Seguidores

Família Rothschild e o desaparecimento do voo Malaysia MH370

Desde 8 de março continua sem respostas o desaparecimento do vôo MH370, da Malaysia Airlines. Teria sido sequestro? Atentado terrorista? Acidente militar? Estas são algumas das teorias que surgiram nesse período. Mas, a partir da divulgação da relação de passageiros, surgem outras teorias que colocam os interesses da família Rothschild no centro das causas do desaparecimento do avião.


A família Rothschild

Primeiramente, uma breve explicação sobre a família Rothschild. É uma família judia, com origem em Hamburgo, Alemanha, que estabeleceu uma dinastia bancária na Europa.

Prosperou no fim do século XVIII, e chegou a ultrapassar as mais poderosas famílias bancárias rivais da época, como a Família Baring e a Família Berenberg.

Acredita-se que quando a família estava no seu auge, no século XIX, possuía a maior fortuna privada no mundo — assim como a mais larga fortuna da Idade Moderna. Acredita-se que a fortuna subsequentemente diminuiu, pois foi dividida entre centenas de descendentes. Hoje, os negócios da família Rothschild estão numa escala muito menor que no século XIX, embora estejam envolvidos em diversos campos, incluindo: mineração, bancos, energia, agricultura mista, vinho e instituições de caridade.

Os Rothschild participaram dos negócios mais dinâmicos durante a Revolução Industrial, em especial a indústria têxtil, que florescia. As tecelagens mecanizadas da Inglaterra produziam tecidos de qualidade em grande quantidade.

Passaram a negociar também essa mercadoria. O comércio do algodão oriundo da América do Norte para as tecelagens na Grã-Bretanha permitiu que a Casa Rothschild criasse vínculos através do Atlântico, com a florescente economia estadunidense.

Diz-se que fizeram boa parte de sua fortuna no fim das guerras napoleónicas, quando tiveram conhecimento antecipado da vitória da Inglaterra e lançaram um rumor no mercado que Napoleão havia ganho a guerra. Com isto a bolsa caiu quase a zero, e os Rothschild praticamente compraram a economia inteira da Inglaterra. Quando foi dada a verdadeira notícia – a de que a Inglaterra havia vencido a guerra – os Rothschild emergiram como a família mais rica da Europa.

Chips RFID

Peraí, o que chips RFID tem a ver com essa história? Aparentemente, nada, mas vamos explicar e você já vai entender. O governos dos Estados Unidos anunciou um plano que pretende implantar, em cada cidadão estadunidense, um chip subcutâneo.

Você não acredita? Acha que é paranóia, um boato que circula na rede? Veja então o próprio Obama anunciando esse plano:



Bom, alguém fornecerá esses chips para milhões de pessoas, correto? Sim, e neste caso, a empresa fornecedora será a Freescale Semiconductor.

Rotschild agora é o detentor da patente do chip

Quatro dias após o desaparecimento do vôo MH370, faltava uma patente ser aprovada. Dos cinco titulares das patentes envolvidas na tecnologia do chip, quatro são funcionários chineses da Freescale Semiconductor.

As patentes são divididas em incrementos de 20% para 5 titulares: Peidong Wang, Suzhou, China, (20%) Zhijun Chen, Suzhou, China, (20%) Zhihong Cheng, Suzhou, China, (20%) Li Ying, Suzhou, China, (20%) e 20% da Freescale Semiconductor.

Se um detentor da patente morre, em seguida, os titulares restantes dividem igualmente os dividendos do falecido se não houver disputa em um testamento. Se 4 dos 5 morrem, então o titular da patente sobrevivente recebe, obviamente, o restante, ficando com 100% da riqueza da patente.

O titular vivo da patente restante é a Freescale Semiconductor. Quem é o dono da Freescale Semiconductor? Jacob Rothschild, através da Blackstone Inc que controla a Freescale. Este é o motivo para o avião “desaparecer” indo à Pequim.

Como todos os 4 membros chineses da patente eram passageiros do avião desaparecido, o detentor da patente pode alterar o produto legalmente, passando a riqueza para seus herdeiros. No entanto, ele não pode fazê-lo até que a patente seja aprovada. Quando o avião desapareceu, a patente não havia sido aprovada. Mas agora já foi. Portanto, os Rothschilds receberão 100% da patente, uma vez os outros detentores provavelmente deverão ser declarados mortos.

Conspiração? Veja a informação no próprio site da Blackstone:



Bush e Rothschild

A teoria da conspiração parece ficar cada vez “viajante”, mas a questão é que são fatos! O consórcio que adquiriu a detentora das patentes dos chips, além da Blackstone, é formado por outras empresas, entre elas The Carlyle Group.

George W. Bush, o pai, e James Baker III, que foi secretário de Estado de Reagan e Bush, fazem ou fizeram parte do staff do Grupo Carlyle! Também o ex-primeiro ministro britânico, John Major!

Muito tenso tudo isso, não acham? Ah, a patente foi aprovada no dia 11 de março, 3 dias após o “desaparecimento” do avião. Veja abaixo a imagem e o link para ela.

Será tudo mera coincidência? Analise os fatos e forme sua opinião. Eu confesso que é uma história muito assustadora, mas várias coisas fazem sentido.

Fonte: nerdices.com.br

Desaparecimento do Voo MH370 da Malaysia Airlines e o Avanço da Agenda Global


http://filosofiaimortal.blogspot.com.br/2014/08/familia-rothschild-e-o-desaparecimento.html