NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Siga este Blog

sábado, 16 de agosto de 2014

Robin Williams: Doença de Parkinson provoca suicídio?

O ator Robin Williams estava a experimentar os primeiros sintomas da doença de Parkinson antes de cometer suicídio afirmam reportagens da imprensa. 
Em comunicado, a viúva de Williams, Susan Schneider, disse que o seu marido estava a lutar com os estágios iniciais da doença de Parkinson, mas não estava pronto para partilhar o diagnóstico com o público.
A doença de Parkinson provoca a perda de células do cérebro, numa parte do cérebro que controla o movimento muscular. Os sintomas podem incluir tremores, rigidez nos braços e pernas e diminuição do equilíbrio e coordenação.
Os sintomas geralmente aparecem de forma gradual, e com a progressão da doença, pode interferir com as atividades diárias. Não há cura para a doença de Parkinson, mas há alguns medicamentos que podem proporcionar alívio de sintomas.
A maioria das pessoas com a doença são diagnosticados após os 60 anos, mas cerca de 10 por cento recebe um diagnóstico antes dos 40 anos. Williams tinha 63 anos.
Alguns estudos analisaram se há uma ligação entre a doença de Parkinson e um risco aumentado de suicídio, mas não encontraram uma relação factual.
Um estudo realizado em 2007 na Dinamarca descobriu que a taxa de suicídio entre as pessoas com a doença de Parkinson era semelhante ao da população em geral. 
Um estudo de 2001 nos Estados Unidos, que incluiu mais de 144 mil pessoas com a doença de Parkinson descobriu que a taxa de suicídio na população geral era cerca de 10 vezes maior que a taxa de suicídio entre pessoas com doença de Parkinson. 
No entanto, um estudo de 2008 encontrou uma taxa mais elevada do que o esperado de suicídio entre pessoas com doença de Parkinson que tinham sofrido um tratamento chamado estimulação cerebral profunda para sua condição.
A estimulação cerebral profunda envolve cirurgia para implantar um dispositivo que envia impulsos elétricos para o cérebro. Neste estudo, o suicídio era mais provável nos participantes que tiveram depressão, ou que eram solteiros.
Ainda assim não se sabe se Williams teria esta doença. Normalmente, o tratamento é usado para as pessoas com doença de Parkinson avançada, e é recomendado apenas se os pacientes não respondem à medicação. 


NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO