SEJA BEM VINDO - NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Descobertos esqueletos com 700 anos de mãos dadas

Os restos em esqueleto de um casal foram descobertos, depois de estarem trancados num abraço romântico durante os últimos 700 anos.
Os arqueólogos encontraram o casal feliz de mãos dadas numa sepultura de terra, durante uma escavação de uma capela perdida em Leicestershire, na Inglaterra.
"Temos visto esqueletos similares em Leicester, onde um casal foi enterrado junto num único túmulo", disse Vicki Score, da Universidade de Leicester, em comunicado.
Sepulturas duplas não são incomuns, mas é surpreendente que os dois corpos tenham sido enterrados na chamada capela perdida de St Morrell, só recentemente descoberta por um historiador local e uma equipa de pesquisadores.
"A principal questão que nos deixa curiosos é por que eles foram lá enterrados? Há uma igreja perfeitamente boa em Hallaton", disse Score. "Isso nos leva a perguntar se a capela poderia ter servido como uma espécie de lugar especial de sepultamento no momento".
Por exemplo, o local pode ter servido como um lugar de peregrinação em Hallaton, uma aldeia no leste de Leicestershire, durante o século 14. Ou, o casal pode ter sido enterrado na Capela de St Morrell, e não na igreja principal, porque eram criminosos, estrangeiros ou doentes.
Arqueólogos e voluntários locais passaram os últimos quatro anos a descobrir a capela perdida de St. Morrell, perto da aldeia de Hallaton. A equipa encontrou evidências de que o uso da encosta remonta ao tempo dos romanos, há mais de 2.000 anos atrás.
Por exemplo, uma vala no local indica que a colina pode ter abrigado um templo romano. A equipa também descobriu um santuário da Idade do Ferro, com milhares de moedas e artefatos de prata, tais como um capacete de cavalaria romana.
Escavações mostram agora as paredes da capela e o pavimento em mosaico, juntamente com pedaços de alvenaria de pedra, gesso, telhas, chumbo nas janelas e um cemitério próximo. Os arqueólogos igualmente encontraram o dinheiro entre as ruínas, incluindo várias moedas de prata.
Estas moedas, que datam entre os séculos 12 e 16, ajudaram os pesquisadores a determinar os anos mais ativos da capela. Através do processo de datação por radiocarbono, os arqueólogos determinaram que os 11 esqueletos escavados até agora no local remontam ao século 14.
Todos os esqueletos encontrados no local da capela foram colocados em uma orientação leste-oeste, por tradição cristã daquela época. 

http://www.ciencia-online.net/2014/09/descoberto-esqueletos-com-700-anos-de-maos-dadas.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+ciencia-online+%28Ci%C3%AAncia+Online%29

Siga este Blog

Postagem em destaque

Agora é real, NIBIRU está chegando, e já é visto a olho nu.

Olá amigos, desculpem a ausência. Estou muito mais ativo no meu mural Facebook, e também no nosso grupo do Facebook também, mas vamos lá...

NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

POSTAGENS MAIS VISITADAS

Disso Você Sabia ? no Facebook