NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Nuvens estranhas e enormes surgiram nos termos da Área 51

Imagens espetaculares de uma gigantesca nuvem nos termos da "Área 51", estão circulando em todo o mundo.

Aqui estao algumas imagens tiradas pelo artista americano Jody Miller que os levou a um dos lugares mais misteriosos do mundo a "Área 51". De acordo com algumas "teorias" que dizem que os Estados unidos ali guardaram alguns restos de um navio de origem alienígena que caiu em Roswell em 1947.

Lembrando que no ano passado os Estados Unidos (CIA) admitiram a existência da a "Área 51" Clique aqui .

Uma grande "massa" de nuvem em forma de funil em sua base são vistas nas fotos publicadas no Jornal daily mail. Uma impressionante imagem de uma cor escura dominante e assustadoramente tomando o céu azul em apenas um local específico.

Clique na imagens para ampliar

Núvens Letincular?

Nos termos meteorológicos a nuvem lenticular é aquela que tem um formato de um píres e surgem basicamente no alto do topo das montanhas. Ela e causada quando o ar está instável que flui sobre as áreas montanhosas.

Formação: 

Quando ar estável e úmido flui sobre uma montanha ou cadeia de montanhas, uma série de ondas estacionárias podem se formar à sotavento da mesma. Se a temperatura na crista da onda descer abaixo do ponto de orvalho, o vapor de água em suspensão se condensará formando a nuvem lenticular. Na continuação do fluxo de ar, ao descer em direção a depressão da onda, a nuvem pode evaporar-se, razão para suas bordas características.

Sob certas condições, longas cadeias de nuvens lenticulares podem se formar próximo da crista de cada onda subsequente em um padrão repetitivo de nuvens que pode se estender por centenas ou até milhares de quilômetros. Visível em imagens de satélites como "costelas" de nuvens paralelas a uma cadeia inicial de montanhas, essa formação revela a presença do sistema de ondas.

Os sistemas de onda causam grandes movimentações verticais de ar, então se quantidade suficiente de vapor d'água se condensar, pode ocorrer precipitação. As nuvens lenticulares já foram confundidas com OVNIs (ou como "esconderijo" de OVNIs) devido à sua aparência discóide. Cores fortes (chamadairização) são às vezes vistas nas beiradas dessas nuvens.

Será que será essa explicação para a suposta "nuvem-ovni" vista nas fotos sobre a área 51?

É bem certo que na imagem não vê nenhuma nuvem sobre alguma colina, mas em uma planície deserta de que certa forma não aparenta ser muito normal. O que não seria de contínuo, mas ocasionalmente que se materializa com o vapor.

Para alguns crentes na ufologia é possivel que os supostos Ovnis estejam disfarçados de nuvem, e que seus navios estão na quarta dimensão "Etérico".

O que vocês acham? 

Veja mais algumas imagens

http://i.dailymail.co.uk/i/pix/2014/07/17/article-2695668-1FB5C4B900000578-530_964x625.jpg

http://i.dailymail.co.uk/i/pix/2014/07/17/article-2695668-1FB5C5A300000578-806_964x644.jpg

http://i.dailymail.co.uk/i/pix/2014/07/17/article-2695668-1FB5C40400000578-146_964x646.jpg

http://i.dailymail.co.uk/i/pix/2014/07/17/article-2695668-1FB5C40D00000578-300_964x644.jpg

Tradução e acréscimos Revellati Online

Fontes: Daily Mail - Nueva Mentes 

Existem redemoinhos no oceano com 500 km de diâmetro

Há enormes redemoinhos nos nossos oceanos que medem até 500 km de diâmetro e têm uma influência muito maior sobre o clima do mundo do que pensávamos.
Também conhecidos como vórtices de mesoescala, estes redemoinhos podem crescer entre 100 km e 500 km de diâmetro e muitas vezes formam-se em torno de ilhas, onde o movimento das correntes é interrompido.
Eles giram à volta, carregando enormes quantidades de água e calor até que gradualmente ficam sem força e se dispersam na água circundante.
De acordo com Michael Slezak, da New Scientist, os pesquisadores assumiam que enquanto eles giravam no oceano, ficavam menores e mais lentos, sendo que o calor que exalavam difundia-se em muitas direções diferentes e de forma gradual, dificilmente tendo qualquer efeito sobre o clima.
No entanto, "agora, pela primeira vez, a quantidade de água e calor que conduzem foi medido e não é que os vórtices têm um efeito grande", disse Slezak.
Uma equipa de pesquisadores da Universidade do Havaí, nos EUA usaram dados de satélite recolhidas entre 1992 e 2010, para identificar grandes redemoinhos e usaram dados de sensores flutuantes no oceano para mapear as suas formas, volumes e temperaturas.
A sua investigação, publicada na revista Science, revelou que os vórtices movem-se em torno de tanta água do oceano, como as correntes normais fazem, e porque são forçados num movimento para o oeste pela rotação da Terra, entregam 30 milhões toneladas de água do mar a cada segundo para a costa leste dos continentes do mundo.
"Não está claro o que isso significa para o tempo, mas é provável que seja significativo", disse Slezak à New Scientist, chamando aos vórtices de mesoescala o equivalente no oceano das tempestades.
"Algumas das maiores fontes mundiais de variabilidade do clima, como o El Niño, são alimentados por transporte de calor através dos oceanos, conduzido por correntes de vento e mar", concluiu Slezak. 


Pesquisa Sugere que Existem Tratamentos Naturais para o Ebola

O medo da infecção com o vírus Ebola está se tornando tão contagioso quanto o próprio vírus com os meios de comunicação tradicionais, como a CNN, reportando que “Surto de Ebola poderia ter ‘consequências catastróficas”. 

Dadas as estatísticas de mortalidade prevalecentes, talvez o medo seja, pelo menos em parte, justificado pela forma mais virulenta do vírus – o vírus Ebola Zaire – observou-se que a taxa de mortalidade de cerca de 83%, [1] e sem identificação oficial convencional ou terapia natural encontrados capazes de mitigar a morbidade e mortalidade associada à infecção a partir dele. 

Na verdade, existem cinco vírus de Ebola no gênero Ebolavirus [2], sendo quatro deles conhecidos por infectar os seres humanos causando a doença do vírus Ebola, uma forma altamente letal de febre hemorrágica. Se acredita que a infecção pelo vírus do Ebola se origina de macacos ou morcegos frugívoros, e uma vez que um ser humano é infectado, a transmissão pode ocorrer através do sangue ou fluidos corporais, relação sexual, [3] e como um recente relatório de investigação revelou, através do ar. 

Enquanto o sistema médico convencional reflexivamente coloca a sua fé e dinheiro em drogas e desenvolvimento de vacinas, como o NIH anunciou recentemente que vai começar um experimento antecipado sobre as vacinas contra o Ebola em setembro deste ano, muito pouca pesquisa tem sido realizada sobre a redução de riscos, mitigação ou danos pós-infecção, com o uso de produtos testados a tempo que aumentam a imunidade e/ou abordagens à base de plantas naturais. Dado o baixo risco de segurança e custo das intervenções de botânicos e baseados em alimentos, este é o lugar onde nós devemos procurar primeiro por soluções viáveis e imediatamente acessíveis. De fato, um recente estudo publicado em 2012 é uma grande promessa, tanto quanto a identificação de um caminho natural para atenuar a virulência – e, portanto, também o medo generalizado – associado ao vírus do Ebola. 

Publicado na revista Archives of Virology e intitulado “A inibição do vírus de Lassa e infecção pelo vírus Ebola em células hospedeiras tratadas com genisteína inibidora da quinase e tirfostina“, pesquisadores da Universidade do Texas Medical Branch, investigaram o potencial papel terapêutico dos dois chamados ‘inibidores da quinase’ em interferir com o vírus do Ebola: 1) o composto vegetal genisteína 2) e a droga farmacêutica Tyrophostin (tirfostina). 

Os autores mencionam um estudo em animais anterior mostrando que a genisteína foi capaz de reduzir os danos da infecção de um vírus que causa uma febre viral hemorrágica como o Ebola (VHF) em hamsters (o vírus Pichinde (PICV)), relatando os resultados da seguinte forma: 

“A infecção dos hamsters por PIRV produz manifestações de VHF, incluindo inflamação/lesões em vários órgãos, aumento da temperatura do núcleo, perda de peso, viremia, exantema petequial, hemorragia e mortalidade. O tratamento dos animais com a genisteína inibidora da quinase levou a um aumento significativo de sobrevida e melhoria dos sinais da doença VHF [9]. Nenhum dos animais infectados tratados apresentaram quaisquer sinais adversos da doença associados com o tratamento. Portanto, este estudo serviu como um conceito de prova para a utilização de um inibidor da quinase como um terapêutico ou profilático em um modelo animal.” 

Os pesquisadores procuraram identificar a genisteína e a capacidade da tirfostina de inibir a entrada viral de vários vírus conhecidos por causar febre hemorrágica, incluindo o Ebola, o vírus de Marburg (MARV), o vírus da estomatite vesicular (VSV) e o vírus de Lassa (LASV). As proteínas a partir destes quatro vírus foram modificadas para serem expressadas por um tipo especial de vírus, conhecido como o vírus da estomatite vesicular (VSV). 

O estudo concluiu que tanto a genisteína quanto a tirfostina individualmente inibem a entrada destes vírus nas células, tanto através da interferência por meio da endocitose (o processo pelo qual uma célula extrai um vírus) e o desencapsulamento de proteínas (o processo pelo qual um vírus altera proteínas na superfície da célula hospedeira para ganhar a entrada). Observou-se também que um efeito sinérgico ocorreu quando a genisteína e tirfostina foram adicionadas em conjunto. 

Os pesquisadores debateram as suas conclusões: 

“Ao todo, estes dados demonstram que a infecção das células hospedeiras com as filovírus MARV, EBOV e o arenavírus LASV é inibida quando as células são pré-tratadas com genisteína ou tirfostina AG1478. Em ambos os casos, a inibição verificou-se ser dependente da concentração. Embora a inibição do EBOV em células pré-tratadas com 100 IM de genisteína pareceu ser ligeiramente diferente, a adição de concentrações crescentes de tirfostina AG1478 conduziu a um efeito antiviral sinérgico. Ao todo, estes dados demonstram que uma mistura de inibidores de cinase consistindo em genisteína e tirfostina AG1478 pode agir como um amplo antiviral contra o EBOV, VMDR, e LASV in vitro“. 

De onde a genisteína vem? 

Embora encontrada principalmente em produtos de soja, alimentos de soja fermentados, especialmente onde os micróbios benéficos causam a biotransformação do fitocomposto precursor genistin na genisteína, ela também é encontrada em grãos de fava, kudzu, café e trevo vermelho, e muitas outras plantas medicinais menos conhecidas. 

Fontes:
Natural Treatments for Ebola Virus Exist, Research Suggests
CNN: Ebola outbreak could have ‘catastrophic’ consequences
Green Med Info: Ebola – What You’re Not Being Told
USA Today: NIH to launch early Ebola vaccine trial in September
Green Med Info: Inhibition Lassa virus and ebola virus infection host cells treated kinase
Notícias Naturais: Pesquisa Sugere que Existem Tratamentos Naturais para o Ebola 

http://www.nosdiasdenoe.com/2014/08/pesquisa-sugere-que-existem-tratamentos.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+NosDiasDeNoe+%28Nos+dias+de+No%C3%A9%29

Imãs são as mais novas armas na guerra contra os tumores cerebrais

O sistema sofisticado que protege o nosso cérebro e faz com que ele funcione corretamente também torna mais difícil para os médicos tratar eventuais tumores que possam aparecer na região. Mas agora uma ‘técnica de ataque’ desenvolvida por especialistas pode permitir que os médicos tenham mais facilidade de contornar as defesas dos nossos organismos.

O método envolve raios de ultrasom para “abrir” a barreira de sangue do cérebro – essa estrutura, essencialmente, são os portões que protegem nosso cérebro de toxinas. Depois são usadas nanopartículas magnetizadas cobertas com um remédio para combater o câncer e um campo magnético, que é o guia dessas nanopartículas até o local exato do tumor.

Até agora os cientistas do Hospital Chang Gung Memorial, em Taiwan, testaram esse método apenas em ratos selecionados, que teriam propensão genética para o desenvolvimento de tumores no cérebro. Eles descobriram que, usando as ondas magnéticas, eles podem aumentar a quantidade de substância “anti-cancerígena” entregue diretamente no tumor, através das nanopartículas, em até 15 vezes.

Os ratos que foram submetidos aos novos métodos sobreviviam por 66% mais tempo do que seus colegas tratados de forma diferente.

Atualmente, tumores cerebrais são tratados através de craniotomias – o crânio é aberto e o tumor é cirurgicamente removido. Como o tumor não pode ser completamente removido na maioria das vezes, o cirurgião precisa emitir radiação e aplicar remédios diretamente no cérebro da pessoa depois da craniotomia. Mas o problema é que não é possível colocar remédios o suficiente na região sem danificar outras áreas do cérebro. Além da craniotomia em si já ser um procedimento muito invasivo e perigoso.

No novo método as nanopartículas são injetadas em veias que levam sangue ao cérebro. Depois elas eram guiadas através de campos magnéticos para o local onde o tumor é localizado e acompanhadas pelos médicos através de ressonâncias magnéticas. O processo é bem menos invasivo.

Segundo os pesquisadores os testes em humanos devem começar daqui a quatro ou cinco anos.

Fontes: Live Science ,  Hype Science 

http://www.nosdiasdenoe.com/2014/08/imas-sao-as-mais-novas-armas-na-guerra.html

EBOLA , SERÁ UMA ARMA ??: Cientista propõe eliminar 90% da população mundial, recebe uma placa e uma ovação em pé – apresento-lhe o Dr. Destino

Posted by Liberte Sua Mente on terça-feira, 05 Agosto



Vivemos seguramente tempos interessantes. O ecologista de fama mundial, Dr. Eric Pianka, propõe–se eliminar 90% da população humana com o vírus aerotransportado de ébola. Poderá estar interessado em saber que as vítimas do ébola têm uma morte lenta e torturosa ao ser iniciada pelo vírus uma cascada de calamidades biológicas no interior da vítima que eventualmente liquidificam os órgãos internos.

Na 109º encontro da Academia de Ciências do Texas, na Universidade Lamar em Beaumont, entre 3-5 Março de 2006, o Dr. Eric R. Pianka, o ecologista evolucionista e perito em lagartos da Universidade do Texas, apresentou soluções para reduzir a população mundial na forma de um slide representando os Quatro Cavaleiros do Apocalipse. Guerra e fome não resultarão, explicou. Em vez disso, a doença oferece o meio mais eficiente e mais rápido para matar milhares de milhões que têm que morrer em breve se se quer resolver a crise populacional.

A sida não é um assassino eficiente, explicou, porque é lenta demais. O seu candidato favorito para eliminar 90% da população mundial é o ébola aerotransportado (ébola Reston), porque é altamente letal e mata em dias, em vez de anos.
“Temos 90% de mortalidade aerotransportada nos humanos. Matando seres humanos. Pensem nisso.”
“Sabem, a gripe aviária também é boa.” Eles riram de novo quando ele propôs, com uma nota de satisfação na sua voz, que “Precisamos de esterilizar todo o mundo na terra.”

Ele encontrou uma solução excelente para o problema dos combustíveis fósseis, “E os combustíveis fósseis estão se esgotando”, disse, “portanto penso que teremos que diminuir para 2 mil milhões, o que seria à volta de um terço de toda a população”. Portanto só a crise do petróleo pode exigir a eliminação de dois terços da população mundial.
Quando Pianka terminou os seus comentários, a audiência aplaudiu. Não foi apenas um pequeno aplauso cortês que as audiências diplomaticamente reservam aos pobres oradores enfadonhos. Foi um aplauso ruidoso, forte e entusiástico.
Cinco horas depois do famoso discurso os distintos dirigentes da Academia de Ciências do Texas entregaram a Pianka uma placa em reconhecimento de ter sido nomeado Distinto Cientista Texano 2006.

Fonte: Cidadão cientista Forrest M. Mims III, membro da Academia do Texas e presidente da Secção de Ciência do Ambiente
Créditos p/ Ivandelio Sanctus

Próxima fase da crise do Ebola: Terrorismo de falsa bandeira

Next Phase of the Ebola Crisis: Terrorism ebola terror

No domingo Breitbart cobriu um relatório produzido pela agência da Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP) afirmando que um número crescente de pessoas apreendidas na fronteira estão infectados com o vírus Ebola.

"Pelo menos 71 indivíduos de três nações afetadas pela atual surto de Ebola têm ou se entregaram ou foram pegos tentando entrar ilegalmente nos EUA por autoridades norte-americanas, entre Janeiro de 2014 e Julho de 2014," relatou Breitbart.

O relatório observou também um número significativo de imigrantes ilegais pegos cruzando a fronteira são do Paquistão, Iêmen e Somália, países onde os terroristas islâmicos estão ativos.

Governador do Texas, Rick Perry ressaltou essa ameaça potencial quando ele disse a CNN alguns imigrantes ilegais vindos do outro lado da fronteira são de países com significativos laços terroristas. A menção de uma possível infilitration terrorista e Ebola prepara o palco para uma perspectiva assustadora - um ataque biológico em América.

Para o governo o que representa uma oportunidade para expandir a narrativa terror que dominou a política interna e externa por mais de uma década.

Ebola como arma

Em 2013 Política Global, um jornal produzido pela London School of Economics, advertiu sobre a possibilidade deEbola que está sendo usado como uma arma terrorista . 

"O aumento em surtos naturais [África], juntamente com a possibilidade de um terrorista especialistas grupo de recrutamento de adquirir o vírus e de prepará-lo para usar como uma arma biológica, deve levar os políticos a considerar o risco de um surto deliberado", Amanda M . Teckman escreveu para a revista.

Apesar de armamento do Ebola é complexo e improvável, especialistas na área dizem que a transmissão do vírus por via aérea ocorreu entre os animais. Eles acreditam que "com o avanço do conhecimento sobre como manipular os vírus, as características que tornam estes [os agentes de vírus da febre hemorrágica] difícil para armar pode ser uma barreira cada vez menor." Além disso, um sistema de "genética reversa fornece uma maneira de produzir vírus mutantes altamente virulentas para o propósito de guerra biológica ou terrorismo biológico ", os cientistas acreditam que, de acordo com pesquisa do Teckman.

Ele continua a ser visto se um grupo terrorista como o ISIS - que tem demonstrado uma vontade de se envolver no assassinato em massa em grande escala, incluindo o assassinato de civis desinibida - tem a capacidade de produzir uma versão como arma de Ebola.

Se ISIS consegue derrotar o regime de al-Assad na Síria pode entrar na posse de armas biológicas. De acordo com a inteligência dos EUA os sírios têm um programa de corrida arma biológica fora dos estudos científicos e Centro de Pesquisa (SSRC) em Damasco com laboratórios em Aleppo e Homs.

"O SSRC é um enorme complexo, com asas e as unidades designadas para a pesquisa de patógenos específicos. Os laboratórios são o estado da arte e, ao contrário de armas químicas, o armazenamento de armas biológicas é obsoleto. A infra-estrutura para suportar tanto clandestino e pesquisa legítimo é idêntico, tornando a identificação do desenvolvimento de armas biológicas excepcionalmente difíceis ", o Interesse Nacional informou em setembro passado.



Em outubro de especialistas britânicos da Henry Jackson Society (HJS) "emitiu uma dura advertência sobre o que eles dizem é o" perigo claro e presente "da Al Qaeda ganhando a posse de estoques do regime de Assad de armas biológicas, alegando ter provas substanciais de que Al grupos Qaeda ligados pode já ter posse de agentes tóxicos ",Israel National News relatou.



"Ao contrário de armas químicas, mantidos em estoques militares designados que são geralmente identificáveis ​​e que Assad mantém comando e controle, a estrutura de programas de guerra biológica da Síria estão latentes, compartimentada e espalhar em toda a sua infra-estrutura bio-farmacêutica restante. Os programas são projetados para serem altamente ágil para permitir a produção rápida, se necessário ", o relatório HJS explica.
” "É preocupante, o relatório sugere que o Nusra Frente Al Qaeda-linked já pode ter posse de" patógenos biológicos ou agentes weaponized ou de que constituem uma ameaça para a comunidade internacional. "
Em junho, foi relatado al-Nusra tinha fundido com ISIS .
Isso não significa que a Síria se desenvolveu como arma Ebola, só que ele provavelmente tem um programa de armas biológicas sofisticadas e, se a trajetória vitória do ISIS continua, os agentes virais podem cair nas mãos de terroristas que usariam a arma em um ataque nos Estados Unidos ou na Europa.



Terror Biológico da propaganda de Geurra dos EUA 
Apesar da inviabilidade de terroristas adquiram armas biológicas sofisticadas, o governo dos EUA construiu uma narrativa que retrata al-Qaeda como um grupo terrorista totalmente capaz de lançar um ataque biológico.

Por exemplo, nascido nos EUA Anwar al-Awlaki , líder da Al-Qaeda supostamente morto em um ataque de drones em 2011, chamado para o uso de armas biológicas. "O uso de armas químicas e biológicas contra centros populacionais é permitido e é altamente recomendável", ele escreveu para a revista al-Qaeda, Inspire.

Em 2001, menos de três meses depois do 11/9, o governo empurrou o memes de que a Al-Qaeda tinha estocado antrazem esporos no Afeganistão e planejaram atacar os Estados Unidos. A teoria surgiu na sequência de 18 de setembro de antraz ataque que o governo Bush reflexivamente atribuída a Osama bin Laden .

O medo da Al-Qaeda poder eventualmente atacar a América com armas biológicas é um princípio central da narrativa terror. Desde a morte de 40 membros da Al-Qaeda na Argélia supostamente infectados com peste negraquando um programa biológico deu errado ao menos uma prova incontestável da al-Nusra usou gás sarin na Síria, a ameaça de guerra biológica por grupos terroristas tem dominado a guerra contra o terror história por mais de uma década.

O medo de terroristas que atravessam a fronteira EUA-México e os recentes relatórios do PFC de vítimas de Ebola presentes no afluxo crescente acrescenta uma dimensão nova e assustadora para a guerra contra o terror sempre em evolução.

Ele continua a ser visto se os terroristas estão de fato cruzamento com dezenas de milhares de crianças desacompanhadas e outros imigrantes ilegais, ou se há uma conspiração terrorista ativa nos trabalhos.

Apesar da falta de evidências de que o governo vai se casar de forma oportunista o medo de Ebola e terror juntos para fazer avançar o seu esforço contínuo para forjar um estado policial com um aparelho de alta tecnologia de vigilância e um militar e diplomática componente projetado para apresentar os objetivos da política externa do elite global.

Via: Prison Planet e http://undhorizontenews2.blogspot.com.br/

Há um surto silencioso de mortes causadas pelo sildenafil?



Este é um artigo de opinião, de autoria de Álvaro Nascimento e Suely Rozenfeld, pesquisadores da Fiocruz.

O sildenafil e o silêncio
Será que estamos assistindo a um surto silencioso de morte súbita de homens associada ao uso de sildenafil, medicamento usado para disfunção erétil?
Há relatos isolados de profissionais que atendem casos de morte súbita em motéis que encontram, entre os pertences da vítima, embalagens de produtos farmacêuticos indicados para disfunção erétil, contendo a substância sildenafil.
Desconhecemos registros das equipes de emergência (sejam órgãos da Defesa Civil, do Samu ou do Corpo de Bombeiros) que poderiam ajudar a esclarecer a dimensão do problema. Desconhecemos relatos de parceiros, amigos e familiares dos que morreram.
Tampouco médicos ou outros profissionais de saúde têm-se pronunciado sobre o assunto. Desconhecemos alertas públicos das autoridades sanitárias para prover a população de informações sobre o produto ou seus riscos.
A aparente ocorrência de aumento de casos de morte súbita de homens em uso do sildenafil - paralelo ao extraordinário crescimento das vendas no país, de 2 milhões de unidades/ano para 30 milhões, com o fim da vigência de sua patente - merece investigação de caráter público.
Tema silenciado
O sinal de alerta tem a ver com a saúde da nossa coletividade. O sildenafil é um fármaco usado para duas indicações terapêuticas diferentes: hipertensão pulmonar e disfunção erétil. As recomendações técnicas preconizam comprimidos de 5mg ou 20mg no primeiro caso e de 25 a 100mg no segundo.
A hipertensão pulmonar reflete estados patológicos e a disfunção erétil associa-se a mudanças relacionadas ao envelhecimento, embora haja notícias de uso recreativo em adultos jovens.
Assim como outras condições de saúde com importantes componentes culturais, tais como a anorexia, as cirurgias plásticas estéticas, o uso abusivo de tranquilizantes, antidepressivos e outros, a disfunção erétil é tema silenciado - seja o silêncio resultado do eventual constrangimento pela perda funcional, ou do forte machismo da nossa sociedade, que associa desempenho sexual a vigor e poder.
Quando medicamentos matam
Nunca é demais lembrar que o capítulo da lei 8080/90 que trata da Vigilância Sanitária determina ser de responsabilidade das autoridades sanitárias eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde, além de intervir nos problemas sanitários decorrentes da circulação de produtos. E que houve episódios trágicos envolvendo o uso de medicamentos.
Só para citar alguns, muitas vidas foram perdidas após o uso do mercúrio contra a febre amarela, no século 19. E, no século 20, registraram-se mortes de crianças com insuficiência renal, após o uso de xaropes com dietilenoglicol, e de asmáticos por uso de aerossóis com isoproterenol. Na década de 1960, ocorreram mais de 15 mil casos de má-formação congênita em crianças cujas mães usaram talidomida.
A falta de conhecimento completo em relação ao uso de fármacos trouxe à tona, de forma trágica, o que a ciência sustenta há décadas: não há substância farmacologicamente ativa isenta de riscos e nem todos os riscos são conhecidos antes de o produto estar no mercado.
Efeitos adversos
Para que se tenha ideia da magnitude do problema, há contraindicação para o uso do sildenafil concomitante ao uso de nitratos usados para tratar doença cardiovascular, e para os indivíduos com hipotensão, derrame recente ou infarto do miocárdio.
Vale perguntar: quantos brasileiros que estão consumindo as 30 milhões de unidades por ano de sildenafil sabem disso?
As consequências do uso de produtos para disfunção erétil são tema que não vem sendo tratado com responsabilidade pelos gestores do nosso sistema de saúde. Medidas reguladoras do Ministério da Saúde - tais como submeter a compra nas farmácias a controle rigoroso do receituário - são importantes para estancar os possíveis efeitos adversos.
Investigar a ocorrência de complicações e mortes associadas ao uso do produto, e divulgar os resultados, permitirá prover e não privar os indivíduos da informação necessária para decidir de forma consciente e informada se desejam, ou não, correr os riscos inerentes aos fármacos.
Seja ele constrangedor, obsequioso ou cúmplice, até quando aceitaremos o silêncio?

EUA e a espionagem na Internet: Programa XKeyscore

Posted by  on 05/08/2014
usa-and-uk-spyingworld
Sistema dos EUA permite ver quase TODA a atividade dos internautas em seus contatos na web, diz o jornal The Guardian de Londres.
O jornal londrino, ‘The Guardian’ revelou a existência do Programa XKeyscore com documentos de Edward Snowden.
Edição e imagens: Thoth3126@gmail.com
O jornal da Inglaterra, ‘The Guardian’ revelou a existência do Programa XKeyscore com documentos de Edward Snowden. O Sistema permite monitorar toda atividade online de determinado usuário.
Da AFP 
Um sistema de vigilância secreto conhecido como XKeyscore permite à inteligência dos EUA supervisionar “quase tudo o que qualquer usuário típico e comum faz na Internet”, segundo documentos publicados nesta quarta-feira (31 de julho) pelo jornal britânico “Guardian”.
O jornal cita documentos secretos vazados pelo ex-analista de inteligência americano Edward Snowden, em matéria novamente assinada por Glenn Greenwald. O sistema seria o de maior amplitude operado pela agência nacional de segurança dos EUA, a NSA.
Saiba mais em:
  1. http://thoth3126.com.br/eua-e-a-espionagem-da-nsa-snowden-pede-asilo-a-russia/
  2. http://thoth3126.com.br/os-eua-espionaram-milhoes-de-e-mails-e-ligacoes-de-brasileiros/
  3. http://thoth3126.com.br/echelon-o-esquema-de-espionagem-global-dos-eua/
  4. http://thoth3126.com.br/microsoft-e-cumplice-da-espionagem-da-nsa/
  5. http://thoth3126.com.br/facebook-uma-conspiracao-da-cia/
  6. http://thoth3126.com.br/nsa-e-a-vigilancia-em-tempo-real-na-internet-nos-eua/
  7. http://thoth3126.com.br/a-base-subterranea-e-os-segredos-de-pinho-abertura-e-canberra/ 
O diário afirma que a existência do XKeyscore corrobora a afirmação de Snowden, refutada por funcionários americanos, de que a NSA pode fazer “qualquer escuta telefônica”, se tiver um endereço de e-mail pessoal.
O “The Guardian” publicou uma série de slides do que parece ser o treinamento interno dos funcionários da inteligência, que mostram as possibilidades do programa XKeyscore.
Locais onde estão armazenados dados do programa xkeyscore. Reprodução de página do ‘Guardian’ que revela a existência do programa (Foto: Reprodução)
Os textos estão marcados como “Top Secret” e seu acesso está restrito a funcionários autorizados nos EUA, Reino Unido, Canadá, Austrália e Nova Zelândia.O jornal afirma que omitiu 4 de 32 telas, pois revelavam “detalhes específicos das operações da NSA”.
O material foi produzido em 2007 e não deveria ser tornado público antes de 2032. Segundo o material, o XKeyscore permitem que os EUA monitorem, em tempo real, e-mails, buscas na Web, sites, redes sociais e praticamente qualquer atividade online de um determinado usuário.
O funcionamento do sistema estaria garantido por uma infraestrutura baseada em um grande cluster de Linux com cerca de 500 servidores distribuídos ao redor do mundo. 
Esses servidores estavam distribuídos tanto em países aliados, inclusive o Brasil, como em rivais de Washington, como Rússia, China e Venezuela. Diferentemente de outros sistemas, o XKeyscore pode começar uma vigilância indexando virtualmente qualquer tipo de atividade online.
Entre os exemplos utilizados, ressalta-se a capacidade do sistema para detectar ações inusitavas, como um usuário que realiza uma busca em uma língua pouco usada em determinada região -por exemplo, em alemão no Paquistão- ou se alguém busca no Google Maps locais considerados possíveis alvos para um ataque.
Nesses casos, o programa pode isolar os dados e realizar um monitoramento automaticamente. O documento afirma que o XKeyscore permitiu aos EUA capturar “mais de 300 terroristas”.
Os gráficos revelados pelo “Guardian” afirmam que o XKeyscore está sendo atualizado para ficar mais potente e mais rápido, assim como para ampliar o escopo de dados que pode buscar, incluindo informação colocada dentro de fotos digitais.
As novas revelações acontecem num momento em que os funcionários das três agências de inteligência dos Estados Unidos e do Departamento de Justiça prestam esclarecimentos e dão satisfações ao Senado norte americano. 
O ex-consultor americano Edward Snowden é visto nesta sexta-feira (12) em Moscou, em imagem divulgada pela Human Rights Watch (Foto: AFP)O ex-consultor americano Edward Snowden é visto nesta sexta-feira (12) em Moscou, em imagem divulgada pela Human Rights Watch (Foto: AFP)
Na semana passada, a Câmara dos Representantes em Londres rejeitou uma proposta para reduzir o financiamento de programas de inteligência.
O “The Guardian” é um jornal britânico fundado em 1821. Até 1959 era conhecido como The Manchester Guardian, nome pelo qual ainda é referido algumas vezes nos Estados Unidos. É controlado pela fundação Scott Trust através do Guardian Media Group. Wikipédia
Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Disso Você Sabia ? no Facebook