NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO

Siga este Blog

sexta-feira, 30 de maio de 2014

NASA detectou uma enorme explosão na nossa galáxia vizinha

A NASA detectou uma enorme explosão em M31, mais conhecida como Galáxia de Andrómeda e os astrofísicos estão animados com a possibilidade de se tratar de uma rara explosão de raios gama.

Os astrónomos suspeitam que pode ter sido um dos eventos mais violentos do Universo - uma explosão de raios gama que, em apenas alguns segundos, poderia ter lançado a mesma energia que o nosso Sol em toda a sua vida.

Se confirmado, esta será a mais próximo explosão de raios gama já detectada, e irá ajudar os cientistas a descobrir mais sobre essas misteriosas explosões de energia. [Top 10 mistérios de estrelas]

Os pulsares de raios gama são tão poderosas que se um ocorresse dentro da nossa galáxia, poderia desencadear extinções em massa na Terra, explica o Dr. Alan Duffy, astrónomo da Universidade de Tecnologia Swinburne, em Melbourne, na Austrália.

Mas, felizmente, esta explosão foi longe o suficiente para não causar danos - o evento real terá acontecido há dois milhões e meio de anos, com a energia só apenas agora voou perto para perto da Terra. [7 inexplicáveis mistérios do espaço]

O mundo inteiro está a acompanhar para ver o que acontece a seguir, diz Duffy. "Telescópios ao redor do mundo estão voltados para a galáxia Andrómeda à procura em todos os comprimentos de onda de luz para saber mais sobre este evento raro".

A maioria das erupções de raios-gama parece ser causada pela queda de enormes estrelas. Mas esta explosão extremamente curta de raios gama pode ter sido causada por um evento raro - a colisão de duas estrelas de neutrões, que são os restos de supernovas.

Se confirmado, o evento também pode ter um impacto importante na nossa compreensão das ondas gravitacionais, diz Duffy.

"A explosão vista em luz também estará potencialmente visível em ondas gravitacionais, uma previsão chave de Einstein, pondo fim a uma longa busca para detectar essas ondas no tempo-espaço", explica o astrofísico.

"Infelizmente, a instalação no mundo para detectar esses eventos, LIGO, está atualmente fechada devido a uma atualização e perdeu a explosão - e um potencial Prémio Nobel devido à potencial descoberta", acrescentou Duffy.

Até que mais dados sejam analisados, não se sabe exatamente o que foi essa explosão e o que a causou. Mas aconteça o que acontecer, este é definitivamente um momento emocionante para a astrofísica.


http://www.ciencia-online.net/2014/05/enorme-explosao-em-andromeda.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+ciencia-online+%28Ci%C3%AAncia+Online%29
NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO. OBRIGADO