SEJA BEM VINDO - NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

sábado, 23 de agosto de 2014

NOVA GUERRA FRIA: INTERCEPTAÇÕES E JOGOS DE GUERRA INCENDEIAM O MUNDO!

Semana agitada no mundo todo, caças chineses interceptam avião americano no quintal chinês, caças da Otan interceptam bombardeiros nucleares russos na europa, caças japoneses também interceptaram caças russos ao redor do Japão. Exercícios militares dos americanos com a Otan na Eslovênia, Exercícios do SCO (Grupo Anti-Otan) na Mongólia, Exercícios russos em Cazaquistão.Vídeos dos jogos de Guerra e muita informação aqui no Sempre Guerra!


Um caça chinês voou perigosamente perto de um P-8, avião de guerra anti-submarino da Marinha dos EUA perto do Japão esta semana, em um encontro que destaca a continuada agressividade da China na região.

O P-8, um novo Boeing-737 militarizada, anti-submarina, foi para a realização de vigilância de rotina da costa chinesa sobre o Mar do Leste da China na segunda-feira quando ocorreu o incidente, disse as autoridades americanas de defesa familiarizadas com relatos do encontro.

O porta-voz do Pentágono, o tenente-coronel Jeffy Pool, não teve nenhum comentário imediato, mas disse que iria fornecer "uma explicação sobre o evento" nesta sexta-feira.


As autoridades de defesa disseram que o jato interceptor chinês Su-27 voou dentro de 50 pés do P-8 e, em seguida, realizou uma derrapada sobre a parte superior da aeronave, um movimento descrito pelas autoridades como perigosa e destina-se a ameaçar a aeronave de vigilância.

A tentativa chinesa de intimidação aérea ocorre em meio a exercícios militares chineses inéditos recentemente realizadas e em andamento no Mar Amarelo, Mar da China Oriental e Mar do Sul da China.

A China também está realizando exercícios militares internacionais na Mongólia Interior com a Rússia e vários estados da Ásia Central, que fazem parte da aliança anti-EUA liderada por Beijing, conhecida como a Organização de Cooperação de Xangai.

FONTE: SWISSINFO - EUA protestam contra interceptação de avião por caça da China!
Os Estados Unidos denunciaram nesta sexta-feira uma "interceptação perigosa" de um avião de patrulha da Marinha norte-americana feita por um piloto de um caça chinês em espaço aéreo internacional nesta semana. A aeronave da China ficou a poucos metros do avião dos EUA e realizou manobras acrobáticas à sua volta.

O secretário de imprensa do Pentágono, contra-almirante John Kirby, declarou que os EUA apresentaram um protesto diplomático formal a Pequim por conta do incidente, ocorrido 215 quilômetros ao leste da Ilha Hainan, sede de uma base de submarinos chineses.

O governo Obama repudiou o incidente recente, e o vice-assessor de Segurança Nacional, Ben Rhodes, o classificou como "uma provocação profundamente preocupante".

Os militares dos dois lados intensificaram os contatos nos últimos anos, um reconhecimento de que, à medida que os interesses econômicos da China continuam a se expandir, o gigante asiático terá um papel cada vez maior na segurança mundial e maior interação com o Exército dos EUA.

FONTE: HROMADSKE (UCRÂNIA) - Japão intercepta bombardeiros nucleares russos!
Caças da Força Aérea japonesa foram acionadas ao ar por causa da aproximação de dois aviões militares russos. Relatado pela ITAR-TASS .

De acordo com informações divulgadas pelo Ministério da Defesa do Japão, aviões russos circulavam ao redor do perímetro do arquipélago japonês.

De acordo com o Ministério da Defesa japonês, russos bombardeiros Tu-95 voaram sobre o Mar do Japão de norte a sul para o Mar da China Oriental.

Em seguida, eles foram ao longo da costa leste do Japão sobre o Oceano Pacífico em direção a Sakhalin.

TREINAMENTO DA SCO - PACTO ANTI-OTAN

FONTE: RBC (RÚSSIA) - OTAN utiliza 16 caças para interceptar dois russos Tu-95!
Dois bombardeiros estratégicos russos Tu-95MS, realizando tarefas na véspera da patrulha sobre águas neutras dos noruegueses e North Sea, acompanhado por apenas 16 caças da OTAN, de acordo com um comunicado oficial do Ministério da Defesa.

Nos estágios individuais da rota, aviões russos foram acompanhados por 16 aeronaves de Estados estrangeiros, entre os que foram os aviões de combate britânicos "Typhoon", bem como os F-16 holandeses, noruegueses e dinamarqueses.

O Ministério da Defesa (Russo) ressaltou que o vôo ocorreu de acordo com o plano aprovado de vôos regulares sobre as águas do Ártico, Atlântico, Mar Negro, Oceano Pacífico, e em estrita conformidade com as regras internacionais para o uso do espaço aéreo sobre águas neutras, sem violar as fronteiras de outros Estados.

Um dia antes, em 21 de agosto, o caça F-16 holandês duas vezes levantada no ar para acompanhar os bombardeiros estratégicos russos Tu-95 (classificação da OTAN - "The Bear"). Ele foi informado pelo Ministério da Defesa da Holanda.

Mais cedo na quinta-feira, também em 21 de agosto, subiram caças japoneses para interceptar dois bombardeiros estratégicos russos Tu-95. Disse o Ministério da Defesa japonês, de acordo com a agência ITAR-TASS.

No início de agosto, o Pentágono informou que os russos Tu-95, em 10 dias, violaram o espaço aéreo dos Estados Unidos na região do Alasca pelo menos 16 vezes. Em vários casos, os norte-americanos em resposta a esta ação da Força Aérea da Rússia, subiram seus caças. Moscou argumentou que os bombardeiros voam em conformidade com os acordos internacionais e não violou.

VÍDEO: RÚSSIA EM JOGOS DE GUERRA NO CAZAQUISTÃO


FONTE: U.S. ARMY EUROPE - EXERCÍCIO DE RESPOSTA IMEDIATA
Immediate Response 2014 é um posto de comando  trilateral e exercício de treinamento tático de campo que vai envolver mais de 900 pessoas, principalmente dos EUA, eslovenos e forças armadas croatas, com contingentes da Albânia, Bósnia e Herzegovina, Dinamarca, Hungria, Kosovo, Macedônia, Montenegro e Reino Unido.

O exercício ocorrem em 17-30 agosto de 2014. IR 14 é uma parte do programa de treinamento e exercício conjunto de US EUCOM concebidos para melhorar a interoperabilidade conjunta e combinada com nações aliadas e parceiras.

O objetivo principal é preparar as nações participantes para aumento das contribuições para as operações da OTAN em curso e futuras.

VÍDEO: IMMEDIATE RESPONSE de 2012


FONTE: VOZ DA RÚSSIA - China – EUA: a corrida aos mísseis hipersônicos!
O segundo teste pela China de um míssil hipersônico terminou sem sucesso. A falha do dispositivo ocorreu pouco depois do lançamento do míssil, segundo informou a 22 de agosto o jornal de Hong Kong South China Morning Post.

Dois dias antes, a publicação norte-americana Washington Free Beacon relatou esse teste, citando o Pentágono, informando igualmente que na Internet tinham sido publicadas fotos do primeiro estágio do míssil que se despenhou.

Entretanto, o mistério está em a mídia chinesa não ter divulgado nada sobre os testes do míssil. Há igualmente divergências sobre o local de lançamento, apesar de se tratar realmente de um teste realizado a 7 de agosto. O South China Morning Post escreve que ele foi realizado numa plataforma de lançamento perto de Taiyuan na província de Shanxi, no noroeste da China. Já o Washington Free Beacon indica o centro de lançamentos de satélites de Jiuquan na região autônoma da Mongólia Interior.

A publicação norte-americana apresentou a declaração de um porta-voz do Pentágono que este é o segundo teste do ano de um míssil hipersônico. O míssil, equipado com uma ogiva hipersônica planadora destacável, pode realizar ataques nucleares contra os EUA. Entretanto, na opinião do editor principal do jornal russo Voienno-Promyshlenny Kurier (Correio Militar Industrial) Mikhail Khodarenok, a China está desenvolvendo essa arma porque os EUA e a Rússia já a têm, e a China tenciona se juntar ao clube:

“A China não desenvolve armas hipersônicas para ameaçar alguém em concreto, como os EUA, a Índia ou quaisquer outros potenciais adversários geopolíticos e geoestratégicos. Essas armas são desenvolvidas com um único propósito. Se existe a possibilidade de dissuadir um potencial adversário, e se os outros países desenvolvem essas armas, seria completamente imperdoável não participar no seu desenvolvimento e testes. Tanto mais que a China têm capacidades potenciais para desenvolver esse tipo de armas”.


Via: 

Siga este Blog

Postagem em destaque

Agora é real, NIBIRU está chegando, e já é visto a olho nu.

Olá amigos, desculpem a ausência. Estou muito mais ativo no meu mural Facebook, e também no nosso grupo do Facebook também, mas vamos lá...

NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

POSTAGENS MAIS VISITADAS

Disso Você Sabia ? no Facebook