Siga este Blog

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Cientistas colocaram cérebro de verme em robô (com video)

As ondas cerebrais de um verme parasita estão agora dirigindo um robô da Lego. Assista ao vídeo do experimento.

Quando se pensa sobre isso, o cérebro nada mais é realmente do que uma coleção de sinais elétricos.
Se pudermos aprender a catalogar esses sinais, em teoria, podemos fazer upload da mente de alguém para um computador, permitindo para sempre como uma forma digital de consciência, como acontece a Johny Depp em Transcendence.

Mas isso não é apenas ficção científica. Claro, os cientistas não estão nem perto de alcançar tal façanha com os humanos, mas agora uma equipe internacional de pesquisadores conseguiu fazer isso com a lombriga Caenorhabditis elegans.
A C. elegans é um nematoide que foi extensivamente estudado por cientistas - sabemos todos os seus genes e o seu sistema nervoso foi analisado muitas vezes na totalidade.
Agora, um coletivo chamado The Project OpenWorm mapeou todas as conexões entre os 302 neurônios do verme e conseguiu simulá-los por software, como relata Marissa Fessenden do Smithsonian.
O objetivo final do projeto é replicar completamente C. elegans como um organismo virtual, mas por agora, eles só conseguiram simular o seu cérebro, e agora fizeram upload para um simples robô Lego.

Este robô Lego tem todas as partes equivalentes limitadas do corpo que C. elegans tem - um sensor de sonar que atua como um nariz, e motores que substituem os seus neurônios motores em cada lado do seu corpo.
Por incrível que pareça, sem qualquer instrução programado para o robô, o cérebro digital de C. elegans foi capaz de controlar e mover o robô Lego.

O vídeo do robô Lego, que pode ver no fundo do artigo, foi lançado por Timothy Busbice, um dos fundadores da OpenWorm, mostrando-o em movimento, a parar e, em seguida, a mover-se para trás.
Naturalmente, a simulação do cérebro ainda não é exacta - por um lado, os investigadores tiveram que simplificar o processo que provoca a ativação de um neurónio artificial.

Mas o fato de que este robô pode-se mover, parar antes de bater em algo e reverter a marcha usando nada mais do que uma rede de conexões que imitam o cérebro de um verme, é bastante incrível.
Os cientistas estão agora a trabalhar para mapear todas as conexões no cérebro humano - algo chamado conectoma. Mesmo se não se puder fazer o upload dos nossos cérebros para computadores, ser capaz de simular um cérebro humano ajudaria a revolucionar a inteligência artificial. 

Via: http://www.ciencia-online.net/2014/12/cientistas-colocaram-cerebro-de-verme-em-robo.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+ciencia-online+%28Ci%C3%AAncia+Online%29
Measure
Measure
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO