NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

terça-feira, 23 de setembro de 2014

De onde veio o Ébola?

Em algumas partes da África, os mitos que o Ébola foi trazido para as regiões por profissionais de saúde tem ferido a capacidade dos trabalhadores para responder ao surto.
Mas de onde veio realmente o Ébola? [10 fatos que você precisa saber sobre o Ébola]
O verdadeiro reservatório de Ébola - isto é, onde o vírus se esconde quando não está a causar surtos em pessoas - não se sabe ao certo onde é, mas especialistas dizem que os morcegos são a fonte provável do vírus mortal.
Os primeiros casos humanos conhecidos do Ébola ocorreram em 1976, durante dois surtos simultâneos no Sudão e na República Democrática do Congo, que afetaram mais de 600 pessoas, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.
Quase 20 anos depois, em 2005, os pesquisadores procuraram o reservatório de Ébola através de mais de 1.000 pequenos animais nas nações da África Central do Gabão e da República do Congo, que também sofreram surtos de Ébola. [Cientistas descobriram uma potencial cura para o Ébola]
Eles testaram 679 morcegos, 222 aves e 129 pequenos vertebrados terrestres. Os únicos animais que parecem abrigar o vírus Ébola foram os morcegos, especificamente três espécies de morcegos frutívoro: O bastão com cabeça de martelo, o epauletted de Franquet, e o pequeno colarinho.
Pelo menos duas dessas espécies de morcegos de frutas também são encontrados na Guiné - que é onde o atual surto de Ébola começou, na África Ocidental - por isso é possível que esses morcegos sejam as fontes do surto. [Passos dados em direção da vacina do Ébola]
Pesquisadores na Guiné estão agora a recolher amostras de morcegos na região para ver se algum testa positivo para Ébola. O surto atual afetou mais de 5.000 pessoas e, destas, mais de 2.600 morreram, afirma a Organização Mundial de Saúde.
Se os morcegos são a fonte do vírus, uma das formas através das quais as pessoas podem ficar infectadas é através da manipulação do morcegos que são comidos. Por exemplo, sopa de morcego é uma iguaria na região.
Funcionários da Guiné tomaram a medida de proibir o consumo e venda de morcegos em março, após o surto ter começado. Mas não é necessariamente a própria alimentação que leva à infecção por Ébola. O cozinhar provavelmente mata o vírus.
O abate de morcegos e a manipulação de carne crua poderá ser muito mais arriscado. Ainda assim, não se sabe ao certo se os morcegos são os únicos reservatórios do vírus, ou se se trata de infecções em morcegos que passaram para as pessoas.
Provavelmente os morcegos serão a fonte de infecção, se os pesquisadores encontrarem a mesma sequência genética de Ébola em pessoas e em morcegos na região. Há alguma evidência de que, em vez de ser um vírus que é carregado por morcegos, o Ébola esteja a causar um surto nos morcegos.
Ao olhar para o material genético do vírus, os pesquisadores descobriram que o mesmo vírus Ébola foi passado de morcegos na África Central para morcegos na África Ocidental ao longo dos últimos 10 anos.


http://www.ciencia-online.net/2014/09/de-onde-veio-o-ebola.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+ciencia-online+%28Ci%C3%AAncia+Online%29
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Disso Você Sabia ? no Facebook