NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Siga este Blog

sábado, 9 de agosto de 2014

O que Obama disse ao Califa

Jatos F-18 dos EUA bombardearam duas peças de artilharia fabricadas nos EUA e que o Estado Islâmico usava na preparação dos ataques contra Arbil na parte curda do Iraque.

O ataque aconteceu depois que Obama dirigiu-se ao Califa Pol Pot 2o, ontem, para sugerir-lhe que o Estado Islâmico bem faria se deixasse de fora de sua lista de alvos as poucas áreas que são de interesse positivo para os EUA:

Obama, em declaração na Casa Branca, no final da 5ª-feira (7/8/2014), disse que seriam lançados ataques contra comboios extremistas “no caso de eles moverem-se rumo” à capital curda de Arbil, onde os EUA mantêm um consulado e um centro de operações conjuntas com militares iraquianos.

“Temos intenção de agir caso eles ameacem nossos prédios em qualquer parte do Iraque (...) inclusive em Arbil e Bagdá” – disse Obama.

Meu time!

O que Obama não disse é a mensagem real que o Califa Pol Pot 2º realmente recebeu:

  • “Podem atirar contra o que bem entenderem, exceto a embaixada dos EUA em Bagdá e a parte curda do Iraque. Há ali empresas dos EUA que investiram em petróleo, temos ali esse grande  novo posto de inteligência, e ali os israelenses têm aquela grande operação de inteligência, de longo alcance, para atacar o Irã”. 
  • “Exceto esses itens, sintam-se à vontade para atacar qualquer um na Síria e no resto do Iraque. Nada faremos, sequer bombardearemos o armamento pesado que os senhores têm, para não atrapalhar sua vitória final. Exatamente como os senhores, pouco ligamos para o que aconteça a uma ou outra ou outra dessas minorias ou maiorias por aí. Os yazidis que se fodam. (Mas os senhores precisam mesmo desses bombásticos esforços de relações públicas & vídeos de massacres? São itens que deixam muito ouriçados aqueles idiotas da “responsabilidade de proteger”, que não compreendem o real propósito da doutrina).
  • “Os senhores capturaram todo o excelente armamento de umas quatro divisões iraquianas, tudo armamento pesado & munição “Made in USA”. Papa fina. Usem à vontade. Claro, poderíamos bombardear tudo dos ares, sem pôr um coturno que seja, em solo.
  • Mas não é do meu interesse. Digamos “Tanques [thanks] pelas boas lembranças”, hehe. Depois vendemos outros desses para os patetas lá, em Bagdá. Tomara que já tenham reposto o estoque e esteja tudo pronto para o próximo ataque aí, dos senhores, quando o atual estoque tiver acabado”.
TOW - Lança-míssil (aqui  sobre um Jipe)

  • “Por falar disso – se acaso precisarem de mais armas antitanques. Acabamos de fornecer várias dúzias de TOW pruns grupos lá, no nordeste da Síria. Há boa chance de os senhores “negociarem” o acesso até alguns deles”.
  • “Me contaram que os senhores anunciaram que estão preparando algo grande,really big, tipo 11/9. Ótimo, mas, por favor, nos deixem fora dessa. Estamos ocupados com nossa guerra contra a Rússia. Que tal... Jeddah?”.
  • “Uau! Que tal atacar o Irã? Pudesse, atacava eu mesmo, mas meu pessoal não libera”.
Redecastorphoto

http://noticia-final.blogspot.com.br/2014/08/o-que-obama-disse-ao-califa.html
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO