Siga este Blog

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Clima Extremo: Supertufão nas Filipinas e tempestades após estiagem nos Estados Unidos

Após maior estiagem da história, tempestades atingem a Califórnia, Estados Unidos

A costa oeste dos Estados Unidos também enfrentou mudanças importantes do tempo nas últimas 24 horas devido ao deslocamento de uma potente frente fria associada a um profundo ciclone.
De acordo com o National Weather Service (NWS), tempestades provocaram grande acúmulo de chuva em várias cidades ao longo desta quinta-feira (11). A região vem enfrentando até então, graves problemas com a maior estiagem da história da costa oeste. Em vários pontos, o volume de chuva até as últimas 24 horas estava 300% inferior à média climatológica para o ano.
Na baía de São Francisco, pelo menos 150 mil habitantes já sentiram os reflexos das tempestades e ficaram sem gás encanado e energia elétrica, principalmente. Ventos fortes derrubaram árvores e destelharam construções e na costa, ondas de até cinco metros também provocaram danos.
No norte do estado da Califórnia, fronteira com os estados de Nevada e Oregon, somente nas últimas 24 horas foram registrados 2,54 metros de neve em várias cidades, o que deixou estradas bloqueadas. Pelo menos 200 voos foram cancelados em virtude do mau tempo.

Supertufão “Hagupit” atinge áreas das Filipinas provocando destruição e mortes

A passagem do supertufão “Hagupit” pelas Filipinas ao longo deste domingo (07) já produziu cenários de destruição em diversas cidades e vilarejos. De acordo com autoridades locais, ventos fortes, que superaram 180 km/h em vários locais, de acordo com o serviço de meteorologia local, destruíram construções e derrubaram árvores e postes. Pelo menos três pessoas morreram.
Ondas gigantes de até seis metros arrastaram árvores e troncos para as praias deixando navios pesqueiros à deriva.
A região da Ilha de Samar, densamente povoada, e que foi dizimada após a passagem do também supertufão “Haiyan” em novembro de 2013, foi uma das áreas, até o momento, mais atingidas.
Simulações computadorizadas indicam que, ao tocar o solo, o “Hagupit” rapidamente comece a perder força, mas ainda espera-se a ocorrência de chuva torrencial e ventos fortes em toda a área costeira do conjunto de ilhas.
(Crédito das imagens: Reprodução/ABS/CBN News Channel – Marlon Tano/AFP – Reprodução/NASA)
(Fonte da informação: De Olho No Tempo Meteorologia)

Measure
Measure
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO