Siga este Blog

sábado, 12 de abril de 2014

Cientistas detectam uma partícula que pode ser uma nova forma de matéria

Os físicos que trabalham no Grande Colisor de Hádrons viram uma partícula exótica que é a evidência mais forte até agora para uma nova forma de matéria chamada de tetraquark. Aqui está o que a descoberta poderia significar para a astrofísica.
Cientistas detectam uma partícula que poderia ser uma nova forma de matéria
Você já deve ter ouvido falar que o CERN anunciou a descoberta de uma partícula estranha conhecida como Z (4430). Um artigo resumindo os resultados foi publicado no arXiv, que é um repositório de artigos de física pré-impressão (ainda não revisada por pares).
A nova partícula é cerca de quatro vezes mais massiva que um próton, tem uma carga negativa, e parece ser uma partícula teórica conhecida como tetraquark. Os resultados ainda são prematuros, mas se esta descoberta for confirmada, pode ter implicações para a nossa compreensão das estrelas de nêutrons.

Um cavalo de uma cor diferente

Cientistas detectam uma partícula que poderia ser uma nova forma de matéria
Os blocos de construção da matéria são feitos de léptons (como o elétron e os neutrinos) e quarks (que formam os prótons, nêutrons e outras partículas). Quarks são muito diferentes das outras partículas na medida em que têm uma carga elétrica que é 1/3 ou 2/3 da do elétron e do próton. Eles também possuem um tipo diferente de “carga”, conhecida como cor. Assim como cargas elétricas interagem através de uma força eletromagnética, cargas de cor interagem através da força nuclear forte. É a carga de cor dos quarks que trabalha para manter os núcleos dos átomos juntos. Carga de cor é muito mais complexa do que a carga elétrica. A carga elétrica  é simplesmente positiva (+) ou negativa (-). Com a cor, existem três tipos (vermelho, verde e azul) e os seus opostos (anti-vermelhos, anti-verdes, e anti-azuis). [Os 7 elementos do universo]
Devido à forma como funciona a força forte, nunca podemos observar um quark livre. A força forte requer que os quarks sempre agrupem-se para formar uma partícula que é de cor neutra. Por exemplo, um próton é composto por três quarks (dois up e um down), onde cada quark tem uma cor diferente. Com a luz visível, acrescentar luz vermelha, verde e azul dá-lhe uma luz branca, que é incolor. Da mesma forma, a combinação de um quark vermelho, verde e azul dá-lhe uma partícula que é de cor neutra. Esta semelhança com as propriedades de cor da luz é responsável pelos quarks terem o nome de cores.

O tetraquark

Combinando um quark de cada cor em grupos de três é uma maneira de criar uma partícula de cor neutra, e estas são conhecidas como bárions. Prótons e nêutrons são os bárions mais comuns. Outra maneira de combinar quarks é emparelhar um quark de uma cor especial com o quark de sua anti-cor. Por exemplo, um quark verde e um quark anti-verde poderia se combinar para formar uma partícula de cor neutra. Estas partículas de dois quarks são conhecidas como mésons, e foram descobertas pela primeira vez em 1947. Por exemplo, o píon com carga positiva consiste em um quark up e uma antipartícula do quark down.
Segundo as regras da força forte, há outras maneiras que quarks poderiam se combinam para formar uma partícula neutra. Um destes, o tetraquark, combina quatro quarks, onde duas partículas têm uma cor particular, e as outras duas têm as anti-cores correspondentes. Outros, tais como o pentaquark (3 cores + um par cor anti-cor) e o hexaquark (3 cores + 3 anti-cores) têm sido propostos. Mas até agora todos eles eram hipotéticos. Enquanto essas partículas possam ser de cor neutra, é também possível que elas não são estáveis ​​e simplesmente decaem em bárions e mésons.

Estrelas de quarks

Cientistas detectam uma partícula que poderia ser uma nova forma de matéria
Houve algumas sugestões experimentais de tetraquarks, mas este último resultado é a evidência mais forte de quatro quarks que formam uma partícula neutra de cores. Isto significa que os quarks podem ser combinados de maneiras muito mais complexas do que o inicialmente esperado, e isso tem implicações para a estrutura interna de estrelas de nêutrons.
Muito simplesmente, o modelo tradicional de uma estrela de nêutrons é que ela é feita de nêutrons. Os nêutrons são compostos por três quarks (dois down e um up), mas pensa-se geralmente que as interações de partículas dentro de uma estrela de nêutrons são interações entre nêutrons. Com a existência de tetraquarks, é possível que nêutrons no interior do núcleo interajam com força suficiente para criar tetraquarks. Isso poderia até mesmo levar à produção de pentaquarks e hexaquarks, ou até mesmo que os quarks pudessem interagir individualmente, sem estar vinculados em partículas neutras de cores. Isso produziria um objeto hipotético conhecido como estrela de quarks.
Isso tudo é hipotético, neste ponto, mas a evidência verificada de tetraquarks forçará os astrofísicos a reexaminar alguns dos pressupostos que temos sobre o interior de estrelas de nêutrons.

 [io9]

http://misteriosdomundo.com/cientistas-detectam-uma-particula-que-poderia-ser-uma-nova-forma-de-materia

‘Cerejeira espacial’ intriga cientistas no Japão

Um mistério cósmico está unindo monges e cientistas no Japão depois que uma árvore cresceu de uma semente de cereja que orbitou a Terra por 8 meses e floresceu anos mais cedo do que o esperado – e com flores muito surpreendentes.
'Cerejeira espacial' intriga cientistas no Japão
A muda de quatro anos de idade cresceu de um caroço de cereja que passou um tempo a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS) – e irrompeu em uma flor em 1 de Abril, possivelmente em um total de seis anos à frente da programação normal da Mãe Natureza.
Sua floração precoce virou de cabeça para baixo a sabedoria recebida dos irmãos budistas no templo antigo no centro do Japão, onde a árvore está crescendo.
“Estamos surpresos ao ver o quão rápido ele cresceu”, disse Masahiro Kajita, sacerdote-chefe do templo Ganjoji em Gifu.
“A semente da árvore original nunca havia brotado antes. Estamos muito felizes porque vai suceder a velha árvore, que é dita ter 1.250 anos de idade.”
As sementes foram enviadas para a ISS em novembro de 2008 e voltaram à Terra em julho do ano seguinte com o astronauta japonês Koichi Wakata, depois de circular o globo 4.100 vezes.
Algumas foram enviadas para exames laboratoriais, mas a maioria foi levada de volta para seus lugares de origem, e uma seleção foi plantada em viveiros perto do templo Ganjoji.
Em abril deste ano, a “cerejeira espacial” já contava com cerca de quatro metros de altura, e de repente produziu 9 flores – cada uma com apenas cinco pétalas, em comparação com cerca de 30 em flores da árvore-mãe.
Normalmente demora cerca de 10 anos para uma cerejeira da variedade semelhante produzir suas flores.
A exposição aos raios cósmicos?
Kaori Tomita-Yokotani, pesquisador da Universidade de Tsukuba, que participou do projeto, disse à AFP que ficou perplexo com o resultado.
“Nós ainda não podemos descartar a possibilidade de que a semente foi influenciada pela sua exposição ao ambiente espacial”, disse ela.
Tomita-Yokotani, uma fisiologista de plantas, disse que é difícil explicar por que a árvore cresceu tão rápido, porque não havia um grupo controle para comparar seu crescimento com o de outras árvores.
Ela disse que a polinização cruzada com outras espécies não pode ser descartada, mas a falta de dados está prejudicando uma explicação.


http://misteriosdomundo.com/cerejeira-espacial-intriga-cientistas-japao

Nicarágua: Novo forte tremor de 6,6º Graus

Posted by  on April 12, 2014
nicaragua-mapa-terremotos-6,e6,6
Um terremoto de magnitude 6,6 atingiu o sudoeste da Nicarágua às 14h29 no horário local (17h29, no horário de Brasília) desta sexta-feira (11), segundo registro do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS). A profundidade registrada foi de 138 km.
Uma réplica de 4,9 graus aconteceu 21 minutos depois, às 14h50 locais (17h50 de Brasília), com o mesmo epicentro, indicou o Instituto Nicaraguense de Estudos Territoriais (Ineter). Prédios da capital Manágua, a 56 km do epicentro registrado, sacudiram com o tremor. O terremoto pode ser sentido em El Salvador e na Costa Rica.
Edição e imagens:  Thoth3126@gmail.com
Mais um forte terremoto, agora de magnitude 6,6º, atingiu o sudoeste da Nicarágua às 14h29 no horário local (17h29, no horário de Brasília) desta sexta-feira (11), segundo registro do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS)
As autoridades, que mantêm um alerta vermelho (alerta máximo) decretado na madrugada desta sexta pelo presidente Daniel Ortega, não registravam no momento danos ou vítimas causados pelo novo tremor. 
Segundo a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), não deve ocorrer tsunami por conta da profundidade do terremoto.
Segundo tremor
Nesta quinta, um terremoto de magnitude 6,1º também atingiu o país e deixou um morto, 33 feridos, mais de mil casas destruídas e milhares de desabrigados.  O presidente do país, Daniel Ortega, decretou alerta vermelho após o tremor de quinta.
nicaragua-Central_America
“A partir deste momento estamos passando ao alerta vermelho” disse Ortega. O presidente destacou que decidiu elevar o nível de alerta porque o terremoto “provocou danos em uma área ampla de nosso país”, principalmente na região do Pacífico.
“O tremor foi sentido em toda a costa do Pacífico e temos relatórios também do centro do país”, disse o diretor do Sistema Nacional para a Prevenção e Atenção de Desastres (Sinapred), Guillermo González. Uma mulher, Fátima Medina, de 37 anos, morreu vítima de um infarto provocado por um colapso nervoso, informaram fontes médicas.
De acordo com o balanço preliminar, o tremor também deixou 33 feridos, três deles em estado grave, e destruiu total ou parcialmente 822 casas. ”Milhares de famílias perderam as casas ou tiveram as residências gravemente afetadas”, disse Ortega. O tremor provocou ainda um deslizamento de terra no sul da capital nicaraguense.
nicaragua-6,6
Em Manágua, pacientes dos hospitais foram levados para a rua, evitando a queda de escombros.  O jornal La Prensa informou que o hospital de León foi evacuado por rachaduras nas paredes do prédio.
O fornecimento de energia foi suspenso em Manágua, do mesmo modo que as comunicações telefônicas, que eram restabelecidas paulatinamente. O segundo terremoto de 6,6º graus na escala Richter ocorreu às 17H27 local (20H27 Brasília) e teve seu epicentro situado 20 km ao norte da capital, na zona do vulcão Apoyeque, a uma profundidade de 10 km, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).
O movimento foi sentido em Manágua e nos departamentos de Jinotega, Matagalpa e Carazo, onde a população abandonou suas casas, segundo o Instituto Nicaraguense de Estudos Territoriais (Ineter). Após o terremoto principal ocorreram seis tremores secundários superiores a 5 graus.
SAIBA (INFORME-SE) MAIS em:
  1. http://thoth3126.com.br/vulcao-cumbre-vieja-mega-tsunami-pode-atingir-o-brasil/
  2. http://thoth3126.com.br/polo-norte-muda-muito-rapido-dados-alarmantes-do-noaa-2/
  3. http://thoth3126.com.br/amas-a-anomalia-magnetica-sobre-o-brasil/
  4. http://thoth3126.com.br/super-vulcao-em-yellowstone-pode-destruir-os-eua/
  5. http://thoth3126.com.br/gabriel-problemas-antigos-encontram-a-sua-limpeza-cosmica/
  6. http://thoth3126.com.br/mudanca-nos-polos-magneticos-a-ciencia-se-dobra-as-profecias/
  7. http://thoth3126.com.br/california-terremoto-de-quase-7o-graus-sacode-costa-oeste-dos-eua/
  8. http://thoth3126.com.br/los-angeles-e-sacudida-por-terremoto-de-53o-graus/
  9. http://thoth3126.com.br/chile-forte-tremor-de-8o-graus-tsunami-de-dois-metros/
—————————————————————————————-
Ao entardecer, dizeis: haverá bom tempo porque o céu está rubro. E pela manhã: hoje haverá tempestade porque o céu esta vermelho-escuro. Hipócritas ! Sabeis, portanto discernir os aspectos do céu e não podeis reconhecer  OS SINAIS DOS TEMPOS?”  Mateus 16: 2 e 3
Permitida a reprodução desde que mencione as fontes e mantenha formatação original.

Cientistas descobrem o por quê do mel ser um poderoso antibiótico

Antibióticos convencionais são prescrevidos e consumidos de maneira excessiva. Eles são dados como se fossem doces, jogados a qualquer um que acene com as mãos. Dados de 2010 obtidos pelos Centros dos EUA para Controle de Doenças (CDC) mostram que um número colossal de 833 prescrições de antibióticos são entregues, em média, para cada 1.000 pessoas.

Médicos descuidadamente prescrevem antibióticos para infecções virais, o que é inútil já que os antibióticos só são eficazes para quebrar infecções bacterianas. Para piorar a situação, a prescrição excessiva e consumo excessivo fazem futuras infecções mais difíceis de combater, uma vez que os antibióticos destroem as bactérias boas no intestino.

Nesta farsa médica, as bactérias resistentes aos antibióticos estão se levantando, adaptando-se ao modo singular de ação dos antibióticos prescritos. O CDC recentemente identificou 20 estirpes de bactérias resistentes, graças à dependência imprudente dessas prescrições. Um relatório de 2013 pelo CDC soa alarmante, informando que mais de 2 milhões de pessoas contraem infecções resistentes aos antibióticos por ano. Antibióticos convencionais estão fazendo os usuários mais doentes a longo prazo, mais vulneráveis e mais propensos à infecção.

Como esta tendência preocupante continua, os cientistas estão à procura de respostas mais simples. Pesquisadores da Universidade Regina Salve em Newport, Rode Island, estão redescobrindo as razões pelas quais o mel cru ainda é um dos melhores antibióticos naturais do mundo.

O mel combate infecções em vários níveis e não promove bactérias resistentes 

A autora principal, Susan M. Meschwitz, Ph.D., apresentou os resultados no 247º Encontro Nacional da American Chemical Society. Ela relata: "A propriedade única do mel reside na sua capacidade de combater a infecção em vários níveis, tornando mais difícil para que as bactérias desenvolvam resistência."

Meschwitz disse que o mel utiliza uma combinação de armas, incluindo polifenóis, peróxido de hidrogênio e um efeito osmótico. O mel é praticamente um lutador ambidestro, usando várias modalidades para matar as bactérias.

Um desses métodos de luta é o seu efeito de osmose. Este efeito vem da concentração elevada de açúcar no mel. Neste processo, a água é extraída das células de bactérias, deixando aos patógenos nenhuma opção além de desidratar e morrer.

O mel quebra bactérias, destruindo seus modos de comunicação 

O mel também possui propriedades que impedem a formação de biofilmes. Estes biofilmes viscosos são comunidades de bactérias que abrigam doenças. O mel impede que esses biofilmes se congreguem, quebrando um processo de comunicação bacteriano chamado quorum sensing. Ao quebrar esse processo, o mel impede que as bactérias se comuniquem e expandam a sua viabilidade. Sem este modo de comunicação, as bactérias não podem lançar as toxinas que aumentam a sua capacidade de causar doença.

Meschwitz disse que, por perturbar o quorum sensing, o comportamento virulento de bactérias é enfraquecido, "tornando as bactérias mais sensíveis aos antibióticos convencionais."

Os médicos devem prescrever mel em primeiro lugar, e antibióticos como um último recurso

O mel é tão poderoso para destruir as bactérias que ele deve ser o primeiro modo de tratamento ao tratar uma doença bacteriana. Os médicos devem prescrever mel em primeiro lugar, uma vez que ataca bactérias a partir de vários ângulos. Antibióticos prescritos devem ser a terapia "alternativa", ou o último recurso. O mel é mais potente porque impede a formação de bactérias resistentes a antibióticos. Antibióticos convencionais falham porque eles só atuam nos processos essenciais de crescimento das bactérias. Isso permite que as bactérias construam a resistência ao longo do tempo, enquanto que o usuário também destrói as boas bactérias no seu intestino.

O mel funciona de forma muito diferente, quebrando os processos de comunicação das bactérias enquanto desidratam as estruturas das bactérias através de um efeito de osmose. Em cima disso, o mel é cheio de antioxidantes poderosos na forma de polifenóis. Meschwitz acrescenta: "Vários estudos têm demonstrado uma correlação entre as atividades antimicrobiais e antioxidantes não-perióxidas do mel e a presença de compostos fenólicos no mel."

O mel é também antiviral, antifúngico e rico em compostos antioxidantes 

Não só é antibacteriano, mas é anti-viral e anti-fúngico. Estas propriedades só o tornam mais poderoso do que os antibióticos convencionais. O mel pode direcionar condições fúngicas detectadas que podem ser a causa-raiz da doença perpétua.

Meschwitz disse que sua equipe de pesquisadores mediram o nível de atividade de antioxidantes do mel. "Nós separamos e identificamos vários compostos de polifenóis antioxidantes. Em nossos estudos antibacterianos, temos vindo a testar a atividade do mel contra a E. coliStaphylococcus aureus e Pseudomonas aeruginosa, entre outros."

Enquanto muitas marcas comerciais de mel são filtradas e falsas, o melhor lugar para procurar o delicioso, medicinal, e não filtrado mel puro de abelhas está em fazendas locais.

Fonte: Natural News


http://noticias-alternativas.blogspot.com.br/2014/04/cientistas-descobrem-o-por-que-do-mel.html

Conheça o incrível capô transparente da Land Rover (com video)

Com poucas exceções, os produtores de veículos off-road montam o seu motor na frente.

O problema é que o capô pode obstruir a vista para o terreno em frente.

No entanto, isso não parece ser problema para a Land Rover, que encontrou uma solução: desenvolveu um capô transparente.

No New York Auto Show deste ano, a Land Rover irá apresentar a sua nova descoberta Vision Concept. O veículo irá mostrar o caminho para a próxima geração da marca de SUV, incluindo um sistema de capota transparente.
O sistema usa câmeras localizadas na grelha para projetar uma imagem do terreno à frente do veículo, tornando o capô praticamente transparente para permitir a navegação muito mais fácil de obstáculos próximos, como grandes pedras e trilhas estreitas.
É apenas uma das novas tecnologias que a Land Rover irá demonstrar, seguindo uma tradição de inovação tecnológica pioneira para permitir uma maior capacidade em contexto off-road. Confira os detalhes do novo sistema em ação no vídeo abaixo.
 [Autoblog]


http://www.ciencia-online.net/2014/04/capo-transparente-land-rover.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+ciencia-online+%28Ci%C3%AAncia+Online%29

Pegadinhas do Marco Civil da Internet

NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO