Siga este Blog

domingo, 24 de agosto de 2014

General Thomas McInerney alerta para um novo ataque terrorista em 11-09-2014 e nível DEFCON 1

Como vêm sendo avisado há algum tempo, o lobby sionista pretende realizar um novo atentado terrorista de falsa-bandeira. Isto é, um novo 11 de setembro perpetrado por “terroristas islâmicos”, só que desta vez as consequências serão muito mais graves.
A informação foi divulgada pela judaica Fox News ao entrevistar o General(reformado) dos EUA Thomas McInerney.
No vídeo abaixo ele diz que não pode dar mais informações, mas que o nível de alerta de segurança para esta data deve ser DEFCON 1.


Agora, leia a notícia abaixo que relata o que foi divulgado pela Fox News(negritos colocados pelo blog).

No sábado a Fox News Channel “da América Notícias HQ,” o analista militar rede Ret.O tenente-general Thomas McInerney disse anfitrião Uma Pemmaraju que, a fim deabordar as atuais ameaças do ISISos EUA deve “ir para DEFCON 1, ou nosso mais elevado estado de prontidão, e estar preparado conforme nós conduzimos em 9/11“, porque ele advertiu que “podemos até ver um 9/11/14“.
McInerney apontou ao jato que está faltando o MH370 da Malaysia Airlines no início deste ano e disse: “Em sete de setembrouma grande rede de notícias erede de publicação vai lançar um livro. Ela fará a terra tremer sobre o que está acontecendo e o que aconteceu . O fato é que podemos ver o MH-370 novamente em 9/11/14. Devemos ir para DEFCON 1, o nosso mais elevado estado de prontidãoe estar preparado como nós conduzimos em 9/11 .
Pemmaraju perguntou: “Quando você diz que uma grande organização de notíciassurgirá com a publicaçãoo que você está se referindo especificamenteVocê podealudir a quê, pode nos dar mais detalhes?
McInerney continuou: “Eu não posso dar-lhe mais do que o que eu acabei de dizer.Mas ele vai ser extremamente importante e a América deve tomar conhecimento.Estamos menos seguro hoje do que estávamos há seis anos.
O general confirmou novamente que a América deveria elevar o nível de ameaçaterrorista neste momento à frente do aniversário do 9/11.

Fonte: breitbart.com
O próprio General revela duas informações implícitas importantíssimas. Primeiro é que o voo MH-370 não “sumiu”, ele foi sequestrado, provávelmente pelo Exército dos EUA ou pela CIA para a base militar de Diego Garcia, justamente para servir como arma num futuro atentado de falsa-bandeira. Segundo, ele diz que “vai aparecer um livro ou alguma publicação na mídia sobre o 9/11″. Isto indica que o tal livro contará a verdade sobre os ataques de 9/11 e irá apontar aos verdadeiros culpados. Ou seja, vai revelar que Israel, Arábia Saudita e o próprio governo dos EUA projetaram e executaram os ataques através do MOSSAD israelense e a CIA. Esta revelação seria catastrófica para a estrutura de poder global, logo, criar uma guerra mundial para impedir que a humanidade os degole parece ser a “saída de emergência”.
É sempre bom lembrar que em 2001 usaram a Al-Qaeda para demonizar os muçulmanos e ter o pretexto de atacar os países do Oriente Médio. Em 2014 vão usar o EIIL para fazer um novo ataque.
O ISIS(EIIL – Estado Islâmico), é uma “Al-Qaeda 2.0″, criada pelo MOSSAD israelense em conjunto com a CIA. É financiado e armado também por países árabes e europeus, como a França. O seu objetivo é atacar os países que ainda não estão alinhados ao sionismo internacional no Oriente Médio e permitir a criação de um “Grande Israel“.



O ISIS/EIIL, assim como a Al-Qaeda, jamais atacaram Israel e nem o farão. Abu Bakr al-Baghdadi, o chamado “Califa”, o chefe do ISIL (Estado Islâmico no Iraque e do Levante) é um judeu chamado Elliot Shimon, um agente operativo treinado pelo MOSSAD/CIA.


Abu Bakr al-Baghdadi é o judeu Elliot Shimon, o novo “Osama Bin Laden” do eixo sionista, agente do MOSSAD israelense e CIA

Um analista político diz que um eixo do mal está comprimindo os EUA, a Arábia Saudita e Israel está financiando e armando militantes do ISIL takfiri com o objetivo de expandir o regime sionista, relata Press TV.
Em entrevista à Press TV, no sábado, Rodney Shakespeare disse que Washington e seus dois aliados criaramarmaram e financiaram o grupo terrorista Takfiri contra ospaíses do Oriente Médio que se opõem ao expansionismo de Israel.
Faz parte da política sionista para dividir o Iraque Faz parte da política sionista em esmagar qualquer Estado independente Oriente Médio, que poderia fornecer uma oposição à expansão de Israel” disse Shakespeare. Acrescentando: ” Israel quer expandir, eventualmente, para o Iraque e para o Nilo. Esta divisão dos países do Oriente Médio faz parte da política sionista.
Iraque tem vindo a lutar contra os terroristas ISIL takfiri desde que assumiu o controle de Mosul em 10 de junho A aquisição foi seguida pela queda da cidade deTikritlocalizada a 140 quilômetros (87 milhas) ao noroeste da capitalBagdá. O controle de Tikrit foi posteriormente retomada pelo exército iraquiano.
Soldados do exército iraquiano foram envolvidos em intensos combates com os militantes em diferentes frentes e até agora têm sido capazes de empurrar para trásmilitantes em diversas áreas.
Terroristas do ISIL ameaçaram todas as comunidades, incluindo xiitas, sunitas, curdos, cristãos, curdos e Izadi, e outros, à medida que continuam os seus avançosno Iraque. O ISIL prometeu continuar seu ataque para a capital, Bagdá.

Fonte: presstv.com
Como as próprias notícias e investigações revelam, o próximo ataque terrorista nos EUA(ou Europa) será efetuado pelo MOSSAD mas acusando o EIIL de tê-lo perpetrado, uma operação idêntica ao atentado de 9/11/2001 ao World Trade Center, quando a Al-Qaeda foi apontada como a culpada pelos ataques.
E qual o significado disto tudo? Os sionistas estão “chutando o balde”. Vão por tudo ou nada para criar o seu Governo Mundial Nazi-Sionista, nem que precisem detonar uma bomba nuclear nos EUA e/ou Europa ou até atacar a Rússia com os mísseis nucleares da OTAN.
Outra informação importante que não foi muito divulgada foi que o EIIL teria conseguido “roubar” material nuclear do Iraque para fabricar uma bomba nuclear. Talvez eles mesmos digam futuramente que este material foi usado para construir uma bomba nuclear quando o ataque ocorrer.

ISIS Obtém Materiais Nuclearespoderão obter bombas atômicas da Índia, Arábiaou no Paquistão
(CNN) - Militantes no Iraque se apoderaram de material nuclear da Universidade deinstalações de ciência perto da cidade de Mosul, o governo iraquiano disse em uma carta às Nações Unidas.
Mas dois funcionários dos EUA disseram à CNN na quarta-feira que as pequenas quantidades de urânio enriquecido não são para armas, levando apenas mínima preocupação.
A carta do embaixador da ONU no Iraque sobre os compostos de urânio pede ajuda“para afastar a ameaça de seu uso por terroristas no Iraque ou no exterior“, pois opaís luta contra uma insurgência mortal.
Na carta, obtida quarta-feira pela CNN, o embaixador iraquiano Mohamed Ali Alhakimdisse que “grupos terroristas tomaram o controle” de cerca de 40 quilogramas (90libras) de compostos de urânio em departamentos de ciência da Universidade deMosul depois dos sites “saiu do controle do Estado.” [...]

Fonte: newsrescue.com

Conclusão


A partir de agora, com este anúncio feito pelo General, podemos imaginar o que vêm por aí. Um ataque nuclear que poderá ser realizado com o avião da Malaysia Airlines, voo MH-370, carregado com uma bomba atômica ou “bomba suja”. A própria nota de cem dólares indica a possibilidade deste ataque com “avião nuclear”. E o alvo poderia ser Nova York, a dica foi dada pelo próprio Barack Obama ao dizer no dia 26-03-2014 que estava “muito maispreocupado com um ataque nuclear em Manhattan do que com as ações da Rússia“.



Seguirei atualizando quando houver mais informações.
Artigos relacionados

Postagens mais visitadas