SEJA BEM VINDO - NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Saiba o tempo de conservação dos alimentos na geladeira

A comida fresca é muito importante para a nossa saúde.
A ingestão de um alimento estragado representa uma grave ameaça ao nosso corpo.
Às vezes, ingerimos uma comida que não está tão saudável em termos de conservação e, mesmo assim, ela não causa nenhum distúrbio no nosso organismo.

Devemos isso às defesas do organismo - elas agiram e evitaram o pior.
No entanto, houve um desgaste do corpo, pois ele lutou para evitar um desequilíbrio.
Esse desgaste do corpo não ocorre quando comemos alimentos bem-conservados e dentro de um prazo que mantém a a saudabilidade da comida.
É por isso que vamos mostrar agora o prazo de conservação, na geladeira, de alguns alimentos.
leia com atenção e divulgue/compartilhe nas redes sociais esta informação muito importante.
TEMPO "DE VIDA" DOS ALIMENTOS NA GELADEIRA
Molhos - na prateleira da porta - 20 a 30 dias
Doces - na prateleira da porta - 3 dias
Sopas e carnes cozidas - na prateleira interna - 3 a 4 dias
Salsichas e bacon* - na prateleira interna - 7 dias depois de abertos (*Estes alimentos estão entre os mais cancerígenos. Evite consumi-los)
Maionese industrializada - na prateleira interna - 2 meses depois de aberta
Frios - na prateleira interna - 3 dias
Ovos - na prateleira interna - 15 a 30 dias
Sobras - na prateleira interna - 1 a 2 dias
Leite - na prateleira da porta - 2 dias
Legumes e frutas - na gaveta de vegetais - 3 a 7 dias
Verduras e temperos - na gaveta de vegetais - 2 a 3 dias

Fonte: 

Manipulação: não é só televisão

Quando as pessoas se deparar com a expressão "manipulação das massa", a primeira imagem que normalmente vem à mente é aquela da televisão e, no geral, dos média: diários, revistas, etc. Algo que transmite ideias , sugestões e conteúdo para os cérebros dos utilizadores.

Todavia, tudo isso está certo só em parte: é verdade que os media têm uma aplicação "imediata", transmitindo directamente determinados conteúdos; no entanto, a fase do bombardeio mediático é muitas vezes o último elo de uma cadeia invisível, por trás da qual esconde-se o que poderíamos definir como a "fábrica da manipulação".

Os meios de comunicação de massa, em última análise, não apenas difundem no éter ideias e conteúdo que já tiveram uma fase de preparação.
Tanto para citar as palavras do estudioso norte-americano Ben Shapiro:
A televisão reflecte aqueles que a criam e transforma todos os outros.

O primeiro e decisivo passo da manipulação das massas realiza-se na verdade com a manipulação dos manipuladores; ou , de acordo com um determinado tipo de linguagem, criando uma sub-elite que destina-se a espalhar um determinado tipo de mensagem.

Um bom exemplo disso pode ser encontrado na primeira parte do artigo Odessa: tudo segundo os planos: seria errado imaginar alguém da Nato que liga para os jornalistas dos vários diários ameaçando retaliações caso as noticias não sejam apresentadas duma forma conveniente". Não é assim que funciona, nenhum ameaça é precisa: o redactor já sabe qual apresentação é a mais apreciada pelo próprio director, o qual bem conhece qual a linha editorial escolhida pelo dono.

Da mesma forma, é errado pensar que as várias pop-star utilizem símbolos esotéricos para influenciar os mais jovens: não há ninguém da elite que contacte Lady Gaga para inserir no vídeo dela o olho de Horus. O que acontece é que estas pop-star, verdadeiras máquinas para acumular dinheiro, são excepcionalmente sensíveis às tendências da sociedade, ao espírito e aos desejos desta; podem contar com especialistas demarketing que analisam o mercado (os que compram os cd, que assistem aos vídeos e aos concertos) e que nada deixam ao acaso, bem sabendo reconhecer quais pormenores têm um maior efeito nas massas.

E ao analisar a "moda" desta altura, particularmente entre as camadas mais jovens da população, podemos ver que existe um forte atracção exercida por determinados assuntos dark como o vampirismo ou oszombies. Mais que vasculhar os vídeos das várias Lady Gaga à procura do Olho de Horus, seria interessante tentar perceber qual a razão deste estado de alma: se for espontâneo ou induzido.

Provavelmente estamos perante uma mistura destas duas explicações: um sinal dos tempos (tempos sem um rumo claro, desemprego, pobreza, criminalidade: mas também um sentido de ameaça incumbente, algo não definido que pode concretizar-se em várias formas, como o terrorismo, a guerra, etc.) e sensações induzidas (entre as quais não podemos esquecer um efeito "espelho" da sociedade nas ícones pop; mas não é só isso).  

Não há uma "elite" que ameaça: é um mecanismo mais complexo, uma cadeia na qual todos sabem qual o papel que têm de desenvolver (para manter o emprego, para evitar problemas, para obter uma promoção, etc.), de forma consciente e inconsciente.

Em qualquer caso, um estado da alma  que pode ser gerado ex-novo ou simplesmente gerido e/ou reforçado, por exemplo, através da disseminação de espectáculos, momentos de agregação, literatura ou moda orientados. Como diziam os Romanos: vulgus vult decipi, "as pessoas comuns querem sem enganadas". A elite nada mais faz de que responder: ergo decipiatur, "então enganamos".

A criação e a manutenção dos "opostos aparentes" tem este fim mesmo e a elite sabe como usar e até mesmo incentivar tendências aparentemente divergentes para os seus próprios fins: Direita e Esquerda, progresso ou preservação. Todavia, e este é o passo importante, a elite não se deixa influenciar por estes dualismos, não é arrastada nas contendas: limita-se a geri-las, a orienta-las. 

É simples constata-lo com o que se passa nos Estados Unidos: enquanto as tropas são empenhadas em vários Países do mundo, oficialmente para combater o terrorismo, na mesma altura a CIA financia, directamente ou indirectamente, os grupos terroristas. E que dizer da luta contra os estupefacientes? A DEA é uma das organizações anti-drogas mais poderosas do mundo; no entanto, com a chegada das tropas da Nato no Afeganistão, o País voltou a ser o maior produtor de ópio do planeta.

Em ambos os casos, as duas vertentes servem os propósitos do regime: o terrorismo cria medo, instabilidade, aos quais a elite responde com acções militares que ampliam a influência de Washington, que pode assim desfrutar outras ocasiões, em novos Países, para semear o medo e intervir com as suas tropas (que podem bem ser militares ou civis: informadores, conselheiros, etc.).

Se olharmos para um mapa, podemos ver como a Primavera Árabe começou num País (acho ter sido a Líbia) para depois espalhar-se em várias direcções: o Egipto e a Síria no Oriente, a Tunísia e a Argélia no Ocidente; mas também a Chad e o Sudão, poucos depois, no Sul; e agora a Nigéria, ainda mais a Sul, para a qual a Administração de Obama prometeu hoje o envio de forças para ajudar na procura das raparigas raptadas.

Tudo isso tem necessidade duma base cultural, um estado de espírito que não atropele mas continue a justificar esta expansão baseada contemporaneamente no medo e no desejo duma falsa liberdade.

Tudo isso pode parecer complicado, mas temos de lembrar que os tempos mudaram: a sociedade moderna pode contar com instrumentos antes desconhecidos ou mal compreendidos. Hoje, por exemplo, sabemos que um regime onde o poder for apoiado apenas no uso da força e da repressão, é um regime fraco, destinado a ser abatido cedo ou tarde.
Vice-versa, um regime onde exista uma pseudo-democracia, uma pseudo-oposição e onde os submissos tenham uma sensação de liberdade, é um regime que tem boas expectativas de durabilidade porque baseia-se no apoio (activo) de quem não entende ser explorado e limitado.

Para manter o tal apoio em alturas nas quais nem tudo corre como planeado (por exemplo, em ocasião duma profunda crise económica), eis que é possível recorrer à manipulação do estado da alma; e esta manipulação é muito mais eficaz quando consegue apresentar-se não apenas num mas em vários aspectos das nossas vidas.

É por isso que os media representam apenas o elo final da cadeia que quer "espalhar" um determinado estado de espírito. E, enquanto final, nem é elo mais importante: as notícias devem ser coerentes com quanto é esperado pelo cidadão, devem funcionar como uma confirmação de quanto anunciado e propagandado pelos responsáveis (nos quais o cidadão vota).

Dizia o Primeiro Ministro britânico Benjamin Disraeli, já no final do século XIX: 
O mundo é governado por bem outras personagens, que nem sequer podem ser imaginadas por aqueles cujos olhos não chegam aos bastidores.
Um regime que controle e manipule apenas as notícias é algo muito limitado, que pode ser desmascarado de forma bastante simples. O truque é retirar a vontade de desmascarar e provocar a aceitação da nossa sociedade como a única possível: isso requer muito mais esforço, em vários níveis.

Criar apatia, retirar valores e confiança; implementar o medo, a confusão quando necessário, com repentinas explosões de violência também; preparar as novas gerações para que tudo proceda no mesmo sentido: tudo isso requer muito mais do que simples diários ou programas televisivos.

Esta é a nossa situação.


Ipse dixit.

Fonte: baseado no livro La Fabbrica della Manipolazione, de Enrica Perucchietti e Gianluca Marletta, Arianna Editrice

http://informacaoincorrecta.blogspot.com.br/2014/05/manipulacao-nao-e-so-televisao.html

Coca-Cola e Pepsi Substituem o Tóxico BVO por Outro Produto Químico: Isobutirato de Acetato de Sacarose (SAIB)

Após uma campanha pública a Coca-cola cedeu e retirou o produto tóxico e potencialmente cancerígeno de suas bebidas. O que poucos sabem e o que a mídia parece ignorar é que o BVO foi substituído por outro produto tóxico, o isobutirato de acetato de sacarose (SAIB), que em estudos mostrou aumentar o tamanho do fígado e elevar a atividade da fosfatase alcalina.



Coca-Cola e a Pepsico já anunciaram que estão removendo o óleo vegetal bromado (BVO) de suas bebidas depois de uma campanha sustentada pela mídia social que protestou contra a prática. O óleo vegetal bromado é um retardante de chamas, e normalmente é feito a partir de derivados de milho ou soja geneticamente modificados ligados a um átomo de bromo.

Todos os átomos de bromo são disruptores endócrinos, como o flúor e o cloro (eles estão todos na mesma coluna na tabela de elementos). Eles também podem interferir na absorção de iodo pela tireoide,  tecido mamário e tecido da próstata, causando deficiências nutricionais que podem promover o câncer.

Se você andou bebendo Mountain DewGatoradeFanta ou outras bebidas similares feitos pela Coca-Cola ou Pepsi, você tem bebido óleo vegetal bromado.

Na internet estão aplaudindo alto a remoção do BVO nestas bebidas, mas quase ninguém parece estar ciente de que eles estão substituindo-o por: isobutirato de acetato de sacarose.

BVO sendo substituído por isobutirato de acetato de sacarose

A ideia de remover todas as substâncias químicas sintéticas de seus produtos, aparentemente, nunca ocorreu a Coca-Cola e a Pepsi. Seus produtos, não obstante, estão cheios de adoçantes artificiais e outros produtos químicos, e verifica-se que eles precisam usar produtos químicos emulsificantes para evitar que todos os seus ingredientes químicos se separem.

Então, agora eles estão se voltando para o isobutirato de acetato de sacarose (SAIB), uma substância química que todos nós esperamos ser mais segura do que o BVO. Mas um estudo publicado na revista Food and Chemical Toxicology descobriu que os cães alimentados com este produto químico mostraram fígados dilatados e função da enzima hepática alterada: (1)
Estudos preliminares de toxicidade de curto prazo do isobutirato de acetato de sacarose (SAIB) no cão demonstraram que a adição deste aditivo na dieta foi associado com um aumento do tamanho do fígado e atividade da fosfatase alcalina elevada sem qualquer evidência de alterações patológicas ...
O isobutirato de acetato de sacarose é produzido pela Eastman Chemical Company (2), a qual descreve a substância química como um "emulsificante ou agente de estabilizador de emulsões de  para evitar a separação de óleos essenciais de citrinos. Também é usado como um fixador de perfume e para proporcionar resistência à transferência de batom."

Estudos científicos mostram que o Isobutirato de Acetato de Sacarose (SAIB), quando ingerido por seres humanos, é em grande parte exalado através da respiração, indicando que o produto químico entra na corrente sanguínea ao ser ingerido por via oral e, em seguida, faz o seu caminho para os pulmões. (3)

Se você bebe bebidas feitas em fábricas, você está ingerindo produtos químicos

Conclusão nesta história? Mesmo quando empresas como a Coca-Cola e a Pepsi são forçadas pela pressão pública a remover um produto químico tóxico em seus produtos, eles simplesmente o substituem por um outro produto químico sintético. De qualquer forma, você ainda está bebendo produtos químicos sintéticos.

O fato de que os consumidores bebem Gatorade é absolutamente um triste comentário sobre o declínio da civilização moderna e o estado horrível do tóxico suprimento alimentar. Em vez bebidas frescas, sucos naturais que fornecem nutrientes à base de plantas, milhões de pessoas bebem sintéticos, bebidas esportivas artificiais feitas em fábrica cheios de produtos químicos sintéticos e corantes artificiais.

E apenas quando o público levanta preocupações sobre um ingrediente tóxico que os fabricantes fazem alguma alteração. Mas mesmo essas mudanças só substituem um ingrediente químico tóxico por outro.

Isto é como, dia após dia, milhões de consumidores são envenenados em um estado degenerado de doença crônica com alimentos e bebidas, processadas e sintéticas.

Referências:

(1) NCBI: Subchronic toxicity studies of sucrose acetate isobutyrate (SAIB) in the rat and dog.
(2) Eastman: Eastman Sustane™ SAIB (Sucrose Acetate Isobutyrate), Food Grade, Kosher
(3) PubChem: sucrose acetate isobutyrate


Leia mais:




Após Petição, Coca-Cola Retira Ingrediente Polêmico de Bebidas








Coca-Cola Brasileira tem Maior Taxa de Produto Cancerígeno no Mundo




Fontes:
Natural News: Coke and Pepsi replacing toxic brominated vegetable oil (BVO) with another chemical: sucrose acetate isobutyrate (SAIB)

Leia mais: http://www.anovaordemmundial.com/2014/05/coca-cola-e-pepsi-substituem-o-toxico-bvo-por-outro-produto-quimico-isobutirato-de-acetato-de-sacarose-saib.html#ixzz314Va31oR

Ator diz que demorará gerações para que o mal que Lula fez ao país seja revertido. Assista

Nos últimos tempos temos visto diversos artistas “saírem do armário” e se pronunciarem sobre a atual situação do país e sobre o meio político nacional. Ator do finado programa Casseta&Planeta da Globo, aproveita participação ao vivo em programa do canal GNT para criticar os 8 anos de governo Lula.
Para o humorista, Lula desmoralizou a política nacional e o mal promovido pelo ex-presidente demorará gerações para ser revertido, segundo o artista, Lula precisa ser desmistificado, pois é um picareta. Continuando em suas críticas sem poupar adjetivos à Lula, o humorista logo foi interrompido pelo apresentador do programa, visivelmente constrangido.
Assista


Veja casos semelhantes:
Em entrevista Oscar Schmidt faz duras críticas a Lula e ao governo, defende fim da maioridade penal e implantação da pena de morte no Brasil


Atriz global diz que já foi eleitora do PT mas partido “arrasou o país” e “Lula é um covarde”


Entrevista censurada – Ator diz que PT está implantando autoritarismo no Brasil e quer poder a todo custo


Urnas eletrônicas, o mais estúpido orgulho nacional


http://www.revoltabrasil.com.br/midia/3506-ator-diz-que-demorara-geracoes-para-que-o-mal-que-lula-fez-ao-pais-seja-revertido-assista.html

Um fantasma do neonazismo ronda a Europa

Ânimos neonazistas ganham força na Europa. Em opinião de peritos, a crise econômica de hoje e ações de elites dirigentes são a causa deste fenômeno. A instabilidade do sistema financeiro leva à pauperização da população, radicalizando em resultado os ânimos de muitos europeus.

Personalidades sociais de vários países europeus expressam preocupação com o renascimento da ideologia neonazista no Velho Mundo. Este processo, em suas palavras, é sobretudo ativo na Grécia, Letônia, Áustria e Hungria. Trata-se de não apenas marchas regulares de integrantes de organizações pró-fascistas paramilitares. Representa também ameaça o crescimento da popularidade de partidos e movimentos nacionalistas radicais de direita em todo o continente.

Na Grécia, por exemplo, chegou ao parlamento o partido Aurora Dourada, a favor do qual votaram 440 mil eleitores num país em que habitam 11 milhões de pessoas. Esta associação pode ser considerada como herdeiro direto do partido nacional-socialista da Alemanha. O partido carateriza-se pelo emblema em forma de suástica, saudação hitleriana, citações do "Mein Kampf", ideologia racista e antissemita, negação do holocausto, violência em relação aos imigrantes e culto de personalidade.

Levando em consideração que partidos e movimentos próximos espiritualmente do Aurora Dourada já são representados em parlamentos da Áustria, Holanda, Finlândia, Dinamarca, Suíça, Itália e de outros países, podemos falar do surgimento de uma internacional neonazista na Europa, opina Alexander Tevdoi-Burmuli, livre docente da Cátedra de Integração Europeia do Instituto de Relações Internacionais de Moscou:

“O neonazismo existe na Europa desde o fim dos anos 40-50 do século passado. Foram organizações marginais de rede que existem ainda hoje e têm contatos com elites”.

A erosão de valores europeus tradicionais e o fracasso da política de multiculturalismo, ou seja a desvontade de imigrantes de se adaptar às tradições culturais e aos costumes europeus, contribuíram também para o crescimento de tais ânimos em países do Velho Mundo. Em resultado, aumentaram a agressividade social e anomalias da psicologia social da sociedade, considera uma politóloga, Elena Ponomareva:

“Esta é apenas uma manifestação de problemas acumulados nos últimos vinte anos pela sociedade. Mas o mais terrível é que a juventude não vê o futuro nem na Alemanha ou França, nem na Inglaterra. São estes jovens que formam estruturas radicais e neonazistas de extrema-direita. Eles esperam ver um novo projeto social e, não vendo-o, participam de ações radicais”.

Movimentos neonazistas ganham força também na Ucrânia. Apesar de fatos geralmente conhecidos e de bom senso, eles pretendem erradicar da história de seu país o papel colossal do povo russo, de sua cultura e de sua importância como Estado, assim como privar o país dos símbolos que fazem lembrar a ligação espiritual entre os russos e os ucranianos. Assim, foi proposto considerar os russos como povo não nativo e privar Kiev do título de “cidade heroica”. Está previsto também aprovar uma lei que autorize publicamente justificar ou negar os crimes do nazismo. Aquilo que foi evidente para o mundo ainda há 70 anos, tem pouca importância para atuais golpistas de Kiev, sustenta o diretor do Instituto de Diásporas Russas no Estrangeiro, Serguei Panteleev:

“Assiste-se a uma plena deturpação da história, à negação da própria natureza da Ucrânia como herdeira da Rússia de Kiev, como Estado ligado à Rússia pela história comum milenária. Risca-se tudo que liga a atual Ucrânia não apenas à Rússia, mas também à Bielorrússia. Se são arrancadas as raízes históricas profundas, seria em vão falar de fatos mais próximas ligados à nossa vitória comum sobre o nazismo. Em Kiev, chegaram ao poder colaboracionistas que consideram como heróis aqueles que haviam combatido do lado de Hitler e como inimigos todos que haviam derrotado o nazismo e salvado a Europa”.

Até que grau estão dispostos políticos europeus a flertar com esse público e quando possam recobrar os sentidos? Tais perguntas ficam sem respostas por enquanto. Inspira esperanças apenas o fato de não todos na UE e fora dos seus limites partilharem as ideias das autoridades ucranianas autoproclamadas. Cada vez mais frequentes são votos em apoio à Rússia e em condenação da política atual ucraniana. Possivelmente, o genocídio praticado por neonazistas na Ucrânia ajudará os europeus a compreender que futuro os espera, se eles não se lembrarem das lições da história.

Voz da Rússia
http://noticia-final.blogspot.com.br/2014/05/um-fantasma-do-neonazismo-ronda-europa.html

Entenda o que é e porquê a bolha imobiliária inflou e está prestes a estourar

Um assunto social e econômico de extrema importância para qualquer brasileiro. Economistas dizem que este ano ano precederá um próximo de estouro da bolha, que fará preços de imóveis baixarem bruscamente, mas por que isso deve acontecer? Este vídeo traz uma explicação sintética e bastante clara sobre os fatos que estão contribuindo para que isso ocorra.
Diversos especialistas já alertaram – “NÃO COMPRE IMOVEIS ESTE ANO”. Em 2015 a bolha vai estourar!
Assista:


http://www.revoltabrasil.com.br/midia/3502-entenda-o-que-e-e-porque-a-bolha-imobiliaria-inflou-e-esta-prestes-a-estourar.html

Fragmento de Combustível Nuclear de Fukushima encontrado na Europa


7 de maio de 2014
Fukushima não apenas sofrer colapsos, ou mesmo derreter- through  ...
Combustível Nuclear de Fukushima fragmento encontrado na Europa 070514fuk
Image: Fukushima Plant (Wiki Commons).
Sofreu derreter-OUTS ... onde o núcleo nuclear de pelo menos um reator foi  espalhada por todo o Japão .
Além disso, o Departamento de Investigação Ambiental, SRI Centro de Ciências Físicas e Tecnologia em Vilnius, Lituânia relatado  no Jornal da radioactividade ambiental:
As análises de (131) I, (137) e Cs (134) Cs em aerossóis foram realizados em amostras diárias em Vilnius, na Lituânia, após o acidente de Fukushima, durante o período de março a abril de 2011.
***
A proporção de actividade (238) Pu / (239,240) Pu na amostra de aerossol foi de 1,2, o que indica uma presença do combustível gasto de origem diferente do que de tal acidente.
("Pu" é a abreviação de plutônio.) Fukushima é  4.988 milhas  de Vilnius, Lituânia. Assim, o plutônio viajou a uma boa distância.
Hoje, EneNews  relata  que um fragmento de combustível de Fukushima foi encontrado na  Noruega :
Discussões Atmospheric Chemistry and Physics , tempos de remoção Atmosféricas dos radionuclídeos 137Cs ligado a aerossóis e 131I durante os meses após a Fukushima Dai-ichi acidente da central nuclear - uma restrição para os modelos de qualidade do ar e clima, maio 2012 : partículas quentes (partículas que carregam muito elevada radioactividade, por exemplo, fragmentos do combustível nuclear) estavam presentes na pluma FD-CN.
Combustível Nuclear de Fukushima fragmento encontrado na Europa Svalbard 300x424
Elsevier (editora acadêmica) - Fukushima Acidente: Impacto Radioatividade no Meio Ambiente , Pavel P. Povinec, Katsumi Hirose, Michio Aoyama de 2013 : Paatero et al. (2012) estimaram que uma parte significativa da radioactividade Fukushima-derivada é em partículas quentes do  autoradiogram  de uma amostra de filtro de 1 a 04 de abril de 2011 no Monte.Zeppelin, Ny-Alesund, Svalbard.
Poster  para Alaska Marine Science Symposium  (Oceano Ártico e de Bering Ilhas Mar / Aleutas)  - Fukushima Fallout: deposição aérea sobre o cenário de gelo do mar e da vida selvagem implicações para a saúde dos selos associados de gelo , 20 de janeiro de 2014 : Exposição a precipitação, enquanto no gelo em 2011 [...] Os modelos sugerem pinípedes pode ter sido exposto enquanto no gelo para o seguinte: [...] partículas quentes, fragmentos de combustível nuclear, foram detectados em amostras de ar coletadas em Svalbard, Noruega (2012 Paatero et al.) .
Fukushima é 10.632 quilômetros - ou  6.606 milhas -A partir de Svalbard, na Noruega.
Além disso, a distância é, na verdade, muito mais ... porque tomou um caminho tortuoso de Fukushima a Noruega.
Como ENENews  relatórios :
Jornal da Radioatividade Ambiental (Paatero et al 2012.) , produtos de fissão no ar na alta Ártico após o acidente nuclear de Fukushima : É evidente que  a pluma de chegar em Svalbard não veio da Europa, mas diretamente da América do Norte  [...] [ partículas quentes são] tanto fragmentos do combustível nuclear ou partículas formadas pelas interações entre os radionuclídeos condensadas, combustível nuclear e materiais estruturais do reator [...] Com base no beta total, o 137Cs e 134Cs conteúdo actividade [...] sobre o filtro pode-se estimar que uma parte significativa da actividade relacionada com Fukushima foi em partículas quentes. Até o momento os autores não têm conhecimento de quaisquer outros relatórios sobre partículas quentes do acidente de Fukushima. [...] Os radionuclídeos lançados na atmosfera foram rapidamente dispersos em torno de praticamente todo o hemisfério norte dentro de um par de semanas.
Combustível Nuclear de Fukushima fragmento encontrado na Europa sval
Em outras palavras, as partículas quentes de Fukushima viajou ao norte-americana, e  , em seguida, para a Europa.
Isso é lógico.
Temos  notado  dois dias após o terremoto eo tsunami japonês de 2011:
A corrente de jato passa mesmo sobre o Japão. O jato foi observado na década de 1920 por ummeteorologista japonês perto do Monte Fuji , e os japoneses  lançaram bombas de balão na jetstream atacar a América durante a Segunda Guerra Mundial .
(Na verdade, as autoridades nucleares dos EUA foram  muito preocupado  sobre a Costa Oeste ser atropelado por radiação de Fukushima ... mas eles  cobriu-se .)
Assim, as partículas quentes Fukushima viajou de do Japão para a costa oeste da América do Norte ... e, em seguida, foram levadas pelas correntes de vento de lá.
  • É Cerca De  5000 Milhas  De Fukushima Para A Parte Mais Próxima Da América Do Norte. É Mais 4.298 Quilômetros De San Francisco Para Svalbard, Na Noruega.
Assim, a partícula quente viajou cerca de  9.298 quilômetros de Fukushima a Noruega.
Isso é um  longo  caminho - e cruza  ambos  os oceanos Pacífico e Atlântico - como mostrado por este ásperas mapas mock-up usando o Google:
Combustível Nuclear de Fukushima fragmento encontrado na Europa mm
Esta não é uma total surpresa, uma vez que - no dia 2 de abril de 2011 - o  Instituto Norueguês de Pesquisa Aérea modelado lançamentos de Fukushima bater a Noruega e outras partes da Europa:


E um modelo do francês março 2011  Instituto de Protecção Radiológica e Segurança Nuclearmostrou  a mesma coisa  ( clique no link  para a animação vídeo).
Postscript . Em resposta a um leitor que duvidava que o plutônio pode viajar tão longe, por favor, observe o seguinte:
- A BBC  aponta  que Fukushima reactor 3 foi altamente incomum, pois queimou um  plutônio mistura e combustível de urânio chamado " MOX "
- A quantidade de combustível radioativo em Fukushima  
- A designer reator nuclear japonês e vários cientistas pensam que a  explosão  do reator 3 - o único com plutônio - foi um  nuclear  explosão
- Altamente radioativo "sujeira" preto  foi encontrado todo o Japão. As revistas  Environmental Science & Technology  e  Jornal de radioactividade ambiental  ambos descobriram que as substâncias altamente radioativas preto  corresponder combustível do núcleo dos reatores de Fukushima . Os EUA Comissão Reguladora Nuclear  concorda
- Como discutido acima, a corrente de vento jato vai direto de Fukushima para a Costa Oeste da América do Norte. Então, se o material da explosão fez-se a corrente de jato, que poderia ser feita a milhares de quilômetros de lá

FONTE:
http://www.prisonplanet.com/nuclear-fuel-fragment-from-fukushima-found-in-europe.html
http://illuminatielitemaldita.blogspot.com.br/2014/05/fragmento-de-combustivel-nuclear-de.html

Siga este Blog

Postagem em destaque

Agora é real, NIBIRU está chegando, e já é visto a olho nu.

Olá amigos, desculpem a ausência. Estou muito mais ativo no meu mural Facebook, e também no nosso grupo do Facebook também, mas vamos lá...

NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

POSTAGENS MAIS VISITADAS

Disso Você Sabia ? no Facebook