Translate

Trabalhamos para divulgar notícias SOBRE: POLITICA, CURIOSIDADES, SAÚDE, ASTRONOMIA, UFOLOGIA, GUERRA, MISTÉRIOS E MUITO MAIS.Precisamos de sua ajuda, clique nas propagandas expostas no Blog, para manter nosso site no ar.

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

10 FATOS SOBRE A FOME NO MUNDO QUE VOCÊ PRECISA SABER MAS A MÍDIA NÃO DIVULGA

Posted by Liberte Sua Mente on quarta-feira, 29 Janeiro, 2014



Uma em cada oito pessoas no mundo, dorme com fome
Quantas pessoas no mundo têm fome? Será que este número está a decrescer? Que consequências a fome terá para as crianças? O que podemos fazer para ajudá-las?

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, lançou uma lista com os 10 fatos mais importantes sobre a fome no mundo. A agência da ONU aponta para a importância desta informação ser do conhecimento de todos em 2014. Quantas pessoas no mundo têm fome? Será que este número está a decrescer? Que consequências a fome terá para as crianças? O que podemos fazer para ajudá-las? Estas são algumas das questões a que o PMA procura responder, com uma lista que contribui para a reflexão de final de ano.

– Cerca de 842 milhões de pessoas no mundo não se alimentam em quantidade suficiente para serem saudáveis. Dados revelam que uma em cada oito pessoas vai dormir com fome todos os dias.

2 – O número de pessoas que sofrem de fome crônica diminuiu 17 por cento desde 1990-1992. Se esta tendência se mantiver, o mundo chegará perto de atingir a meta do Objetivo de Desenvolvimento do Milênio de redução da fome mundial.

– O Sul da Ásia é a região onde se concentra um maior número de pessoas subnutridas. As outras regiões mais afetadas são a África Subsaariana e a Ásia Oriental.

– Um terço de todas as mortes de crianças menores de cinco anos, nos países em desenvolvimento, está relacionado à desnutrição.

5 – Nos países em desenvolvimento, uma em cada quatro crianças sofre de atrofia. A alimentação inadequada prejudica os crescimentos físico e mental.

– Os primeiros 1000 dias da vida de uma criança, desde a gravidez até dois anos de idade, são cruciais. Durante este período, uma dieta adequada pode proteger as crianças de atrofia mental e física, que é resultante de situações de desnutrição.

– O número de famintos no mundo poderia ser reduzido se houvesse igualdade de recursos para as agricultoras. Se as mulheres tivessem acesso aos mesmos recursos que os homens, na agricultura, o número de famintos no mundo poderia ter uma redução de até 150 milhões.

8 – Fornecer todas as vitaminas e nutrientes necessários para que uma criança cresça saudável tem um custo de apenas US$ 0,25 por dia.

– Até 2050, as alterações climáticas podem conduzir até mais 24 milhões de crianças à fome. Quase metade das crianças atingidas estaria na África Subsaariana.

10 – É possivel eliminar a fome das nossas vidas. O Desafio “Fome Zero”, lançado pelo Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, procura conseguir o apoio global para a concretização desse objetivo.


http://www.folhasocial.com/2014/01/10-fatos-sobre-fome-no-mundo-que-voce.html
Via: http://libertesuamente13.blogspot.com.br/2014/01/10-fatos-sobre-fome-no-mundo-que-voce.html

Van presidencial de Dilma é apedrejada e chutada pela população em Natal! Onde está o 100% no IBOPE?

Posted by Liberte Sua Mente on quarta-feira, 29 Janeiro, 2014



Van presidencial de Dilma é apedrejada e chutada pela população em Natal! Onde está o 100% no IBOPE?
Parabéns ao povo de Natal-RN

Que a cena se repita no Brasil todo.


VÍDEO:

http://homemculto.com/2014/01/25/van-presidencial-de-dilma-e-apedrejada-e-chutada-pela-populacao-em-natal-onde-esta-o-100-no-ibope/
Via:http://libertesuamente13.blogspot.com.br/2014/01/posted-by-liberte-sua-mente-on-quarta.html

Mais de 1 milhão de pessoas assinam petição para abrigar Snowden no Brasil


Com o objetivo de dar asilo político ao ex-técnico da CIA Edward Snowden, David Miranda, companheiro brasileiro do jornalista Glenn Greenwald (The Guardian), lançou há pouco mais de 1 mês uma campanha para arrecadação de assinaturas. Segundo o site avaaz.org, a campanha já arrecadou mais de 1 milhão de assinaturas e vem crescendo ainda mais. O objetivo inicial era de 1 milhão de assinaturas e foi aumentado para 1 milhão e meio.
Snowden foi considerado espião pelos Estados Unidos quando descobriu e revelou ao mundo como os norte-americanos espionavam as pessoas e claramente invadiam sua privacidade usando servidores das maiores empresas do mercado da internet, tais como Google, Apple e Facebook.
Atualmente, Snowden está exilado em Moscou, na Rússia, em um limbo jurídico e com um visto de apenas 1 ano de duração e já declarou que não acredita em um julgamento justo se voltasse aos EUA.
Segundo David Miranda, a campanha surgiu da observação da necessidade de Edward Snowden de ter uma vida com mais liberdade e dignidade, em virtude de ter contribuido para uma sociedade mais justa e transparente. Sua atitude, considerada por muitos heroica e corajosa, fez com que ele perdesse seu passaporte e o obrigou a fugir para manter sua integridade física. "O Brasil, um dos principais alvos da espionagem, deveria oferecer abrigo a alguém que nos abriu os olhos para a vigilância norte-americana indiscriminada e em escala global. É hora de oferecer a Edward Snowden asilo imediato no Brasil!”, diz Miranda. 
O discurso de Miranda sobre Snowden reforça ainda que se o ex-técnico da CIA estivesse no Brasil, ele poderia ajudar ainda mais de perto a entender como a NSA (Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos) e seus aliados estão invadindo a privacidade de pessoas comuns no mundo todo, e além disso, descobrir maneiras de se proteger contra a invasão. 
No ano passado, Snowden havia solicitado asilo político a 22 países diferentes.Entre eles, Brasil, Venezuela, Equador e Rússia foram até agora as únicas nações que decidiram naturalmente abrigar o ex-técnico da CIA.  
Para acessar e assinar a petição para que Edward Snowden tenha asilo político no Brasil, clique neste link.

Por Cezar Scholze
Fundador e editor do Site "O Correio de Deus".


Fonte: http://canaltech.com.br/noticia/internet/Mais-de-1-milhao-de-pessoas-assinam-peticao-para-abrigar-Snowden-no-Brasil/#ixzz2rjvd13vX

Leia mais: http://www.libertar.in/2014/01/mais-de-1-milhao-de-pessoas-assinam.html#ixzz2rvaQ79gj

Cientistas não excluem hipótese de uma nova epidemia de peste


A Humanidade não está protegida contra uma nova epidemia de peste.

Os cientistas, depois de decifrarem o genoma do bacilo de peste que, no século VI, matou metade da população da Terra e no período medieval – metade da população da Europa, chegaram à conclusão que a doença pode retornar a qualquer hora.
A peste foi mais de uma vez um autêntico flagelo que ceifou uma grande quantidade de vidas humanas. A epidemia mais horrível aconteceu no período de governo do imperador Justiniano, em 541 depois de Cristo, tendo aniquilado, segundo estimativas, cerca de 100 milhões dos habitantes do Império Bizantino e do Mediterrâneo. Em meados do século XIV, a epidemia de peste assolou a Europa. Devido à sua gravidade, a doença foi designada de “morte negra”. Os dois surtos de peste levaram a vida de 35 milhões de pessoas.
Em finais do século XIX, a terceira pandemia se iniciou na China, se alastrando rapidamente por Hong Kong e Bombaim. No período entre estas epidemias ocorreram outros de menor proporção quando se conseguiu localizar a doença numa aérea determinada. Deste modo, em meados do século XVII, a peste bubônica matou um quinto da população de Londres.
Durante muito tempo, os cientistas não conseguiam descobrir a origem dessa infeção mortífera. Mas as tecnologias modernas ajudaram a descodificar o seu ADN (ácido desoxirribonucleico).
Os especialistas examinaram esqueletos de uma sepultura na Baviera, no século VI, e de uma vala comum em Londres, datada dos meados do século XIV. Assim, se tornou claro que a peste do período do imperador Justiniano se propagou ainda mais do que fora constatado antes. Mas depois esse tipo da doença desapareceu sem reincidências.
Todavia, a sua congênere, a “morte negra”, voltava a aparecer repetidas vezes. Mais ainda, hoje em dia, em vários pontos do Globo, se encontram matilhas de roedores que são portadores dessa infeção perigosa. Isto significa que cada pessoa que entra em contato com eles pode apanhar a doença, provocando uma nova propagação da peste na Terra. Para já, não é possível prevenir a doença ou eliminar a bactéria mortífera, constata o epidemólogo Alexander Platonov:
“Até hoje se conseguiu eliminar por completo apenas a varíola, por ser transmitida de homem para homem. Quando vacinamos as pessoas, podemos suspender a cadeia epidemiológica, sem deixar uma margem de ação para o agente mórbido, que acaba por desaparecer. A varíola existe apenas em dois laboratórios especiais. Por outro lado, muitas outras infeções perigosas, por exemplo, a encefalite nipônica ou a peste, se consideram infeções zoonoses, que podem existir na ausência do homem. Os seus portadores são aves, ratos, morcegos, ou seja, uma enorme quantidade de seres vivos. Uma vez que nós não estamos em condições de tratar todos os mamíferos roedores, eles estarão sempre ao nosso lado, fazendo parte do habitat. O mais importante é fazer com que eles não contaminem as pessoas.”
Existem vacinas contra a peste. O bacilo pode ser tratado com antibióticos. Nesse processo é importante identificar os sintomas. Infelizmente, isso acontece, como regra, depois de a infeção matar umas pessoas. Nos últimos três anos, foram registados casos letais na Mongólia e no Quirguistão, o que pôs de sobreaviso a Rússia e os seus vizinhos.
Vale notar que na Rússia existe uma sólida base científica e prática para não admitir a propagação da doença e a sua evolução até aos níveis epidemiológicos, afirma a biofísica Nelli Sosedova:
“A Rússia conta com um serviço anti-peste sem análogos e outras instituições do género que, na sua atividade, se norteiam por metodologias modernas eficientes, sendo apoiadas pelo Estado. Dispõem de equipamentos móveis e de serviços de pronto-socorro. Periodicamente, se têm realizado treinos e exercícios de especialistas. Alem disso, na Rússia se desenvolve o ramo industrial médico-biológico que abrange os Institutos Anti-Peste Mechnikov, Mikrogen e Mikrob, de Saratov. Por isso, em caso de necessidade, a Rússia poderá lidar com esse problema e acabar com a doença dentro de prazos curtos.”
Os especialistas realçam que o bacilo da peste não tem sido tão patogênico como nos séculos anteriores. Tal incute otimismo. Ao mesmo tempo, não se pode excluir que o agente mórbido esteja morrendo no processo de evolução, como foi no caso da peste Justiniana. Mas em seu lugar poderá surgir uma nova infeção para a qual os médicos tentarão encontrar novos remédios.
Fonte: http://portuguese.ruvr.ru/2014_01_30/cientistas-nao-excluem-hipotese-de-uma-nova-epidemia-de-peste-1757/

CLIMAGATE - MANIPULAÇÃO: Influência humana é clara no aquecimento "inequívoco" do planeta, diz IPCC


Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas divulga primeira parte de estudo sobre aumento da temperatura no globo e afirma que últimas três décadas foram sucessivamente mais quentes que qualquer outra desde 1850.
O aquecimento do planeta é "inequívoco", a influência humana no aumento da temperatura global é "clara", e limitar os efeitos das mudanças climáticas vai requerer reduções "substanciais e sustentadas" das emissões de gases de efeito estufa. A conclusão é do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), que divulgou nesta quinta-feira (30/01), em Genebra, a primeira parte do quinto relatório sobre o tema.
Os cientistas do IPCC – que já foram premiados com o Nobel da Paz em 2007 – fizeram um apelo enfático para a redução de gases poluentes. "A continuidade das emissões vai continuar causando mudanças e aquecimento em todos os componentes do sistema climático", afirmou Thomas Stocker, coordenador e principal autor da Parte 1 do quinto Relatório sobre Mudanças Climáticas, cuja versão preliminar já foi apresentada em setembro de 2013.
O documento serviu de base durante a Conferência das Partes (COP) das Nações Unidas sobre o Clima em Varsóvia, na Polônia, no final do ano passado. Em 1500 páginas, cientistas de todo o mundo se debruçaram sobre as bases físicas das mudanças climáticas, apoiados em mais de 9 mil publicações científicas.
"O relatório apresenta informações sobre o que muda no clima, os motivos para as mudanças e como ele vai mudar no futuro", disse Stocker.
 
Correções
A versão final divulgada nesta quinta é um texto revisado e editado e não tem muitas mudanças em relação ao documento apresentado em setembro do ano passado, que elevou o alerta pelo aquecimento global e destacou a influência da ação humana no processo.
"A influência humana no clima é clara", afirma o texto. "Ela foi detectada no aquecimento da atmosfera e dos oceanos, nas mudanças nos ciclos globais de precipitação, e nas mudanças de alguns extremos no clima."
Segundo o IPCC, desde a década de 1950, muitas das mudanças observadas no clima não tiveram precedentes nas décadas de milênios anteriores. "A atmosfera e os oceanos estão mais quentes, o volume de neve e de gelo diminuíram, os níveis dos oceanos subiram e a concentração de gases poluentes aumentou", diz um resumo do documento.
"Cada uma das últimas três décadas foi sucessivamente mais quente na superfície terrestre que qualquer década desde 1850. No hemisfério norte, o período entre 1983 e 2012 provavelmente foi o intervalo de 30 anos mais quente dos últimos 800 anos", prossegue.
Aquecimento dos oceanos
O grupo de cientistas também lembra que o aquecimento dos oceanos domina o aumento de energia acumulada no sistema climático, e que os mares são responsáveis por mais de 90% da energia acumulada entre 1971 e 2010.
"É praticamente certo que o oceano superior (até 700m de profundidade) aqueceu neste período, enquanto é apenas provável que tenha acontecido o mesmo entre 1870 e 1970", diz o relatório.
O nível dos mares também aumentou mais desde meados do século 20 que durante os dois milênios anteriores, segundo estima o IPCC. Entre 1901 e 2010, o nível médio dos oceanos teria aumentado cerca de 20 centímetros, diz o documento.
As concentrações atmosféricas de dióxido de carbono, metano e protóxido de nitrogênio (conhecido como gás hilariante) aumentaram, principalmente por causa da ação humana. Tais aumentos se devem especialmente às emissões oriundas de combustíveis fósseis. Os oceanos, por exemplo, sofrem acidificação por absorver uma parte do CO2 emitido.
Futuro sombrio
A temperatura global deverá ultrapassar 1,5ºC até o final deste século em comparação com níveis estimados entre 1850 e 1900. O aquecimento global também deverá continuar além de 2100, mas não será uniforme, dizem os cientistas do clima. As mudanças nos ciclos da água no mundo também não serão homogêneos neste século, e o contraste entre regiões secas e úmidas e regiões de seca e de chuvas deverá aumentar.
O resumo do texto ainda constata que a acumulação de emissões de CO2 deverá ser determinante para o aquecimento global no final do século 21 e adiante. "A maioria dos efeitos das mudanças climáticas deverão perdurar por vários séculos, mesmo com o fim das emissões."
Até outubro, o IPCC ainda vai publicar mais duas partes do relatório e também um documento final. A segunda parte será divulgada em março, no Japão, e detalhará os impactos, a adaptação e a vulnerabilidade a mudanças climáticas. Em abril, Berlim será palco das conclusões do IPCC sobre mitigação.

FONTE:
Deutsche Welle  
Deutsche Welle

Via: http://illuminatielitemaldita.blogspot.com.br/2014/01/climagate-manipulacao-influencia-humana.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+IlluminatiAEliteMaldita+(ILLUMINATI:+A+ELITE+MALDITA)

Rússia planejando iniciar a 3ª Guerra Mundial


Dave Hodges
The Common Sense Show
 
O eterno fantasma da 3ª Guerra: Guerra Fria e União Sovíética jamais acabaram- EUA e Rússia de olhos no Ártico

Por que dos soldados russos no Alasca? Por que Obama facilitou a doação de sete ilhas do Alasca ? Por que os militares russos em movimento com uma força militar maciça no Ártico? Por que o Ártico se torna um ponto focal de atividade industrial russa? Por que Obama desmantela a estrutura de comando nuclear dos Estados Unidos? Estes são os pontos na parede e este artigo irá conectar esses pontos.

A Guerra Fria entre os Militares dos EUA e a Administração Obama

Há uma bifurcação distinta entre os Militares e administração Obama como testemunhado pela demissão de 224 comandantes militares seniores que tem acontecido durante o mandato de Obama como presidente. Agora, com o mais recente escândalo envolvendo 38 oficiais superiores ligados ao nosso arsenal nuclear, o número de comandantes militares dispensados certamente irá crescer para 262 oficiais.

Nunca antes neste país testemunhamos o desmantelamento de sua estrutura de comando militar de uma forma tão dramática. Os parágrafos a seguir fará com que as intenções de Obama são claras como os planos russos de invadir os Estados Unidos estão expostos e Obama é cúmplice para esse fim.

Os fatos que cercam o mais recente escândalo, que alega que 38 comandantes militares estão executando uma operação de drogas e rotineiramente trapacearam nos exames de recertificação, parecia falso desde o início. Em primeiro lugar, de ter tido um pai que estava envolvido na instalação nas primeiras armas nucleares em um navio da Marinha americana, posso atestar o fato de que a segurança em torno dessas operações é intensa. 

O Código de Justiça Militar, a presença de juramentos de segurança nacional draconianas e punitivas, bem como as verificações de segurança rígidas para todos os membros da família imediata é intensa. Quando criança, eu vivia através dos controlos de segurança.

O pessoal do nosso arsenal nuclear, especialmente nas posições de comando, são rotineiramente testados por agências federais de fora que não estão sob o controle dos militares. Posso afirmar inequivocamente que não havia cartel de drogas associado a estes comandantes militares.

Poderia fazer batota nos exames de recertificação ter ocorrido? Certamente, não teria havido uma colegialidade entre o pessoal ligado ao arsenal nuclear deste país. Poderia linhas cruzaram? Talvez, mas com a segurança da maneira que ele é, a batota descarada não é provável e não ocorreu.

A competição para servir no arsenal nuclear é intensa. Os homens e mulheres que trabalham nessa empreitada são os melhores e mais brilhantes nas forças armadas. A probabilidade de que os altos comandantes do arsenal nuclear eram culpados desses crimes seria o equivalente metafórico de David Rockefeller ser preso por furto de um pacote de chicletes de Walmart.

Como já foi relatado e documentado, várias vezes antes nesta coluna, Obama não tem controle sobre o arsenal nuclear. Se os leitores vão se lembrar, ele tentou trazer o arsenal nuclear sob seu controle como testemunhado por suas demissões dos três comandantes do arsenal nuclear em 2013 pelos motivos triviais como o uso de fichas de poker falsos, seja lá o que implicaria.

Minhas fontes militares também confirmaram que Obama não tem o controle do arsenal nuclear. Demissão dos três comandantes nucleares de Obama não lhe deu o controle que ele desejava. Então, o presidente está chegando a um pouco mais fundo na estrutura de comando nuclear e está tentando tirar o segundo nível da estrutura de comando nuclear e substituir esse pessoal com seus próprios fantoches.

Há boatos que circulam de que Obama pode até tentar substituir o pessoal do arsenal nuclear com seu próprio exército particular, o DHS. No entanto, isso geralmente é acreditado para ser uma missão de tolos, porque a formação técnica é muito além do que qualquer pessoa de fora poderia esperar conseguir em uma pequena janela de tempo.

Como lembrete, o Dr. Jim Garrow confirmou que os militares bloquearam todas as tentativas de Obama para garantir o controle do arsenal nuclear quando se apresentou em meu programa de rádio no dia 12 /22 ( consulte a seção arquivos de rádio para acessar a entrevista).

Obama vai achar que é quase impossível de se assegurar o controle do arsenal nuclear por causa da operação militar mais segura, a segurança e manutenção de seu programa de armas nucleares, é tão altamente compartimentada, que Obama não pode realisticamente esperar para penetrar e controlá-lo.

No entanto, Obama está a gerir a causar estragos na eficiência do comando e, talvez, este é o jogo final que camaradas russos de Obama desejam. Pois, se Obama pode enfraquecer o programa de armas nucleares através da indução de caos, os russos teriam uma vantagem decisiva em qualquer conflito futuro. E a Rússia está de fato preparando para a guerra no Ártico (veja abaixo).

Como já foi documentado nesta coluna, os russos têm, no mínimo, as tropas da coluna 5 no Alasca e Obama tem comprometido a segurança militar do Alasca através de uma diminuição das patrulhas submarinas, o cancelamento dos vôos dos F-22 sobre lá e não substituí-los com o F-16 e dando de mãos beijadas sete estratégicas, Ilhas ricas em petróleo.

Além disso, ninguém tem notado que, após o bombardeio intenso de acusações contra estes 38 oficiais ocorrendo pela primeira vez na mídia controlada por corporações que condenam esses oficiais das supostas ofensas, houve um apagão virtual sobre a cobertura deste evento? Com efeito, a chave de mídia foi ligada a missão cumprida pela remoção de agentes dedicados a não deixar Obama obter o controle do arsenal nuclear, e, em seguida, o interruptor de mídia foi desligado após este set-up.

Objetivos militares da Rússia

Siga o dinheiro e todas as perguntas serão respondidas em relação aos inimigos dos Estados Unidos, mais notavelmente, o governo russo e seus militares. A imagem clara sobre por que os soldados russos estão sendo vistos em muitos locais no Alasca está se tornando transparente.

A região do Ártico é conhecida por conter grandes quantidades de reservas de petróleo e gás inexplorados. As Nações Unidas já cancelaram todas as reivindicações de terras anteriores sobre o Pólo Norte. Isto é em resposta a estes territórios, sendo o centro de várias disputas entre os Estados Unidos, Rússia, Canadá, em grande medida, e inclui a Noruega e a Dinamarca, em um grau menor.

Isso se encaixa com a oferta de sete ilhas ricas em petróleo que devem ser uma parte do Alasca, mas foi doado para a Rússia. Senador Begich, do Alasca escreveu uma carta em resposta às minhas reivindicações de traição em relação à oferta destas ilhas e disse que estas ilhas sempre pertenceram à Rússia e a prova para isto remonta a 1867.

Então este nunca deveria ter sido um ponto de discórdia na mídia do Alasca, e que era, quando a transferência foi feita (Veja o mapa apresentado abaixo das ilhas disputadas que apareceram repetidamente nos meios de comunicação do Alasca, no momento da transferência).

Minhas fontes militares não devem se preocupar com esta doação se isso era apenas uma oferta benigna, mas eles estão muito preocupados como têm apontado para mim que três das ilhas poderia ser pontos de originação ideais para uma invasão russa do Alasca.

As outras quatro ilhas servem para apoiar as incursões militares russas em região do Ártico rica em mineral. A natureza dúplice da carta de Begich, publicada por um leitor, na seção de comentários do meu site, deve ser motivo de preocupação, porque os fatos emergentes sugerem que a Rússia está se preparando para conquistar e possuir osrecursos minerais ricos do Ártico.

Operando sob a noção de que uma imagem vale mais que mil palavras , vamos dar uma olhada nas sete ilhas disputadas e russos atividades de recuperação de mineral no Ártico .


Agora compare as atividades de recuperação de minerais do Ártico russo e do significado militar deve saltar da página para o leitor. Há alegações de que o Ártico russo adiciona territórios que que colidem com as reivindicações territoriais dos EUA.

A Rússia está a fazer várias reivindicações territoriais em relação a várias áreas de plataforma do Ártico e está planejando para defender suas reivindicações nas Nações Unidas. Depois de ler a parte final deste artigo, acredito que a intençãorussa de obter a aprovação da ONU é apenas uma fachada. Eles estão se preparando para tomar o que eles querem por todos os meios necessários.


Para os russos virem a realizar seus objetivos no Ártico, Alaska teria de ser neutralizado e as bases ser estabelecidas para esta eventualidade. Além disso, uma aquisição bem sucedida russa do Ártico dependeria da neutralização da capacidade nuclear dos Estados Unidos. Este objetivo está sendo realizado por Obama, enquanto escrevo estas palavras.

Para Obama e Begich, gostaria de pedir tanto de você, se este é apenas um mal-entendido que pode ser explicado pelo uso da palavra, coincidência, porque sabemos que no mundo sombrio de Washington DC e da mídia controlada pelo sistema, não existe tal coisa como uma conspiração. Conspirações à parte, Obama e Begich vão se divertir explicando as seguintes atividades militares divulgadas da União Soviética, que nunca morreu de verdade.

Julgue por suas ações, não por suas palavras

Todos os cinco países mencionados anteriormente, junto com a China, têm reivindicações territoriais e minerais em relação ao Ártico e estas reivindicações conflitantes entre si e formam oum dos terrenos férteis para a Terceira Guerra Mundial.

Os russos estão em modo de guerra, em modo de guerra no Ártico. Eu não vejo como qualquer pessoa razoável poderia ler as seguintes matérias de escalada militar russa no Ártico e não concluir que a faísca para a Terceira Guerra Mundial não vai começar aqui.

A Rússia está na adição de 40 novos navios de guerra ao seu arsenal nuclear em 2014. Até o final de 2015, a Rússia terá quase tantos navios de guerra como os Estados Unidos.

Aviões de combate adaptados da Frota do Norte da Rússia vão estender os intervalos de seus vôos de patrulha sobre o Ártico em 2014 através de uma rede de aeródromos renovados da era soviética.

Tu- 142 e Il -38 de reconhecimento da frota russa e aviões de guerra anti- submarina realizaram mais de 30 missões de patrulha no Ártico no ano passado. Os russos já anunciaram suas intenções de realizar muitos mais tais missões.

Submarinos de mísseis balísticos compõem uma parte da tríade nuclear estratégica da Rússia, juntamente com mísseis balísticos intercontinentais em terra e a força de bombardeiros russos. O submarino Borey é de primeira classe de submarinos de mísseis balísticos pós-soviética da Rússia e formarão a base da frota estratégica de submarinos, substituindo o Typhoon envelhecido, Delta- 4 os barcos da classe Delta -3 e. A criação do Borey sinaliza que a economia russa está em modo de guerra.

Rússia, em última instância prevê a produção de oito submarinos da classe Borey até o ano de 2020. As pessoas estão constantemente me pedindo prazos ligados a esses eventos e eu nego perguntas como uma missão de tolos. No entanto, a implantação destes submarinos até 2020 podem fornecer uma pista sobre o calendário que os globalistas estão operando sob. Ah, sim, não se enganem sobre isso, esta vinda guerra não vai acontecer sem as bênçãos dos Bastardos de Basel.

Além disso, os russos estão no comissionamento de outros submarinos também. Primeiro Projeto é o 885m submarino de ataque da classe Yasen da Rússia, o Severodvinsk, foi entregue à Marinha no final de 2013. Este submarino está em construção desde 1993. Este fato vai um longo caminho para justificar as afirmações feitas por vários desertores russos que a União Soviética nunca caiu e sempre planejou atacar os Estados Unidos em uma data futura.

Conclusão

Se pessoas suficientes estejam prontas para segurar os pés de Begich e Obama ao fogo, eles teriam alguma explicação muito difícil de fazer. Eu acho que não é de admirar que o Congresso está em processo de tomar a pena capital fora dos livros para a condenação de traição.

Muitos provavelmente estão se perguntando sobre a presença de tropas russas em 48 estados mais baixos. E sobre esse acordo bilateral entre a FEMA e os militares russos para levar milhares de soldados para o solo dos EUA. E sobre os chineses, como eles se posicionam em tudo isso?

Estas perguntas serão respondidas na próxima parte desta série.
 
Fontes: Horizonte news - Semeando

Holograma do primeiro-ministro da Turquia foi transmitido para Reunião! (Vídeo)


Por: Daniel John Lee

Essa aconteceu dias atrás na Turquia: Projeto Blue Beam não é mais ficção, agora se torna realidade, imagens por Holograma 

Segundo este artigo, o premiê da Turquia Recep Tayip Erdogan estava literalmente radiante pela tecnologia holográfica em uma reunião em Izmir. 

Uma empresa turca de efeitos especiais, Polyvision, permitiu esta versão avatar do PM para se comunicar com os membros do seu partido. 

Projeto Blue Beam, usando o estado das imagens holográficas de arte, tem sido discutido há anos, como o meio pelo qual a Nova Ordem Mundial irá cativar o mundo. 

Este vídeo feito há algumas semanas, por exemplo, detalha a utilização prevista para o Projeto Blue Beam (hologramas) para cativar o mundo com a tecnologia e criar a decepção, exaltando o filho da perdição. 



Com o primeiro político a utilizar a tecnologia holográfica há poucos dias na Turquia, o cenário está sendo armado para toda a magia eletrônica do mal para poder aproveitar através do homem caído para trazer o engano final.

 

Mais e mais sinais estão apontando para a Grande Tribulação, anunciada há milhares de anos pelo Apóstolo João, e irrompendo nas próximas semanas! 

Fontes: Spiritand TorahHorizonte News
voltar ao topo, inicio