocupados com um confronto militar direto entre os EUA e a Rússia. Uma vez que um conflito armado se irrompe desta rivalidade, é provável que se estenda para o mundo.  E não é impossível que uma guerra mundial possa sair ", escreve Xudong , observando que "o mundo entrou em uma era de novas formas de guerra global" com base em torno da Internet e do conceito de poder marítimo.
O professor passa então a prever: "É provável que haverá uma terceira guerra mundial para lutar pelos direitos do mar", e que, a fim de a China estar pronta para este novo conflito, Pequim precisa ", desenvolver o seu poder militar com base em uma guerra global ", a fim de evitar tornar-se uma vítima passiva dos acontecimentos. Observando que "os interesses da China no exterior têm sido cada vez mais ameaçados pelos EUA", Xudong adverte que Pequim ", deve ter uma terceira guerra mundial em mente ao desenvolver as forças militares, especialmente as forças navais e aéreas."
Os comentários de Xudong assumiram um significado ainda maior dados relatórios na semana passada que Pequim mudou recentemente 12.000 soldados para a fronteira com a Rússia.
 O economista Martin Armstrong observa que Xudong também visa o Japão.  "O sentimento na China para a guerra contra o Japão está crescendo em popularidade. Tenha em mente que a China não confrontando a OTAN assim como a Rússia.  As perspectivas de  que vamos ver um conflito na Ásia estão subindo rapidamente ", ele escreve.
China e Rússia estão se movendo cada vez mais próximos, nos últimos meses, como as duas superpotências tentando forjar um sistema mundial multipolar alternativo em oposição ao sistema mundial unipolar representado pelos EUA, a UE e a OTAN . Os dois países começaram recentemente o trabalho na construção do oleoduto para um acordo de US $ 400 bilhões para a Gazprom pelo fornecimento de gás da Rússia para a China, o maior negócio do gás natural selado por Moscou desde o colapso da URSS.
No início deste mês, o general Yury Yakubov, um alto funcionário russo  do Ministério da Defesa, disse que parte de Moscou entrou em revisão de sua doutrina militar que inclue o tratamento dos Estados Unidos e de  seus aliados da OTAN como uma ameaça inimiga contra o qual ataques nucleares preventivos podem agora ser lançados.

http://www.infowars.com
UND2
http://noticia-final.blogspot.com.br/2014/09/expert-do-pla-chines-diz-terceira.html

Ucranianos jogam deputado no lixo; veja o vídeo

KIEV - Um grupo de manifestantes agarrou o deputado Vitaly Zhuravsky, ex-membro do partido do ex-presidente ucraniano Viktor Yanukovich, do lado de fora do Parlamento nacional e o jogou numa enorma caçamba de lixo. Zhuravsky foi mantido na caçamba pelo grupo que jogou água, sua pasta e um pneu sobre o deputado.
Video_Ucraniano
Zhuravsky, agora membro do Partido do Desenvolvimento Econômico, foi o responsável por um polêmico projeto de lei em janeiro, que aumentou as restrições nas manifestações anti-governo .
No passado, ele foi autor de um projeto de lei que criminaliza a difamação.
O ataque aconteceu depois que os parlamentares ucranianos se comprometeram a ratificar um importante acordo com a União Europeia e votaram a favor de um plano que oferecer autonomia limitada a regiões separatistas do Leste do país.
O acordo remove barreiras comerciais e faz com que a Ucrânia tenha que adotar padrões semelhantes aos da UE em área s como direitos humanos, segurança e controle de armamentos.
- Vivemos em um país onde o sangue corre por culpa sua - afirmaram os manifestantes ao deputado de 59 anos, enquanto cercavam a caçamba de lixo.
Posteriormente, Zhuravsky atribuiu o incidente a competidores nas eleições parlamentares previstas para outubro.
https://br.noticias.yahoo.com/


Vídeo Posted by Liberte Sua Mente 
http://libertesuamente13.blogspot.com.br/2014/09/ucranianos-jogam-deputado-no-lixo-veja.html

8 mitos do sono que atrapalham o descanso

Vários mitos do sono que você provavelmente conhece parecem lógicos quando pensamos neles de forma leve.
No entanto, quando os examinamos melhor e de forma mais aprofunda, a maioria dos mitos que conhecemos está muito longe da verdade.
Pior, se as pessoas acreditarem nesses mitos, poderão ver o seu sono atrapalhado, sendo péssimo para a saúde.
Em função da importância que o sono tem na nossa vida, confira em seguida alguns fatos por trás de mitos de sono comuns.

8. Mudar de lado pode parar o ronco

Uma ideia comum é a de que se você roncar, basta rodar ou mudar de posição (ou fazer isso à pessoa que está a roncar) para parar o barulho. O ronco ocorre quando o fluxo de ar no nariz ou na garganta é interrompido, havendo muitas razões para isso acontecer.
As pessoas podem roncar devido a alergias, sinusite, apnéia do sono, fossas nasais estreitas, álcool, medicamentos, entre outros motivos. É verdade que dormir de costas aumenta a probabilidade do roncar, mas o virar ou mudar de posição nem sempre para o ronco.

7. Pode-se recuperar o sono no fim de semana

Se uma pessoa perder uma ou duas horas de sono, a curto prazo é possível recuperá-las na próxima noite, sem muitos efeitos colaterais. No entanto, não é possível perder uma ou duas horas de sono todos os dias e compensá-las no fim de semana de forma contínua.
Um estudo da Universidade Estadual da Pensilvânia testou essa ideia em 30 pessoas. Os participantes dormiram oito horas durante alguns dias para estabelecer uma base e, em seguida, dormiram apenas seis horas durante seis dias e 10 horas de recuperação do sono durante três dias.
Os pesquisadores concluíram que os dois dias de sono de recuperação aliviaram o cansaço diurno e a inflamação, mas o desempenho da atenção não se recuperou – ou seja, as pessoas eram mais focadas quando dormiam bem todas as noites, em vez de dormir demais aos fins de semana.
Outros estudos também descobriram que a privação crónica de sono (mesmo que leve) reduz o desempenho cognitivo e aumenta problemas de memória, obesidade, doenças do coração e resistência à insulina.

6. Álcool ajuda a dormir melhor

O álcool pode fazer com que as pessoas se sintam sonolentas ou mais relaxadas, por isso é fácil perceber como esse mito nasceu. No entanto, o álcool funciona de maneira diferente dentro do corpo, acabando por prejudica o sono.
Estudos mostram que o álcool pode fazer com que seja mais fácil adormecer, mas, em geral, reduz a qualidade do sono e aumenta a probabilidade de se acordar durante a noite, além de reduzir as fases do sono REM e do sono de ondas lentas.

5. Pessoas mais velhas precisam de menos sono

Apesar das pessoas mais velhas poderem ter um sono mais fragmentado e serem melhores a lidar com o sono curto , as necessidades de sono não mudam muito com a idade. O sono curto nos idosos parece aumentar o acúmulo de placas no cérebro, que estão associadas à doença de Alzheimer.
Seja qual for a idade, se o sono não for tranquilo ou reparador, os especialistas recomendam que as pessoas procurem um médico especialista, já que dormir mal pode ser um sinal de problemas de sono ou de saúde subjacentes que devem ser tratados.

4. Contar carneiros ajuda a dormir

Segundo um estudo da Universidade de Oxford, no Reino Unido, feito com pessoas que sofriam de insónia, contar carneirinhos, em vez de aumentar o sono, na realidade atrasa o sono em comparação com outros métodos.
Os cientistas acham que a monotonia da contagem não é eficaz para impedir que as pessoas tenham outros pensamentos soltos, nem para bloquear sinais ambientais que podem manter as pessoas acordadas.
O que parece funcionar para proporcionar um sono rápido é visualizar uma cena relaxante. Os participantes adormeceram, em média, 20 minutos mais cedo usando uma tática da visualização em relação à contagem de objetos, ou a não fazer nada.

3. Somente idosos e obesos têm apnéia do sono

A síndrome da apnéia obstrutiva do sono (SAOS) é uma condição que se tem tornado cada vez mais conhecida entre as pessoas. No entanto, muitas pessoas acreditam que só os idosos e indivíduos com excesso de peso sofrem com a doença.
De acordo com um estudo da Universidade Católica de Brasília (UCB), 2% a 4% da população adulta de meia idade sofre de SAOS. De igual forma, estima-se que o diagnóstico não é realizado em 82% dos homens e 93% das mulheres portadoras da condição.
No geral, homens com mais de 40 anos estão em maior risco e alguns estudos sugerem que peso é um fator de risco para a SAOS, mas muitos outros estudos não chegaram a tal conclusão. A única coisa que sabemos com certeza, é que a apnéia do sono pode ocorrer em qualquer pessoa e idade.

2. Ler um livro ou ver TV faz relaxar e adormecer

Algumas pesquisas já mostraram que os televisores contribuem para problemas de sono por causa da luz e das distrações. Se você ler num tablet, laptop ou smartphone, os mesmos fatores podem roubar o seu sono.
Especialistas em sono geralmente recomendam que as pessoas não se deitem até sentirem de fato sono. O ideal é associar o menor número de atividades possíveis à cama. Em vez disso, leia ou assista TV noutro espaço até que você esteja pronto para dormir.

1. Insónia é causada por pensamentos preocupantes e stress

A insónia tem muitas causas, incluindo tensão psicológica, maus hábitos (ou hábitos inconsistentes) de sono, dor física, síndrome das pernas inquietas, apnéia do sono, entre outros. A Academia Americana de Medicina do Sono sugere que as pessoas procurem ajuda quando a insónia persistir.
A condição pode ser tratada com técnicas de relaxamento cognitivas, medicamentos ou pelo tratamento de condições subjacentes que podem estar a causar os problemas de sono. É importante dar atenção ao assunto, já que dormir bem é essencial para a saúde. 

Buraco negro gigante encontrado em galáxia anã

Astrónomos descobriram a galáxia mais pequena conhecida a abrigar um enorme buraco negro supermassivo no seu núcleo.
A galáxia anã relativamente próxima pode abrigar um buraco negro supermassivo no seu centro, de massa igual a cerca de 21 milhões de sóis.
A descoberta sugere que os buracos negros supermassivos podem ser muito mais comuns do que se pensava anteriormente.
Buracos negros supermassivos com bilhões de vezes a massa do Sol estão no centro de quase todas as grandes galáxias como a Via Láctea.
Estes monstruosamente enormes buracos negros existem desde a infância do universo, aparecendo cerca de 800 milhões de anos após o Big Bang. Os cientistas não têm certeza se as galáxias anãs também podem abrigar buracos negros supermassivos.
"As galáxias anãs geralmente referem-se a qualquer galáxia menor do que cerca de um quinto do brilho da Via Láctea", disse o principal autor do estudo Anil Seth, astrónomo da Universidade de Utah, nos EUA.
Estas galáxias abrangem apenas algumas centenas de milhares de anos-luz de diâmetro, sendo muito menores do que o diâmetro da Via Láctea, que é de 100.000 anos-luz. No entanto, elas "são muito mais abundantes do que galáxias como a Via Láctea", disse Seth.
Os pesquisadores investigaram um tipo mais raro de galáxia anã conhecida como uma galáxia anã ultra-compacta. Estas galáxias estão entre as coleções mais densas de estrelas no universo. "São encontradas principalmente em aglomerados de galáxias, as cidades do universo", afirma Seth.
Agora, Seth e os seus colegas descobriram que uma galáxia anã ultra-compacta pode possuir um buraco negro supermassivo, o que tornaria a galáxia anã M60-UCD1 a menor galáxia conhecida a conter tal gigante.
M60-UCD1 fica a cerca de 54 milhões de anos-luz de distância da Terra e orbita M60, uma das maiores galáxias próximas da Via Láctea, a uma distância de apenas cerca de 22.000 anos-luz do centro da galáxia maior, "mais perto do que o sol está do centro da Via Láctea", disse Seth.
Os cientistas calcularam o tamanho do buraco negro supermassivo que pode esconder-se dentro de M60-UCD1 analisando os movimentos das estrelas na galáxia. O buraco negro supermassivo no centro da Via Láctea tem uma massa de cerca de 4 milhões de sóis.
Essa massa ocupa menos de 0,01% da massa total da galáxia, que é de cerca de 50 bilhões de sóis. Já o buraco negro supermassivo de M60-UCD1 é 5 vezes maior do que o da Via Láctea, e também parece compor cerca de 15% da massa da galáxia anã, que é de cerca de 140 milhões de sóis.
"Isso é bastante surpreendente, dado que a Via Láctea é 500 vezes maior e mais de 1.000 vezes mais pesada do que a galáxia anã M60-UCD1", disse Seth. Os astrónomos têm debatido a natureza das galáxias anãs ultra compactas há anos.
Alguns cientistas acreditam que eram aglomerados extremamente massivos de estrelas que nasceram juntos, enquanto outros acreditam que eram os centros, ou núcleos de galáxias grandes cujas camadas exteriores foram arrancadas durante colisões com outros galáxias.
Estas novas descobertas sugerem que as galáxias anãs ultra-compactas são os núcleos despojados de galáxias maiores, porque os aglomerados de estrelas não hospedam buracos negros supermassivos. Assim, os pesquisadores sugerem que M60-UCD1 já foi uma grande galáxia.
Com talvez 10 bilhões de estrelas, M60-UCD1 deve ter passado perto do centro de uma galáxia ainda maior, como M60, e nesse processo todas as estrelas e matéria escura na parte externa da galáxia foi arrancada e inserida em M60.
Tal acontecimento astronómico deve ter ocorrido há aproximadamente 10 bilhões de anos. Eventualmente, M60-UCD1 poderá vir a ​​fundir-se com o centro de M60, que tem um buraco negro monstro com 4,5 bilhões de massas solares.
"Quando isso acontecer, o buraco negro em M60-UCD1 irá fundir-se com o buraco negro monstruoso em M60", diz Seth. Os astrónomos sugerem que a maneira como as estrelas se movem em muitas outras galáxias anãs ultra compactas sugere que podem hospedar buracos negros supermassivos.
Ao todo, os cientistas sugerem que as galáxias anãs ultra compactas poderiam dobrar o número de buracos negros supermassivos conhecidos nas regiões próximas do universo. Os cientistas detalharam as suas descobertas na edição de 18 de setembro da revista Nature. 

http://www.ciencia-online.net/2014/09/buraco-negro-gigante-encontrado-em-galaxia-ana.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+ciencia-online+%28Ci%C3%AAncia+Online%29
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Disso Você Sabia ? no Facebook