NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Siga este Blog

sábado, 19 de abril de 2014

5 fatos sobre Kepler-186F, o planeta primo da Terra

Um planeta recém-descoberto apelidado de primo da Terra acaba de ser encontrado a 490 anos-luz da Terra. [Encontrado planeta do tamanho da Terra que pode suportar vida]

O planeta, chamado de Kepler-186F, é o primeiro planeta do tamanho da Terra encontrado na zona habitável da sua estrela.

Sendo apenas cerca de 10% maior do que a Terra, Kepler-186F é o planeta mais próximo da Terra em tamanho já encontrado na zona habitável da sua estrela. [Video: Descoberta de Kepler-186F]
O que mais você precisa saber sobre a nova descoberta do planeta alienígena? Aqui estão cinco coisas para conhecer melhor Kepler-186F, o primo da Terra.

Kepler- 186F é um achado histórico

Kepler-186F é o primeiro planeta alienígena do tamanho da Terra encontrado na zona habitável da sua estrela. Isso significa que o planeta, que é apenas um pouco maior do que a Terra, está na parte do seu sistema estelar onde a água líquida pode existir na superfície do planeta.
Astrônomos descobriram outros planetas nas zonas habitáveis ​das suas estrelas, mas esta é a primeira vez que um planeta tão próxima da Terra em tamanho é encontrado na zona habitável da sua estrela, representando uma descoberta histórica. Os cientistas descobriram o planeta usando dados coletados pelo telescópio espacial Kepler, da NASA.

A vida talvez possa prosperar

Devido à localização de Kepler-186F na zona habitável em torno da sua estrela, o planeta pode ser um lugar onde a vida pode prosperar. É possível que o planeta tenha uma atmosfera que pode ajudar a manter a água em estado líquido na superfície, um pré-requisito para a vida como a conhecemos.
Kepler-186F está na borda exterior da zona habitável, por isso é possível que a água do planeta possa congelar. O seu tamanho maior, no entanto, pode significar que o planeta tem uma atmosfera mais espessa, capaz de isolar o planeta e manter a água líquida.
No entanto, os cientistas ainda não têm certeza sobre o que compõe a atmosfera do planeta e, por isso, não podem dizer com certeza que Kepler-186F pode suportar a vida. O planeta é do tamanho da Terra, mas pode não ser parecido com a Terra.

É um dos cinco planetas do sistema estelar Kepler-186

Astrofoto: Kepler-186F
Astrofoto: Kepler-186F
Kepler-186F é um dos cinco planetas encontrados no sistema extrasolar localizado a cerca de 490 anos-luz da Terra. O exoplaneta recém-descoberto orbita a cerca de 52,4 milhões de km do seu sol. Kepler-186F leva cerca de 130 dias para orbitar a sua estrela anã vermelha.
Os outros quatro planetas que orbitam a estrela, não estão na zona considerada habitável do sistema solar. Os restantes quatro planetas - Kepler-186B, Kepler-186C, Kepler-186D e Kepler-186E - orbitam o seu sol a cada quatro, sete, 13 e 22 dias, respectivamente.
Nesse sentido, são quentes demais para a vida como a conhecemos", afirma a NASA em um comunicado. De igual forma, estes quatro planetas interiores medem menos de 1,5 vezes o tamanho da Terra. [9 Planetas que poderiam hospedar vida extraterrestre]

Kepler-186F é primo da Terra, e não gémeo

Os cientistas têm descrevem Kepler-186F como um primo da Terra. A estrela Kepler-186 é mais escura do que o sol, de modo que o planeta pode ser um pouco parecido com a Terra em tamanho, mas a sua estrela não é a mesma que o sol.
Assim, o planeta tem características semelhantes à Terra, mas um pai diferente. Um verdadeiro gémeo da Terra, que os caçadores de exoplanetas têm ainda de encontrar, teria o mesmo tamanho da Terra, mas também orbitaria uma estrela parecida ao nosso Sol.

A sua estrela é mais fria do que o Sol

A estrela Kepler-186 tem cerca de metade da massa do Sol, e o planeta recém-descoberto está suficientemente longe da sua estrela para que as chamas poderosas não afectem significativamente o planeta, disseram os cientistas.
Estrelas como Kepler-186 também têm longos períodos de vida estelar. Se Kepler-186F estivesse a orbitar o nosso Sol, ela iria viajar dentro da órbita do planeta Mercúrio, um planeta que não é considerado habitável.
Porque Kepler-186 é uma anã vermelha relativamente fresca, o planeta ainda está na zona habitável da estrela. O brilho da estrela ao meio-dia na superfície do planeta é comparável à do sol uma hora antes do por do sol na Terra, disseram funcionários da NASA. 
http://www.ciencia-online.net/2014/04/5-fatos-sobre-kepler-186f.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+ciencia-online+%28Ci%C3%AAncia+Online%29

Manto de invisibilidade pode esconder coisas do Sonar (com video)

Dispositivos de invisibilidade são coisas saídas da ficção científica mas estão a ficar cada vez mais perto da realidade.

Pesquisadores da Universidade de Duke construíram uma estrutura que esconda tudo debaixo dela do sonar - pelo menos a partir do ar.

Feito de folhas de plástico perfurado, o manto em forma de pirâmide muda a forma e a velocidade das ondas sonoras que o atingem.
Essas mudanças faz as ondas sonoras parecerem reflectir para fora da superfície da pirâmide como se ela não estivesse lá, mantendo-a invisível.
Para construir o manto, Lucian Zigoneanu, Bogdan-Ioan Popa e Steven Cummer modelaram a forma a partir de como as ondas sonoras atuam num computador. Eles tentaram várias formas simuladas e finalmente testaram o desenho de pirâmide, feita com folhas que possuem buracos.

Buracos são fundamentais

Para testar a sua ideia, eles colocaram uma esfera dentro da pirâmide, e, em seguida, colocaram tudo numa sala praticamente vazia com um gerador de som e um microfone. O gerador de som fez um "ping" que saltava para fora da pirâmide.


Os buracos tinham que ser exatamente do tamanho certo, ajustado de acordo com o comprimento de onda do som ao bater-lhes. Sem os buracos das ondas sonoras elas iriam revelar a presença da pirâmide. Com os buracos, algumas ondas sonoras foram abrandadas.

As ondas mais lentas seguiam um caminho mais longo de volta ao detector, da mesma forma que aconteceria se a pirâmide não estivesse lá. A forma da onda refletida mostrava como se estivesse a bater numa superfície plana, enganando qualquer sonar e escondendo os objetos.

Próximos passos para o manto de sonar

Cummer observou que ainda há algum caminho a percorrer antes que esta tecnologia esteja pronta. Ainda assim, parece promissora e há muitas áreas onde um manto de som pode ser útil. Projetos de auditório são um, e resolvem os problemas de projectar o som alto o suficiente para as pessoas nos lugares mais distantes ouvirem, evitando ecos indesejados.

Com esta linha de pesquisa, os pesquisadores queriam mostrar que o uso de desenho assistido por computador e aplicação de matemática sofisticada poderiam permitir construir mantos sem materiais exóticos.

"Queríamos mostrar de forma mais ampla que a abordagem baseada na transformação pode ser feito com coisas bem desenhadas e fáceis de fazer", disse Cummer. O manto de som foi detalhado na edição de 9 março da revista Nature Materials.


http://www.ciencia-online.net/2014/04/manto-invisibilidade-esconde-de-sonar.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+ciencia-online+%28Ci%C3%AAncia+Online%29

Um Governo Mundial está próximo?

Posted by  on April 19, 2014
NWO-Nova-Ordem-Mundial-01Estaria próxima a implantação de um Governo Mundial, estilo NWO-Nova Ordem Mundial
O poder da Elite Global das TREVAS escondidos e atuando nas sombras dos governos dos maiores e mais importantes países do hemisfério norte buscam definir uma data limite para impor umGoverno Mundial Totalitário  (estilo New World Order-Nova Ordem Mundial)sobre a população do planeta, ou seja sobre nós, mais cedo ou mais tarde. …
Tudo esta bem hoje, esta é a nossa ilusão”.   Voltaire 
Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com
RÚSSIA, Moscou – Por Adrian Salbuchi para RT-Rússia Today - Adrian Salbuchié um analista político, escritor, palestrante e rádio / comentarista de TV na Argentina.
… A seguir vamos analisar 12 mega processos - verdadeiros “gatilhos” – para os quais podemos inferir que eles, a elite, poderão se utilizar para atingirem os seus objetivos.
ampulheta
Todos os caminhos levam a um Governo Mundial. Isto já não deve ser visto com nenhuma surpresa. O importante jornal de negócios de Londres, o Financial Times até já abertamente publicou matéria sobre este ponto de vista em um artigo do seu comentarista chefe de assuntos estrangeiros, Gideon Rachman, publicado já em 08 de dezembro de 2009, cujo título dizia tudo: “E agora vamos para um Governo Mundial”.
Essas metas são ecos dos objetivos expressos pela Comissão Trilateral, o CFR-Conselho de Relações Exteriores e o Grupo Bilderberg – e até mesmo pelo Vaticano (todos instrumentos dos ILLUMINATIs).
A Macro-Gestão do planeta Terra visando um objetivo como a criação e implantação de um governo mundial não é uma questão fácil. Isso requer um planejamento estratégico e tático por uma vasta rede de reflexão aliada às principais universidades da elite global em que os seus exércitos de acadêmicos, empresários, lobistas, políticos, profissionais dos diferentes meios de mídia e os que fazem a interface com os oficiais do governo, e tudo abundantemente financiado pela superestrutura corporativa bancária global.
Eles fazem isso de forma quase holística, sabendo que eles operam em diferentes estágios que se deslocam a velocidades muito diferentes:
O gatilho Financeiro se move na velocidade da luz, graças à tecnologia da informação eletrônica que pode fazer ou quebrar mercados, moedas e países inteiros em apenas algumas horas ou dias;
O gatilho econômico, nesse o movimento é mais lento: desde a fabricação de automóveis, aeronaves, alimentos, roupas, a construção de plantas industriais e de casas e edifícios de apartamentos leva meses, às vezes anos;
escravo-do-dinheiro
- O gatilho da política em conexão ao “sistema democrático” colocam todos os (isso é realidade, não é pessimismo) políticos -corruptos- no poder por vários anos sempre sob seu controle;
- O gatilho cultural exige gerações inteiras para ser implementado, que é onde chegou a guerra psicológica a “alturas”  sem precedentes.
A Gestão de Risco deste processo todo leva em conta as muitas armadilhas e surpresas que surgem no meio do caminho. Assim, cada plano leva em conta algumas alternativas, como um “Plano B” – até mesmo planos “C” e “D” – que podem ser implementados se for necessário.
Doze possíveis GATILHOS para implantar um Governo Mundial Totalitário:
Hoje, a Elite Global esta buscando encerrar a globalização e inaugurar o Governo Mundial. Parafraseando o equilibrista do livro “Assim falou Zaratustra” do filósofo alemão Friedrich Nietzsche, isso implica “…. Um cruzamento perigoso, uma jornada em terreno perigoso, um perigoso … olhar para trás, uma perigosa tremedeira e parada”…  
Estes 12 gatilhos estão interligados e entrelaçados em uma matriz altamente complexa, holística, muito flexível em suas táticas, mas rigidamente inflexível em seus objetivos estratégicos. Quando lido como um todo, a imagem que se desdobra mostra que tudo parece ser muito mais do que a soma de suas partes: 
dolar-colapso
1) Um colapso financeiro. Desde 2008, o Sistema Financeiro Global continua em coma e preso à aparelhos de suporte à vida. Ben Bernanke, Timothy Geithner e a equipe do golpe econômico dos EUA – Robert Rubin, Larry Summers e Goldman Sachs, o Citigroup, JP Morgan,  mega-bancos que trabalham com o Banco da Inglaterra e o Banco Central Europeu – não têm e não tomam quaisquer medidas para ajudar o população e as economias em dificuldades. 
Eles só SUGAM trilhões de dólares para a elite bancária, impondo o mito pela mídia de que alguns bancos são “grandes demais para falirem” (conceito orwelliano Novilíngua de “tão poderoso para falir”). Por quê? Porque não existem governos supervisionando, fiscalizando e controlando os grandes bancos como o Goldman Sachs, o Citicorp, HSBC, Deutsche Bank, Banco da Inglaterra, União de Bancos Suiços, JP Morgan, BIS, mas o que acontece é exatamente o contrário … 
2) As Crises Econômicas. Hoje, “O extremo capitalismo selvagem e destrutivo” está colocando em colapso as economias nacionais e regionais, internacionais reformatando-as em locais de trabalho de escravos do tipo Gulags – como entidades que o açougueiro comunista da antiga URSS de Joseph Stalin teria inveja. Nossos problemas não estão com a economia real do mundo (a maioria esta intacta e saudável), mas com o mundo falso das finanças, dos grandes bancos e a sua especulação financeira como se fossem cassinos;
Goldman-Sachs
3) Convulsões sociais pelo planeta. Os colapsos na Grécia, Irlanda, Portugal, Islândia e – já em andamento – a ESPANHA e em seguida a ITÁLIA e depois em outros países (Tailândia, Venezuela, Ucrânia), desencadeiam violentas revoltas sociais, mesmo nos EUA e o Reino Unido. Um grande exemplo foi a Primavera Árabe nos países da África do Norte e península Arábica, derrubando velhas ditaduras e implantando o caos social, como no Egito;
4) A DISSEMINAÇÃO de pandemias. Prepare-se para mais  surpresas do tipo gripes a,b,c,d, etc…”levando a vacinação obrigatória de todo mundo: uma oportunidade para liberar discretamente chips RFID e implantá-los em nossos corpos, testar a ação de “vírus inteligentes” com cepas específicas de DNA visando infectar raças específicas. Racialmente e etnicamente usando vírus seletivos como parte de campanhas (secretas) de despovoamento em massa do planeta?  
5) O aquecimento global. Na medida em que a economia global afunda em modo de crescimento zero, os motores econômicos mudam de expansão do crescimento para à contração do consumo. Os ”créditos de carbono” vão abrir o caminho para o controle social completo? 
vírus-mortal
6) Mega FALSOS ATAQUES terroristas. A Elite tem esse curinga na manga para dar início à novas “crises”, como um atalho para a implantação do governo mundial. Essesnovos “ataques” podem minimizar o pseudo ataque terrorista de 11 de setembro às duas torres de N.York, que justificariam maiores guerras e invasões a países de terceiro mundo (poderia ser o PAQUISTÃO dessa vez), invasões e genocídios para “caçar terroristas”? O uso da detonação de uma arma nuclear tática em uma grande cidade dos EUA (CHICAGO) a ser atribuída à um ataque (falso) terrorista”?
7) Uma guerra generalizada no Oriente Médio. Enquanto falamos, forças navais, aviões bombardeiros, exércitos inteiros estão prontos para atacar e invadir a SÍRIA, o IRÃ … 
8) Acidentes” ecológicos / ambiental. O acidente nuclear de Chernobyl de 1986 provocou o começo do fim da antiga URSS, mostrando ao mundo e aos soviéticos de que o seu Estado não podia mais gerir as suas próprias instalações nucleares. Mais recentemente, em abril de 2010 vimos a plataforma de exploração de petróleo BP “Deepwater Horizon” se transformar na maior eco-catástrofe no Golfo do México; desde março de 2011, o Japão e o mundo têm estado a braços com um acidente nuclear muito maior no complexo nuclear Daiichi Fukushima. Estariam sendo todos eles provocados? 
guerratotal
O Assassinato (puro e simples) de uma importante figura política ou religiosa a ser atribuído a um inimigo das Elites. O Mossad (serviço secreto de ISRAEL), a CIA, o MI-6 (serviço secreto da Inglaterra) são realmente muito bons em fazer e se utilizar este tipo de truque sujo {n.t. A primeira Guerra Mundial começou com um evento similar, após o assassinato do arquiduque  Francisco Fernando da Áustria, o herdeiro do trono do Império Austro-Húngaroem 28 de junho de 1914, pelo nacionalista iugoslavo Gavrilo Princip, em Sarajevo, na Bósnia, que foi o gatilho imediato para o início da guerra}
10) Ataques e invasões aos “Estados” considerados velhacos e trapaceiros, como o Iraque, a Líbia (já consumado)… Quem é o próximo? Será o IRÃ? A SÍRIA? A Venezuela? A Coreia do Norte? O Paquistão, afinal é um país islâmico com armas nucleares?
11) Um grande evento “Religioso” encenado. A necessidade crescente das massas ignorantes e estúpida de dar um sentido para suas vidas absolutamente controladas pela elite mundial os torna vítimas fáceis de uma encenação estilo Hollywood,  mostrando holograma em 3D, realidade virtual, orquestrando uma “segunda vinda de Jesus Cristo”, do MAHDI muçulmano, (ou de uma invasão de Ets, etc, etc…). Uma “figura messiânica” produzido por uma engenharia midiática-eletrônica agindo em sincronia com os objetivos globais da Elite das trevas? Quem ousaria ir contra o próprio Deus encarnado? (nesse ponto devemos considerar a figura de BARACK H. OBAMA muito seriamente)
12) Outro grande evento encenado: O “Contato Alienígena”. Isso também pode estar sendo providenciado. Durante décadas, grandes setores da população mundial tem sido sutilmente programado para acreditar em alienígenas. Aqui também, a tecnologia de holograma poderia encenar um pouso de veículo espacial alienígena - no gramado da Casa Branca, é claro – destacando a “necessidade” para a humanidade de se ter uma representação humana planetária unificada em face de contato com extraterrestres. Uma forte justificação adicional para implantar um governo mundial?
UFO ovni
O que todas estas possibilidades de “crises” têm em comum? Desde o aquecimento global, as pandemias, “terrorismo internacional”, colapso financeiro, depressão econômica, milagres e até mesmo contatos alienígenas? Todos eles servem para mostrar que eles não podem ser resolvidos por apenas qualquer um dos atuais Estados-nação existentes, portanto, justificando a necessidade de instalação de um Governo Mundial.
A partir do final do ano de 2012 nós devemos ficar especialmente atentos e ALERTAS, entendendo as coisas como elas realmente são e não o que os “mestres comunicadores” (fantoches) da TV e da mídia mundial controlada querem nos fazer acreditar no que eles são. 
poçocoletivo
Adrian Salbuchi para RT-Rússia Today - Adrian Salbuchi é um analista político, escritor, palestrante e rádio / comentarista de TV na Argentina. www.asalbuchi.com.ar
’’O meu dever é  falar, pois eu não quero ser cúmplice.’’ (Émile Zola)
Saiba MUITO mais em
  1. http://thoth3126.com.br/a-maior-fraude-financeira-da-historia-mundial/
  2. http://thoth3126.com.br/o-ouro-e-o-fim-do-mundo/
  3. http://thoth3126.com.br/eua-barras-de-ouro-falsas-em-fort-knox/
  4. http://thoth3126.com.br/profecia-de-1912-sobre-fim-dos-eua-e-obama/
  5. http://thoth3126.com.br/o-ouro-dos-eua-nao-existe-mais/
  6. http://thoth3126.com.br/a-visao-das-provacoes-dos-estados-unidos-por-george-washington/
  7. http://thoth3126.com.br/obama-seria-muculmano/
  8. http://thoth3126.com.br/algo-muito-grande-e-definitivo-esta-para-acontecer/
  9. http://thoth3126.com.br/barack-obama-segredos-e-mentiras-sem-fim/
  10. http://thoth3126.com.br/o-projeto-comunista-nos-eua-nwo-nova-ordem-mundial/
  11. http://thoth3126.com.br/o-futuro-colapso-dos-e-u-a-previsto-por-jornal-da-russia/
  12. http://thoth3126.com.br/obama-nasceu-em-mombasa-no-quenia/
  13. http://thoth3126.com.br/eua-a-beira-da-falencia/
  14. http://thoth3126.com.br/obama-nao-nasceu-nos-eua/
Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Fukushima despeja por erro mais 200 toneladas de água radioativa

Cerca de 203 toneladas de água altamente radioativa da usina nuclear de Fukushima foram despejadas por erro a instalações que não estavam preparadas para coletar este vazamento, segundo confirmou nesta segunda-feira a operadora da central.

O vazamento é parte de água usadas para refrigerar os reatores 1, 2 e 3 da unidade, que habitualmente é levada para depósitos antes de ser processada para reduzir sua contaminação radioativa, segundo disse à Agência Efe um porta-voz da Tokyo Electric Power (Tepco).

As 203 toneladas de água contaminada foram extraídas por quatro bombas "que não deviam estar funcionando" e enviadas de forma errada para um porão da central em vez de rumo aos depósitos especialmente concebidos com este fim, explicou a mesma fonte.

A operadora considera que "não há risco" que o vazamento vaze para fora da usina, já que não há nenhuma comunicação direta entre o porão do prédio em questão e o exterior, acrescentou o porta-voz.

A água contém vários milhões de becquerels por litro de césio radioativo, segundo estimativas da Tepco, que continua investigando os motivos da falha das bombas que causou o vazamento.

Os vazamentos para o mar e as emissões radioativas ao ar provocadas pelo acidente na central, o pior desde o de Chernobyl em 1986, ainda mantém fora de suas casas cerca de 50 mil pessoas que viviam junto à usina e afetou gravemente a agricultura, a pecuária e a pesca local.

Exame Info
http://noticia-final.blogspot.com.br/2014/04/fukushima-despeja-por-erro-mais-200.html

Um grande meteorito é registrado no norte da Rússia

Centenas de moradores da cidade russa de Murmansk foram capazes de registrar o voo de um grande meteorito. O fenômeno ocorreu durante a noite passada (horário local). Não houve relatos de danos.

Em vídeos postados no YouTube você pode ver como o céu noturno iluminado Murmansk por alguns segundos, por um flash brilhante de azul. Este foi o resultado da entrada de um grande meteorito nas camadas densas da atmosfera da Terra. No entanto, aparentemente, o corpo celeste se desintegrou muito longe de nosso planeta.

Muitos moradores foram capazes de filmar o raro espetáculo cósmico com as câmeras de seus telefones celulares e publicá-la na Internet. No dia 22 de abril poderá haver mais vídeos, pois é esperado o 'Lyrids', uma das maiores chuvas meteoros do ano.


Fonte: RT
http://www.libertar.in/2014/04/um-grande-meteorito-e-registrado-no.html

Confirmado: DNA de Alimentos Geneticamente Modificados são Transferidos para os Humanos que os Ingerem

Em um novo estudo publicado pelo Public Library of Science (PLOS), investigadores enfatizam que existem provas científicas suficientes em como fragmentos de DNA de alimentos geneticamente modificados carregam genes completos que entram na ‘circulação’ humana através de um mecanismo ainda por identificação. É interessante ponderar se os cientistas das corporações biotecnológicas já identificaram este mecanismo e esta óbvia contaminação da saúde humana e mesmo assim continuam permitindo a degeneração em larga escala em troca de dinheiro. Por exemplo, numa das amostras de sangue a relativa concentração de DNA vegetal geneticamente alterado era superior ao DNA humano.
Este estudo baseou-se na análise de mais de 1000 amostras humanas de estudos independentes. A PLOS é um jornal científico revisto por seus pares de alto gabarito e respeito científico com uma política aberta, de acesso livre e independente e que cobre a investigação primária de várias disciplinas científicas e medicinais.

É bom saber que ainda há estudos credíveis publicados que confirmam as suspeitas de há anos e que são constantemente refutadas por estudos pagos por patrocínio direto ou indireto de corporações. Quando falamos de alimentos geneticamente modificados, não temos a ideia real dos efeitos a longo prazo sobre a saúde pública e ainda assim é defendido como a panaceia da humanidade. O primeiro spot comercial de vendas de alimentos geneticamente modificados foi há apenas 20 anos (1994). Não existe forma possível e credível das autoridades sanitárias e científicas testarem todas as possíveis combinações nefastas numa população vasta o suficiente e durante um longo espaço de tempo para que possam afirmar, como o fazem até em aulas de universidade para futuros profissionais, atestando a segurança e ‘inocência’ destes produtos ‘frankenstein’. O geneticista David Suzuki expressou recentemente a sua preocupação, afirmando que os humanos são parte de uma experiência ilegal em larga escala ao longo da última década e que milhões de pessoas continuam a consumir OGM e transgênicos como se fossem ratos de laboratório em sistema de voluntariado… e pagam por isso! Avanços na ciência do genoma nos últimos anos revelaram que organismos partilham genes, de alguma forma. Antes disto, era do senso comum, minado pelos cientistas corporativos, que esta partilha genética apenas se dava quando os membros partilhavam a mesma espécie pela reprodução. A genética de hoje já não segue a ideia ‘vertical’ de reprodução e partilha de genes, no entanto isso continua a ser o mais atual para o público e é lecionado nas faculdades e universidades da área.

Hoje os cientistas sabem e comprovam que os genes são partilhados não só pelos membros da mesma espécie, mas também entre espécies diferentes. Claro que isto não quer dizer que possamos cruzar um ser humano com uma maçã para que troquem genes… isso é feito pelas corporações de biotecnologia como a Monsanto! Mas as provas científicas apontam para a constante troca genética entre espécies e que nos dias de hoje, baseados em má ciência de má fé, está a atingir limites fora do aceitável sem respeito pelas limitações biológicas e naturais. As condições e regras biológicas que se aplicam a um transferência genética vertical, pelo menos que se conheçam, não se aplicam necessariamente à transferência comprovada de forma horizontal e entre espécies. A biotecnologia de hoje baseia-se na presunção que esses princípios governam toda e qualquer interação genética, conhecimento já revogado há mais de meia dúzia de anos.

Tudo isto deveria, pelo menos, exigir que os OGM e transgênicos sejam sujeitos a muito mais experimentação independente e rigorosa antes de se continuar a distribuir desenfreadamente para o público em geral. Como é possível que as autoridades sanitárias dos vários governos mundiais os aprovem como seguros e aconselhados?! É quase como se nos dissessem que é seguro, e todos acreditássemos sem sequer questionar porque vem de fonte aparentemente segura. Somos uma raça muito crente, mas as coisas têm de mudar… e se não for pela sua liberdade, que seja pela sua saúde! Uma pequena mutação genética que um humano carregue pode determinar imensas mudanças, na verdade mover um gene, um minúsculo gene, de um organismo para outro estamos a mudar todo um contexto de forma intensa e destruirá talvez. Não existe forma de prever como se vai comportar o organismo e qual será o resultado ao fim de um médio ou longo prazo. Pensamos que desenhamos estas novas formas de vida geneticamente mas é como pegar na orquestra de Toronto para tocar uma sinfonia de Beethoven e depois espalhar uma série de baterias e guitarras elétricas aqui e ali e dizer: toquem! O resultado será estrondosamente diferente. A publicidade diz que existe uma intenção e uma bondade enorme por detrás do OGM, mas o fato é que é tudo uma questão de dinheiro e poder. 

David Suzuki

O Portugal Mundial acredita que essas intenções vão bem mais além do que apenas dinheiro e poder, mas isso é uma outra história bem longa. Está provado e claro que o DNA de qualquer alimento geneticamente modificado acaba nos tecidos animais e em especial nos laticínios… e as pessoas consomem-nos como se fossem seguros e até bons para a saúde. (4)(5) Existem estudos que mostram que quando humanos ou animais digerem alimentos geneticamente modificados, os genes artificialmente criados transferem informação que alteram o caráter do alimento perante as bactérias benéficas dos intestinos. Investigadores relatam que os micróbios encontrados no intestino delgado de pacientes com ileostomia são capazes de adquirir e acumular sequências de DNA de alimentos geneticamente modificados. (1)Colheitas geneticamente modificadas já infiltraram as rações animais de forma quase irreversível desde 1996, e é já habitual possuírem uma dieta 100% OGM. Os estudos interligam animais com dietas 100% OGM a inflamações de estômago, dificuldades de reprodução, malformações e aberrações. É importante salientar que a transferência genética entre culturas geneticamente alteradas e culturas naturais circundantes é inevitável e cada vez mais é difícil encontrar estirpes naturais de algumas plantas. De acordo com a organização mundial de saúde (OMS), a transferência e movimento genético de plantas OGM para espécies relacionadas pode vir a afetar a segurança da alimentação no futuro. O risco é real, tal como demonstrado quando traços de milho geneticamente alterado e apenas aprovado para alimentação animal foram encontrados em inúmeros produtos para consumo humano nos EUA (3) Na verdade os engenheiros genéticos nunca ponderaram sobre a realidade da transferência de genes quando introduziram OGM no ambiente mundial. Como resultado estamos já assistindo a consequências desastrosas ao ver que genes de engenharia se espalham, como uma doença, por todos os organismos no ambiente que os rodeia. Watrud et al (2004) provou que o transgene resistente ao herbicida se espalhou por polinização por uma área de 21km além do perímetro de controlo, tendo interferido até em plantas de cariz selvagem. (2) Não é mistério algum que alguns países estejam já banindo OGM… mas não se irão livrar da contaminação!

Referências:

(0) http://www.plosone.org/article/info%3Adoi%2F10.1371%2Fjournal.pone.0069805
(1) http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/14730317
(2) http://natureinstitute.org/nontarget/reports/bentgrass_001.php
(3) http://www.who.int/foodsafety/publications/biotech/20questions/en/
(4) http://www.food.gov.uk/policy-advice/gm/gmanimal#.UsxuFPbXFGH http://www.mindfully.org/GE/2004/Transgenes-Human-Gut1feb04.htm

Leia mais: http://www.anovaordemmundial.com/2014/04/confirmado-dna-de-alimentos-geneticamente-modificados-sao-transferidos-para-os-humanos-que-os-ingerem.html#ixzz2zKpNnKJq

Esculhambando com as nossas vidas …E mentes …

Posted by  on April 19, 2014
Esculhambando com as nossas mentes: A linha cada vez mais TÊNUE entre “notícia, publicidade e CONTROLE”.
fabricação de consentimento é endêmica nas sociedades modernas. Ao longo da história, a necessidade de “persuadir e influenciar” sempre foi manipulada por essas pessoas estabelecidas no poder como um meio de manter a autoridade e sua legitimidade. Em anos mais recentes, a manipulação global da mente pública de massa tornou-se menos sobre fazer discursos e muito mais sobre como se tornar uma presença generalizada (com influência) nas vidas de cada indivíduo …
Tradução, edição  e imagensThoth3126@gmail.com
 
www.truth-out.org -  Por Kingsley Dennis, Truthout | Análise Notícias
 
(Imagem: Jared Rodriguez / Truthout ; Adaptado: Brian Hillegas , Reigh LeBlanc ,Abrinsky )
… Edward Bernays foi muitas vezes chamado de “o pai das relações públicas”, como foram os seus ensinamentos e pesquisas que estimularam os anos de propaganda do pós-guerra. Bernays, um sobrinho de Sigmund Freud, utilizou idéias psicológicas e psicanalíticas para construir um sistema de informação – propaganda – capaz de manipular a opinião pública.
Bernays, aparentemente, considerou que um tal aparelho de manipulação fosse necessário porque a sociedade, segundo sua opinião, era composta de muitos elementos irracionais – o povo, a massa – que poderia ser perigoso para os mecanismos eficientes de poder (ou a chamada “democracia”).
Bernays escreveu que, A manipulação consciente e inteligente dos hábitos organizados e opiniões das massas é um elemento importante na sociedade democrática[1] Tendo em mente que Bernays estava trabalhando no início dos anos de 1920, podemos esperar que os mecanismos de propaganda – a manipulação da mente de massa – progrediu a um grau muito mais avançado desde então. No contexto das nossas sociedades modernas de massa, a propaganda se transformou em um mecanismo para não apenas moldar a opinião pública (n.t.-Sobre qualquer assunto), mas também para consolidar o controle social.
Modernos programas de influência social não poderiam existir sem os meios de comunicação atuais. Hoje ele existe como uma combinação de experiência e conhecimento da tecnologia, a sociologia, o behaviorismo (comportamento) social, psicologia, comunicação e outras técnicas científicas. Quase todas as nações precisam de alguns meios de comunicação controlados se ela quiser regular, controlar e influenciar os seus cidadãos. Por meio da grande mídia, o controle de uma autoridade é capaz de exercer influência psicológica sobre a percepção da realidade das pessoas.
Esta capacidade trabalha lado a lado com os componentes mais físicos, tais como a aplicação do sistema legal e as leis de segurança nacional (controle de movimentação, vigilância e monitoramento)O Controle do Estado, atuando como uma “máquina psicológica”, instiga específicas manipulações psicológicas, a fim de atingir os objetivos desejados dentro de suas fronteiras nacionais (e muitas vezes além).
Exemplos dessas manipulações psicológicas das massas incluem o uso deliberado de símbolos culturais específicos e significantes incorporados à cultura que catalisam e geram reflexos condicionados na população em geral. Esses gatilhos têm incluído as palavras “vermelhos” e “comunista” durante os anos do “macarthismo” de 1950 nos Estados Unidos ,  e “terrorista muçulmano” durantea guerra contra o terror atualmente “construída”.
Reações específicas das massas podem, assim, ser alcançadas, tornando o povo aberto à mais manipulação neste estado. Este é um processo de re-formação psíquica que funciona repetidamente para amolecer as pessoas através da exposição continuada e extensiva a certos estímulos. Estes são os símbolos artificiais e de origem humana, pelos quais nós vivemos , a fim de permitir a construção de uma sociedade complacente (n.t. Imbecil e apalermada).
A Mídia de hoje, que inclui a presença dominante da publicidade, usa extensivamente a noção de “atratores” e de “padrões atrator” para a consciência público-alvo. Este tipo de manipulação de símbolos é muitas vezes referido no ramo como neuromarketing. Corporações da mídia estão usando o enorme crescimento das comunicações globais para continuar a moldar a sua ciência de atingir (n.t. – moldar e induzir) a consciência humana. No caso do neuromarketing, muitos anunciantes testam seus comerciais em primeira audiência usando técnicas de tomografia cerebral, a fim de saber qual parte do cérebro de uma pessoa está sendo ativada por um atrator particularmente mais forte.
Por exemplo, descobriu-se que atratores específicos podem ignorar a parte lógica do cérebro e seu impacto na parte emocional. Em tais casos, como na indústria cinematográfica, os anunciantes colocam um símbolo de prêmio (como um Globo de Ouro ou Oscar), que provou ser um “atrator forte” e eficaz, que influencia a parte emocional do cérebro. A filosofia aqui é para ajustar o nível de consciência de um anúncio em relação ao nível mensurável de consciência do consumidor. [2]
Os anunciantes estão cientes de que a consciência de uma pessoa passa em mensagens indiretamente para o corpo em forma de resposta galvânica da pele, resposta da pupila, a resposta elétrica do nervo, etc, e assim cada elemento da promoção na tela deve elucidar a recepção correta consciente. Para alcançar este conjunto correto de padrões de atrator, todos os elementos do pacote de publicidade são deliberadamente trabalhados: a música, o visual, o roteiro, a voz.
Interessante e simbólicos atratores fortes que têm o maior impacto para persuadir o público incluem recursos visuais, tais como faces sorridentes  e animais bonitos (cães que sacodem suas caudas e gatinhos ronronando. Em termos de atratores sonoros, que incluem palavras como “honestidade”, “integridade”, “liberdade”, “esperança e mudança”, “amizade”, etcetera. A partir daqui, está claro como os políticos usam uma grande quantidade desses padrões de attractor em seus discursos e material promocional. [3]
Outros métodos de propaganda descarada incluem órgãos governamentais utilizando o que pode ser chamado de “realidade da verdade”, liberando estatísticas aparentemente precisas que “comprovam situações plausíveis”. Essa é a tática especialista-de laboratório-vestido-em-jaleco-branco. Para tal propaganda / informação ser eficaz, ela não pode estar muito longe da verdade, em outras palavras, ela deve ter a aparência da realidade. Os números sobre o  desemprego, do Comércio e mercado financeiro são um exemplo disso.
E como o público, a massa em geral têm o conhecimento e / ou recursos para verificar e confirmar esses números? Aquelas pessoas que sabem são geralmente aqueles que têm interesse em manter a ilusão, como os vendedores e financiadores dos produtos vendidos. E quando uma nação libera seus números de desemprego, será que os números realmente incluem os muitos que estão desempregados mas não assinalados, ou são desapossados ou são imigrantes? Como norma, as estatísticas que tem uma conotação negativa geralmente são retiradas da menor pilha possível. Uma vez que uma alegação falsa ou adulterada é disseminada e aceita pelo público, torna-se estabelecido e difícil de desconstruir ou invalidar a afirmação falsa, salvo em que uma persuasiva anti-propaganda seja bem eficaz.
As sociedades modernas são configuradas para acomodar tanto o individualismo bem como a massa coletiva da população. No entanto, as formas que o individualismo aceites tem são muitas vezes uma bainha para esconder o funcionamento de uma psique de massa. É o que poderia ser chamado de “liberdade permitida” que é fornecida para o “homem moderno” em busca de ganhos materiais (n.t. somente isso, ganhos materiais e nada mais, voce não deve pensar…), desde que exista uma contribuição para o plano geral da autoridade que decide.
A LIBERDADE, então, é apenas uma expressão de mobilidade dentro de um sistema pré-descrito: não denota liberdade externa em relação ao próprio sistema . Exemplos são os clichês da estrela do rock que os principais meios de comunicação gostam de promover e publicar para adornar suas primeiras páginas. Exemplos notáveis são as palhaçadas de artistas furiosos (n.t. – vocalistas de bandas de rock) destruindo quartos de hotel e jogando televisores fora da janela – o comportamento que mais tarde foi transformado copyright corporativo dos monstros do rock. Em essência, esses ”rebeldes destruidores de hotéis” são permitidos, e até mesmo encorajados, porque as suas palhaçadas vendem discos (e influencia os jovens…). Rebeldia nesse formato é assim mais um contributo para uma sociedade consumista, embora através de uma lente diferente.Atualmente há modos diferentes, há muitas formas em que o individualismo é permitido para se manifestar.
A exibição da diversidade na informação proveniente dos meios de comunicação dá a ilusão de notícias e reportagem independente. No entanto, os principais meios de comunicação de qualquer nação ou nações é de propriedade de apenas um pequeno punhado de pessoas jurídicas com relações de alto nível com o Estado (n.t. ou que controlam o estado). Um indivíduo é, assim, atraído por um jornal em particular, por exemplo, em relação às suas opiniões, crenças, estilos de vida, etcetera – tudo isso sendo “o comportamento modelado diversificado” dentro do sistema.
Os principais meios de comunicação atendem a essas necessidades, operando uma variedade de jornais, que suportam estes pontos de vista mítico, quer ser politicamente à esquerda, direita, esquerda / direita do centro, liberal, independente, isto, aquilo ou qualquer outra das posições disponíveis para atender  ”a diversidade dentro da unidade” da mente de massa coletiva. No entanto, a mudança em direção a propagação da realidade banal está no cerne do controle cada vez mais centralizado da mídia.
É um pouco (eu diria muitíssimo) preocupante saber que a maioria das organizações ocidentais de mídia são de propriedade de apenas um punhado de corporações gigantes: News Corp, Viacom, Time Warner, Disney, Vivendi Universal e Bertelsmann.
Por exemplo, a The Walt Disney Company é o maior conglomerado de“entretenimento” e mídia multinacionais do mundo. A Disney possui as redes de TV ABC, Disney Channel, ESPN, A & E e History Channelalém de subsidiárias de merchandising editorial e teatro. A Disney também é dona da Walt Disney Pictures, Touchstone Pictures, Hollywood Pictures, Miramax, Dimensão e Buena Vista International, bem como de 11 parques temáticos ao redor do mundo.
News Corp vem em seguida, como a segunda maior controladora de mídia multinacional no mundo, com uma incrível gama de canais de televisão e canais por satélite, revistas e participações em jornais, gravadoras e editoras com base em todo o mundo, com uma forte presença nos mercados asiáticos.
Da mesma forma, a Time Warner detém mais de 50 revistas, um estúdio de cinema, bem como várias distribuidoras de  filmes, mais de 40 gravadoras (incluindo registros Warner Bros, Atlântico e Elektra) e diversas redes de TV  (como a HBO, Cartoon Network e CNN).
O grupo Viacom é proprietária de  redes TV CBS, MTV, VH1, Nickelodeon, Comedy Central, Paramount Pictures e cerca de 2.000 salas de cinema, como parte de seu império de mídia.
Da mesma forma, a Vivendi Universal é proprietária de 27 por cento das vendas de música nos EUA através de selos próprios, como a Interscope, Geffen, A & M, Island Def Jam, MCA, Mercúrio, Motown e Universal. Eles também possuem o Universal Studios, Studio Canal, PolyGram Films, Canal +, e numerosas empresas de telefonia móvel e Internet .
Finalmente vem a Bertelsmann, que, como uma corporação de mídia global, controla a segunda maior companhia de rádio, televisão e de produção (do Grupo RTL) da Europa com 45 estações de televisão e 32 canais de rádio, o maior  empresa de impressão e publicação da Europa (Gruner + Jahr), maior editora geral do comércio do mundo em língua inglesa  (a Random House), e o grupo maior do clube de música e do livro do mundo  (Grupo Direct) e uma das companhias eletrônica de mídia internacional e serviços de comunicações (a Arvato AG).
Em nosso meio ambiente saturado da mídia, às pessoas são permitidas viverem as suas fantasias no que é considerado uma forma menos prejudicial para ajudar a aliviar o chamado “trabalho penoso de vidas repetitivas”. (n.t. da escravidão mental imposta por quem controla o sistema) Esta construção também oferece às pessoas um espaço e ponto de conversa entre amigos e colegas de trabalho, ou oferece uma zona tampão para encobrir o embaraço de uma família não-comunicativa. E se ao final o inferno for liberado, se perder no trabalho, pelo menos você tem “True Blood” ou “Friends” esperando por você na sua tela de TV em casa!
Em termos de notícias nos principais meios de (ops controle da mente) comunicação, é sempre importante verificar a fonte ao se ler ou ouvir uma notícia, ou seja, é de uma fonte independente ou é, “de acordo com uma fonte do governo”, etc. Os principais meios de comunicação em grande parte são alimentados através de serviços de notícias globais, as duas maiores agências de noticias são a Reuters (agora Thomson Reuters) e a AP-Associated Press.
De novo este fato constitui uma centralização (e controle) das informações de imprensa. Embora ambas as empresas façam muito bem seu trabalho e relatam as notícias precisas – o que é valioso sem dúvida, mas infelizmente, pode ser tomado por alguns como prova suficiente de que a notícia não é manipulada – quando tais fontes (especialmente através de escritórios de Relações Públicas) divulga informação sobre a “notícia verdadeira”, “eles estão fazendo nada mais do que foi parodiado em 1984 de George Orwell “como Novilíngua”.
Meios de comunicação independentes, como existe agora com a chegada da era e da maturidade na internet, tem servido para contra neutralizar uma parte do poder esmagador persuasivo da propaganda controlada da mídia mainstream.
Por esta razão, existem esforços concentrados e ferozes em curso para restringir a suposta natureza “selvagem” e “sem censura” da Internet. Em outras palavras, isso significa que não há vontade social e política para conter a Internet sob a égide do controle corporativo e governamental / Estado, ou pelo menos, para vigiar o seu uso.
O que mudou o plano de jogo ao longo das últimas duas décadas tem sido o aumento da distribuição das comunicações globais e a descentralização  entre os indivíduos (n.t. Como eu estou fazendo exatamente agora ao distribuir o acesso a essa informação através do meu próprio blog).
A Internet, em particular, bem como outras formas de mídia social, têm estimulado o crescimento de pessoas que procuram informações entre si, um processo que muitas vezes é externo ao consenso de vários estados-nação. Isto teve o efeito de mudar as pessoas longe de padrões condicionados de sistemas de propaganda e de crença. Esta intervenção de baixo para cima tem seriamente comprometidas as técnicas de padronização das autoridades dominantes.
Há agora os esforços em curso para censurar sites de informações que são críticos ao Estado. Portanto, é imperativo que nossos meios de comunicação independentes sejam protegidos, nossas redes sociais da liberdade de expressão preservadas, e nosso direito de procurar e falar a verdade defendida. Mexer com a mente não tem lugar em um futuro verdadeiramente democrático e igualitário.
Notas
1. Bernays, EL (2004/1928) “Propaganda”. New York: Ig Publishing.
2. Essa idéia, bem como neuromarketing, foi dada a mim em correspondência pessoal por Darryl Howard, que me enviou sua pesquisa, “Publicidade no Novo Paradigma” (Darryl Howard & Associates).
3. Qualquer pessoa que queira saber mais sobre este assunto deve investigar Neural-Linguistic Programming (NLP).
KINGSLEY DENNIS: Kingsley Dennis PhD is a sociologist, freelance researcher and writer. He worked in the sociology department at Lancaster University, UK (2003-2008) and is the co-founder of WorldShift International. He currently lives in Andalusia, Spain and is working on new book material.
Dizem que existem três tipos de pessoas no mundo:
1.   Aquelas que fazem as coisas acontecerem;
2.   Aquelas que observam as coisas acontecerem e
3.   Aquelas que ficam se perguntando o que aconteceu????
A vasta maioria da humanidade encontra-se nas duas últimas categorias.
A maioria tem “olhos para ver”, mas não enxerga o que está acontecendo.
A maioria tem “ouvidos para ouvir”, mas não compreende o que está acontecendo: “LOCAL, NACIONAL ou INTERNACIONALMENTE”
 
Publicado originalmente em  março 2013.
Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO