NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Siga este Blog

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Obama autoriza ataques aéreos no Iraque 'para proteger americanos'

O presidente Obama anunciou na quinta-feira que autorizou o uso de ataques aéreos no Iraque se forem necessárias para proteger os funcionários norte-americanos e da embaixada em Bagdá.

Falando a partir da Casa Branca, o presidente também disse que autorizou ajuda humanitária aérea - alimentos e água -, a fim de ajudar a salvar milhares de civis que enfrentam a "morte certa" de militantes do Estado islâmico, que estão presos nas montanhas vizinhas.

Obama afirmou que o Estado Islâmico autoproclamado pediu a destruição sistemática dos yazidis - uma minoria curda étnica no norte do Iraque -. E que esta declaração constitui genocídio "Hoje, a América está chegando para ajudar", disse ele, observando que, embora os Estados Unidos "não pode e não deve" intervir cada vez que há uma crise no mundo, ele deve agir quando pessoas inocentes estão enfrentando a violência em uma escala horrível. 

Seguindo em frente, o presidente disse que os Estados Unidos estão preparados para assumir o "alvo de ação militar" na forma de ataques aéreos, se forem consideradas necessárias para proteger os funcionários americanos em Erbil - onde um consulado americano está localizado - bem como a embaixada em Bagdá .

Obama também disse que os EUA estariam trabalhando com as Nações Unidas para resolver a situação de escalada no Iraque. No entanto, ele alertou que "não permitirá que" os EUA sejam arrastados para uma nova guerra no Iraque. O presidente norte-americano descartou o uso das tropas de combate que regressaram ao país, enfatizando que não há solução militar para o problema. O Iraque precisa, segundo ele, é a reconciliação política sobre as partes de seus próprios cidadãos. 


NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO